Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, MAIO 2018

68 views

Published on

JORNAL QUE TEM O QUE FALAR

Published in: News & Politics
  • Be the first to like this

GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, MAIO 2018

  1. 1. FEIRA DE ORQUIDEAS NA ESCOLA SANTA CÂNDIDA FEIRA DE ORQUIDEAS NA ESCOLA SANTA CÂNDIDA FEIRA DE ORQUIDEAS NA ESCOLA SANTA CÂNDIDA FEIRA DE ORQUIDEAS NA ESCOLA SANTA CÂNDIDA FEIRA DE ORQUIDEAS NA ESCOLA SANTA CÂNDIDA PROJETO SOCIAL DE FUTEBOL NO BAIRRO SANTA CÂNDIDA Página 2
  2. 2. 2 Diretor: Adilson da Costa Moreira - Fones 99894.1462 e 3328-0176 CNPJ 12.698.306/0001-42 Dep. comercial: Sharon Simão Zunino - Rua Guilherme Ihlenfelt, 765 - Tingui - Curitiba E-mail: gazetasantacandida@gmail.com Tiragem: 10.000 exemplares www.gazetasantacandida.com / www.gazetasantacandida.blogspot.com As matérias assinadas não refletem necessariamente a opinião do jornal. EXPEDIENTE Os melhores jornais de bairros PAPELARIA COLORIR LAN HOUSE Xerox, Impressão, Plastificação, A3 Encadernação,Plastificação Material Escolar e Presentes FONE: (41) 3030.3513 - papelariaanjoazul@gmail.com RUA FERNANDO DE NORONHA, 390 - LOJA 1 - SANTA CANDIDA INFORMÁTICA - MOUSE, TECLADO, FONE DE OUVIDO, CD e DVD VIRGEM, PEN DRIVE, CARTÃO DE MEMORIA. ASSISTENCIATÉCNICA Greca anuncia medidas para evitar interrupção do serviço de transporte público O prefeito Rafael Greca anun- ciou em entrevista coletiva, nesta quarta-feira medidas para evitar a interrupção do serviço de transpor- te coletivo em Curitiba e região metropolitana por falta de combus- tível. O abastecimento pode ser prejudicado devido à paralisação nacional dos caminhoneiros. Greca pediu uma avaliação dos estoques de combustíveis nas dis- tribuidoras e nas garagens de em- presas de ônibus e solicitou refor- ço policial para garantir o abaste- cimento dos ônibus. “Vamos fazer todo esforço com a nossa força de vontade para evi- tar que a população seja afetada, são 1.285 ônibus que circulam diaria- mente na capital e na região metro- politana nas nove cidades conurbadas”, disse. Uma reunião entre representan- tes da Prefeitura, sindicatos dos motoristas e cobradores, transpor- tadoras e das distribuidoras vai ava- liar a situação dos estoques de com- bustíveis. O prefeito contou que comuni- cou ao ministro da Segurança, Raul Jungmann, a ocorrência de bloque- ios na Linha Verde, na altura da fá- brica da Mili, e também no Con- torno Leste da cidade, que estão causando transtornos para a popu- lação. “Também pedi para a gover- nadora Cida Borghetti e para o se- cretário de Segurança Pública, Ju- lio Reis, força policial para garan- tir o abastecimento da frota de transporte coletivo”, disse Greca. “Reconheço a legitimidade das ma- nifestações, mas não posso aceitar que ela se transforme em uma se- meadura de caos urbano.” Os blo- queios estariam prejudicando o abastecimento da Refinaria Getú- lio Vargas (Repar) em Araucária. Greca disse ainda que somente se não houver possibilidade de manter o abastecimento, a Urbs vai avaliar a redução da frota para ga- rantir o funcionamento do sistema por mais tempo. Aproximadamente 60 crianças participamdeumprojetosocialdefutebol de areia na cancha “Alegria das Crianças’’, conjunto Residencial Faxinal no bairro Santa Cândida. O Projeto de futebol ‘Bom de bola, sucesso na escola’ tem o foco em crianças de 7 a 15 anos (do ensino fundamental) e que tenham notas acima da média, disciplinados tanto em casa como na escola. Com mais de 24 meses de atividade, com práticas de futebol das 9 as 11 horas nas, terças e quintas-feiras. No final da semana acontece a recreação nos parques. A intenção é acrescentar mais dias de atividades acrescenta Joanin. “É uma grande oportunidade para as crianças em vulnerabilidade social que podem ser ouvida e assistida também, para as crianças que ficam com o tempo ocioso, nosso objetivo é contribuir para formação social da criança e adolescente tendo a escola como extensão”, diz Valmir. O Grupo que