Marketing Político Digital      Estudo sobre Estratégias de      Comunicação e Inovação nas     Eleições Presidenciais de ...
INTRODUÇÃO                                   PROBLEMA DE PESQUISA                                              Os candidat...
OBJETIVOS                                              ESPECÍFICOS                                    Estudar o uso da Int...
METODOLOGIAQuanto aos objetivos                 Descritiva.Quanto aos procedimentos técnicos    Bibliográfica, estudo de c...
CONCEITOSMARKETING Kotler e Keller (2005); Las Casas (2010)      MARKETING POLÍTICO Rubim (2000); Torquato (2002)      MAR...
POR QUE INVESTIR EM MKT DIGITAL?     ACESSO DIÁRIO À INTERNET (NIC.br-set/nov 2010):                    - 90% da classe A;...
RESULTADOS 1     Investimento em Estratégias de Marketing Digital associadas às     Estratégias tradicionais de Marketing....
RESULTADOS     As mídias sociais não foram utilizadas com foco no 1   relacionamento, para esclarecer dúvidas e buscar sug...
* Dados coletados pelo autor
RESULTADOS     Mobilizar o eleitor para um debate franco e espontâneo, 1   utilizando blogs, sites e mídias sociais para m...
CONSIDERAÇÕES FINAIS  A hipótese confirmou-se em parte, tendo em vista que se evidenciou uma  insatisfação dos eleitores, ...
CONSIDERAÇÕES FINAIS     2º objetivo específico: avaliar se o Marketing Político Digital 2   estrategicamente influenciou ...
CONSIDERAÇÕES FINAIS     3º objetivo específico: investigar a profissionalização da campanha eleitoral 3   na eleições pre...
LIMITAÇÕES E FACILITADORES Tema mundialmente recente, principalmente no Brasil. Dedicação e resultados tímidos em relação ...
OBRIGADO!Gabriel FloresE-mail: gabrielflores.nh@gmail.com
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

APRESENTAÇÃO: Marketing Político Digital: Estudo Sobre Estratégias de Comunicação e Inovação nas Eleições Presidenciais de 2010

3,208 views

Published on

APRESENTAÇÃO referente ao Trabalho de conclusão do Curso Administração, com título MARKETING POLÍTICO DIGITAL: ESTUDO SOBRE ESTRATÉGIAS DE COMUNICAÇÃO E INOVAÇÃO NAS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS DE 2010, submetido ao corpo docente da Universidade Feevale, como requisito necessário para obtenção do Grau de Bacharel em Administração.

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,208
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
132
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

APRESENTAÇÃO: Marketing Político Digital: Estudo Sobre Estratégias de Comunicação e Inovação nas Eleições Presidenciais de 2010

