Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
2
Diretor: Adilson da Costa Moreira - Fones 9894-1462 e 3328-0176
Dep. comercial: Sharon Simão Zunino
Rua Guilherme Ihlenf...
3
O governador Beto Richa afirmou
nesta segunda-feira que vai retomar a
parceria com a prefeitura de Curitiba
para a reint...
4
Valores de multas de trânsito foram
reajustadas: confira os enormes aumentos
Todos os níveis de penalidade terão alteraç...
5
9894.1462
Na manhã e tarde do dia 17 de se-
tembrooNúcleoRegionaldaEducação
deCuritibarealizouoIEncontroArtísti-
coeCult...
6
ANUNCIE
NOS BAIRROS DA SUA REGIÃO
9894-1462
Empunhando a bandeira dos serta-
nejos do Contestado, o vereador Jor-
geBern...
7
Tel: 3357-3601, Celular 8462-3354 - 99105354
Rua Ilda C. Manasczuk, 4444 - Jd Aliança - Santa Cândida
Contador: Sandro d...
8
No dia 04 as 19 horas, no Memorial
de Curitiba, Alto do São Francisco,
ELAS, um espetáculo que terminou com
mais uma vit...
9
ASSAD ACUSA EUA POR ATAQUE
QUE AJUDOU EXÉRCITO ISLÂMICO
O presidente sírio Bashar Assad
acusouWashingtondeterrealizadoum...
10
11
Uma mulher passava as compras no
caixa de supermercado e percebeu
que um bêbado examinava
detalhadamente seus itens de ...
12
Batata foi o único vegetal que
não apresentou nenhum lote
infectado
AAnvisa (Agência Nacional de
Vigilância Sanitária) ...
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2016
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2016

306 views

Published on

JORNAL QUE TEM O QUE FALAR

Published in: News & Politics
  • I was searching for a way to explain my recently frequent yeast infections and other related conditions stumbled upon your program on the internet. I suffered from chronic mouth thrush (with creamy white lesions on my tongue and inner cheeks). My baby daughter had the same problem in her mouth and your program was the only thing that helped us! I highly recommend your book to anyone who is perceptive about their health, and for those who are tired of being told that it's all in their heads. I feel so rejuvenated and lucky to have found this system. ★★★ http://scamcb.com/index7/pdf
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Be the first to like this

GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, OUTUBRO 2016

  1. 1. 2 Diretor: Adilson da Costa Moreira - Fones 9894-1462 e 3328-0176 Dep. comercial: Sharon Simão Zunino Rua Guilherme Ihlenfelt, 765 -Apartamento 4 - Tingui - Curitiba E-mail: gazetasantacandida@gmail.com Tiragem: 10.000 exemplares www.gazetasantacandida.com.br / www.gazetasantacandida.blogspot.com As matérias assinadas não refletem necessariamente a opinião do jornal. EXPEDIENTE ESCRITÓRIO CONTÁBIL JC – ONLINE ASSESSORIA. - ABERTURA DE EMPRESA - CONTABILIDADE E FISCAL - FOLHA DE PAGAMENTO– RH - CONTABILIDADE RURAL - IMPOSTOS - ENCERRAMENTO DE EMPRESA Estamos atendendo NA CIDADE DE ADRIANÓPOLIS, MORRETES PROCURAR INFORMAÇÃO NO ESCRITÓRIO DO AILTON Sede: Rua João Reboli, 215 – Santa Cândida – Curitiba Fone: 3019-3369 - Falar com Claudio ou Joceli www.jconlineassessoria.com.br O professor aposentado Mariano Stacieski é filósofo, psicólogo, pedagogo,teólogo.JálecionounaUni- versidade Federal do Paraná (UFPR) e na Universidade Estadual de Londri- na (UEL). Foi demitido da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC) em 2006 aos 75 anos após 25 anos de serviço. Está com 85 anos e no dia 21 de setembro recebeu uma correspondênciaquelhecomunicava“o cancelamentodeseuplanodesaúde”a partir de 01 de outubro. Mariano e sua esposa Maria Elisa Stacieski, 65 anos, estão incluídos no plano de saúde corporativo da Univer- sidade beneficiados por um contrato entre a PUC e a Unimed que deveria ser vitalício e permanente, sem custos para a PUC. Quem paga todas as des- pesas é o professor aposentado. “É caótico, é ruim pra gente”, declarou o ex-professor. Atualmente, o casal não tem acesso aoplanodesaúde.MariaElisamarcou uma consulta que não foi liberada pela Unimed. O atendimento não foi feito. “O mais triste é que falaram sobre uso indevido, como se a gente tivesse pas- sando os outros para trás”, relata. O casal entrou com uma ação judi- PUC-PR CORTA PLANO DE SAÚDE DE PROFESSORES APOSENTADOS Mariano e Maria Elisa Stacieski. Foto de Joka Madruga cial contra a universidade. No dia 30 de setembro, a Juiza da 13ª Vara do TrabalhodeCuritibaconcedeualiminar determinando o imediato restabelecimentodoplanodesaúde,es- tabelecendo multa diária de R$ 1.000,00. Mas a liminar não está sen- do cumprida pela PUC. “O que mais impressionaéadesobediênciaàordem judicial que trata de um direito funda- mental, que é o direito à saúde”, de- nunciaDeniseFelippetto,advogadado casal. Segundo a advogada, o professor contribui ao plano corporativo desde 1999. “O contrato corporativo firma- doentreaAPC(mantenedoradaPUC) e a Unimed lhe garantiu permanência vitalícia,comosmesmosbenefíciosque lhevinhamsendoasseguradosenquan- toemvigorocontratodetrabalho,des- de que promovesse, a partir da demis- são, a contribuição integral. O profes- sor aderiu ao plano e restou consagra- do seu direito adquirido à permanên- cia”. Denise afirma que há provas de que a PUC continua firmando contra- tos corporativos com a Unimed, que não dá amparo legal para o rompimen- to abrupto. Ela