Livro Terra de Riquezas *(segunda edicao)

483 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
483
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Livro Terra de Riquezas *(segunda edicao)

  1. 1. Campos Gerais e os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Campos Gerais and the Millenium Development Goals Land of Wealth Terra de Riquezas Alessandra Perrinchelli Bucholdz Michelle de Geus Realização: Produção:
  2. 2. 921t Bucholdz, Alessandra Perrinchelli CamposGeraiseosobjetivosdomilênio:terraderiquezas / Alessandra Perrinchelli Bucholdz; Michelle de Geus. – Ponta Grossa, Ed. Diário dos Campos, 2011 154 p.; il; ISBN 00-000-0000-0 1. Indicadores econômicos 2. Desenvolvimento sustentável. 3. Paraná – Região Campos Gerais I. Título: CDU – 364-3:311.31(816.2)
  3. 3. Sumário 03 A riqueza passa pela sustentabilidade Wealth is sustainability.....................................................................................................................................................5 Oito jeitos de mudar o mundo Eight ways to change the world.....................................................................................................................................6 Acabar com a fome e a miséria Eradicate hunger and poverty........................................................................................................................................8 Educação básica de qualidade para todos Achieve universal primary education for all.......................................................................................................... 10 Promover a igualdade entre os sexos e a valorização da mulher Promote gender equality and empower women................................................................................................. 14 Reduzir a mortalidade infantil Reduce child mortality................................................................................................................................................ 16 Melhorar a saúde materna Improve maternal health........................................................................................................................................... 20 Combater o HIV/AIDS, a malária e outras doenças Combat HIV/AIDS, malaria, and other diseases................................................................................................... 24 Promover a qualidade de vida e o respeito ao meio ambiente Ensure environmental sustainability....................................................................................................................... 26 Estabelecer uma parceria para o desenvolvimento Develop a global partnership for development................................................................................................... 30 Nós Podemos Paraná We can do it Paraná..................................................................................................................................................... 34 Criança fora de risco Children out of danger................................................................................................................................................ 38 É hora de reciclar It’s high time to recycle................................................................................................................................................ 40 Combate à Hanseníase Battle against Leprosy................................................................................................................................................. 44 Adolescentes cidadãos Teen citizens................................................................................................................................................................... 48 Não ao trabalho infantil No to child labor........................................................................................................................................................... 52 Cultura e educação Culture and education................................................................................................................................................ 56 Recuperação de nascentes Fountainhead recovery............................................................................................................................................... 58 Cultura e socialização Culture and socialization........................................................................................................................................... 60 Reciclagem de óleo Oil recycling .................................................................................................................................................................. 62 Construindo a cidadania Building citizenship...................................................................................................................................................... 66 Água para o futuro Water for the future...................................................................................................................................................... 68 Alimentação saudável Healthy eating............................................................................................................................................................... 72 Gincana ambiental Environment Scavenger Hunt................................................................................................................................... 76 Conversa entre meninas Conversation between girls....................................................................................................................................... 80 Sacolas ecológicas Ecological bags............................................................................................................................................................. 82 A moeda maçã The apple currency....................................................................................................................................................... 84 Turismo ecológico Eco turism....................................................................................................................................................................... 86 Visitas pedagógicas Educational visits.......................................................................................................................................................... 90
  4. 4. Sumário 04 Desmatamento evitado Deforestation Avoided................................................................................................................................................ 94 Inclusão digital Digital Inclusion............................................................................................................................................................ 98 Erradicar a desnutrição Eradication of undernourishment.......................................................................................................................100 Cuidando do Corpo, Alimentando a Mente Caring for the Body, Nourishing the Mind.........................................................................................................104 Moradias Ecológicas Ecological homes.....................................................................................................................................................108 Preservação ambiental Environment preservation....................................................................................................................................112 Arapoti Arapoti.......................................................................................................................................................................117 Carambeí Carambeí...................................................................................................................................................................120 Castro Castro.........................................................................................................................................................................121 Guamiranga Guamiranga.............................................................................................................................................................124 Imbaú Imbaú.........................................................................................................................................................................125 Imbituva Imbituva.....................................................................................................................................................................126 Ipiranga Ipiranga......................................................................................................................................................................128 Irati Irati..............................................................................................................................................................................130 Ivaí Ivaí...............................................................................................................................................................................131 Jaguariaíva Jaguariaíva...............................................................................................................................................................132 Ortigueira Ortigueira..................................................................................................................................................................134 Palmeira Palmeira.....................................................................................................................................................................135 Piraí do Sul Piraí do Sul.................................................................................................................................................................136 Ponta Grossa Ponta Grossa.............................................................................................................................................................138 Porto Amazonas Porto Amazonas......................................................................................................................................................140 Prudentópolis Prudentópolis...........................................................................................................................................................142 Reserva Reserva.......................................................................................................................................................................144 São João Do Triunfo São João Do Triunfo...............................................................................................................................................146 Sengés Sengés........................................................................................................................................................................147 Teixeira Soares Teixeira Soares..........................................................................................................................................................148 Telêmaco Borba Telêmaco Borba.......................................................................................................................................................150 Tibagi Tibagi..........................................................................................................................................................................152 Ventania Ventania.....................................................................................................................................................................153 Agradecimentos Acknowledgements................................................................................................................................................154
  5. 5. A riqueza passa pela sustentabilidade Wealth is sustainability A primeira edição do livro Terra de Riquezas, lançado em 2010, retratou o potencial econômico dos 23 municípios que compõem os Campos Gerais, uma das regiões mais promissoras do Sul do Brasil. Em 2011, o livro está sendo novamente editado pelo jornal Diário dos Campos, com produção da ABC Projetos. A obra, em versão bilíngue, traz informações atualizadas do Censo 2010 do IBGE e dados levantados pelo IPC Marketing. A novidade dessa edição é a abordagem dos municípios através da perspectiva dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Os ODM foram criados pela Organização das Nações Unidas (ONU) em setembro de 2000 e prevêem o alcance de diversas metas até 2015. Desse modo, o livro traz os avanços obtidos pela região através de projetos bem sucedidos. Cada município é retratado através de um case, o que não significa que não existam também outras propos- tas de relevância em andamento. Para facilitar a compreensão e tornar a leitura mais ágil e prazerosa, o livro Terra de Riquezas traz gráficos e tabelas com dados oficiais dos municípios, que complementam as informações apresentadas nos textos. Foi selecionado o indicador de maior relevância de cada ODM, entretanto, as metas são compostas por diversos índices. A obra mostra o modo original e criativo como o poder público, a sociedade civil organizada, organizações não-gover- namentaiseempresasvêmtrabalhandonabuscadeummundo melhor e o que cada um de nós pode fazer em prol dos ODM. T he first edition of the book Land of Wealth, launched in 2010, portrayed the economical potential of the 23 cities that make Campos Gerais, one of the most pro- mising regions in the South of Brazil. In 2011, the book is again been edited by the Diário dos Campos, with an ABC Projetos production. The book in its bilingual version brings updated information from the IBGE Census 2010 as well as data collec- ted by the IPC Marketing. The innovation of this edition is the approach of the cities through the Millennium Development Goals. The MDG were created by the United Nations (UN) in September 2000 and aim the achievement of several goals by 2015. Through this pers- pective, the book brings the advances obtained by the region through the projects that are successful in each city. In order to facilitate understanding and make the reading of it quicker and more enjoyable, the book Land of Wealth brin- gs graphs and tables with official data of the municipalities, which fully complement the information presented in the texts. The most relevant indicator of each of the MDGs was selected; however, the goals are composed of several indexes. The book shows in an original and creative fashion the government, civil society organizations, nongovernmental organizations and companies that have been working in sear- ch of a better world as well as what each of us can do so that the MDGs are accomplished. 05
  6. 6. 06 Eight ways to change the world Oito jeitos de mudar o mundo T he Millennium Development Goals came about at the United Nations for the Millennium Summit in September 2000. The goals were punctuated by Brazil and other 190 UN member countries with the aim to improve social, economical and environmental indicators. Altogether, there are eight solid and measurable goals, split into 18 aims and 48 indicators, which are to be met by 2015. It was thus established a development agenda for the world, with the intention of eradicating extreme poverty and hunger, achieving universal primary education, improving health, and ensuring environmental sustainability. Most of these actions are the responsibility of local government but the private sector as well as civil society must also tag along so that the objectives are wholly achieved. The successful projects in each city display how the Campos Gerais region has been working in order to turn those very goals into plain reality. It should be well noted that the initiati- ves brought up are attuned to the particularities of the region. The pursuit for achieving the MDG is also portrayed throu- gh the indicators established by the UN. Since each goal is mea- sured by its own set of specific organs, through its own mecha- nisms, the frequency adopted can be dissimilar. Data were obtained by the Base Regional Observatory for Sustainability Indicators (ORBIS). O s Objetivos de Desenvolvimento do Milênio sur- giram através da atuação da Organização das Nações Unidas (ONU) em setembro de 2000. As metas foram pactuadas pelo Brasil e os outros 190 países membros da ONU com o intuito de melhorar indicadores sociais, ambientais e econômicos. Ao todo, são oito obje- tivos concretos e mensuráveis, divididos em 18 metas e 48 indicadores, que devem ser alcançados até 2015. Ficou assim estabelecida uma agenda de desenvolvi- mento para o mundo, com a finalidade de reduzir a pobre- za, garantir educação, saúde, igualdade e sustentabilidade ambiental. Grande parte das atividades é de responsabi- lidade do poder público local, mas a iniciativa privada e a sociedade civil também precisam estar engajadas para que os objetivos sejam plenamente alcançados. Os projetos de sucesso de cada município mostram como os Campos Gerais vêm trabalhando para transformar essas metas em realidade. Cabe ressaltar que as iniciativas levanta- das estão sintonizadas com as particularidades da região. A busca pelo alcance dos ODM também é retratada através dos indicadores estabelecidos pela ONU. Como cada uma das metas é mensurada por órgãos específicos, através de mecanismos próprios, a periodicidade ado- tada para cada indicador varia. Os dados foram obtidos através do Observatório Regional Base de Indicadores de Sustentabilidade (ORBIS).