promove este projeto tem as seguintes pessoas: Valmir Cordeiro de Almeida, Joanin Jorge da Silva, Luzinete Ferreira de Souza, Keila Tatiane shilipake de Almeida, Milena Karoline da Silva, PROJETO SOCIAL DE FUTEBOL NO BAIRRO SANTA CÂNDIDA Devair Cordeiro de Almeida, Denise Ekiter; apoio, Valter Ferreira de Souza O grupo faz agradecimentosAdriano do núcleo de esportes da Regional Boa Vista pelo material esportivo, ao Bracatinga e Janaína Gher administradora Regional; Marcelo Richa secretario do Esporte, Lazer e Juventude pelo apoio. Os componentes deste projeto constituíram uma associação Desportiva e pedem o patrocínio de empresas que possam contribuir com o projeto Contatos: Valmir, 996581644 e com Joanin 995832787
  3. 3. 3 Centenas de visitantes apreciaram as melhores plantas e orquídeas raras, e ainda puderam adquirir mudas e orientações sobre cuidados para manter sempre lindas. Vários expositores de diversas localidades participaram da 28ª Feira de Orquídeas que aconteceu na Escola Estadual Santa Cândida. José Carlos Nogarotto apresentou artesanato de madeira.A Orquilanda Flores, da senhora ESCOLA SANTA CÂNDIDA REALIZOU A FEIRA DE ORQUIDEAS COM DIVERSOS EXPOSITORES Valilda apresentou orquídeas e plantas. Carlos Ervino Haas e esposa apresentaram belíssimos orquidários. Rosaldo Carlos e João Luiz apresentaram orquidários de São José dos Pinhais - eles também fazem exposição entre junho e julho no Município. Manoel Francisco Silveira, de orquidário de Palhoça e presidente da Federação Catarinense dos Orquidófilos também prestigiou e participou do evento. José Carlos Nogarotto e família Carlos Ervino Haas e esposa. Chácara Suíça. Valilda, Orquilanda Flores Manoel Francisco Silveira, Presidente da Federação A Prefeitura está ouvindo a população bairro a bairro, para detalhar e elencar as prioridades de cada região da cidade, para compor a Lei OrçamentáriaAnual, que terá sua execução ao longo do ano de 2019. Neste dia 22, terça-feira serão ouvidos os moradores dos bairros Cabral e Ahú, na Igreja SantoAgostinho (Rua Eurípedes Garcez do Nascimento, 1035, Ahú); Parolin, Escola Municipal Prof. Nansyr Cecato Cavichiolo (Rua Francisco Parolin, 930, Parolin); Capão Raso, Colégio Estadual Emílio de Menezes (Rua José Zaleski, 450, Capão Raso); Osternack, Escola Municipal Heráclito Fontoura Sobral Pinto (Rua Lucio de Oliveira Lara, 75, Sítio Cercado) e também os moradores da Vila Barigui, na Escola Municipal Otto Bracarense Costa (Rua Cid Campello, 4151, CIC). Os encontros são sempre às 19h. Serão ao todo mais de 80 reuniões públicas, englobando os 75 bairros de Curitiba, com a participação de técnicos e representantes da Prefeitura, que auxiliam a população no trabalho de elaboração das propostas, “FALA CURITIBA” REUNE MORADORES DE MAIS SEIS BAIRROS que são priorizadas e eleitas por voto popular nos encontros. Regional Boa Vista No encontro de segunda-feira (21/05), com os moradores do bairro Barreirinha, a administradora regional do Boa Vista, Janaína Lopes Gehr, explicou como é composto o programa Fala Curitiba e a importância de participar dos encontros e votações para apontar as prioridades para o orçamento do ano que vem. “Por determinação do prefeito Rafael Greca, as consultas públicas foram ampliadas.Agora bairro a bairro, ouvimos mais e melhor a população de Curitiba para a decisão das prioridades do orçamento da cidade para o próximo ano”, disse Janaína. A administradora também ressaltou a importância do Plano de Recuperação de Curitiba, que garantiu o equilíbrio fiscal e financeiro da cidade. “Curitiba voltou a ter crédito, retomou as grandes obras e a manutenção da cidade com o Plano de Recuperação de Curitiba, que tirou a cidade do colapso financeiro e garantiu investimentos”, explicou. Morador do bairro há mais de 30 anos, o bacharel em Direito Paulo Jesus de Matos participou do grupo de trabalho que detalhou as propostas relacionadas a trânsito e circulação. Paulo defendeu uma ampliação do terminal do Barreirinha e uma