defende mais dois casos seme- lhantes, de uma ex-funcio- nária e de uma ex-profes- sora aposentada que tam- bémtiveramoplanodesaú- de cancelado pela PUC. “AcorretoradaUnimed está ligando para fazer o contrato”, lembrou Maria Elisa. O casal paga pelo plano corporativo R$ 757,31 ao mês.Ami- gração forçada para um contrato pes- soafísicateriaocustodeR$4mil.Com as duas aposentadorias do professor, pela UFPR e pela previdência social, a renda familiar não passa desse mesmo valor:R$4mil. A PUC apresentou somente uma cópia de um documento chamado “distrato”,alegandoqueorompimento do contrato foi de comum acordo com aUnimed,eéestendidoatodasaspes- soas até então beneficiadas pelo con- trato nº 33/99, seus aditivos e anexos. Outras centenas de pessoas foram pre- judicadas. Outros casos Luiza trabalhou na PUC durante 28 anos.Aposentou-see,beneficiadapelo mesmo contrato que previa plano de saúdevitalício,pagavaintegralmenteR$ 516 de mensalidade no plano de saúde corporativo. Com 67 anos, a migração para o contrato pessoa física traria jun- to um reajuste de 520%.Amensalida- de seria de R$ 2.700. APUCalegouemJuízoqueaJusti- çadoTrabalhonãodeveriajulgaraação por se tratar, sob sua ótica, de relação deconsumo.Noúltimodia10deoutu- bro, Juíza de outra Vara do Trabalho tambémconcedeuliminardeterminan- doorestabelecimentodoplanodesaú- de de Luiza, sob pena de multa diária. Já a professora Lorena integrou o Corpo Docente da PUCPR por 25 anos e foi demitida em 2007. Ex-pro- fessora aposentada, custeava o plano corporativo para si e para seu pai e sua mãe e pagava integralmente R$ 1.354,74 pelas mensalidades.Ao rece- ber a cartinha de cancelamento do pla- no e a posterior ligação da corretora daUnimedoferecendoamigraçãopara pessoa física, soube que o reajuste se- ria de 700%. O valor chega a R$ 9.382,00 para os três. Aliminarpelorestabelecimentoime- diato do plano de saúde ela já tem e, no seu caso, a PUC também resiste ao cumprimento da decisão judicial. Seu pai é portador de cardiopatia grave e está em tratamento de carcinoma. Só falta à PUC fazer valer sua mis- são estatutária confessional e filantró- pica, simplesmente respeitando as de- cisõesjudiciaisderestabelecimentoime- diato do mesmo Plano Corporativo, assegurando aos beneficiários os mes- mos direitos que lhe foram garantidos desde as respectivas rupturas contratuais. Por Paula Zarth Padilha Terra Sem Males Cuidadora de idosos com experiência de 17 anos, com referências. Telefones (41) 9980.3530 e 3328.0176
  2. 2. 3 O governador Beto Richa afirmou nesta segunda-feira que vai retomar a parceria com a prefeitura de Curitiba para a reintegração do transporte cole- tivo com a região metropolitana da ca- pital do Estado. “Isso vai acontecer ra- pidamente. Houve uma desintegração unilateral do sistema de transporte, a pedido da prefeitura de Curitiba.Ago- ra, havendo o interesse da prefeitura, o Estado é parceiro para reintegrar o sis- tema”,disse. Segundo Beto Richa, o ajuste fiscal doEstadodácondiçõesparacontribuir comaintegraçãodosistema.“Comessa gravíssima crise financeira, temos que respeitaracapacidadedaprefeitura,mas o Estado é parceiro para ajudar no de- senvolvimentodanossacapital”,disse. Richaressaltouaindaquefoiduran- te sua gestão que o governo estadual passou a pagar o subsídio para o trans- porte metropolitano. “Quando fui pre- feito,conseguibaixarapassagem,man- teraqualidadedosistemaeaintegração sem a ajuda de governo ou da Presi- dênciadaRepública”,lembrou. Subsídio O repasse de subsídio ao sistema de transporte coletivo iniciou em maio de 2012 quando a Comec (Coordena- ção da Região Metropolitana de Curitiba), firmou um convênio com a Prefeitura de Curitiba para garantir a integração do transporte coletivo da região metropolitana. O convênio foi renovado em 2013 e 2014. Neste pe- ríodo, o Estado destinou R$ 181 mi- lhões ao Fundo de Urbanização de Curitiba (FUC), que fazia os repasses às empresas. Em 2015, em função da não reno- vação do convênio, somado à decisão REINTEGRAÇÃO PODERÁ TER LINHA LIGEIRÃO SANTA CÂNDIDA/PINHEIRINHO PELA LINHA VERDE da Prefeitura de Curitiba de anunciar a nova tarifa somente para a capital, de- sintegrando assim a rede integrada de transporte, o governo tomou medidas de readequação da rede metropolitana e buscou a manutenção da integração físico-operacionalemantendoumsub- sídiomensal. Atualmente, são destinados R$ 5 milhões por mês para garantir a integraçãocom13municípiosdaregião metropolitana:AlmiranteTamandaré, Araucária, Bocaiuva do Sul, Campo Largo,CampoMagro,Colombo,Con- tenda,FazendaRioGrande,Itaperuçu, Rio Branco do Sul, São José dos Pi- nhais,PinhaisePiraquara.Issopermite queospassageirosquesedeslocamdos municípiosvizinhosatéacapital,evice- versa, paguem apenas uma passagem. Além disso, desde 2013, o Gover- no do Estado isenta as empresas de ônibus da região de pagar o ICMS so- bre o óleo diesel, o que possibilita a desoneração dos custos e a redução do valor da passagem. De 2013 até ago- ra,aisençãochegouaR$51,9milhões para as empresas em Curitiba. Novo sistema O presidente da Comec, Omar Akel, explicou que o governo está es- tudandoaimplantaçãodeumnovosis- tema de transporte regional, que prevê a inclusão de novas linhas à RIT con- forme a necessidade dos municípios. Um dos projetos estudados é a criação doligeirãoSantaCândida/Pinheirinho, que se deslocaria pela LinhaVerde. Para esse novo sistema, as 13 pre- feiturasquefazempartedosistematam- bémdeverãocontribuirfinanceiramen- tecomosistema.