Sumario   Os conflitos no Oriente médio
Sumario Os conflitos no Oriente médio. Aquestão palestina.
Sumario Os conflitos no Oriente médio. Aquestão palestina. A Índia.
Sumario Os conflitos no Oriente médio. Aquestão palestina. A Índia. O sudeste Asiático.
Sumario Os conflitos no Oriente médio. Aquestão palestina. A Índia. O sudeste Asiático. Os novos tigres Asiaticos.
Oriente Médio   O oriente médio é formado por 15 países e uma pequena porção do Egito situada em terras asiáticas.Na      ...
Centro vital   61% das reservas mundiais de petróleo se concentram no Oriente Médio.No decorrer do século XX foi palco de ...
O Afeganistão   O Afeganistão,situado na região centro- meridional da Ásia,é o pais mais pobre de toda a região.    No séc...
X
   A Faixa de Gaza, uma das extensões de terra mais    densamente povoadas do mundo, abriga cerca de    1,2 milhão de pal...
ÁREAS CONTROLADAS PELOS PALESTINOS          NA CISJORDÂNIA
   A Declaração de Princípios de 1993, que surgiu dos    acordos de paz assinados em Oslo, na Noruega,    prevê a devoluç...
ASSENTAMENTOS JUDEUS NA CISJORDÂNIA          OCUPADA - 1999
   Israel justifica a sua plítica de construção de    assentamentos na Cisjordânia com argumentos    religiosos e de segu...
ASSENTAMENTO JUDEU NA FAIXA DE           GAZA
   A Faixa de Gaza, uma das extensões de terra mais    densamente povoadas do mundo, abriga cerca de    1,2 milhão de pal...
JERUSALÉM - ANTES DE1967
 Desde que conquistou a totalidade de Jerusalém em  1967, Israel colocou as partes oriental e ocidental da  cidade sob su...
TERRITÓRIO OCUPADO POR ISRAEL EM              1967
 Em 5 de junho de 1967, Israel atacou o  Egito, a Jordânia e a Síria e passou a  ocupar a Cisjordânia, a Faixa de Gaza,  ...
LINHA DO ARMISTÍCIO DE 1949
 A Cisjordânia e a Faixa de Gaza tornaram-se  duas unidades geográficas distintas com o  resultado da Linha de Armistício...
ONU - PLANO DE PARTILHA DA         PALESTINA
 A Assembléia-Geral da ONU aprovou  em 1947 a partilha da Palestina em  dois Estados: um árabe e outro  judaico. Jerusal...
   O acordo Sykes-Picot, de desmembramento do    Império Otomano, foi negociado secretamente e    concluído em maio de 19...
Israel e a questão Palestina              A Palestina e sua partilha              Formação de dois Estados:              I...
Conflitos árabes/judeus:1º conflito (1948/49) – O mundo árabe ataca Israel, desaparece o EstadoPalestino, sendo que uma pa...
3° conflito (1967) –Guerra dos Seis Dias  ou a melhor defesa é o ataqueEuforia árabe com o título: “Vamos jogaros judeus a...
Conseqüências desta Guerra-- Os árabes perdem de formahumilhante-- Paira novos conflitos no ar-- Israel perde parte da pop...
4° conflito – Guerra do Yom Kippur(outubro de 1973) – Síria e Egitocontra Israel.-- Israel vence a guerra e passa a sofrer...
A ONU EXIGE DEVOLUÇÃO DAS ÁREAS OCUPADAS PARA A FORMAÇÃO                   DA PÁTRIA PALESTINA.-- Israel desconhece o que ...
A liderança Palestina-- O líder Yasser Arafat disse: “A Palestinaé a pátria do povo palestino, parte indivisívelda vasta p...
8 de dezembro de 1988: Revolta da INTIFADA (Guerra das Pedras)                                        -- O mundo exige uma...
ANOS 1990 – Israel e tentativas de acordos de                     paz                      -- Com ajuda norte-americana, e...
Os problemas com os acordos-- A ANP começou à enfrentar oposições dos grupos radicais, chamadosHAMMAS, HIZBOLLAH e JIRAD I...
Um dos problemas básicos da questão palestina passa por Jerusalém -- Jerusalém é considerada sagrada tanto para os judeus ...
Problemas do final dos anos 1990 que continuam até                          hoje-- Israel retira-se do sul do Líbano e est...