integração com os equipamentos públicos próximos. “O terminal precisa ser ampliado, melhorar a circulação das pessoas e tentar de alguma forma conectar com o CMEI e oArmazém da Família próximos, facilitaria para gente que hoje tem que dar uma volta grandeparachegarneles”,disse.Ademanda apresentada pelo morador foi eleita como uma das prioridades do encontro e segue para a próxima fase do programa. Participaram das reuniões os vereadores Julieta Reis e Kátia Dietrich e o assessor de assuntos comunitários João Pereira. Para saber mais sobre o programa de consultas públicas, calendário dos encontros e demandas eleitas para cada regional da cidade, acesse o site da Prefeitura Municipal de Curitiba.
  4. 4. 4
  5. 5. 5 A governadora Cida Borghetti assinou decreto nesta quinta-feira (24) que forma- liza o reajuste de 4,08% no auxílio-trans- porte para servidores efetivos da adminis- tração direta e autárquica e para temporári- os contratados por regime especial com re- muneração até R$ 2.659,60. O benefício alcança cerca de 15 mil ser- vidores estaduais. O reajuste é retroativo a abril e o valor passa de R$ 155,79 para R$ 162,15 por mês. Até agora, o auxílio era pago para quem ganhava até R$ 2.555,34. “É mais uma medida que atende servido- res que têm menores salários”, afirma a go- vernadora. O valor é depositado diretamente na con- ta-corrente do servidor beneficiado, junta- mente com o vencimento mensal. A vanta- gem tem natureza indenizatória, com obje- tivo de custear o deslocamento do servidor ao trabalho. O reajuste tem como parâmetro o IPCA. (foto: José Fernando Ogura/ANPr) Cida reajusta vale transporte de 15 mil servidores O ex-secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, tem trabalho for- te para pavimentar sua pré-candidatura à deputado estadual. Nesta segunda-feira (14), em Curitiba, se reuniu com o pre- feito Rafael Greca para tratar sobre no- vos projetos para a saúde da capital. Mais cedo, já havia se reunido com a secretária de Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak. “Estamos levantando as prin- cipais demandas dos gestores e da co- munidade. Nosso objetivo é propor ações que melhorem o assistência da popula- ção e garanta atendimento ágil e de qua- lidade para mais perto das pessoas”, ex- plica Michele Caputo. Segundo ele, que também já foi se- cretário de Saúde de Curitiba por duas vezes, o sistema de saúde da capital tem tudo para voltar a ser modelo para o país. “A equipe de saúde da capital é, sem dú- vida, uma das melhores do Brasil. Com estrutura de trabalho adequada, eles po- dem desenvolver um trabalho de exce- lência,combenefíciodiretoápopulação”, enfatiza. Michele Caputo se reúne com Greca e discute novos projetos para a Saúde Nas próximas semanas, Michele Caputo deve fazer um giro nos distritos sanitários e nas unidades de Saúde para conversar com lideranças comunitárias e ouvir as demandas dos profissionais da atenção primária. Duranteasvisitas,vaiacompanhartam- bém o andamento de obras e investimen- tos realizados pelo Governo do Estado na saúde de Curitiba, no período em que foi secretário estadual. Destaque para as re- formas de 14 unidades de saúde e o con- juntodeequipamentosadquiridosparafor- talecer o trabalho da atenção primária. Michele Caputo ressalta que a área hospitalar da capital também recebeu atenção especial na época em que foi secretário estadual da Saúde. Exemplo claro disso foi a construção do heliponto do Hospital Cajuru, os equipamentos para o Hospital Evangélico, a constru- ção da oncopediatria do Hospital Erasto Gaertner, os recursos de custeio para o Hospital Pequeno Príncipe e oAnexo da Mulher do Hospital do Trabalhador, que é a maior expansão física da unidade desde sua fundação. “Estamos ampliando a oferta de leitos em Curitiba e também na região Metro- politana, com hospitais parceiros como o Hospital do Rocio e o HospitalAngelina Caron. É desta forma, com trabalho sé- rio, que vamos melhorar o atendimento das pessoas”, detalha Michele Caputo.