“Paraestabeleceruma justiçatarifária,estamostrabalhandoo compartilhamentodaresponsabilidade entreasprefeiturasenvolvidasnosiste- maintegrado”,disse. “NãosóaPrefeituradeCuritibapre- cisa estar envolvida, mas cada um dos 13municípiosdeverágerenciarosiste- ma de maneira consorciada, decidindo sobre as tarifas, novas linhas e novos traçados. Todos terão que partilhar o ônus de eventuais subsídios que preci- samserinseridosnosistema”,afirmou. De acordo com ele, a prefeitura de Araucária já dá um subsídio mensal de R$ 400 mil para não onerar as passa- gens dos usuários do transporte coleti- vodomunicípio. "Reintegração vai acontecer rapidamente já nos primeiros dias de 2017 - Estado é parceiro de Curitiba e RMC", adianta Richa
  3. 3. 4 Valores de multas de trânsito foram reajustadas: confira os enormes aumentos Todos os níveis de penalidade terão alteração nos valores. Infração gravíssima passará a custar R$ 293,47 no período A partir de 1º de novembro de 2016, os valores das multas por infrações de trân- sito terão aumento. Os ajustes serão reali- zados com base em alteração no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), por meio da lei federal n.º 13.281, sancionada em 4 de maio deste ano. A infração gravíssima, que antes tinha multa no valor de R$ 191,54, passará a custar R$ 293,47. Já as multas conside- radas graves serão ajustadas para R$ 195,23. Anteriormente, o valor desta pe- nalidade era de R$ 127,69. Para infração média, o valor passa de R$ 85,13 para R$ 130,16. Já as infrações leves, que custavam R$ 53,20, passam a totalizar R$ 88,38. Desde quando o CTB entrou em vigor, as multas não eram reajustadas. O coordenador-geral de Planejamento Operacional do Denatran, Carlos Magno, esclarece como é distribuída a receita arre- cadada com a cobrança das multas de trân- sito. “O artigo 320 do Código de Trânsito Brasileiro é bem claro quanto à aplicação da receita decorrente da arrecadação de multas de trânsito, devendo ser destinadas a atender exclusivamente a despesas públi- cas como sinalização, engenharia de tráfe- go, engenharia de campo, policiamento, fis- calização e educação de trânsito. As recei- tas não podem ser aplicadas em outras fi- nalidades, em outras situações que não se- jam essas”, explicou o coordenador. Além disso, o órgão de trânsito arreca- dador é obrigado a repassar 5% do valor ao Fundo Nacional de Segurança e Educação de Trânsito (FUNSET). A ação está de acor- do com os termos do parágrafo único do art. 320 do Código de Trânsito Brasileiro. Valor de multa aumenta 53% para quem dirigir embriagado A partir de novembro, o condutor que recusar passar pelo bafômetro, ou qual- quer exame que detecte a influência de ál- cool ou drogas, passa a pagar multa de R$ 2.934,70, terá a carteira de habilitação suspensa por doze meses e o veículo reti- do. A mudança, que aumenta em 53% o valor atual é prevista na Lei Federal 13.281/ 16 sancionada neste mês. “Com mais rigor, esperamos que os motoristas evitem beber e dirigir. Investi- mos pesado em campanhas educativas, mas infelizmente os resultados ficam abai- xo do que precisamos. Então, a Lei au- menta os valores para que pese no bolso do condutor e, quem sabe, mude o com- portamento”, destaca o diretor-geral do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran), Marcos Traad. A Lei Seca, em vigor há mais de sete anos, já determina que o condutor que ti- ver nível igual ou superior a 0,3 miligra- mas de concentração de álcool por litro de ar alveolar pode ser preso. Neste caso, o motorista comete crime de trânsito e deve ser encaminhado à delegacia. Se o motorista recusar fazer o teste de etilômetro, o agente de trânsito ainda pode fazer a comprovação da embriaguez por meio de testemunhas, vídeos e sintomas evidentes como hálito etílico, sonolência e agressividade. ESTATÍSTICAS - Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), dirigir sob influ- ência do álcool ou embriagado corresponde a 10,1% dos acidentes com mortes nas ro- dovias federais no Paraná. O levantamento concluído em 2015 revela que essa é quarta maior causa de acidentes, ficando atrás ape- nas de velocidade incompatível (31,2%), falta de atenção (28,5%) e desobediência a sinalização (11,2%). No primeiro trimestre de 2016, foram registrados 193 acidentes, das quais 108 ficaram levemente feridos, 30 foram gra- ves e 14 acabaram em óbitos. Até a pri- meira semana de maio deste ano, 239 pes- soas acabaram presas por embriaguez nas rodovias paranaenses. AÇÕES - Durante todo o ano o Detran promove uma campanha educativa cha- mada “Se Liga no Trânsito - Se beber não dirija”, em bares de cidades do Paraná. De uma forma descontraída, uma equipe es- pecializada em educação aborda jovens e adultos com objetivo de conscientizar os motoristas sobre riscos de ingerir bebidas alcoólicas e dirigir. Neste encontro, o bar recebe toalhas de bandejas e bolachas de chope persona- lizadas com alertas e os participantes po- dem testar o nível de álcool no sangue com os bafômetros descartáveis.