Merecem ser destacados como dois fatos importantes          na Questão Palestina- Judaíca                    2        1 – ...
Se forem resolvidos os problemas com os grupos radicais (doHIZBOLLAH, HAMMAS e JIRAD ISLÂMICA) que não aceitam a presença ...
-- Em 2006, numa decisão surpreendente, o primeiro ministro israelense, ArielSharon, devolveu a Faixa de Gaza para a ANP (...
Grupo de terroristas   do HAMMAS
-- Em 2007, eleições dentro da Faixa de Gaza, levam o    HAMMAS à vitória e a volta do radicalismo na    região, quando es...
Índia - Geopolítica Principal potencial  regional 3,2 milhões de km² -  7º maior país 1.100 milhões de  habitantes – ce...
Índia – controle populacional   Desde a década de 1960, há um rígido controle do crescimento    populacional na Índia, po...
Gabriel-geo grafia
Gabriel-geo grafia
Gabriel-geo grafia
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Gabriel-geo grafia

883 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
883
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
10
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Gabriel-geo grafia

  1. 1. Sumario Os conflitos no Oriente médio
  2. 2. Sumario Os conflitos no Oriente médio. Aquestão palestina.
  3. 3. Sumario Os conflitos no Oriente médio. Aquestão palestina. A Índia.
  4. 4. Sumario Os conflitos no Oriente médio. Aquestão palestina. A Índia. O sudeste Asiático.
  5. 5. Sumario Os conflitos no Oriente médio. Aquestão palestina. A Índia. O sudeste Asiático. Os novos tigres Asiaticos.
  6. 6. Oriente Médio O oriente médio é formado por 15 países e uma pequena porção do Egito situada em terras asiáticas.Na antiguidade,diversos povos habitaram e dominaram a região,entre os quais os caldeus,os egípcios,os gregos e os romanos. A partir do século XV,os turcos otomanos ocuparam a região,mas ao final do século xix,seu poderio passou a ser minado pelos europeus.Os franceses dominaram a síria e o Líbano;os ingleses ocuparam o Iraque,a Jordânia e o Líbano. A retirada dos otomanos só se deu no fim da primeira guerra mundial (1914-1918).Deu origem a Turquia.
  7. 7. Centro vital 61% das reservas mundiais de petróleo se concentram no Oriente Médio.No decorrer do século XX foi palco de inúmeros conflitos envolvendo diversos países da região,assim como de intervenções internacionais por a área ter papel de destaque na geopolítica mundial.
  8. 8. O Afeganistão O Afeganistão,situado na região centro- meridional da Ásia,é o pais mais pobre de toda a região. No século XIX foi dominado pelos ingleses,que lá se mantiveram até a independência,em 1919.Entre 1979 e 1989,os soviéticos estiveram presentes no pais e sua retirada deveu-se à ação conjunta de afegãos apoiados pelos EUA, Paquistão e Arábia Saudita.Em 1996 os Talibãs tomaram o poder e declararam “guerra santa” contra o mundo ocidental,particularmente contra os estados unidos,foram destituídos do poder em 2001,mas a paz ainda não reina no pais.
  9. 9. X
  10. 10.  A Faixa de Gaza, uma das extensões de terra mais densamente povoadas do mundo, abriga cerca de 1,2 milhão de palestinos. Deste total, 33% vivem em acampamentos de refugiados patrocinados pela ONU. A Faixa de Gaza também tem 6.900 colonos judeus. As zonas controladas por Israel e os assentamentos ocupam 40% do território. Israel controla todas as fronteiras e as principais vias de acesso à região.
  11. 11. ÁREAS CONTROLADAS PELOS PALESTINOS NA CISJORDÂNIA
  12. 12.  A Declaração de Princípios de 1993, que surgiu dos acordos de paz assinados em Oslo, na Noruega, prevê a devolução gradual da administração civil e militar da Faixa de Gaza e da Cisjordânia à Autoridade Palestina. Na Cisjordânia, porém, a Autoridade Palestina não tem poder sobre áreas que abrigam assentamentos judeus. Os palestinos também não administram estradas e outras regiões que permanecem sob o controle de Israel porque foram qualificadas como áreas militares ou reservas naturais.