  7. 7. 08 Eradicate hunger and poverty Acabar com a fome e a miséria T he very first of the MDG proposal is to eradicate extreme poverty and hunger. It aims to reduce by half the pro- portion of the population with income below the pover- ty line by the year 2015. Another important goal is to reduce by half the proportion of the population who suffers from hunger by the year 2015. These two goals have already been reached by Brazil and, hence, the Federal Government committed to extend them. That’s due to the fact that in 2005 there were still 7.5 million people living in extreme poverty. The current intention is to eradicate hunger and reduce extreme poverty by . Although the national situation seems favorable, some municipalities still need to conduct a wide-ranging effort to attain this goal. Another challenge is the improvement as for income distribu- tion, since 20% of the richest earn 21 times more than 20% the poorest. Early surveys carried out show that in 1990 more than 2.5 million people in Paraná lived in poverty, of them even in conditions of extreme poverty. In addition, more than half of the families in Paraná had insufficient income to afford a food stamp per capita. Thanks to the effort of private enterprise and the support of public administration the situation is being reversed. In 2008, the percentage of families under such condi- tion had already been reduced by 60%. O primeiro dos ODM tem como proposta erradicar a extrema pobreza e a fome. Ele tem como meta reduzir pela metade, até 2015, a proporção da população com renda abaixo da linha da pobreza. Outra importante meta é diminuir pela metade, até 2015, a pro- porção da população que sofre de fome. Essas duas metas já foram alcançadas pelo Brasil e, por isso, o Governo Federal comprometeu-se em ampliá-las. Isso porque em 2005 ainda existiam 7,5 milhões de pessoas vivendo na indigência. A intenção agora é eliminar a fome e reduzir a extrema pobreza em . Embora a situação nacio- nal seja favorável, alguns municípios ainda precisam realizar um amplo esforço para atingir essa meta. Outro desafio é a melhoria na distribuição de renda, já que 20% dos mais ricos ganham 21 vezes mais que os 20% mais pobres. Os primeiros levantamentos realizados mostram que, em 1990, mais de 2,5 milhões de paranaenses viviam em situação de pobreza, deles em condição de indigência. Além disso, mais da metade das famílias do Paraná não possuía renda suficiente para comprar uma cesta básica per capita. Graças à atuação da iniciativa privada e do apoio da administração pública o quadro está sendo revertido. Em 2008, o percentual de famílias nessa condição já havia reduzido em 60%. 3434 13 13
  8. 8. 09
  9. 9. 10 Achieve universal primary education for all Educação básica de qualidade para todos A chieving primary education was the second aim outli- ned by the UN. This item has as its main goal to ensure that by 2015 all children of both sexes get to finish primary school. The indicators are: the net enrollment rate in primary education, the proportion of students from 15 to 17 years old who have completed primary education and the lite- racy rate in the age group 15 to 24 years old. Brazil continues moving forwards as for achieving uni- versal access to primary education. In 2007, only 2.5% of the populationagedsevento14yearsdidnothavesuchcondition. The schools performance has been continuously measured by the Index of Basic Education Development (IDEB) and in 2022, Brazil should pair up with developed countries. The greatest challenge remains to ensure that students stay in school at least until completing nine years of basic education. In Paraná, roughly 4.5% of children aged seven to 14 are out of the educational system. The access to primary education moves away further from the ideal scenario as students advan- ce education-wise. In high school, the net enrollment rate is just over 50%. This is due to evasion and school inconsistency. Another concern is the quality of the education provided. Half of the students of Paraná from the 8th grade got a dire assess- ment at math according the evaluation conducted by IDEB. A tingir o ensino fundamental foi o segundo objetivo traçado pela ONU. Esse item tem como sua princi- pal meta garantir que, até 2015, todas as crianças, de ambos os sexos, terminem o ensino fundamental. Os indicadores são: a taxa líquida de matrícula no ensino fundamental, a proporção de alunos de 15 a 17 anos que concluíram o ensino fundamental e a taxa de alfabetização na faixa etária de 15 a 24 anos. O Brasil continua avançando no sentido de universalizar o acesso ao ensino fundamental. Em 2007, apenas 2,5% da população de sete a 14 anos não possuía esta condição. O desempenho das escolas vem sendo medido pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) e, em 2022, o Brasil deve se igualar aos países desenvolvidos. O grande desa- fio ainda é garantir a permanência dos alunos na escola até concluírem, no mínimo, os nove anos do ensino fundamental. No Paraná, aproximadamente 4,5% das crianças de sete a 14 anos estão fora do sistema educacional. O acesso ao ensino fundamental se distancia ainda mais do ideal à medida que se avança na escolaridade. No ensino médio, a taxa líquida de matrícula é pouco mais de 50%. Isso se deve à evasão e à defa- sagem escolar. Outra preocupação é a qualidade do ensino. Metade dos alunos paranaenses da 8.ª série obteve avaliação ruim em matemática segundo estudo realizado pelo IDEB.
  10. 10. 11
  11. 11. 14 Promover a igualdade entre os sexos e a valorização da mulher Promote gender equality and empower women E liminar a disparidade entre os sexos em todos os níveis de ensino é a meta proposta pelo objetivo número três. Com ele, a ONU prevê a igualdade entre os sexos e a autonomia da mulher. O alcance dessa meta será avaliado através da razão entre meninos/meninas no ensino básico, médio e superior; proporção de mulheres e homens alfabetizados na faixa etária de 15 a 24 anos; por- centagem de mulheres assalariadas no setor não-agrícola e número de mulheres exercendo mandato parlamentar. De modo geral, o Brasil oferece oportunidades edu- cacionais iguais para homens e mulheres. Entretanto, permanece uma divisão nas áreas de conhecimento que resulta na discriminação feminina no mercado de trabalho. As mulheres recebem salários até 30% inferiores aos dos homens. Ainda é preciso aumentar a participação feminina na política, que não chega a 10%, e reduzir os índices de violência doméstica. As mulheres já são a maioria nas escolas e universidades paranaenses. Entre os jovens, já possuem maior escolarida- de do que os homens. Porém, a desvalorização no mercado de trabalho ainda é grande no Paraná. As mulheres chegam a receber apenas 78% do salário de homens no mesmo cargo. Eles ganham, em média, 70% a mais do que elas entre as pessoas com 12 anos ou mais de estudo. A participação da mulher na política também é baixa. Somente 6% dos municípios paranaenses possuem mulheres como Prefeitas. E liminate gender disparity at all levels of education is the target proposed by the goal number three. With it, the UN predicts gender equality and the empowerment of women. The very achieving of this goal will be measured by the ratio of boys/girls inserted in primary, secondary and higher education, proportion of literate women and men aged 15 to 24, the percentage of women who are employed in the non- agricultural sector receiving remuneration and the number of women exercising parliamentary mandate. In general terms, Brazil offers equal educational opportu- nities for both men and women. Nevertheless, there remains a division within certain knowledge areas which tend to result in discrimination against women in the work market. Women still receive wages up to 30% less than men. It is yet to be seen the increasing of female participation in politics, which does not reach 10%, and reduce rates of domestic violence. Women already represent the vast majority of students in schools and universities in Paraná. Among young peo- ple, they already have more education than men. Yet, the depreciation within the context of the work market remains significantly high in Paraná. Women tend to receive only 78% of the salary men earn in the very same position. Men earn on average 70% more than women among people with 12 years or more of study. Women’s participation in politics is also relatively low. Only 6% of the municipalities in Paraná have women as Mayors.