  4. 4. 5 9894.1462 Na manhã e tarde do dia 17 de se- tembrooNúcleoRegionaldaEducação deCuritibarealizouoIEncontroArtísti- coeCulturalenvolvendoasescolas/co- légios da rede pública estadual de Curitiba,noCanaldaMúsica,odiatodo. Participaram47escola/colégios,68 números (danças e canções) no palco municipal e 26 peças de teatro. Além das belíssimas apresentações musicais (cantos, danças, etc), em um palco contíguo ao auditório, acontecia a apresentação de teatro sob a coor- denação do prof. Marcos Daniel 1º ENCONTRO ARTÍSTICO E CULTURAL DO NÚCLEO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DE CURITIBA Bianchini da Equipe de Gestão, que tem como coordenadora prof.ª Sílvia Parra. Foram mais de oitenta escolas/co- légios desfilando talento pelos palcos, numperfeitoentrosamentoentreNúcleo Regional e escolas/colégios, surpreen- dendo pela qualidade e pelo nível das apresentações.Umverdadeiroshowde talentos!Osritmosforamosmaisvari- ados possível, passando do “hip-hop” à música popular; do samba ao clássi- co; do rock ao sertanejo. Algumasbandasmusicaislevantaram a plateia, o que faz pensar que, no pró- ximoano,oIIEncontroteráaindamui- tomaisalunoseescolas.Aprof.ªVivian Rita M. Siqueira C. de Oliveira vibrou muito com as apresentações e, princi- palmente pela organização e pelo tra- balhoconjuntoNúcleo/Escolas. Além das apresentações no palco central, do teatro, no hall de entrada uma bela exposição de pintura e arte, commaisdecemmotivos,inclusivecom trabalhos sobre mangá (E. E. N. Sr.ª de Salete) arte típica japonesa; mostra decurtas,cinemamudoe“stopmotion” (C. E. Nirlei Medeiros). Ao final do evento, além do entusi- asmo e da alegria estampada no sorri- so dos participantes, um gostinho de "queromais"ficounoar. Omestredecerimôniasfoioprof.Pau- loJoséLeonartque,comsuaexperiên- cia,deixouosjovenstalentostotalmente à vontade para que os números corres- semdeformatranquilaeagradável. A equipe de Gestão do NREC é compostapelosseguintesprofissionais, alémdosjámencionados,SílviaeMar- cos: Imara, Robson e Sônia. - Evite estacionar o seu veículo muito longe do acesso ao shopping ou em locais mal iluminados; - Quando caminhar até seu veículo, tenha as chaves na mão, olhe em volta e dentro do carro antes de se aproximar para abri-lo. Entre, trave as portas e saia logo; 7 DICAS P7 DICAS P7 DICAS P7 DICAS P7 DICAS PARA EVITARA EVITARA EVITARA EVITARA EVITAR RAR RAR RAR RAR ROUBOS EM ESOUBOS EM ESOUBOS EM ESOUBOS EM ESOUBOS EM ESTTTTTAAAAACIONAMENTCIONAMENTCIONAMENTCIONAMENTCIONAMENTOSOSOSOSOS - Os meliantes geralmente abordam pelo lado do motorista, vindo por trás. Atenção especial às motocicletas ocupadas por dois indivíduos; - Se perceber estar sendo seguido por outro veículo ou por pessoas dentro do estacionamento, procure agir com naturalidade e dirija-se para as guaritas da segurança ou áreas de maior movimento; - Nunca deixe crianças aguardando dentro do veículo, pois podem ser vítimas de problemas de saúde (falta de ar, calor excessivo, etc) ou de sequestro ou algum outro tipo de violência; - Se perceber alguém rondando ou mesmo olhando o interior do seu veículo, comunique imediatamente um segurança do shopping. - Nunca deixe o tíquete de estacionamento no carro, pois um meliante poderá furtar seu veículo e sair do estacionamento utilizando o referido tíquete. Grupo GR
  5. 5. 6 ANUNCIE NOS BAIRROS DA SUA REGIÃO 9894-1462 Empunhando a bandeira dos serta- nejos do Contestado, o vereador Jor- geBernardi(Rede)utilizouasessãople- nárianaCâmaraMunicipaldeCuritiba, para cobrar do Poder Público o resga- te desse trecho da história do Paraná. “Amanhãcompleta100anosdofimda GuerradoContestado,emquede3mil a8milpessoasmorreraminutilmente”, resgatouoparlamentar. “Os verdadeiros heróis do Contes- tado, os sertanejos que lutaram por um direitoasseguradopelaposse,continu- am esquecidos da história. Nesses 100 anos, eu não vejo do Estado, nem da PrefeituradeCuritiba,nenhumahome- nagemaosheróisquetombaram,tanto os que moravam na região em disputa [no Oeste do Paraná e de Santa Catarina],quantoosquesobreviveram ao conflito”, protestou Jorge Bernardi. O vereador é autor do livro “A Guerra do Contestado em Quadrinhos”, lançada em 2015. “Foi desta Câmara de Vereadores, que em 1912 partiu o coronel João Gualberto, então candidato à prefeitu- ra”, relatou Bernardi. “Dizem que ele Os heróis da Guerra do Contestado seguem esquecidos comprou todas as cordas que haviam na cidade, com as quais pretendia tra- zer amarrados os 'jagunços catarinenses',comosefalava,poisima- ginava que isso traria a ele grande po- pularidade.” Durante sua exposição sobre o assunto, o vereador se mante- ve na defesa dos sertanejos, criticando aexploraçãointernacionaldasriquezas da região - “um dos motivos da revol- ta”. No dia 22 de outubro de 1912, na Batalha do Irani, no confron- to entre 200 serta- nejos e 70 milita- res,quenãodurou 30 minutos, mor- reuJoãoGualberto e o monge José Maria, que lidera- va o movimento messiânico na re- gião – que depois, segundo a lenda recuperada por Bernardi,teriares- suscitado, levando à formação de vári- osredutosnointeriordeSantaCatarina e do Paraná. “Nas razões do conflito está a questão da terra, já que as elites desses Estados venderam as áreas a grupos multinacionais, expulsando os posseiros que viviam há séculos na área”, reforçou. A região do Contestado, alertou o vereador da Rede, até hoje é uma das maisdeprimidaseconomicamente.“Na emancipação do Paraná de São Paulo, asdivisasentreParanáeSantaCatarina não ficaram bem definidas. Esse pro- blema dos limites interestaduais, a dis- putapelaterra,amadeiraeaerva-mate, omovimentomessiânico,osentimento monárquiconaspopulaçõesinjustiçadas [em oposição à Proclamação da Re- pública],aposturanacionalistadosser- tanejos e a luta inconsciente deles por direitos humanos são importantes para entender a guerra”, disse. JorgeBernardifaloudasbatalhasnos redutosderesistênciaàRepública,des- crevendo o papel de líderes sertanejos, como Maria Rosa, de 15 anos, “apeli- dada de Joana D'Arc do Sertão, que comandou 6 mil homens”. Falou tam- bém deAdeodato, líder do último foco de resistência, que só foi detido pelas forçaspoliciaismesesdepoisdecessa- dooconflitoem2015–“arbitradopelo presidenteCleveland,cujonomeinspi- rou a cidade de Clevelândia” – e mor- reu cinco anos depois, numa tentativa de fuga da prisão. Adeodatocomandava5milhomens e contra ele, pela primeira vez no Bra- sil, foram usadas aeronaves. Os serta- nejos resistiram a sete expedições mi- litares. “Os rebeldes chegaram a do- minar 25 mil quilômetros quadrados”, explicou, “e no acordo de limites, dos 47 mil km² em disputa, 27 mil km² fi- caramcomSantaCatarinae20milkm² com o Paraná”. A “palestra” de Bernardi, contudo, foi interrompida devido ao barulho no plenário. O ve- reador se irritou. “Eu sei que a ques- tão do Contestado não gera interesse, dado o desrespeito dos vereadores com as 8 mil pessoas que morreram no confronto”, disse.
