Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Introdução

1,703 views

Published on

Introdução da aula de teologia contemporânea

Published in: Spiritual
  • Be the first to comment

Introdução

  1. 1. IntroduçãoRicardo Gondimpastorgondim@hotmail.com
  2. 2.  É a visão de Deus no contexto que estamos inseridos tornando inteligíveis os pilares da nossa fé. Serve de bússola para nos orientar no exercício da verdadeira fé cristã. Ajuda a visualizarmos a essência da nossa fé a luz dos movimentos teológicos contemporâneos.
  3. 3. No sentido etimológico a palavra teologia tem a sua raiz no grego Théos =“Deus” e lógos = “estudo”, que seria o mesmo que dizer o estudo deDeus. Hoje em dia podemos dizer que teologia é a ciência da religião e dascoisas divinas. Toda dissertação ou raciocínio sobre Deus, constitui umateologia.O estudo de Deus é da máxima importância. Como disse o reformadorJoão Calvino: “Quase toda sabedoria que possuímos, ouseja, a sabedoria verdadeira e sadia, consiste em duaspartes: o conhecimento de Deus e de nós mesmos”.
  4. 4. A Teologia Histórica – Estudo da Teologia no AT e NTA Teologia Sistemática – que engloba ramos como a teologia doutrinal, a teologiadogmática e a teologia filosófica, é o ramo da teologia cristã que reúne asinformações extraídas da pesquisa teológica, organiza-as em áreas afins, explicaas aparentes contradições e, com isso, fornece um grande sistema explicativo(diferentemente da teologia histórica ou da teologia bíblica).A Teologia da Reforma – Estudo da Teologia da ReformaA Teologia Liberal – Estudo da Teologia pós-iluminismoA Teologia Contemporânea origina-se diretamente do método especulativo, edesde a Reforma Protestante tem tomado várias direções, conforme asdesignações recebidas: Teologia modernista,teologia neomodernista, teologia daesperança, teologia do evangelho social, teologia do cristianismo sem religião,teologia da morte de Deus etc, conforme veremos no decorrer desse estudo;A Teologia Social – Estudo da Teologia aplicada, como análise e entendimento daigreja de hoje
  5. 5.  Infalibilidade das Escrituras A trindade O nascimento Virginal de Cristo Os milagres operados por Jesus A morte substitutiva de Cristo A deidade de Cristo A salvação pela Fé A segunda Vinda A vida eterna Juízo Final O pecado original e a queda do homem
  6. 6. Ato 13:36Porque Davi, na verdade havendo servido à sua própriageração conforme o desígnio de Deus“Tendo, pois, Davi servido ao propósito de Deus em suageração, adormeceu, NVI• Repensar a igreja no seu contexto;• Discernir o nosso papel social como igreja;A igreja de hoje é uma igreja que ganhou configuração emdiálogo com Pós-modernidade,
  7. 7. ConceitosPré-modernidade = Deus está no centro, diga-se a Igreja está no centroModernidade = Homem está no centroPós-modernidade = Não tem centro (subjetividade da verdade)Pré-modernidade – Era das trevas (idade média) a igreja ditava ateologia e o pensamento e produzia aberrações como a teologiaantropológica que dizia que o índio não tem alma, o negro não temalma e a mulher não tem alma; dizia que o sol girava em volta daterra, que a terra era plana......Modernidade – Era da luz (iluminismo) os pensadores dizem, A IGREJAESTÁ ERRADA e nós provamos pelo método científico – ]Copérnico e Galileu provam que a igreja estava errada, e a igrejacomeça a ser confrontada não só mais nas questões científicas mastambém nas de Fé.
  8. 8. RUPTURANesse ponto cria-se uma grande ruptura, entre aquilo que é objetode Ciência e aquilo que é objeto de fé, a separação de ciência ereligião.Tudo aquilo que era questão de fé passou a ser uma questão deforo Íntimo (MODERNIDADE)- Se era de foro íntimo = era considerado como superstição, ignorância, mal informaçãoIgreja tenta pregar o que era questão de fé como se fosse questãoCientífica - Não dá pra tratar religião (pressupostos da teologiareformada) como uma questão científica
  9. 9.  Infalibilidade das Escrituras A trindade O nascimento Virginal de Cristo Os milagres operados por Jesus A morte substitutiva de Cristo A deidade de Cristo A salvação pela Fé A segunda Vinda A vida eterna Juízo Final O pecado original e a queda do homem
  10. 10. MODERNIDADEQuando entramos na modernidade, onde o homem está no centroe todas as questões são tratadas de forma científica, 4 coisas ganhamimportância1. Método científico2. Racionalidade – Razão3. Mito do progresso4. Supremacia do homemOnde acaba esse caminho – em duas grandes guerras mundiais(atenção para a Alemanha berço da teologia)Modernidade entra em colapso, ela começa suspeitar de si mesma eentende que fracassou, ela promete um mundo e não consegueentregar