  12. 12. 15
  13. 13. 16 Reduce child mortality Reduzir a mortalidade infantil T he battle against child mortality is also part of the Millennium Development Goals proposed by the UN. The target set is to have the mortality of children less than five years old reduced by by the year 2015. The indica- tors are the mortality rate of children under five years, infant mortality rate and the proportion of children aged one year immunized against measles. Since 1990, Brazil has managed to reduce infant mor- tality by more than 46% and is close to reaching the goal set. Nonetheless, the rate of 28.7 deaths per thousand births remains elevated in comparison with developed countries. The major challenges of this endeavor are the regional differences. The Northeast part of the country managed to reduce infant mortality by 55.4%, but still has the highest rate in the entire country, 38.9. The fight against infant mortality is another main objec- tive pursued by the government of Paraná. In 2009, the State had already reduced by 60% this index. The lower the morta- lity levels, the smaller the downward trend of such indicator. Consequently,inrecentyearstherehasbeenaweakeninginthe rate of child mortality reduction. Still, according to the United Nations Development Programme (UNDP), 30 municipalities of Paraná had already reached the goal in the year 2000. O combate à mortalidade infantil também faz parte dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio propostos pela ONU. A meta estipulada é reduzir em , até 2015, a mortalidade de crianças menores de cinco anos. Como indicadores estão a taxa de mortalidade de crianças menores de cinco anos, índice de mortalidade infantil e proporção de crianças de um ano vacinadas contra o sarampo. Desde 1990, o Brasil já conseguiu reduzir em mais de 46% a mortalidade infantil e está muito próximo de alcançar o objetivo traçado. Porém, a taxa de 28,7 mortos por mil nas- cidos vivos ainda é alta se comparada aos países desenvolvi- dos. O principal desafio dessa meta são as diferenças regio- nais. O Nordeste conseguiu reduzir em 55,4% a mortalidade infantil, mas ainda apresenta a maior taxa do País, 38,9. O combate à mortalidade infantil é mais um dos obje- tivos perseguidos pelo Paraná. Em 2009, o Estado já havia reduzido em 60% este índice. Quanto mais baixos os níveis de mortalidade, menor a tendência de queda deste indi- cador. Por isso, nos últimos anos houve um enfraqueci- mento na velocidade de redução da mortalidade infantil. Entretanto, segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em 2000, 30 municípios parana- enses já haviam atingido a meta. 23 23
  14. 14. 17
  15. 15. 20 Improve maternal health Melhorar a saúde materna A im number five has as its purpose to improve the preg- nant women’s health through a reduction of of the maternal mortality rate. This target has as its indica- tors the maternal mortality rate, number of births attended by qualified health professionals and the proportion of kids born of teenage mothers. From 1997 to 2005, the country’s maternal mortality rate has fallen 12.7%. The rate of 53.4 deaths from every 100,000 live births is double compared to the one recorded in developed countries. The Brazilian Government recognizes that reaching this aim is still a challenge and has been investing in prenatal assistance, which is an important tool in combating maternal mortality. The reduction of maternal mortality is one of the biggest challenges faced by the government of Paraná. The State pre- sented a reduction of 56% on this indicator in 2009. However it is still far from meeting the goal which is 75%. Another concern is proportion of teenage mothers. From every five babies, one is of a mother with up to 19 years of age. In 2007, only 0.7% of pregnant women didn’t have prenatal assistance and 99.7% of the live births were assisted by a health professional. Such data demonstrates the obtained advances and the effort to meet the goal. O objetivo número cinco tem como finalidade melhorar a saúde da gestante através da redução em , até 2015, da taxa de mortalidade materna. Essa meta possui como indicadores a taxa de mortalidade materna, número de partos assistidos por profissionais de saúde qualificados e proporção de crianças nascidas de mães adolescentes. De 1997 a 2005, o índice de mortalidade materna no País caiu 12,7%. A taxa de 53,4 óbitos a cada 100 mil nascidos vivos é o dobro da registrada em países desenvolvidos. O Brasil reconhece que o alcance desta meta ainda é um desa- fio e vem investindo no acompanhamento pré-natal, impor- tante ferramenta no combate à mortalidade materna. A redução da taxa de mortalidade materna é um dos maio- res desafios enfrentados pelo Paraná. O Estado apresentou uma redução de 56% neste indicador em 2009, entretanto ainda está longe de cumprir a meta que é de 75%. Outra pre- ocupação é a proporção de mães adolescentes. A cada cinco bebês, um é gerado por uma mãe com até 19 anos de idade. Em 2007, apenas 0,7% das gestantes não tiveram acompanha- mento pré-natal e 99,7% dos nascidos vivos foram assistidos por um profissional de saúde. Tais dados demonstram os avanços obtidos e o empenho em alcançar a meta. 34 34
  16. 16. 21
  17. 17. O Paraná é destaque no Brasil e no mundo pelo trabalho em prol dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Das oito metas, sete foram alcançadas pelo Estado já em 2010, cinco anos antes do prazo da ONU. O Movimento Nós Podemos Paraná, criado pelo Sistema Fiep, em 2006, contribuiu muito para o resultado e é reconhecido pela ONU como a iniciativa mais bem sucedida do mundo para o alcance dos ODM. A inovação do Movimento é sua metodologia para articular ações junto à sociedade. Através de “Círculos de Diálogos”, a própria população identifica as necessidades locais e propõe projetos. Já foram reali- zados cerca de 500 encontros, envolvendo 40 mil pessoas, o que resulta, até o momen- to, em mais de 700 projetos, desenvolvidos ou em anda- mento. Sistema Fiep Paraná é a primeira região do planeta a alcançar as metas do milênio
  18. 18. “O Paraná é a primeira região do planeta a mostrar que os Objetivos do Milênio podem ser alcançados, em pouco tempo. Esse resultado se deve à mobiliza- ção articulada e organizada entre a socie- dade, o poder público e a iniciativa priva- da”, afirma o presidente do Sistema Fiep, Rodrigo da Rocha Loures, que concebeu o Movimento Nós Podemos Paraná e é uma das personalidades à frente da dissemina- ção do tema no País. Outro destaque do Nós Podemos Paraná é o trabalho do Observatório de Indicadores de Sustentabilidade (Orbis), também do Sistema Fiep, que analisa, monitora e acompanha a evolução dos indicadores relacionados aos ODM nos 5.564 municípios brasileiros. Osindicadoressãofundamen- tais para identificar poten- cialidades e necessida- des das localidades. Servemtambémpara os governos identifi- carem prioridades e definirem políticas públicas, além de medir os resultados das iniciativas.
  19. 19. 24 Combater o HIV/AIDS, a malária e outras doenças Combat HIV/AIDS, malaria, and other diseases C ombating HIV, malaria and other diseases is also part of the MDG. The goal set for 2015 is to stop and start to reverse the spreading of HIV, malaria and other major diseases. Some relevant indicators for this objective are the number of new HIV cases, mortality rate, the use of birth control methods, the proportion of the population in the risk areas who make use of protection, effective treatment against malaria, and the number of tuberculosis cases which were detected and cured under the short term treatment scope with direct surveillance. Between 2000 and 2004, the number of HIV carriers remai- ned stable, though 40 to 49 year old women kept being infec- ted. More than 99% of malaria cases are concentrated in Legal Amazon (Northern states and part of Mato Grosso) and they already show significant reductions. The challenge is to reduce breakouts of diseases that are transmitted by mosquitoes, such as yellow fever and dengue. More than 24,000 cases of Aids have been diagnosed in cities of Paraná within the period of 1990 and 2007. The num- ber of infected women calls attention. In 1990, they were only 19.5% of the total number of HIV carriers; in 2007 they repre- sented 42.5%. Besides that, within the age range of 15 and 19 the women represented 79.5% of the cases recorded in 2007. The reduction of the number of deaths caused by the disease is due to the efficiency of the treatment used. C ombater a Aids, a malária e outras doenças também faz parte dos ODM. A meta traçada para 2015 é deter e começar a reverter a propagação do HIV, malária e outras doenças importantes. Alguns indicadores relevantes para essa meta são os números de novos casos de AIDS, taxa de mortalidade, utilização de anticoncepcionais, proporção da população das zonas de risco que utilizam meios de pro- teção, tratamentos eficazes contra a malária e número de casos de tuberculose detectados e curados no âmbito de tratamentos de curta duração sob vigilância direta. Entre 2000 e 2004, o número de portadores do HIV per- maneceu estável, porém mulheres de 40 a 49 continuam sendo infectadas. Mais de 99% dos casos de malária estão concentrados na Amazônia Legal (estados do Norte e parte do Mato Grosso) e já apresentam reduções significativas. O desafio é reduzir os surtos de doenças transmitidas por mosquitos como febre amarela e dengue. Foram diagnosticados mais de 24 mil casos de AIDS em municípios paranaenses no período de 1990 a 2007. Chama a atenção o crescimento do número de mulheres infectadas. Em 1990, elas eram apenas 19,5% do total de portadores do HIV; em 2007 representavam 42,5%. Além disso, na faixa etária dos 15 aos 19 anos as mulheres representavam 79,5% dos casos registrados em 2007. A redução do número de mortes em decorrência da doença se deve a maior eficácia dos tratamentos utilizados.