  13. 13. ASSENTAMENTOS JUDEUS NA CISJORDÂNIA OCUPADA - 1999
  14. 14.  Israel justifica a sua plítica de construção de assentamentos na Cisjordânia com argumentos religiosos e de segurança. Os assentamentos e seus territórios adjacentes ocupam grandes áreas da Cisjordânia. Atualmente, 59% da Cisjordânia está oficialmente sob os controle civil e de segurança israelenses. O restante do território é governado pela Autoridade Nacional Palestina.
  15. 15. ASSENTAMENTO JUDEU NA FAIXA DE GAZA
  16. 16.  A Faixa de Gaza, uma das extensões de terra mais densamente povoadas do mundo, abriga cerca de 1,2 milhão de palestinos. Deste total, 33% vivem em acampamentos de refugiados patrocinados pela ONU. A Faixa de Gaza também tem 6.900 colonos judeus. As zonas controladas por Israel e os assentamentos ocupam 40% do território. Israel controla todas as fronteiras e as principais vias de acesso à região.
  17. 17. JERUSALÉM - ANTES DE1967
  18. 18.  Desde que conquistou a totalidade de Jerusalém em 1967, Israel colocou as partes oriental e ocidental da cidade sob sua soberania e controle exclusivos. A parte árabe, em Jerusalém Oriental, foi submetida às leis civis israelenses. Autoridades israelenses redesenharam os limites municipais de Jerusalém que foram estendidos para o norte e para o sul. Em 1980, o Parlamento de Israel aprovou uma lei que tornava explícita a anexação de Jerusalém Oriental. A partir daí, os principais assentamentos de Israel passaram a circundar os perímetros do norte, leste e sul da cidade. Isso criou uma barreira física entre os palestinos de Jerusalém e os que vivem em outras áreas da Cisjordânia.
  19. 19. TERRITÓRIO OCUPADO POR ISRAEL EM 1967
  20. 20.  Em 5 de junho de 1967, Israel atacou o Egito, a Jordânia e a Síria e passou a ocupar a Cisjordânia, a Faixa de Gaza, as Colinas de Golã e a Península do Sinai. O princípio de "terra por liberdade" — presente nas negociações árabe- israelenses — é baseado na devolução de territórios ocupados em 1967 por Israel em troca de acordos de paz. Os acordos reconheciam as fronteiras de Israel e seu direito à segurança. A Península do Sinai foi devolvida por Israel ao Egito em 1979 como parte do acordo de paz entre os dois países.
  21. 21. LINHA DO ARMISTÍCIO DE 1949
  22. 22.  A Cisjordânia e a Faixa de Gaza tornaram-se duas unidades geográficas distintas com o resultado da Linha de Armistício de 1949, que separou o novo Estado judaico de Israel de outras partes da chamada Palestina. De 1948 a 1967, a Cisjordânia, incluindo Jerusalém Oriental, era governada pela Jordânia. Durante o período, a Faixa de Gaza esteve sob administração militar do Egito. Na época da Guerra Árabe-Israelense, Israel tomou o controle da parte ocidental de Jerusalém, enquanto a Jordânia assumiu o lado leste, incluindo a cidade velha, que abriga monumentos importantes para as religiões judaica, cristã e muçulmana.
  23. 23. ONU - PLANO DE PARTILHA DA PALESTINA
  24. 24.  A Assembléia-Geral da ONU aprovou em 1947 a partilha da Palestina em dois Estados: um árabe e outro judaico. Jerusalém receberia o status de cidade internacional. O plano, que foi rejeitado pelos palestinos, nunca chegou a ser posto em prática.
  25. 25.  O acordo Sykes-Picot, de desmembramento do Império Otomano, foi negociado secretamente e concluído em maio de 1916, durante a Primeira Guerra Mundial. Os signatários foram a França e Grã-Bretanha, com a anuência da Rússia. O acordo levou à divisão da região que hoje corresponde a Síria (então controlada pelos turcos), Iraque, Líbano e Palestina em várias áreas administradas pela França e pela Inglaterra. O documento recebeu o nome de seus negociadores, o britânico Mark Sykes e o francês Georges Picot.