  6. 6. 6
  7. 7. 7 998999899989998999894.4.4.4.4.11111462462462462462 Telefones 3357-9272 e 99740-0669 RUA MACAPÁ, 878, TINGUÍ MOACIR RADIADORES “Fui uma pessoa cega que passou a enxergar depois das aulas da Educação de Jovens e Adultos (EJA)”, conta, com orgulho, a aposentada Normália de Souza dos Santos, de 71 anos. Nascida em Contendas do Sincorá, no interior da Bahia, a mãe de sete filhos emocionou os colegas com a biografia escrita durante uma das atividades promovidas na Escola Municipal Bela Vista da Paraíso, no Santa Cândida. “Quem não sabe ler tem olhos, mas não enxerga”, definiu.A história de dona Normália se assemelha a de centenas de mulheres que precisaram abdicar dos estudos para atender aos interesses das famílias.Ainfância foi curta, ela começou a trabalhar aos 7 anos na roça e precisou superar inúmeros desafios que, durante mais de cinco décadas, a impediram de frequentar a escola.Trabalhou como diarista, empregada doméstica e auxiliar em serviços gerais e, somente aos 66 anos, depois de aposentada, pode iniciar a trajetória escolar e realizar o sonho de aprender a ler e escrever. “Agradeço a Deus e às professoras que são bênçãos que Deus colocou no meu caminho”, diz Normália. Olhos da fé - As aulas, à noite, são Aos 71 anos, aposentada supera analfabetismo e incentiva colegas a estudar (Aluna do EJA) dinâmicas e planejadas para atender as necessidades da turma, formada por 25 homens e mulheres com experiências de vida parecidas. “Na EJA comecei a enxergar com os olhos da carne, antes eu via apenas com os olhos da fé. Agora eu não perco mais o ônibus nenhum por não saber ler”, comemora a aposentada.A autonomia para circular pela cidade só não foi maior do que outra conquista, considerada a melhor de todas, segundo Normália. “Via as pessoas abrindo as bíblias na igreja e lendo e eu sonhava poder fazer igual. Hoje eu consigo, leio e entendo os versículos e isso é maravilhoso”, conta.Outra alegria da dedicada estudante é ler e escrever versos e causos sobre o que já viveu, especialmente quando é para os 12 netos e cinco bisnetos. Os sete filhos são formados e todos estudaram na escola onde a mãe hoje é aluna. Foram eles que incentivaram Normália a encarar o desafio, especialmente Maria Cristina, professora na escola. “Minha mãe sempre foi exemplo e alicerce da minha vida.Abriu mão dos sonhos dela para que eu e meus irmão pudéssemos realizar os nossos. Eu alcancei o meu, me tornei professora”, diz Maria Cristina. 100% de frequência - A professora da dona Normália, Iolanda de Lourdes Porto, conta que a estudante é muito dedicada e participativa em sala de aula. “Ela tem cem por cento de frequência, é muito jovial e estudiosa”, garante Iolanda. “A disciplina preferida é matemática, mas também adora declamar poesias”, revela.Normália é admirada por todos os colegas e funcionários da escola. “Ela traz flores,
  8. 8. 8 Chegaram 5 maridos no inferno. Aí o diabo disse: - Quem traiu a mulher venha aqui. Foram 4 e um ficou onde estava. Aí o diabo disse: - Tragam o surdo também. Joãozinhoperguntaaopai - Pai, como um bêbado se sente? O pai responde: - Filho, veja aquelas duas cadeiras ali na frente. Um bêbado veria quatro cadeiras. EJoãozinhodiz: - Mas pai, ali só tem uma cadeira O médico liga para o paciente: - Bom dia, tudo bem? - Mais ou menos doutor. - Estou ligando para pedir desculpas. Receitei remédio errado pra você. No lugar de receitar remédio para diarreia, receitei um calmante. Como