  20. 20. 25
  21. 21. 26 Ensure environmental sustainability Promover a qualidade de vida e o respeito ao meio ambiente W ith aim number seven the UN wishes to encoura- ge sustainability and environment responsibility actions. This item has been divided into three goals: integrate the sustainable development principles into the national programs policies and reverse the loss of envi- ronmental resources until 2015; reduce to half, until 2015, the proportion of the population without sustainable access to safe drinking water and reach, by 2020, the significant life improvement of at least 100 million inhabitants of rundown neighborhoods. Conservation unities were created in Brazil with the objec- tive of preserving the biodiversity and 45% of the sources that are used for generating electrical energy are renewable. The great problem yet to be faced is the deforestation of the Amazon Rainforest and the vegetation of Brazilian countryside (Cerrado). Regarding the access to drinking water, the supply covers 92% of the country. However, 15.6 million Brazilians live in homes without proper living conditions. The Paraná State is one of the Atlantic Forest deforestation leaders, nowadays there is only 10.5% of the original biome. In the attempt of reversing this picture, in 2009 there were already 401 conservation areas. On the other hand, 95.5% of the inhabitants count on the access to the water system. The item which most contributes to the imbalance of the essential services is the lack of sewage which reaches 21.1% of the urban inhabitants. C om o objetivo número sete a ONU almeja incenti- var ações de sustentabilidade e responsabilidade ambiental. Esse item foi desmembrado em três metas: integrar os princípios do desenvolvimento susten- tável nas políticas e programas nacionais e reverter a perda de recursos ambientais até 2015; reduzir à metade, até 2015, a proporção da população sem acesso sustentável à água potável segura e alcançar, até 2020, a melhora significativa na vida de pelo menos 100 milhões de habitantes de bairros degradados. No Brasil, foram criadas unidades de conservação com o intuito de preservar a biodiversidade e 45% das fontes uti- lizadas para a geração de energia elétrica são renováveis. O grande problema a ser enfrentado é o desmatamento da Amazônia e do Cerrado. Quanto ao acesso à água potá- vel, o abastecimento cobre 92% do País, entretanto, 15,6 milhões de brasileiros vivem em domicílios sem condições adequadas. O Paraná é um dos estados campeões de desmatamen- to da Mata Atlântica, atualmente resta apenas 10,5% do bioma original. Na tentativa de reverter este quadro, em 2009 já existiam 401 áreas de conservação. Por outro lado, 96,5% dos moradores contam com acesso à rede de água. O item que mais contribui para a inadequação dos serviços essenciais é a falta de esgoto sanitário que atinge 21,2% dos moradores urbanos.
  22. 22. 27
  23. 23. 30 Develop a global partnership for development Estabelecer uma parceria para o desenvolvimento T he eighth and last aim of the Millennium Development Goal might be the boldest and most challenging one. It proposes that everyone works together for a better, more just and egalitarian world. Among its goals we find items such as advancing in the development of an open commercial and financial system, make the benefits of new technologies accessible and attend the special necessities of the less deve- loped countries. It also makes part of the MDG to support the countries without access to the sea and the small insular countries under development, in addition to widely treating the foreign debt problem. Finally, other goals are formulating and executing strategies that allow respectable and productive work to young people and promote access to essential medication. The indicators of this Goal aim, in a macro way, to assess a series of structural factors which limit the potential for gro- wth, such as unemployment rate and the foreign debt control. Although many of the goals that make part of this MDG are about public administration, this doesn’t mean that the priva- te initiative and the organized civil society cannot act. On the contrary, the intention is to inspire actions and ideals which can boost the local development. O oitavo e último Objetivo de Desenvolvimento do Milênio talvez seja o mais ousado e desafiador. Ele propõe que todos trabalhem juntos em prol de um mundo melhor, mais justo e igualitário. Entre as suas metas encontramos itens como avançar no desenvolvimento de um sistema comercial e financeiro aberto, tornar acessíveis os benefícios das novas tecnologias e atender as necessida- des especiais dos países menos desenvolvidos. Também faz parte desse ODM apoiar os países sem aces- so ao mar e os pequenos Estados insulares em desenvolvi- mento, além de tratar de forma ampla o problema da dívida externa. Por fim, também são metas a formulação e execução de estratégias que permitam trabalho digno e produtivo aos jovens e proporcionar o acesso a medicamentos essenciais. Os indicadores desse objetivo visam avaliar de forma macro uma série de fatores estruturais que limitam o poten- cial para o crescimento, como a taxa de desemprego e o controle da dívida externa. Embora muitas das metas que fazem parte desse ODM digam respeito à administração pública, isso não significa que iniciativa privada e a socie- dade civil organizada não possam atuar. Pelo contrário, a intenção é inspirar ações e ideias que possam potencializar o desenvolvimento local.
  24. 24. 31
  25. 25. 34 Nós Podemos Paraná We can do it Paraná O movimento Nós Podemos Paraná surgiu em 2006 com o intuito de concentrar esforços em prol dos ODM. Ele é articulado pela Federação das Indústrias do Paraná (FIEP) com o apoio do Serviço Social da Indústria (Sesi) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Em 2010, o Estado já havia alcançado a maioria dos objeti- vos, porém, ainda resta o desafio de reduzir em ¾, até 2015, a taxa de mortalidade materna (ODM 5). Issosignificaquemaisde2,5milhõesdepessoasjádeixaram a linha da pobreza e que 700 mil jovens a mais, por ano, con- cluem o ensino fundamental. Além disso, cerca de dois milhões de moradores têm acesso à rede de água e mais de 3,4 mil crian- ças deixaram de morrer antes do primeiro ano de vida. Os números são animadores, entretanto quando olhamos cada município separadamente percebemos que ainda há conquistas a serem perseguidas. Elas só serão alcançadas através da mobilização social e com todos trabalhando pelo desenvolvimento. Por essa razão, em 2010, o movimento Nós Podemos Paraná iniciou a municipalização da proposta, promovendo a implantação do movimento Nós Podemos Local nas 399 cidades paranaenses, criando um espaço de discussão sobre a realidade de cada município. T he movement We Can Do It Paraná arose in 2006 with the aim to concentrate efforts in favor of the MDG. It is oriented by the Paraná Industries Federation (FIEP) with the support of the Industries Social Services (Sesi) and National Services of Industrial Learning (Senai). In 2010, the state had already met most of the goals, however, there is still the challenge of reducing to ¾ the maternal mortality by 2015 (MDG 5). This means that more than 2.5 million people have already left the poverty line and that every year 700.000 more young people finish junior high school. Moreover, around two million inhabitants have access to drinking water and over than 3.4 thousand less children die before the first year of life. The figures are encouraging, however when we look at each city separately we notice that there are still achievements to be sought. They will only be achieved through social mobilization and if everyone works together for the development. For this reason, in 2010, the movement We Can Do It Paraná started the municipalisation of the proposal, promo- ting the implantation of the local We Can Do It movement in the 399 cities of Paraná, creating a discussion space about the reality in each city. ObjetivosdeDesenvolvimentodoMilênio MillenniumDevelopmentGoals Metas ODM (MDG targets) Avancos (Advances) Situation Situação Aimed Desejados Reached Alcançados 50% 60,3%Reduzir pela metade, até 2015, a proporção da população com renda abaixo da linha da pobreza Reduce to half, by 2015, the proportion of the population with income below the poverty line. 1 50% 89,3%Reduzir pela metade, até 2015, a proporção da população que sofre de fome Reduce to half, by 2015, the proportion of the population who starves. 2 100% 97,9%Garantir que, até 2015, todas as crianças terminem o ensino fundamental Guaratee that, by 2015, all children finish junior high school. 3 100% 100%Eliminar a disparidade entre os sexos no ensino fundamental e médio até 2005 Eliminate the discrepancy between genders in the junior high and high schools by 2005 4 66,7% 60%Reduzir em dois terços, até 2015, a mortalidade de crianças menores de cinco anos Reduce by two thirds, by 2015, the infant mortality of children under five years of age. 5 75% 56%Reduzir em três quartos, até 2015, a taxa de mortalidade materna Reduce by three quarters, by 2015, the maternal mortality rate. 6 0% -23%Até 2015, ter detido e começado a reverter a propagação do HIV/AIDS Have stopped and begun to reverse the spreading of HIV by 2005. 7 0% -85%Até 2015, ter detido e começado a reverter a propagação da malária e de outras doenças Have stopped and begun to reverse the spreading of malaria and other diseases by 2005. 8 50% -0,51%Integrar os princípios do desenvolvimento sustentável nas políticas e programas nacionais e reverter a perda de recursos ambientais até 2015 Integrate the sustainable development principles to the national programs policies and reverse the loss of ambiental resources by 2015 9 50% 62,2%Reduzir à metade, até 2015, a proporção da população sem acesso sustentável à água potável segura Se continuarmos nesse ritmo Alcançaremos Teremos dificuldades de alcançar Não alcançamos Reduce by half, by 2015, the proportion of the population without sustainable Access to safe drinking water. If we continue at this pace Reach We will have difficulties to achieve We do not reach 10 50% 49%Até 2020, ter alcançado uma melhora significativa nas vidas de pelo menos 100 milhões de habitantes de bairros degradados Have reached and significant improvement in the lives of at least 100 million ihabitants of rundown neighborhoods by 2020. 11 Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento Everyone working for the development