  26. 26. Israel e a questão Palestina A Palestina e sua partilha Formação de dois Estados: Israel e Palestina Proposta da ONU em 1947: --Área do Estado Judeu: 56,6% (ISRAEL) --- Área do Estado Árabe: 42,9%¨(PALESTINA) -- Área Intercionalizada: 0,5% (JERUSALÉM)
  27. 27. Conflitos árabes/judeus:1º conflito (1948/49) – O mundo árabe ataca Israel, desaparece o EstadoPalestino, sendo que uma parte passou a ser ocupada por Israel.O Egito ocupou a Faixa de Gaza e a Jordânia anexou a Cisjordânia.2° conflito (1956) - Israel ataca Egito com o auxílio da França e Inglaterra.MOTIVO – Nacionalização do Canal de Suez pelo EgitoPROBLEMA – O reconhecimento de Israel cada vez mais difícil no mundo árabe.
  28. 28. 3° conflito (1967) –Guerra dos Seis Dias ou a melhor defesa é o ataqueEuforia árabe com o título: “Vamos jogaros judeus ao mar”. 5-- Israel contra-ataca e vence, tomando osseguintes territórios: 3--Do Egito – A Faixa de Gaza e a 2 - 4Penísula do Sinai 1 1--Da Jordânia – 3 Cisjordânia e 4 setorde Jerusalém (que foi anexadaintegralmente a Israel)-- Da Síria – 5 as Colinas de Golã (áreadas nascentes do Rio Jordão) 2
  29. 29. Conseqüências desta Guerra-- Os árabes perdem de formahumilhante-- Paira novos conflitos no ar-- Israel perde parte da popularidadeno mundo quando afirma que nãodevolverá terras conquistadas.
  30. 30. 4° conflito – Guerra do Yom Kippur(outubro de 1973) – Síria e Egitocontra Israel.-- Israel vence a guerra e passa a sofrer oisolamento diplomático.-- Perde prestígio em âmbito mundial-- O mundo árabe se reúne em 1974 e cria aprimeira crise mundial do petróleo, chamada“Choque Petrolífero”, em conseqüência doapoio do mundo ocidental à Israel.
  31. 31. A ONU EXIGE DEVOLUÇÃO DAS ÁREAS OCUPADAS PARA A FORMAÇÃO DA PÁTRIA PALESTINA.-- Israel desconhece o que está acontecendo no mundo, implanta colônias emáreas conquistadas e afirma que não vai devolvê-las.-- A Jordânia aceita a perda da Cisjordânia e não mais se envolverá em guerracontra Israel.-- O Egito e a Síria empenham em buscar suas áreas perdidas em guerras.-- A crise mundial do petróleo aprofunda cada vez mais.-- O Egito aproxima-se mais concretamente dos EUA e consegue mais tarde adevolução da Península de Sinai e passa a ser considerado traidor da causaárabe depois que assina o Tratado de Camp David.
  32. 32. A liderança Palestina-- O líder Yasser Arafat disse: “A Palestinaé a pátria do povo palestino, parte indivisívelda vasta pátria árabe, e o povo palestino éparte da nação árabe”.-- Em 1974, a ONU admite a OLP como membro observador e reconheceu odireito da luta palestina pela sua pátria.-- Porém, com as perdas de guerras para os judeus (sionismo), Arafar vaiaceitar a divisão proposta pela ONU e passa a ser considerado traidor dacausa árabe.-- A partir dos anos 1980, a OLP passa a contar com o apoio de diversospaíses do terceiro mundo pela sua causa.-- Surge a milícia islâmica do Hizbollah (palestina) que ocupa o sul do Líbanoe lá permanece até hoje.
  33. 33. 8 de dezembro de 1988: Revolta da INTIFADA (Guerra das Pedras) -- O mundo exige uma solução para a questão palestina. -- Arafat aproveita este momento e volta como grande líder palestino. -- Em 1988, o Conselho Nacional Palestino declarou na ONU: a) Rejeição ao terroroismo b) Aceitação de todas as resoluções da ONU OLP passa a ser considerada c) Solução da Paz traidora e surge com forçagrupos HAMAS, HIZBOLLAH (já d) Aceitação do Estado existia) e JIRAD ISLâMICA Palestino
  34. 34. ANOS 1990 – Israel e tentativas de acordos de paz -- Com ajuda norte-americana, em 1993, Arafat e Rabin assinam o 1° acordo para o futuro Estado Palestino. Jericó -- Israel devolveria a cidade de Jericó e a Faixa de Gaza à OLP (que passa a ser chamada de ANP). -- Este acordo previa que as demais terras da Cisjordânia seriam devolvidas até o dia 13 de setembro de 2000, quando seria formado o Estado Palestino. -- Essas resoluções não aconteceram.