  6. 6. 7 Tel: 3357-3601, Celular 8462-3354 - 99105354 Rua Ilda C. Manasczuk, 4444 - Jd Aliança - Santa Cândida Contador: Sandro da Silva Constituição e Encerramento de Empresas Imposto de Renda Assessoria Contábil, Empresarial, Financeira, RH Por Dr. Lucas Gennaro* Antes de conversarmos dobre esse popular exame, é necessário dizer o porquê ele se tornou tão relevante nos dias atuais. Para isso, destaco algumas estatísticas alarmantes do Ministério da saúde, mostrando que anualmente são diagnosticadas mais de 55 mil novos casos de câncer de mama, com mais de 12 mil mortes em decorrência da doença. Isso coloca o câncer de mama como o segundo tumor maligno de maior incidência (atrás apenas do câncer de pele) e principal causa de mortes por câncer entre as mulheres no Brasil. Infelizmente, a maioria dessas mortes poderia ser evitada não fosse a completa falta de informação a respeito da importância da mamografia e até a presença de alguns mitos relacionados a esse exame que contribuem para alimentar essa triste estatística. Ao contrário de outros tipos de tumor nos quais existe um fator de risco diretamente relacionado (cigarro x câncer de pulmão; exposição solar x câncer de pele), apenas uma em cada quatro mulheres com câncer de mama apresentam histórico familiar da doença ou eram consideradas como pacientes de alto risco. Grande parte dos demais casos não tem qualquer fator de risco claramente identificável e, justamente por esse motivo, o diagnóstico precoce é o principal instrumento de combate à doença. Assim, no decorrer dessa conversa, vamos explicar detalhadamente a importância que a mamografia tem como grande aliada nesse desafio. Uma das perguntas mais frequentes é “afinal, o que é a mamografia?”. Trata- se, na verdade, de um exame Afinal, o que é a mamografia?Afinal, o que é a mamografia?Afinal, o que é a mamografia?Afinal, o que é a mamografia?Afinal, o que é a mamografia? radiográfico das mamas, assim como os demais exames de reios X, no entanto, é realizado por meio de um equipamento desenhado especificamente para esse fim: o mamógrafo. O técnico ou tecnólogo em radiologia é o profissional responsável pela execução do exame. As imagens obtidas serão analisadas então por um médico radiologista que emite o parecer (laudo) que contém, além dos achados em geral, algumas recomendações. Todos sabemos, ou pelo menos já ouvimos falar, sobre como esse examepode ser angustiante à paciente, seja pela expectativa do resultado ou desconforto durante sua realização. Porém, para se obter um bom resultado, é necessário que todos os envolvidos nesse processo tenham o mais alto grau de comprometimento, inclusive a paciente. Dessa forma, o posicionamento e a compressão adequada das mamas são cruciais para uma mamografia de alta qualidade, impactando diretamente no resultado final do exame. A mamográfiaé o único método que, comprovadamente, é capaz de reduzir o número de mortes e câncer de mama, pois permite, na maioria das vezes, o diagnóstico precoce da doença (identificando lesões não palpáveis em fases iniciais), gerando uma alta chance de cura (em mais de 90% dos casos) quando detectado nesse momento. Por esse e alguns outros motivos, é considerado o método de escolha para o rastreamento na população feminina em geral, independentemente dos fatores de risco e das demais tecnologias existentes. De acordo com as recomendações das principais sociedades relacionadas ao tema (Colégio Brasileiro de Radiologia e Sociedade Brasileira de Mastologia), o exame mamográfico de rastreamento deve ser realizado anualmente em mulheres com idade a partir dos 40 anos. No entanto, com base em determinados fatores de risco específicos, a idade de ínicio do rastreamento pode ser antecipada ou, eventualmente, a avaliação adicional com outros métodos de imagem (como a ultrassonografia e ressonância magnética) pode ser considerada de acordo com os achados mamográficos. O que vai nortear a utilização de métodos adicionais de imagem, ou otras formas de rastreamento, está essencialmente relacionado aos achados iniciais à mamografia e aos dados do exame clínico. Não permitam que a desinformação continue a nutrir essa estatísca tão negativa que até hoje o câncer de mama nos traz . Lembre-se: a mamografia salva vidas! Converse com seu médico, agende o exame e não deixe de compartilhar essas informações com as mulheres que você ama. *Dr. Lucas Gennaro é médico radiologista, membro titular do Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico. Dr. Lucas Gennaro no Centro Diagnóstico Água Verde -CEDAV O Comitê de ONGs sobre Espiritualidade, Valores e Interesses Globais das Nações Unidas realizará, em 27 de outubro, o simpósio “Igualdade de participação dos jovens para os desafios globais”. O evento é parte das comemorações da Semana de Espiritualidade(entreos dias25e28deoutubro) e pretende mostrar como a juventude pode ser determinante para que o planeta supere alguns obstáculos. A Legião da Boa Vontade palestrará no simpósio representando a América Latina e o Caribe, compartilhando suas experiências de 66 anos de trabalho socioeducacional e incentivo ao protagonismo infantojuvenil. “A primeira coisa que me veio à mente foi a LBV e os maravilhosos programas educacionais que desenvolve e que eu tive a oportunidade de conhecer quando estive no Brasil há dois anos”, destacou a presidente emérita do Comitê da ONU e coordenadora do simpósio, Sharon Hamilton Getz. “A grande questão é os jovens não pensarem que somos nós que LBLBLBLBLBV