Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Éxito ou Fracaso, 5 inimigos da mente de um Jogador de Futebol profissional.

1,668 views

Published on

Os jogadores do futebol profissional são pessoas que têm conseguido chegar à cima do êxito graças a seu esforço, trabalho, disciplina, por suposto, ao seu grande talento.

Tenho o prazer de conhecer e conviver com esses jogadores de elite a diário e demonstram suas grandes capacidades mentais para afrontar os treinamentos e a competição. Mas também é certo que, em alguns momentos, experimentam uma luta mental que pode acabar incluso com sua carreira esportiva.

www.futbol-tactico.com/pt

  • Be the first to comment

Éxito ou Fracaso, 5 inimigos da mente de um Jogador de Futebol profissional.

  1. 1. OS 5 INIMIGOS DA MENTE DE UM JOGADOR DE FUTEBOL PROFISSIONAL Autor: Diego Gutiérrez del Pozo Fotos: Shutterstock.com • Coach dos Esportistas e Treinadores de Elite. (WWW.diegogutierrez.es) • Coordenador do Experto Universitário em Coaching Esportivo (Escola de Inteligência – UCJC). • Doutor em Ciências da Atividade Física e do Esporte na Universidade • Camilo José Cela. (Madri) • Preparador Físico do Futebol de Base do Clube Atlético de Madri. O s jogadores do futebol profissional são pessoas que têm conseguido chegar à cima do êxito graças a seu esforço, trabalho, disciplina, por suposto, ao seu grande talento. Tenho o prazer de conhecer e conviver com esses jogadores de elite a diário e demonstram suas grandes capacidades mentais para afrontar os treinamentos e a competição. Mas também é certo que, em alguns momentos, experimentam uma luta mental que pode acabar incluso com sua carreira esportiva.144 145 MARÇO Coaching Esportivo © Artigo publicado em www.futbol-tactico.com Coaching Esportivo MARÇO
  2. 2. 1. INTRODUÇÃO perder completamente na ação e experimentar a pura alegria da competição. "Uma das tarefas principais do treinador é voltar a despertar Os jogadores do futebol profissional são pessoas esse espírito para que os jogadores possam combinar-se que têm conseguido chegar à cima do êxito sem esforço”. (Jackson, 2007: 89). graças a seu esforço, trabalho, disciplina, por Eu acredito que tanto o dono do clube como Phil Jackson estão suposto, ao seu grande talento. no certo. Faz uns dias encontrei-me no cinema a dois ex- O jogador de futebol pode conseguir grandes resultados e estar jogadores que pertenciam a um clube importante da primeira divisão espanhola de futebol. Os dois eram grandes promessas, incluso um deles motivado pelo medo e a ganância tinham jogado na seleção espanhola de futebol (ego) ou pode obter grandes sub 19. realizações e estar motivado pelo Agora, um deles segue jogando na terceira amor (ser). divisão e o outro, o da seleção espanhola, retirou-se da pratica profissional do futebol e esta desempregado. Quando um futebolista confia em si mesmo, está concentrado e com a mente calma, sua mente eTudo isso me fez reflexionar e comecei a ordenar E o mais importante de tudo, em vez de formar a seu corpo trabalham juntos paraalgumas idéias que explicassem o porquê uma pessoa que tem grandes capacidades para conseguir o objetivo, tem umdessas situações. jogar ao futebol, em ocasiões, o que fazemos é desempenho espontâneo e busca fabricar uma maquina para ganhar com um egoÉ evidente que nem todos os jogadores juvenis a vitoria liberando toda sua energia incontrolável. Esse ego vai ser seu maior inimigode projeção vão acabar jogando na primeira sem perder o animo ante a derrota, durante toda sua carreira esportiva, e inclusodivisão e que têm muitos fatores que não podem podemos dizer que se está guiando depois de sua retirada. (Gutierrez e Scheele,controlar esses jovens esportistas, mas, porque por seu ser. (Gallwey,2006). 2009).uns chegam e outros não? Phil Jackson, ex-treinador da NBA nos ChicagoTenho observado uma infinidade de treinamentos Bulls e nos Angeles Lakers, Este artigo centrará-se só noscomo muitos dos futebolistas que têm grande inimigos da mente do jogador dotalento começam a receber um trato especial Escutou dizer ao proprietário de um das suas futebol, é dizer, quando a motivaçãoda sua família e no colégio. Alguns pais, incluso equipes que os jogadores só estavam motivados do esportista esta guiada pelo medolevam a mochila do seu filho “para que não se por duas forças: O medo ou a ganância. Ao ou ganância.lesione”. que Phil respondeu-lhe que podia ser certo, mas que ele pensava que a gente também estavaSe a isso se adiciona quando tem uns anos motivada pelo amor.mais aos representantes, os fabricantes de Cada esportista é livre de utilizarvestimentas esportivas, meios de comunicação, Acrescentou dizendo que “o que guia a determinadas estratégias paraetc. é difícil que o futebolista possa assimilar de maioria dos jogadores não é o dinheiro nem a ganhar, mas quando deixamos queforma correta todas essas bajulações e elogios. bajulação, se não, seu amor pelo esporte. Eles nosso ego tome o controle estamos vivem para os momentos nos que se podem pondo em perigo nossa felicidade.146 147 MARÇO Coaching Esportivo © Artigo publicado em www.futbol-tactico.com Coaching Esportivo MARÇO