  35. 35. Os problemas com os acordos-- A ANP começou à enfrentar oposições dos grupos radicais, chamadosHAMMAS, HIZBOLLAH e JIRAD ISLÂMICO; que passaram a fazer atentadosterroristas para que as resoluções assinadas não fossem compridas.-- Os atentados perturbam exageradamente Israel.
  36. 36. Um dos problemas básicos da questão palestina passa por Jerusalém -- Jerusalém é considerada sagrada tanto para os judeus quanto para os palestinos. -- Palestinos não aceitam perder Jerusalém Oriental que para eles será sua futura capital. -- Israel considera Jerusalém sua capital indivisível e não quer nenhuma cláusula sobre isso com os palestinos.
  37. 37. Problemas do final dos anos 1990 que continuam até hoje-- Israel retira-se do sul do Líbano e este espaço caiu na mão dos terroristas doHizbollah, que declararam vitoriosos frente à Israel e não devolveram o espaçopara o governo libanês .-- Em meados da 1ª década do século XXI, houve a 1ª guerra entre o Estado deIsrael e a milícia do Hizbollah, “notalizando” uma área dentro de um Estado quegerou uma nova polêmica mundial. Uma nova e polêmica liderança contra Israel Hassan Nasrallah
  38. 38. Merecem ser destacados como dois fatos importantes na Questão Palestina- Judaíca 2 1 – Colinas de Golã (nascentes do Rio Jordão) que não foram 1 devolvidas (veja localização no mapa ao lado) 2 - a presença no sul do Líbano dos radicais islâmicos O Rio Jordão é o principal rio desta região.
  39. 39. Se forem resolvidos os problemas com os grupos radicais (doHIZBOLLAH, HAMMAS e JIRAD ISLÂMICA) que não aceitam a presença doEstado de Israel na região, quais os outros problemas que a ANP teria queresolver para assinar um acordo com o Estado de Israel?1 – Assentamento judaicos em espaços palestinos.2 – A questão de Jerusalém Oriental3 – Refugiados palestinos que querem voltar para a região (cerca de 4 milhõesde pessoas). O Estado de Israel não aceita nenhuma dessas reivindicações.
  40. 40. -- Em 2006, numa decisão surpreendente, o primeiro ministro israelense, ArielSharon, devolveu a Faixa de Gaza para a ANP (Fatah) que passou a receberajuda internacional para a formação da futura nação palestina.Um novo problema: O muro em volta da Cisjordânia. O primeiro ministro de Israel manda construir um muro separando o Estado de Israel da Cisjordânia para evitar os atentados às cidades judaicas. --Complica a situação dos palestinos que trabalham para a comunidade judaica. -- Palestinos acusam que parte do seu território está sendo tirada pelo muro. -- E realmente os atentados diminuem.
  41. 41. Grupo de terroristas do HAMMAS
  42. 42. -- Em 2007, eleições dentro da Faixa de Gaza, levam o HAMMAS à vitória e a volta do radicalismo na região, quando este grupo passa a chamar o Fatah (Líder da ANP) de traidor.-- A paz na região hoje torna-se cada vez mais difícil pois a comunidade internacional não apóia atitude do HAMMAS.• A perda de prestígio do atual primeiro ministro de Israel, Ehud Olmert, depois do ataque do Hizbollah no sul do Líbano à Israel fez com que tivéssemos a primeira vitória de uma comunidade árabe sob Israel (a comunidade internacional acusou Israel de atacar civis libaneses).
  43. 43. Índia - Geopolítica Principal potencial regional 3,2 milhões de km² - 7º maior país 1.100 milhões de habitantes – cerca de 16% da pop. Mundial
  44. 44. Índia – controle populacional Desde a década de 1960, há um rígido controle do crescimento populacional na Índia, por meio do qual se tenta reduzir a pobreza, a fome e a gravidade do quadro social existente no país. Para efetuar esse controle foram tomadas várias medidas, entre as quais podemos citar: a esterilização em massa da população de baixa renda, a limitação do número de filhos para as famílias mais carentes e a divulgação de métodos contraceptivos. A população com renda mais elevada pode ter até seis filhos. A questão do crescimento populacional na Índia está relacionada, também, a aspectos culturais. Um exemplo é o fato de muitos indianos acreditarem que, tendo um maior número de filhos, terão maiores chances de viver confortavelmente quando forem idosos.

×