parV parV parV parV participa de simticipa de simticipa de simticipa de simticipa de simpósiopósiopósiopósiopósio da ONU sobre desafios globaisda ONU sobre desafios globaisda ONU sobre desafios globaisda ONU sobre desafios globaisda ONU sobre desafios globais sabemos tudo, mas que podemos mostrar que pode haver igualdade, parceria, e oferecer-lhes todo o apoio que precisarem. Tenho certeza que teremos um resultado maravilhoso”, disse a sra. Getz. Por iniciativa dos organizadores, o encontro também celebrará os trinta anos da LBV dos Estados Unidos (30 de outubro) e contará com a apresentação do Coral Ecumênico Infantojuvenil Boa Vontade de São Paulo/ SP, Brasil, que cantará via internet na abertura do evento. LBVNAONU ALegião da BoaVontade possui, desde 1999, status consultivo geral no Conselho Econômico e Social (Ecosoc) das Nações Unidas, além de ser associada ao Departamento de Informação Pública (DPI) da ONU, desde 1994. Essa condição permite à Instituição participar e contribuir na discussão dos temas do Ecosoc em NovaYork (EUA), em Genebra (Suíça) e em Viena (Áustria), compartilhando suas recomendações quanto à implementação de políticas públicas e ações humanitárias internacionais. Em 2004, a LBV foi cofundadora do Comitê de ONGs sobre Espiritualidade, Valores e Interesses GlobaisnasNaçõesUnidasemNovaYork.
  7. 7. 8 No dia 04 as 19 horas, no Memorial de Curitiba, Alto do São Francisco, ELAS, um espetáculo que terminou com mais uma vitória, produzido pela GESTUAL E HUNSOL, Rosangela Souza, Jociane Lucca e Sandro Felix re- alizaram o show. Em especial toda a ga- lera que participaram com Tania Gomez e Sonia Marli Formigheri. O Instituto HUMSOL, juntamente com suas Vitoriosas, voluntários e em parceria com a escola Gestual Dança de “ELAS” - UM ESPETÁCULO DO OUTUBRO ROSA 2016 Salão, realiza apresentações de dança com foco na autoestima. O grupo traba- lha número de danças e as coreografias são ensaiadas em parceria com os pro- fessores da Gestual Dança de Salão na escola. A dança é uma maneira de tra- balhar o corpo e a mente e ajudar no pro- cesso de recuperação da autoestima. Gestual Danças Rua Desembargador Motta, 2275 - Batel - Curitiba - Contato: 3322.3522 A perita Sandra Cristina Balthazar Celli, do Instituto de Criminalista do Paraná,ministroupalestraparafamilia- res na sede da Igreja Assembleia de Deus, Fernando de Noronha, no dia 22 de outubro, no bairro Santa Cândida. “Ao levarem ‘na brincadeira’, mui- tas crianças e jovens não têm consci- ência da proporção que uma simples postagem na web pode ter.” Todos os dias, Sandra diz receber, em seu traba- lho de Curitiba, inúmeros ofícios de au- toridades policiais e judiciais, com pe- didos de exames em computadores, celulares, tabletes, entre outros dispo- sitivos eletrônicos. “O objetivo é inves- tigar, por exemplo, casos de pedofilia e estupros. Chegou numa dimensão tão grande que agora a Policia Federal terá totalautonomia”,concluiu. “A tecnologia da “ era da conexão”, smartphones, 3 G, 4 G, wi-fi, com uma evolução diária traz mais aplicativos e facilita o acesso para qualquer criança e uma grande insegurança para as fa- mílias. Facebook, Whatsapp, Twitter, Viber, Sanpchat, Instagram, não dão descanso para os dedos, olhos e cére- brodecrianças,adolescenteseatéadul- tos que invertem os valores de amiza- PERITA CRIMINAL FAZ ALERTA SOBRE OS PERIGOS DA INTERNET de,família.Umademandaexcessivade informação e nova forma de escrever em redes novas, usam smile e acham graça pelo hábito de digitar “ kkk” , “ hahaha” , “ hehehe” e ainda os “ rsrsrs, são textos, foto, áudio e vídeo, uma babel que não consegue esconder o delito”, explica Sandra. O perigo pode estar mais próximo do que se imagina. O objetivo da peri- ta, ao realizar a pales- tra, foi ainda mostrar quecrimesvirtuaispo- dem acontecer em qualquerlugar,inclusi- ve com pessoas pró- ximas. “A gente pode não ver, mas está per- to da gente.As pesso- as acham que o virtual está fora da realidade e que podem fazer tudo na rede”. AS LINGUA- GENS, TERMOS Sexting é a pratica de tirar fotos do seu corpo ou do corpo de outra pessoa, nu ou semi nu, e enviar para outras pessoas via internet ou pelo celular. Esta prática pode trazer impactos negativos psico- lógicos e sociais. Nude ou Nudes pode referir-se a: Nude selfie - popularmente conhecido por Nude. O envio de fotografias e vídeos em posições sensuais ou nus em redes “O termo ‘NUDES” não vem do português “nudez”, vem do inglês NUDE, que significa nu, despido… só que colocaram a expressão misturada com o português, algo comum na internet…Éengraçadoveralguémque- rer corrigir algo assim, apenas se mos- tra que está desinformado... Manda Nudes = Manda fotos da pessoa nua”. O termo Mobilebullying torna-se cyberbullying, pois as informações são transmitidas do celular para a internet, já que hoje muitos celulares têm acesso à rede mundial de computadores. Existem pessoas que formam co- munidades na internet para falar mal de determinados indivíduos. Os “amigos” criam tópicos na comunidade da esco- la falando mal de um jovem ou humi- lha-o por meio de e-mails ou recados nos sites de relacionamento, como Facebook, Twiter, Myspace, blogs, websites, fotologs, vídeos noYouTube ou por transmissões eletrônicas instan- tâneas como Messenger, chats, etc. Para não serem identificados, os internautascriamfakes(perfilfalso)para ameaçar as vítimas, porém é possível descobrir quem são. Mais palestras da perita Sandra se- rão programadas em escolas da região.