você está? - Estou bem, todo cagado, mas tranquilo. Porque no dia dos Namorados o comércio vende mais do que do dia das mães? - Porquê mãe a gente só tem uma! - Oi gata, quer namorar comigo??? - Você trabalha? - Sim, meu patrão é o Silvio Santos! - Nossa… Você trabalha no SBT? - Não gata… trabalho vendendo Jequitimesmo! O marido perguntou pra mulher: - Vamos tentar uma posição diferente essa noite? Amulherrespondeu: - Boa idéia, você fica na pia lavando a louça e eu sento no sofá. O marido está no motel com a melhor amiga da esposa quando recebe uma mensagem no whatsapp e fica assustado. Então a amante pergunta: - Quem é amor? Ele responde: - Minha mulher dizendo que vai chegar tarde em casa, porque ta no cinema com você. O bêbado no bar tomando sua cachaça pede ao dono do bar: - Ô moço, coloque aí um disco nessa máquina de música pra animar o bar! O dono do bar explica: - Não posso, é que meu pai morreu ontem! E o bêbado questiona: - E ele levou o disco junto? O sujeito está numa roda de chopp e tem vontade de ir ao banheiro. Pra ninguém beber o chopp dele, ele deixa um bilhete na caneca: - Cuspi no chopp. Ao voltar, ele vê encontra outro bilhete: - Eu também! A loira chega gritando em casa… - Mãe, mãe, mãe , mãe - O que foi filha? - Um cara me deu 50 reais para eu subirnumaárvore! - Sua besta ele só queria vê sua calcinha!?? - Pensa que sou burra?Antes de subir eu tirei a calcinha pra ele não ver. Omaridocompra12calcinhasiguais para a sua mulher. A mulher reclama:- Por que todas têm a mesma cor?As pessoas vão pensar que eu não troco de calcinha. Omaridopergunta: - Quais pessoas? Professoradiz:Joãozinho,leiaarima que eu pedi pra você fazer em casa. - La vem o canguru com uma flor no c*… Professora: - Pode parar Joãozinho. Essa rima eu não aceito; tente de novo. - La vem o canguru com a flor na bochecha, por que no c* a professora nãodeixa. Ofuncionárioreclamadobaixo salário que recebe e resolve reclamar com o patrão: - Meu salário não está compatível comasminhasaptidões! - Eu sei, eu sei! Mas não podemos deixar você morrer de fome. Associação dos Jornais de Bairros homenageia o educador Wilson Picler Dezenas de diretores de jornais de bairrosdeCuritibasereuniramontemno Ball Bull daAvenida Água Verde para homenagear o educador Wilson Picler com a entrega do Troféu Melhores do Ano – Categoria Educador. O educador e empresário Wilson Picler é chanceler do Centro Universi- tárioInternacionalUninter,presidenteda Uninter Educacional S.A., fundador do Grupo Uninter e membro do conselho superior da entidade. O presidente daAssociação dos Jor- nais de Bairros do Estado do Paraná, AdilsondaCostaMoreiraeofuturopre- sidentedaentidade,FábioRocha,entre- garam o troféu ao homenageado. Na oportunidade Picler sugeriu a for- maçãodeumgrupodetrabalhocompro- fessores da Uninter e diretores da As- sociação de Jornais de Bairros para a criação de cursos e eventos na área de jornalismo, para melhorar a qualidade dos jornais de bairros. A sugestão foi aprovada e aplaudida por todos os pre- sentes. O futuro presidente da entidade, Fá- bioRocha,tomarápossenopróximodia 30 em solenidade no salão de eventos do Parque Barigui. Ele adiantou que a associação vai desenvolver parcerias com a Uninter porque “trata-se de uma organização educacional das mais res- peitadas e dinâmicas do país”. Associação dos Jornais de Bairros do Estado do Paraná Mídia comunitária - Imprensa de bairro A v o z d a s c o m u n i d a d e s

×