  26. 26. 35
  27. 27. 38 Criança fora de risco Children out of danger Arapoti C rianças de Arapoti têm uma ótima opção de ativi- dade em contraturno escolar. Trata-se do Programa de Atendimento à Criança e ao Adolescente de Arapoti (PACAA). A iniciativa recebe meninos e meninas, de seis a 17 anos, que são atendidos por instrutores de música, informática, fanfarra, circo, teatro, esportes e lazer. As crianças advêm de famílias de baixo poder aquisitivo e vulnerabilidade social. Até hoje o projeto já atendeu mais de seis mil crianças e adolescentes. Oprogramaexistedesdede1989epossuisedeprópriacom salas de aula, quadra coberta, campo de futebol suíço, refeitó- rio, área de lazer e jogos, sala de vídeo e oficina de música. A iniciativa conta com 15 profissionais registrados e um grande número de voluntários. De segunda à sexta-feira o PACAA atende 210 crianças, que precisam frequentar o ensino regular para fazer parte do projeto. No período de recesso escolar o programa funciona através de uma Colônia de Férias. O PACAA também está investindo na educação profissio- nal. O programa coordena um salão-oficina de cabeleireiros, chamado Projeto Menina-Moça, onde são atendidas mais de 30 adolescentes que ficaram grávidas precocemente. Além disso, existe o Projeto Padaria Solidária. Em 2011 será formada a primeira turma de 12 jovens padeiros. A iniciativa deu tão certo que o PACAA está abrindo unidades nos distritos de Arapoti. A unidade de Calógeras já está atendendo e o mesmo deve acontecer no distrito do Cerrado das Cinzas. C hildren from Arapoti have a great choice of activity out of school hours. It is the Program of Assistance to Children and Adolescents in Arapoti (PACAA). The pro- ject takes boys and girls from six to 17 years, who are attended by teachers of music, computer, fanfare, circus, theater, sports and leisure. These children come from low income and social vulnerability families. To date the project has served more than 6,000 children and adolescents. The program has been around since 1989 and has its own headquarters with classrooms, indoor court, a football field, cafeteria, play area, games room, video and music workshop room. The program has 15 registered professionals and a great number of volunteers. From Monday to Friday PACAA serves 210 children, who must attend a regular school in order to join the project. During the school break the program works throu- gh a Summer Camp. PACAA is also investing in professional education. The pro- gram also coordinates a hairdressing salon workshop called Project Young Girl, where more than 30 adolescents who beca- me pregnant early are served. Additionally, there is a Solidarity Bakery Project. In 2011 the first class of 12 young bakers will graduate from it. The initiative was so successful that the PACAA is opening units in the districts of Arapoti. The Calógeras unit is already working at full power and the same should happen in the Cerrado das Cinzas district.
  28. 28. 39 7. Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente 4. Reduzir a mortalidade infantil 1. Acabar com a fome e a miséria Proporção de moradores abaixo da linha da pobreza e indigência Acima da linha da pobreza Entre a linha da indigência e pobreza Abaixo da linha da indigência 2. Educação básica de qualidade para todos Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) Percentual do rendimento feminino em relação ao masculino segundo ocupação formal e escolarização 2007 2009 3. Igualdade entre sexos e valorização da mulher Percentual de crianças menores de 1 ano com vacinação em dia 2000 2000 2010 2010 2000 2009 5. Melhorar a saúde das gestantes Percentual de crianças nascidas vivas por número de consultas pré-natais Percentual de crianças nascidas de mães adolescentes 20092000 6. Combater a AIDS, a malária e outras doenças Números de casos de AIDS registrado por ano de diagnóstico, segundo gênero Percentual de domicílios com acesso a água ligada à rede Percentual de domicílios com esgoto sanitário adequado Fonte: IBGE - Censo Demográfico Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego - RAIS Fonte: Ministério da Saúde – DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - SINASC Fonte: IBGE - Censo DemográficoFonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Educação - IDEB
  29. 29. 40 É hora de reciclar It’s high time to recycle A educação ambiental é o carro chefe do projeto Recicle Agora, Não Perca a Hora!. O projeto surgiu em 2009, no município de Carambeí, e teve como primeira etapa a apresentação de palestras sobre reciclagem nas escolas municipais e centros de educação infantil. Em julho de 2009 teve início a coleta seletiva na cidade. Pouco tempo depois, a Prefeitura auxiliou com apoio técnico e jurídico a criação da Cooperativa Ambiental de Carambeí – COOPAM. Atualmente o município conta com a coleta seletiva em todo o perímetro urbano. O material é coletado e triado pela COOPAM, que faz a separação e revende às empresas recicladoras. Assim, mais de 20 famílias de Carambeí têm seu sustento garantido. Os benefícios para o meio ambiente tam- bém são evidentes já que 10% das 200 toneladas de lixo pro- duzidas mensalmente no município estão sendo recicladas. O envolvimento dos estudantes é garantido através de projetos de educação ambiental desenvolvidos nas escolas e da Gincana Ambiental realizada anualmente. Eles partici- pam de provas intelectuais, recreativas e culturais. A iniciativa engloba o projeto Óleo Futuro, que visa a reciclagem do óleo de cozinha e está presente em 15 municípios paranaenses. O óleo de cozinha é coletado pela empresa Focam, que o utiliza na fabricação de matéria- prima para ração animal. Carambeí conta com 20 pontos de entrega voluntária de óleo de cozinha. Além disso, quando a quantidade de óleo de cozinha entregue pela população atinge um valor estipulado a cooperativa e as escolas muni- cipais são beneficiadas com equipamentos. Até julho de 2011, aproximadamente 480 toneladas de resíduos foram encaminhadas para a reciclagem. E nvironmental education is the very flagship of the pro- ject Recycle Now, There’s No Time to Lose!. The project started back in 2009, in the municipality of Carambeí, and had as its first step the presentation of lectures on recycling in public schools and early childhood education centers. In July 2009 the selective collection started being carried out in the city. Shortly thereafter the City Hall assisted with both technical and legal support the creation of the Carambeí’s Environmental Cooperative – known as COOPAM. Currently the municipality has a selective collection throu- ghouttheentirecitylimit.Thematerialiscollectedandscreened by the COOPAM, which then conducts the separation and resells it to recycling companies. Consequently, more than 20 families from Carambeí have their livelihoods assured. The environment benefits of the project are also evident as 10% of the 200 tons of garbage produced each month in the city are being recycled. The involvement of the students is secured through the develo- pingofenvironmentaleducationprojectsinschoolsandalsothrou- ghtheEnvironmentalScavengerHuntheldannuallywhichengages studentsinintellectual,recreationalandculturalcompetitions. The initiative also includes the project Future Oil, which aims to recycle cooking oil and is currently present in 15 muni- cipalities of Paraná. The cooking oil is collected by the Focam Company, which uses it in the manufacturing of raw mate- rial for animal food. Carambeí hosts 20 points for voluntary cooking oil delivery. Additionally, when the amount of cooking oil delivered by the population reaches a certain stipulated value the cooperative as well as the municipal schools are benefited with equipment they happen to be in need of. ByJuly2011,roughly480tonsofwasteweresentforrecycling. Carambeí
  30. 30. 41 7. Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente 4. Reduzir a mortalidade infantil 1. Acabar com a fome e a miséria Proporção de moradores abaixo da linha da pobreza e indigência 2. Educação básica de qualidade para todos Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) Percentual do rendimento feminino em relação ao masculino segundo ocupação formal e escolarização 2007 2009 3. Igualdade entre sexos e valorização da mulher Percentual de crianças menores de 1 ano com vacinação em dia * O município disponibilizou dados somente de 2002 a 2005 2002 2005 2000 2009 5. Melhorar a saúde das gestantes Percentual de crianças nascidas vivas por número de consultas pré-natais Percentual de crianças nascidas de mães adolescentes 20092000 6. Combater a AIDS, a malária e outras doenças Números de casos de AIDS registrado por ano de diagnóstico, segundo gênero Fonte: IBGE - Censo Demográfico Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego - RAIS Fonte: Ministério da Saúde – DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - SINASC Fonte: IBGE - Censo DemográficoFonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Educação - IDEB Acima da linha da pobreza Entre a linha da indigência e pobreza Abaixo da linha da indigência 2000 2010 Percentual de domicílios com acesso a água ligada à rede Percentual de domicílios com esgoto sanitário adequado