  8. 8. 9 ASSAD ACUSA EUA POR ATAQUE QUE AJUDOU EXÉRCITO ISLÂMICO O presidente sírio Bashar Assad acusouWashingtondeterrealizadoum "ataque planejado" que favoreceu o grupo terrorista Daesh, em 17 de se- tembro, quando um avião da coalizão internacionallideradapelosEUAbom- bardeou as forças do governo sírio em Deir az-Zor, o que provocou 80 mor- tos. InicialmenteoPentágonoinformou que o ataque foi um erro e que este vi- savamilitantesdoDaesh. O Reino Unido, aAustrália e a Di- namarcaconfirmaramaparticipaçãode seus aviões nos ataques. "O ataque aéreo das forças norte- americanas foi uma ação planejada, sendo que o [Daesh] estava sendo de- salojado devido à cooperação entre a Síria, Rússia e o Irã, e sendo que a Frenteal-Nusra,umaaladaAl-Qaeda, foi derrotada em muitas áreas na Síria, os EUA queriam prejudicar a posição do exército sírio; eles atacaram o nos- so exército emDeir ez-Zor", declarou Assad. Aomesmotempo,opresidentesírio ressaltouqueosEUAeseusaliadosdo Ocidente são responsáveis por não se conseguir acabar com as recentes hos- tilidadesnaSíria. "O Ocidente, principalmente os EUA, sempre pedem um cessar- fogo quando os terroristas se encon- tram em uma situação desfavorável, e não para os civis", destacouAssad à edição Politika. O líder sírio lamentou que os apoiantes das forças da oposição te- nham aproveitado a pausa nos comba- tes para providenciar apoio logístico, armas e outros reforços. "Quando o esquema não funciona- va, eles pediam aos terroristas para fa- zer o cessar-fogo fracassar ou come- çaratacandodenovo.Quemtemacul- pa? Os EUA e seus aliados, os países ocidentais, é por causa deles. Os ter- roristas e o terrorismo são uma carta que eles querem jogar no palco sírio, eles não são contra os terroristas", fri- souAssad. O presidente sírio destaca que Wa- shington está conduzindo uma "guerra deenfraquecimento"contraaSíria,Irã e Rússia, essa é a "sua visão em rela- ção à Síria". SegundoAssad, é pouco provável que a Rússia e os EUA juntem forças para combater o terrorismo, por terem valoresdiferentes. Aomesmotempoopresidentesírio destaca que "os russos são muito séri- os e estão dispostos a continuar com- batendo os terroristas". Desdemarçode2011,Síriaviveum conflito armado no qual o governo en- frenta grupos de oposição armados e organizações terroristas, incluindo Daesh(auto-intituladoEstadoIslâmico) e Frente al-Nusra. Sputniknews PAPELARIA COLORIR LAN HOUSE XEROX - IMPRESSÃO COLORIDA ENCADERNAÇÃO - PLASTIFICAÇÃO MATERIAL ESCOLAR E PRESENTES SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA - ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM COMPUTADORES E NOTEBOOK FONE: (41) 3049.6615 - papelariaanjoazul@gmail.com RUA FERNANDO DE NORONHA, 390 - LOJA 1 - SANTA CANDIDA Deputados aumentam o próprio salário após aprovação da PEC 241 Os parlamentares brasileiros de- ram mais um passo na direção do pró- prio umbigo ignorando completamen- te a gravíssima crise econômica que enfrenta o país com mais de 12 mi- lhões de desempregados. Os deputados federais após apro- varem a PEC 241 que congela gas- tos públicos por 20 anos, votaram nesta semana, na surdina, o aumento de seu próprio salário. Isso mesmo, 513 parlamentares, descomprometidos com a economia brasileira pintam um cenário que ilu- de a própria opinião pública. Não haverá contenção de gastos pelo vis- to. O que existirá de fato é a manu- tenção da classe política brasileira com todas as regalias, privilégios, mordomias e ministérios.