  11. 11. PÓS-MODERNIDADESurge o Liberalismo teológico e a neo-ortodoxia questionando averdade modernaANALOGIA DO COPO DE COCAA verdade não é imposta e não depende mais da razãoNa pós-modernidade a verdade é subjetiva, se é subjetiva, passa a serobjeto de revelaçãoNâo é razão humana que se apropria da verdade, mas a verdade quese apropria da razão humana, isso é teologia contemporânea (isso écristianismo)“ tu é os Cristo, o filho do Deus vivo”“Tomé, voce viu e creu, bem-aventurados aqueles que..”Nós andamos não pelo que vimos mas pela fé - CONFIANÇA
  12. 12. Não é mais uma questão de verdade ou mentira mas derelacionamento (confiança)Analogia do copo de coca“Isto é um copo de coca – mentira”“Eu te amo - ?”No contexto atual, o Deus que se apresenta, assim como no VT é umDeus que se relacionaMateus 22.32Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deusde Jacó? Ora, Deus não é Deus dos mortos, mas dosvivos.
  13. 13. Na pós-modernidade nós pensamos e aprendemos a nos relacionar comDeusO seu Reino não é implantado, ele é sinalizadoLucas 18.8Digo-vos que depressa lhes fará justiça. Quando porém vier oFilho do homem, porventura achará fé na terra?A MISSÃO DA IGREJA É MANIFESTAR AQUI E ALI A MAIOR DENSIDADEPOSSÍVEL DO REINO DE DEUS QUE SERÁ CONSUMADO ALI E ALEMNão dá mais pra pensar e agir no contexto atual na igreja com oPensamento e as doutrinas modernas, não cabe mais a imposição
  14. 14.  É a visão de Deus no contexto que estamos inseridos tornando inteligíveis os pilares da nossa fé. Serve de bússola para nos orientar no exercício da verdadeira fé cristã. Ajuda a visualizarmos a essência da nossa fé a luz dos movimentos teológicos contemporâneos.
  15. 15. • Muitos na academia buscam na teologia a resposta, mas muitos não querem pensar, e quando buscam somente conhecimento acabam por colocá-lo como guia de fé e prática, o que é errado;• Os ensinos não são regras;• Nosso referencia devem ser os pilares da fé reformada, é a síntese• do pensamento cristão de mais de 500 anos;• A teologia contemporânea obrigatoriamente vai gerar conflitos.Estudo de casoMateus 2:23E chegou, e habitou numa cidade chamadaNazaré, para que se cumprisse o que fora dito pelosprofetas: Ele será chamado Nazareno.NO GREGO, para que se cumprisse aquilo havendo sido dito pelosprofetas: "Ele (Jesus) será chamado Nazareno"
  16. 16. Ele será chamado nazareno – Não encontra a passagem no ATNazaré = nazireu (a maioria das bíblias vão para Isaías 11.1)Isaías 111 PORQUE brotará um rebento do tronco de Jessé, e dassuas raízes um renovo frutificará.Quem errou ?Mateus27:9 Então foi cumprido aquilo havendo sidofalado pelo profeta Jeremias , dizendo:"E eu tomei as trinta moedas de prata, o preço dAquele tendo sidoavaliado, que aqueles provenientes- de- junto- dos filhos de Israelavaliaram,10 E eles as deram pelo campo do oleiro, segundo o que o Senhor medeterminou." Zc 11:12,13
  17. 17. ZC11-13 O SENHOR, pois, disse-me: Arroja isso ao oleiro, esse belopreço em que fui avaliado por eles. E tomei as trinta moedas deprata, e as arrojei ao oleiro, na casa do SENHOR. Mateus relaciona Nazaré com nazireu Nazareno ou nazareu, é um termo provavelmente derivado do hebraico nétser ou do aramaico natsaraya, e cujo significado, apesar de incerto, pode ser "rebento ou renovo", Mateus é um judeu deveria usar a bíblia hebraica Mateus usa a Septuaginta A única correspondência possível é fonética Renovo em grego = naziraous O teólogo liberal diz: Vai forçar a barra assim lá longe...............
  18. 18. O acadêmico mergulha na teologia, come logo um sarapatel com feijoadae entra em colapsoRevés, quando não somos confrontados nos acomodamos e nos fechamosem nossas redomas eclesiásticas e não enxergamos o além...... Teologianão é pra todo mundoObservar os pilares da pós-modernidadePLURALIDADE – Cada um faz o que querEXCLUSIVIDADE – ExclusivismoAUSÊNCIA DE ABSOLUTOS – RelativismoEstudo de caso“A minha mulher só tem prazer se apanha”Psicólogo – Enxerga com o razão e o pensamento científico vai dizer: Tomaum chicote, faça-a feliz.Filósofo – Enxerga com a contemplação vai dizer: Examine se ela temalguma outra forma de prazer TEOLOGO – Ortodoxo ? – Liberal ? – Neo-Ortodoxo ?
  19. 19. Nós precisamos encontrar na teologia o equilíbrioentre pensamento cristão e as necessidades domundo pós-moderno, com o intuito de manifestar oevangelho com máximo de resultado possível quebeneficie ao nosso próximo.Ricardo Gondim......................................................A MISSÃO DA IGREJA É MANIFESTAR AQUI E ALI AMAIOR DENSIDADE POSSÍVEL DO REINO DE DEUSQUE SERÁ CONSUMADO ALI E ALEM

×