  31. 31. F undada em 1951 e empresa de capital aberto a partir de 1968 e integrante da listagem do índice Bovespa de empresas“small caps” a partir de 2011, a Metalgráfica Iguaçu é a 4ª maior fabricante independente de embalagens metálicas para alimentos do País. Sua participação no mercado nacional de embalagens metálicas atualmente é de 16%, fornecendo aos seus clientes 25 formatos diversos de embalagens , com capacidades de 90 gramas a 5 quilos, além da embalagem de 900 ml, destinada ao acondicionamento de óleo comestível. A Metalgráfica Iguaçu possui os mais rígidos processos de controle e gestão e conta com os mais modernos e eficientes laboratórios de qualidade. Toda a produção é rigorosamente inspecionada, desde a chegada da matéria-prima até a entrega do produto ao cliente. Desde 2003, é certificada com a ISO 9001 e ISO 14001. É a única empresa no setor a possuir as certificações que asseguram a qualidade das embalagens metálicas produzidas, além do compromisso com a preservação do meio ambiente. Em seus programas de visitação são divulgadas à comunidade informações sobre a garantia de inviolabilidade e proteção à luminosidade que a embalagem metálica dá ao produto nela acondicionado. Bem como sobre o processo de reciclagem da embalagem metálica, isento de qualquer tipo de poluição ou contaminação ambiental, porque mesmo quando a embalagem não é coletada, a permanência no meio ambiente sofre processo de oxidação rápido e benéfico à natureza. Matriz - Rua Minas Gerais, 1231 – Nova Russia – Ponta Grossa – PR - CEP 84070-040 (42) 3219 2822 Filial - Rua Augusto Vulpini, 153 - São José do Rio Preto - SP - CEP 15035-630 (17)3233 5218 Escritório São Paulo – Rua Pedroso de Alvarenga , 1284 – São Paulo - SP - CEP 04531-913 (11) 3077 4200 site:www.metaliguacu.com.br e-mail: iguacu@metaliguacu.com.br
  32. 32. 44 Combate à hanseníase Battle against leprosy U ma das atuações de Castro no alcance dos ODM se dá através do projeto Intensificar as Ações de Combate à Hanseníase. Em 2003, quando a iniciati- va teve início, foram detectados 44 novos casos da doença. Esse número foi caindo gradativamente e, em 2010, surgi- ram apenas seis novos casos. Em sete anos, aproximada- mente 148 pessoas foram diagnosticadas com hanseníase. O tratamento é gratuito e oferecido no Serviço de Assistência Especializada (SAE) do município. A equipe mul- tidisciplinar é composta por médico, farmacêutico, enfermei- ro, assistente social, fisioterapeuta e técnico de enfermagem. O local conta com farmácia especializada, sala de fisioterapia e oferece horários alternativos. Ainda em 2011, deve haver a incorporação de uma equipe odontológica ao programa. Os portadores de hanseníase ainda sofrem com o estigma social e psicológico da doença. Ela tem cura, mas se não for tratada pode causar deformidades permanentes, por isso a preocupação com a reabilitação física dos pacientes. Outra marca do programa é a realização de exames nos comunican- tes - pessoas que tiveram contato prolongado com portado- res da doença - interrompendo a cadeia de transmissão. O projeto também conta com o grupo de teatro chama- do Agentes da Virada, formado por agentes comunitárias de saúde. Elas atuam na prevenção da hanseníase por meio de palestras e apresentações nas escolas explicando os sinto- mas e o tratamento da doença. O ne of Castro’s procedures in achieving the MDG is through a project known as Concentrated Actions in Order to Battle Leprosy. Back in 2003, when the pro- posal began, 44 new cases were detected. This number has been falling increasingly and, in 2010, there were only six new cases. In seven years, about 148 people were diagnosed with leprosy. Treatment is free of charge and obtainable in Specialized Assistance Service (SAE) in the municipality. The multidisci- plinary team consists of a physician, a pharmacist, a nurse, a social worker, a physiotherapist and nursing technicians. The location provides specific pharmacy, physiotherapy room and also offers alternative schedules. In 2011, there should be also the inclusion of a dental team to the program. The leprosy patients still suffer with the social and psycho- logical stigma of the disease. Although the disease is curable if untreated can cause everlasting deformities, hence the concern for the physical rehabilitation of patients. Another characteris- tic of the program is to carry out examinations in those who are communicating the problem- people who have had prolonged contact with carriers of the disease – so that the chain of trans- mission is interrupted. The project also offers performances of a theater group called Turnaround Agents, consisting of the community health agents. They work in the prevention of leprosy through lectures and presentations in schools explaining the symptoms and treatment of the disease. Castro
  33. 33. 45 7. Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente 4. Reduzir a mortalidade infantil 1. Acabar com a fome e a miséria Proporção de moradores abaixo da linha da pobreza e indigência 2. Educação básica de qualidade para todos Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) Percentual do rendimento feminino em relação ao masculino segundo ocupação formal e escolarização 2007 2009 3. Igualdade entre sexos e valorização da mulher Percentual de crianças menores de 1 ano com vacinação em dia 2000 2010 2000 2009 5. Melhorar a saúde das gestantes Percentual de crianças nascidas vivas por número de consultas pré-natais Percentual de crianças nascidas de mães adolescentes 20092000 6. Combater a AIDS, a malária e outras doenças Números de casos de AIDS registrado por ano de diagnóstico, segundo gênero Fonte: IBGE - Censo Demográfico Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego - RAIS Fonte: Ministério da Saúde – DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - SINASC Fonte: IBGE - Censo DemográficoFonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Educação - IDEB Acima da linha da pobreza Entre a linha da indigência e pobreza Abaixo da linha da indigência 2000 2010 Percentual de domicílios com acesso a água ligada à rede Percentual de domicílios com esgoto sanitário adequado
  34. 34. 48 Guamiranga Adolescentes cidadãos Teen citizens E m Guamiranga, os adolescentes são estimulados a permanecer no sistema de ensino através do Projovem Adolescente. A iniciativa do Ministério do Desenvolvimento Social atende adolescentes de 15 a 17 anos que estejam cadastrados em outros programas do Governo Federal. O projeto teve início em março de 2011 e já conta com cerca de 60 participantes. Eles estão divididos em três grupos, chamados coletivos, sendo dois grupos no centro e um na localidade de Boa Vista. Três profissionais trabalham diretamente com os adoles- centes oferecendo atividades que favoreçam a convivência social, como esportes, lazer e cultura. Ao todo, são mais de 12 horas semanais de atividades com cada grupo. Os ado- lescentes permanecem durante dois anos no programa. No primeiro ano são trabalhadas questões de sociabilização e, no segundo, o público é preparado para o mercado de tra- balho. Periodicamente são realizadas atividades que visam a integração dos três coletivos, como foi o caso da 1ª Gincana do Projovem que aconteceu em maio. O evento contou com a participação de 53 adolescentes. O diferencial do projeto é a realização de atividades de conscientização ambiental como fabricação de tintas à base de terra, criação de uma caixa de compostagem e horta domésti- ca. Para o segundo semestre de 2011 já está prevista a elabora- ção de dois folders: um sobre a importância da reciclagem de lixo e outro sobre hortas domésticas. A panfletagem e divulga- ção desses folders será realizada pelos próprios adolescentes. I n Guamiranga, the teenagers are encouraged to stay in school by the Projovem Teenager. The initiative from the Department of Social Development attends teenagers of 15 to 17 years old who are enrolled in other programs from the Federal Government. The project started in 2011 and already counts on approximately 60 participants. They are divided in three groups, which are called collectives, being two groups downtown and one in the village Boa Vista. Three professionals work directly with the teenagers offe- ring activities that foster the social living, such as sports acti- vities, leisure and culture. In total it is more than 12 hours of activities with each group every week. The teenagers stay for two years in the program. In the first year socialization issues are worked, and in the second year, the audience is then pre- pared for the work market. Activities that aim the integration of the three collectives are performed periodically, which was the case of the 1st Projovem Scavenger Hunt that happened in May. The event had the participation of 53 teenagers. The project differential is the realization of activities regar- ding the environmental awareness, things like the manufactu- ring of land based paint, creation of compost box and domestic vegetable garden. For the second semester of 2011 it is already anticipated the assembly of two folders: one about the impor- tance of waste recycling and another about domestic vegeta- ble gardens. The leafleting and publicity of these folders will be carried out by the teenagers themselves.