  9. 9. 10
  10. 10. 11 Uma mulher passava as compras no caixa de supermercado e percebeu que um bêbado examinava detalhadamente seus itens de compra: 2 caixas de leite integral, 1 dúzia de ovos, 1 litro de suco de laranja, 1 alface, 1 kg de café e 1 pacote de bacon fatiado. Enquanto o caixa registrava, o bêbado dirigiu-se a ela e disse: - Você deve ser solteira. A mulher ficou um pouco espantada com a declaração, e intrigada com a intuição do bêbado, já que, de fato, era solteira. Ela olhou os seis itens sobre a esteira e nada viu de particular, em sua seleção, que pudesse sugerir ao bêbado seu estado civil. Com a curiosidade aguçada, ela disse: - O senhor está absolutamente correto. Mas como o senhor conseguiu descobrir isso? E o bêbado respondeu: - É porque você é feia pra caramba! -o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o- Jacó vai a uma delegacia de polícia para relatar que sua esposa Rebeca está sumida. - Eu perdi minha esposa. Ela foi às compras ontem e ainda não voltou para casa. Policial: - Qual é a altura dela? Jacó: - Eu acho que ela tem 1,60 e mais alguma coisa. Policial: - E quanto a sua forma física? Jacó: - Ela não é magra, mas nem é muito gorda. Policial: - De que cor são seus olhos, senhor? Jacó: - Eu não sei, eu nunca notei realmente. Policial: - E o que dizer da cor de seu cabelo? Jacó: - Ela muda conforme a época e sempre que ela vai ao cabeleireiro. Policial: - Que roupa que ela estava usando quando você a viu pela última vez? Jacó: - Eu acho que ela estava usando um vestido ou calça jeans azul ou outra coisa que eu não me lembro. Policial: - Será que ela foi às compras de carro? Jacó: - Sim, ela foi. Policial: - E qual é a marca do carro? Jacó: - É um de alta performance, Audi com uma pintura metálica cinza prata muito especial. Câmbio automático de 8 velocidades de última geração com motor V12, e pelo menos 460 HP. Ele tem rodas especiais de titânio com Super Performance Z51; são maiores do que as rodas normais de liga GT. Navegação por satélite com cobertura mundial, e injeção direta. E também, infelizmente, tem um arranhão muito fino na porta dianteira esquerda. E... Neste ponto, Jacó começa a chorar. Policial: - Não se preocupe senhor... Vamos encontrar o seu carro. -o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o- No balcão da Alfandega: - Seu nome ? - Abu Abdalah Sarafi. - Sexo? - Quatro vezes por semana. - Não, não, não! Homem ou mulher? - Homem, mulher, e algumas vezes camelo. -o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o- O bêbado entrou na contramão e o guarda o deteve: - Onde é que o senhor pensa que vai? -Bom. . . eu ia a uma festa, mas parece que ela já acabou... Tá todo mundo voltando. -o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o- Galileu, quando afirmou que o mundo apenas girava, confirmou o que os bêbados já sabiam há muito tempo. Ao sair do boteco, todo embriagado, consegue chegar em casa com muito custo. Abre a porta e vai correndo para o banheiro. Assustado, corre para o quarto e acorda a mulher: - Ô mulher.... Essa casa tá mal assombrada! Eu abri a porta do banheiro e a luz acendeu sozinha. Depois, fechei a porta e a luz apagou sozinha.... Amulher, louca da vida, grita: - Filho da pu*a! Você mijou na geladeira de novo! -o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o- O dono do bar já estava de saco cheio com o bêbado, que todo dia vinha ali encher a cara. Numa daquelas, quando o bêbado pediu “Bota mais uma”, ele despejou ácido no copo. O bêbado tomou, fez uma careta, disse “esta é forte, hein?” e saiu, cambaleando. Passaram-se vários dias e o bêbado não apareceu mais. O dono do bar até ficou preocupado, pensando que tinha matado o infeliz. Uma noite, o bêbado reaparece, já trocando as pernas, e pede uma pinga. O dono do bar serve a cachaça, o bêbado toma, faz careta, e diz: - Esta não, eu quero aquela que quando a gente faz xixi, enche a calça de buraquinho. -o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o- Um bêbado na parte de trás do ônibus, grita: - Desse banco pra frente todo mundo é corno! E daqui pra trás todo mundo é viado! Ao ouvir isto, levantam-se alguns dos passageiros, xingando o bêbado e ameaçando cobri-lo de porrada. O motorista, para evitar confusão, freia bruscamente e todos caem. Um deles se levanta, pega o bêbado pelo colarinho e pergunta: - Fala de novo, safado. Quem é corno e quem é viado? - Agora eu não sei. Misturou tudo!
  11. 11. 12 Batata foi o único vegetal que não apresentou nenhum lote infectado AAnvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) divulgou uma lista que mostra quais os alimentos mais contaminados no país. Segundo a divulgação, cerca de um terço dos vegetais mais consumidos no Brasil apresentaram um nível de agrotóxico acima do aceitável. Foram analisadas quase 2.500 amostras de 18 tipos de alimentos pelo Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos de Alimentos, da Agência. Entre os critérios do levantamento estavam a análise da presença de agrotóxicos acima do nível permitido e a presença de agrotóxicos não autorizados para Anvisa divulga lista dos alimentos mais contaminados por agrotóxicos o tipo de alimento. A batata foi o único vegetal examinado que não apresentou nenhum lote contaminado. Em compensação, praticamente todas (91,8%) as amostras de pimentão apresentavam agrotóxicos acima do permitido. Morango, pepino e alface também estavam entre os itens mais contaminados, apresentando irregularidades em mais de 50% dos lotes examinados. Confira a lista de alimentos com o maior nível de contaminação por agrotóxicos no país, em ordem decrescente, e tente, mesmo sabendo do maior custo, procurar a versão orgânica destes alimentos nos mercados ou lojas naturais mais próximas de onde você mora, já que estas não trazem riscos por serem cultivadas sem o uso destas s u b s t â n c i a s nocivas à nossa saúde. Pimentão: 91,8% Morango: 63,4% Pepino: 57,4% Alface: 54,2% Cenoura: 49,6% Abacaxi: 32,8% Beterraba: 32,6 Couve: 31,9% Mamão: 30,4% Tomate: 16,3% Laranja: 12,2% Maçã: 8,9% Arroz: 7,4% Feijão: 6,5% Repolho: 6,3% Manga: 4% Cebola: 3,1% Batata: 0% Festa do D.ia da Criança no Aroeira e Imbuias 2016 foi um sucesso Mais de 5 mil pessoas entre crianças e familiares que participa- ram da Festa das Crianças na cancha de areia dos Conjuntos Aroeiras e Imbuias. Uma tenda gigante foi instalada para assegurar mais tranquilidade aos participantes com Pula pula, escorregador, pis- cina de bolinha, algodão doce, refrigerantes e bolo, brindes e mui- tas outras diversões. Dentro da tenda um palco com apresenta- ções musicais de pagode e outros temas musicais. A AMAI - Associação dos moradores em parceria agradece a todos que colaboraram para que este evento, em especial ao Mau- ricio Antonio, Dudu, Fernando, Leo, Cintia e esposo, ao Pastor Robson da Igreja Pentecostal Senhor dos Exércitos.

×