  1. 1. Marketing Político Digital Estudo sobre Estratégias de Comunicação e Inovação nas Eleições Presidenciais de 2010ACADÊMICO Gabriel FloresORIENTADOR Prof. Dr. Ernani Cesar de FreitasCURSO Administração de Empresa – Habilitação em Marketing UNIVERSIDADE FEEVALE NOVEMBRO/2011
  2. 2. INTRODUÇÃO PROBLEMA DE PESQUISA Os candidatos à Presidência daEste trabalho trata-se de um estudo sobre República fizeram usa do Marketingas estratégias de comunicação e inovação Político Digital como ferramentano Marketing Eleitoral Brasileiro no que estratégica através de técnicasdiz respeito às eleições presidenciais de2010. Pretende-se com esta pesquisa inovadoras de comunicação nasevidenciar o uso prático do Marketing eleições de 2010?Político Digital nas eleições presidenciaisde 2010, bem como nos futuros pleitos HIPÓTESEeleitorais. Os candidatos à presidência daEste tema foi escolhido devido à República fizeram uso do Marketingimportância que discussões acerca dapolítica têm para o processo democrático, Político Digital como ferramentano caso específico deste estudo, em estratégica através de técnicasrelação a formas de aproximar e facilitar a inovadoras de comunicação nasrelação entre candidatos a cargos públicos eleições de 2010.e seus eleitores.
  3. 3. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Estudar o uso da Internet (sites, Redes Sociais, Marketing Viral), pelos candidatos à Presidência da República, como estratégia de comunicaçãoGERAL diferenciada para campanha eleitoral.Investigar e analisar o processo Avaliar se o Marketing Digitaldo Marketing Político Digital estrategicamente influenciou o eleitorcomo ferramenta estratégica na decisão de voto nas eleiçõespara persuadir os eleitores, presidenciais de 2010.relacionando-o com novastecnologias de comunicação dos Investigar a profissionalização dacandidatos nas eleições campanha eleitoral nas eleiçõespresidenciais de 2010. presidenciais de 2010 no que diz respeito à utilização do Marketing Político Digital.
  4. 4. METODOLOGIAQuanto aos objetivos Descritiva.Quanto aos procedimentos técnicos Bibliográfica, estudo de caso e levantamento (survey).Quanto à abordagem do problema Quantitativa e qualitativa. Usuários de Internet e Redes Sociais que tiveramUniverso de pesquisa contato com o instrumento de pesquisa. A população-alvo constituiu-se de homens e mulheres que são eleitores.Amostra Não-probabilística (não-causais) por conveniência e acessibilidade. Período de coleta: 14 de junho à 14 de julho: 371 questionários = retornados PLAFAFORMAS PARA DIVULGAÇÃO DA PESQUISA: Twitter, Facebook, Orkut, Blog, Linkedin, e-mail
  5. 5. CONCEITOSMARKETING Kotler e Keller (2005); Las Casas (2010) MARKETING POLÍTICO Rubim (2000); Torquato (2002) MARKETING DIGITAL Torres (2009) Web 2.0 Vaz (2010) Mídias Sociais Telles (2009) Redes Sociais Gabriel (2010)
  6. 6. POR QUE INVESTIR EM MKT DIGITAL? ACESSO DIÁRIO À INTERNET (NIC.br-set/nov 2010): - 90% da classe A; - 74% da classe B; - 53% da classe C; -35% da classe DE.Para Torres (2009), os consumidores das classes A, B, C, D e E acessam a Internet em busca não só de diversão e entretenimento, mas também de relacionamento e informação.
  7. 7. RESULTADOS 1 Investimento em Estratégias de Marketing Digital associadas às Estratégias tradicionais de Marketing. Adoção de iniciativas na Internet, considerando trocas 2 relacionais que privilegiam relacionamentos no longo prazo, além de descentralizar a comunicação. Foco no conteúdo a fim de explicar com mais detalhes as 3 propostas divulgadas na televisão e no rádio, para, dessa forma, aumentar o poder de persuasão. Por ser mais jovem e ter uma formação melhor, o público que utiliza a Internet mostra-se mais crítico, tornando o processo de convencimento e persuasão mais complexo (VAZ, 2010).
  8. 8. RESULTADOS As mídias sociais não foram utilizadas com foco no 1 relacionamento, para esclarecer dúvidas e buscar sugestões, foram utilizadas apenas como mais um veículo de divulgação. A comunicação foi basicamente sem interação ou com alguma 2 interação impessoal via assessorias, de forma momentânea. Não atingiu engajamento do eleitor nem houve troca de experiências. Comunicação pelas mídias sociais foi basicamente entre os próprios eleitores. Não serviu como um meio de obtenção de feedback. Insatisfação quanto à utilização das mídias sociais
  9. 9. * Dados coletados pelo autor
  10. 10. RESULTADOS Mobilizar o eleitor para um debate franco e espontâneo, 1 utilizando blogs, sites e mídias sociais para mostrar seus feitos, projetos e currículo. Aproveitar o ambiente virtual para enviar sugestões, críticas e 2 até criar um programa de governo virtual. 3 Contratação de equipes especializadas em mídias sociais que compreendam a Internet e suas: -linguagens; -peculiaridades; -lidar com possíveis crises, monitoramento contínuo do candidato, realização de métricas e conteúdo consistente para elevar a imagem do candidato.
  11. 11. CONSIDERAÇÕES FINAIS A hipótese confirmou-se em parte, tendo em vista que se evidenciou uma insatisfação dos eleitores, principalmente no que diz respeito à interação entre candidatos e eleitores por meio das mídias sociais. 1º objetivo específico: estudar o uso da Internet (sites, mídias sociais, 1 Marketing viral), pelos candidatos à Presidência da República, como estratégia de comunicação diferenciada para campanha eleitoral. -Houve contato com informações sobre política na Internet. -O ambiente virtual foi utilizado para compartilhamento e discussão entre os eleitores. -Ficou evidente a insatisfação no que tange à falta de disponibilidade dos políticos para o diálogo através da mídias sociais. -Os eleitores pesquisados não se sentiram atraídos a interagir com os políticos através da Internet.
  12. 12. CONSIDERAÇÕES FINAIS 2º objetivo específico: avaliar se o Marketing Político Digital 2 estrategicamente influenciou o eleitor na decisão de voto nas eleições presidenciais de 2010. -Os conteúdos veiculados nas mídias sociais influenciaram uma pequena parte dos eleitores pesquisados (13%). -O relacionamento foi basicamente entre os próprios eleitores, para 48% dos sujeitos pesquisados. -Houve compartilhamento de informações sobre política através da Internet. -Os sujeitos pesquisados disseram considerar indiferente a opinião de especialistas em política, bem com de amigos e parentes.
  13. 13. CONSIDERAÇÕES FINAIS 3º objetivo específico: investigar a profissionalização da campanha eleitoral 3 na eleições presidenciais de 2010 no que diz respeito à utilização do Marketing Político Digital. -Necessidade de investimento em capacitação dos candidatos para melhor uso da Internet/mídias sociais. -Contratação de profissionais e equipes especializadas em mídias sociais que foquem ações criativas e inovadoras, feitos, projetos e currículo dos candidatos, para mobilização dos eleitores. Diante de tais considerações, é possível constatar que o objetivo geral, bem como os específicos foram devidamente analisados e respondidos, mediante aplicação do questionário de pesquisa, relacionando as respostas coletadas com o referencial teórico.
  14. 14. LIMITAÇÕES E FACILITADORES Tema mundialmente recente, principalmente no Brasil. Dedicação e resultados tímidos em relação ao que se viu nas eleições presidenciais norte-americanas de 2008, com Barack Obama. Literatura sobre o tema ainda é pequena em relação a outras áreas do Marketing, sendo necessário recorrer a artigos acadêmicos, dissertações e teses sobre Comunicação Digital, que abordassem também casos práticos. Elevada quantidade de questionários retornados (371), enriquecendo a pesquisa, principalmente em relação às respostas descritivas.SUGESTÕESAbordar segmentação do público-alvo eleitor brasileiro, que acessa a Internet embusca de informações sobre os políticos, para entender o comportamento e oque os eleitores desejam encontrar na Internet. Além de estudos focados emcada uma da ferramentas de mídias/redes sociais.
  15. 15. OBRIGADO!Gabriel FloresE-mail: gabrielflores.nh@gmail.com

×