  35. 35. 49 7. Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente 4. Reduzir a mortalidade infantil 1. Acabar com a fome e a miséria Proporção de moradores abaixo da linha da pobreza e indigência 2. Educação básica de qualidade para todos Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) Percentual do rendimento feminino em relação ao masculino segundo ocupação formal e escolarização 2007 2009 3. Igualdade entre sexos e valorização da mulher Percentual de crianças menores de 1 ano com vacinação em dia 2000 2010 2000 2010 2000 2009 5. Melhorar a saúde das gestantes Percentual de crianças nascidas vivas por número de consultas pré-natais Percentual de crianças nascidas de mães adolescentes 20092000 6. Combater a AIDS, a malária e outras doenças Números de casos de AIDS registrado por ano de diagnóstico, segundo gênero Fonte: IBGE - Censo Demográfico Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego - RAIS Fonte: Ministério da Saúde – DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - SINASC Fonte: IBGE - Censo Demográfico Fonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Educação - IDEB Acima da linha da pobreza Entre a linha da indigência e pobreza Abaixo da linha da indigência Percentual de domicílios com acesso a água ligada à rede Percentual de domicílios com esgoto sanitário adequado
  36. 36. 52 Não ao trabalho infantil No to child labor O Programa de Erradicação doTrabalho Infantil (Peti) do Governo Federal foi implantado com sucesso no município de Imbaú. O projeto teve início em 1995 e, em 2011, está atendendo 109 crianças e adolescen- tes, de sete a 18 anos. Eles trabalhavam em minas de carvão, exploração da madeira ou cuidavam dos irmãos menores. O projeto conta com sede própria onde são ofereci- das atividades diversificadas. As crianças e adolescentes também têm acesso à inclusão digital, prática esportiva, iniciação musical e reforço escolar. Paralelamente, é feito um trabalho com as famílias e acompanhamento psicoló- gico. Cerca de dez profissionais trabalham diretamente no projeto. O Peti funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30, inclusive no período de férias escolares. Um dos diferenciais do programa em Imbaú é o serviço de pegar as crianças na escola e levá-las para suas casas no final do dia. Até o final de 2011, será inaugurada mais uma sede do projeto no bairro de Charqueada de Baixo. Os três eixos básicos do programa são: a transferência de renda para as famílias, serviços de convivência e acom- panhamento familiar. O Governo Federal fornece uma ajuda de custo para a manutenção da iniciativa, que é ban- cada pela Prefeitura. T he Child Labor Eradication Program (Peti) of the Federal Government was successfully deployed in the munici- pality of Imbaú. The project first started in 1995 and in 2011 has been serving the total of 109 children and adoles- cents, aged seven to 18. They had been working in coal mines, lumber or who cared for their younger siblings. The project has its own headquarter where a wide variety of activities are offered. There, children and adolescents also have access to digital inclusion, sports practice, musical initiation and school tutoring. In addition, an accompanying work is car- ried out with their families and psychological support is offered. An average of ten professionals work directly with the project. The Peti opens from Monday to Friday from 8am to 4:30pm, including during school holidays. One of the unique features of the program being held in Imbaú is the fact that children are picked up at the end of the school day and taken back to their homes. By the end of 2011, the opening of another hea- dquarter of the project is bound to happen in the district of Charqueada de Baixo. The three basic axis of the program are: to convey inco- me to the families, social get-togethers services and family accompaniment. The Federal Government provides a stipend for the maintenance of the project, which is bankrolled by the City Hall. Imbaú
  37. 37. 53 7. Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente 4. Reduzir a mortalidade infantil 1. Acabar com a fome e a miséria Proporção de moradores abaixo da linha da pobreza e indigência 2. Educação básica de qualidade para todos Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) Percentual do rendimento feminino em relação ao masculino segundo ocupação formal e escolarização 2007 2009 3. Igualdade entre sexos e valorização da mulher Percentual de crianças menores de 1 ano com vacinação em dia 2000 2000 2010 2010 2000 2009 5. Melhorar a saúde das gestantes Percentual de crianças nascidas vivas por número de consultas pré-natais Percentual de crianças nascidas de mães adolescentes 20092000 6. Combater a AIDS, a malária e outras doenças Números de casos de AIDS registrado por ano de diagnóstico, segundo gênero Fonte: IBGE - Censo Demográfico Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego - RAIS Fonte: Ministério da Saúde – DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - SINASC Fonte: IBGE - Censo DemográficoFonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Educação - IDEB Acima da linha da pobreza Entre a linha da indigência e pobreza Abaixo da linha da indigência Percentual de domicílios com acesso a água ligada à rede Percentual de domicílios com esgoto sanitário adequado
  38. 38. 56 Cultura e educação Culture and education C rianças e adolescentes de Imbituva têm acesso à cultura e à educação através do grupo de teatro Fazedores de Ilusão. Ele atende alunos da rede pública e privada, com idades entre oito e 15 anos. A ini- ciativa é da Prefeitura que cede o espaço para os ensaios do grupo. Ao todo, são 16 atores. O Fazedores de Ilusão já adaptou peças de Viola Spolin e Maria Clara Machado. Em 2011, o grupo deve lançar o seu primeiro roteiro ori- ginal baseado numa obra do compositor alemão Wolfgang Mozart. A adaptação da ópera para o teatro irá contar com figurino e cenário confeccionados com materiais recicláveis. Todos os alunos da rede de ensino de Imbituva já estão envolvidos na arrecadação de material. Com o objetivo de incentivar a formação de novos lei- tores o grupo também desenvolveu o projeto Pequenos Contadores de Histórias. Desse modo, clássicos da literatura foram adaptados para o teatro e apresentados em quatro Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEI). Os pró- prios atores realizaram pesquisa sobre o conto, produção de roteiro, cenário e figurino. Já estão sendo preparados novos contos, bem como a extensão do projeto para bibliotecas. O Fazedores de Ilusão foi criado em 2007 e, desde então, já realizou cerca de dez apresentações fora de Imbituva. O grupo se apresenta mensalmente no município em diversos eventos e festivais. A iniciativa contribui para a melhora do aprendiza- do, pois envolve a interpretação de textos e a lateralidade. C hildren and teenagers from Imbituva have access to culture and education through the theater group Illusion Makers. It attends students from public and private schools, between the ages of eight and 15. The initiative is from the City Hall that gives the venue for the rehearsals of the group. In total there are 16 actors. The Illusion Makers has adapted plays by Viola Spolin and Maria Clara Machado. In 2011, the group should launch its first original screenplay based on a work of the German composer Wolfgang Mozart. The adaptation of the opera to the theater will count on cos- tumes and backdrop made with recyclable materials. All the students from the schools of Imbituva are already gathering the materials. Aiming to encourage the formation of new readers the group has also developed the project Little Story Tellers. Thus, literature classics have been adapted to theater and perfor- med in four Child Education Municipal Centers (CEMEI). The actors themselves carried out research about the story, scre- enplay production, backdrop and costume. New stories are already been prepared, as well as the extension of the project to the libraries. The Illusion Makers was created in 2007 and since then has already made ten performances out of Imbituva. The group performs monthly in the city in several festivals and events. The initiative contributes to learning improvement, because it involves text interpretation and side views. Imbituva
  39. 39. 57 7. Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente 4. Reduzir a mortalidade infantil 1. Acabar com a fome e a miséria Proporção de moradores abaixo da linha da pobreza e indigência 2. Educação básica de qualidade para todos Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) Percentual do rendimento feminino em relação ao masculino segundo ocupação formal e escolarização 2007 2009 3. Igualdade entre sexos e valorização da mulher Percentual de crianças menores de 1 ano com vacinação em dia 2000 2010 2000 2009 5. Melhorar a saúde das gestantes Percentual de crianças nascidas vivas por número de consultas pré-natais Percentual de crianças nascidas de mães adolescentes 20092000 6. Combater a AIDS, a malária e outras doenças Números de casos de AIDS registrado por ano de diagnóstico, segundo gênero Fonte: IBGE - Censo Demográfico Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego - RAIS Fonte: Ministério da Saúde – DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - SINASC Fonte: IBGE - Censo DemográficoFonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Educação - IDEB Acima da linha da pobreza Entre a linha da indigência e pobreza Abaixo da linha da indigência 2000 2010 Percentual de domicílios com acesso a água ligada à rede Percentual de domicílios com esgoto sanitário adequado