  3. 3. 2. OS INIMIGOS DA MENTE INIMIGO NUMERO 4: TER SEMPRE A RAZÃO. DO FUTEBOLISTA Quando nos deixamos guiar por nosso ego necessitamos ter sempre razão. O ego nos empurra a entrar em conflito com os outros e necessitar que os outros se equivoquem. Muitos jogadores são capazes de nãoQuais são esses cinco inimigos tão perigosos para a mente que fazem dar seu braço a torcer com seu treinador ou com um companheiro e estar toda uma temporada amargada.com que os jogadores não desfrutem jogando ao futebol e incluso Um sábio disse um dia ao seu discípulo: que prefere ser feliz ou ter razão?baixem seu rendimento? Não significa que vamos dando a razão a todo mundo, nem que nos deixemos pisar pelos demais. O que ajudaria ao futebolista a melhorar seu rendimento seria o ser empático com seu treinador e com seus companheiros e chegar a pontos de encontro onde todos saíssem ganhando.INIMIGO NUMERO 1: IDENTIFICAR-ME COM MEUS LOGROS. Red Holzman disse um dia que “a marca de um bom jogador não era o que conseguia ele, se não comoO jogador de futebol em muitas ocasiões identifica-se unicamente com suas realizações. conseguia aumentar a atuação de seus companheiros”. (Jackson, 2007;94).É muito simples: quando ganha-se tudo está bem e quando se perde tudo esta mal.Qual é o perigo. O perigo é que se pode ganhar, mas se não me tenho esforçado o suficiente e meu INIMIGO NUMERO 5: A NECESSIDADE DE GANHAR.desempenho não melhora pagarei as conseqüências ao longo do tempo. A cultura do esporte dirigida pelo ego, e a da sociedade em geral nos diz que o único importante na vida éQuando cheguem os jogos importantes pode que não esteja suficientemente preparado para conseguir ganhar. Todos os comerciais publicitários nos convidam a serem “os ganhadores”. Mas tem um problema.meu objetivo. Tem que sacar o positivo da derrota já que dela pode-se obter aprendizagens muito valiosas O problema é que é impossível ganhar sempre.e ser objetivos Até os melhores jogadores e equipes da historia lhes chega o momento em que deixam de ganhar ecom á vitoria analisando sempre as possibilidades de melhora. começam a perder. (Gutiérrez, 2011). Todos gostamos de ganhar. Mas é muito diferente “querer ganhar” que “necessitar ganhar”INIMIGO NUMERO 2: A NECESSIDADE DE SER SUPERIOR AOS Quando quero ganhar trabalho para isso com a mente e o coração, mas se não consigo, sigo trabalhandoOUTROS. com esforço e ilusão.O verdadeiro campeão não trata de ser melhor que seu oponente. O que pretende é sempre ser o melhor Quando necessito ganhar estou dando o poder ao ego e voltamos a cair no perigo de deixar de ser feliz.que pode ser. Se o futebolista centra-se em seu crescimento tanto pessoal como profissional estará O mítico treinador John Wooden disse que o êxito e ganhar “é experimentar a paz mental como resultadoganhando. direto de saber que um tem dado o melhor de si mesmo, para converter-se no melhor que è capaz deValorizaram-se os outros e a nós mesmos em base ao aspecto, as realizações, e possessões e outras chegar a converter-se. Isto sim é GANHAR com maiúsculas. (Wooden, 2006).baremas impostas pelo ego podemos cair em sentimentos tão negativos como o ressentimento ou Por tanto, unicamente cada pessoa pode julgar seu êxito. Se nos deixamos de comparar com os outros,afastar-nos da felicidade. se deixamos de identificar-nos com o que temos e com nossas realizações, e começamos a desfrutar cada dia para melhorar pessoal e profissionalmente, poderá começar a sentir-se em paz com nós mesmos e sermos felizes.INIMIGO NUMERO 3: A FAMA.Quando falo com os jogadores mais jovens da categoria de base, em ocasiões, pergunto-lhes: paraque quer ser futebolista? E em mais de uma ocasião me surpreende sua resposta. Respondem-me que 3. BIBLIOGRAFIAquerem ser futebolista para “ser famosos”. • Gallwey, T. (2006). El Juego Interior del Tenis. Editorial Sirio: Barcelona.A fama não é nem boa nem má por natureza, é neutra. Depende de como a utilizemos pode ser beneficente • Gutiérrez, D y Scheele, S. (2009). “Anatomía del Coaching Deportivo” en Conde, M. Fútbol. Camino al éxito III.ou prejudicial para nós. Editorial Supérate: Pontevedra.O que sim é certo é que se te preocupa demais por como te notam os outros. Começará a fazer muito • Gutiérrez, D. (2011). “Coaching deportivo para entrenadores de fútbol (Primera parte)”. Revista electrónica Fútbol-caso a essas pessoas e deixar de ser você mesmo com o perigo que acarreta. Você não é o que os Táctico, nº 47, pp.55-63.outros dizem de você. • Jackson. S. y Csikszentmihalyi, M. (2002). Fluir en el Deporte. Editorial Paidotribo: Barcelona.É muito mais que isso. • Wooden, J. y Carty, J. (2005). “La pirámide del éxito”. Editorial Peniel: Buenos Aires. 148 149 MARÇO Coaching Esportivo © Artigo publicado em www.futbol-tactico.com Coaching Esportivo MARÇO

×