  40. 40. 58 Ipiranga Recuperação de nascentes Fountainhead recovery A escassez dos recursos naturais é um dos principais desafios a serem enfrentados pelas gerações futu- ras. Pensando nisso, a Prefeitura de Ipiranga, em parceria com o Sindicato Rural, criou o Programa Água para o Futuro. O objetivo principal da iniciativa é a proteção e recuperação das nascentes do município e região. As fontes são resultantes da água da chuva que infiltrou no solo e se acumulou no lençol freático. Para protegê-las foram criadas técnicas simples que visam a cobertura e o cuidado com o solo de onde brota a água. Uma das primei- ras etapas é recompor a mata nativa do entorno da fonte com o plantio de árvores. Posteriormente, a nascente é pro- tegida com uma parede de pedras. O método é barato e começou a ser utilizado em 2009. Até o momento 15 fontes do município de Ipiranga já foram recu- peradas.Aotodo,30famíliasforambeneficiadascomoprojeto. Paralelamente é feito um trabalho de educação ambiental que tem como finalidade o envolvimento dos produtores rurais e estudantes que auxiliam na identificação das nascentes. Atravésdotrabalhoemconjunto,omunicípiodeIpiranga está conseguindo conter o uso indiscriminado da água. O esforço de conscientização tem diminuído a contaminação de rios e fontes com insumos químicos. Toda a população está sendo beneficiada com a preservação dos lençóis freá- ticos e, desse modo, a qualidade da água é assegurada para as gerações futuras. T he scarcity of natural resources is one of the main chal- lenges to be faced by the future generations. Thinking of this, the Ipiranga City Hall, with partnership with the Rural Union, has created the Water for the Future Program. The main aim of this initiative is the protection and recovery of the fountainheads of the city and region. The fountainheads result of rainwater that infiltrated in the soil and accumulated in the groundwater. In order to protect it simple technics were created, ones that aim the coverage and care of the soil where the water springs. One of the first stages is to restore the native vegetation surrounding the fountainhead by planting trees. Furthermore, the fountainhead is protected by a stonewall. This is a cheap method and was first used in 2009. So far 15 fountainheads from Ipiranga city have been recovered. In total, 30 families have benefited from the project. At the same time, an environment education work is carried out, this has as an objective to involve the farmers and students who help identify the fountainheads. By working together, the city of Ipiranga has been able to contain the indiscriminate use of water. The awareness effort has helped to decrease rivers and fountainheads contamina- tion with chemical inputs. The whole population is benefiting with the conservation of the groundwater, thus the water qua- lity is assured to the future generations.
  41. 41. 59 7. Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente 4. Reduzir a mortalidade infantil 1. Acabar com a fome e a miséria Proporção de moradores abaixo da linha da pobreza e indigência 2. Educação básica de qualidade para todos Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) Percentual do rendimento feminino em relação ao masculino segundo ocupação formal e escolarização 2007 2009 3. Igualdade entre sexos e valorização da mulher Percentual de crianças menores de 1 ano com vacinação em dia 2000 2010 2000 2009 5. Melhorar a saúde das gestantes Percentual de crianças nascidas vivas por número de consultas pré-natais Percentual de crianças nascidas de mães adolescentes 20092000 6. Combater a AIDS, a malária e outras doenças Números de casos de AIDS registrado por ano de diagnóstico, segundo gênero Fonte: IBGE - Censo Demográfico Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego - RAIS Fonte: Ministério da Saúde – DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - SINASC Fonte: IBGE - Censo DemográficoFonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Educação - IDEB Acima da linha da pobreza Entre a linha da indigência e pobreza Abaixo da linha da indigência 2000 2010 Percentual de domicílios com acesso a água ligada à rede Percentual de domicílios com esgoto sanitário adequado
  42. 42. 60 Irati Cultura e socialização Culture and socialization O resgate social é o objetivo principal do projeto Vivendo nos Bairros, da Prefeitura de Irati. São atendidos crianças e adolescentes, de seis a 18 anos, em situação de vulnerabilidade social. As atividades iniciaram em 2005, porém, em 2009 e 2010 foram suspensas. Em 2011, o projeto retornou com mais de 1,2 mil inscritos e dez oficinas. São atividades de teatro, capoeira, fanfarra, per- cussão, violão, dança, canto coral, pintura em tela e tecido, inclusão digital e esportes de todas modalidades. O projeto acontece em 11 polos de diferentes bairros. As demandas de cada comunidade são determinantes para que sejam definidas as atividades ofertadas em cada polo. Cada oficina possui de 20 a 25 vagas. São duas tur- mas pela manhã e duas à tarde de cada modalidade. As atividades acontecem em espaços comunitários, gover- namentais e não-governamentais. O programa conta com coordenadora, pedagoga, assistente social, psicóloga e dez oficineiros. Além de atividades esportivas e culturais, o Vivendo nos Bairros trabalha o sentimento de pertença, a convivência social, o relacionamento afetivo, a autoestima e os cuidados com o corpo. Um dos grandes diferenciais do programa é o acompanhamento dos pais pela psicóloga. O projeto surgiu em 2005 através do Diagnóstico Participativo no Bairro Vila Nova, que revelou o interesse da própria comunidade. No ano seguinte, ele foi ampliado para mais cinco comunidades. Ao todo, a iniciativa já atendeu mais de duas mil crianças e adolescentes. S ocial rescue is the main goal of the project Living in Neighborhoods, from the Irati City Hall. In the project children and adolescents aged six to 18 years who find themselves in social vulnerability circumstances are served. The activities first started back in 2005 but were suspended during 2009 and 2010. However, in 2011 the project returned with more than 1,200 subscribers and ten workshops ranging from activities such as theater, Brazilian kickboxing, brass band, percussion, guitar, dance, singing, painting on fabric and canvas, digital inclusion and a wide variety of sports. The project takes place on 11 specific locations in different neighborhoods. The demands of each and every community are determinant so that the activities offered in each location are defined. Each workshop has 20 to 25 vacancies. There are two classes in the morning and two classes in the afternoons for each of the modalities offered. The activities take place in governmental and non-governmental communitarian sites. The program also has a coordinator, an educator, a social worker, a psychologist and ten workshop instructors. Additionally to sports and cultural activities, the Living in Neighborhoods works in order to develop a sense of belonging, of social unity, emotional relationships, self-esteem and body care. One of the major assets of the program is the monitoring of the parents led by a psychologist. The project came about in 2005, through another program named Participatory Diagnosis conducted in a neighborhood called Vila Nova, which showed the interest of the community. During the following year, the project was expanded to five more communities. Altogether, the initiative has already ser- ved over 2,000 children and adolescents.
  43. 43. 61 7. Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente 4. Reduzir a mortalidade infantil 1. Acabar com a fome e a miséria Proporção de moradores abaixo da linha da pobreza e indigência 2. Educação básica de qualidade para todos Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) Percentual do rendimento feminino em relação ao masculino segundo ocupação formal e escolarização 2007 2009 3. Igualdade entre sexos e valorização da mulher Percentual de crianças menores de 1 ano com vacinação em dia 2002 2010 2000 2009 5. Melhorar a saúde das gestantes Percentual de crianças nascidas vivas por número de consultas pré-natais Percentual de crianças nascidas de mães adolescentes 20092000 6. Combater a AIDS, a malária e outras doenças Números de casos de AIDS registrado por ano de diagnóstico, segundo gênero Fonte: IBGE - Censo Demográfico Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego - RAIS Fonte: Ministério da Saúde – DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - SINASC Fonte: IBGE - Censo DemográficoFonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Educação - IDEB Acima da linha da pobreza Entre a linha da indigência e pobreza Abaixo da linha da indigência 2000 2010 Percentual de domicílios com acesso a água ligada à rede Percentual de domicílios com esgoto sanitário adequado
  44. 44. 62 Ivaí Reciclagem de óleo Oil recycling I vaí é um dos 15 municípios paranaenses integrantes do Óleo Futuro. O projeto é da Focam, empresa espe- cializada na produção de farinhas e óleos, advindos de subprodutos provenientes de abatedouro. A proposta é desenvolvida em parceria com a Associação dos Municípios dos Campos Gerais (AMCG) e o Núcleo dos Objetivos do Milênio dos Campos Gerais e visa conscientizar a população a destinar corretamente o óleo de cozinha. A iniciativa foi implantada em Ivaí em novembro de 2010. Desde então, 1,3 tonelada de resíduos foi arrecadada. Os 15 pontos de coleta existentes estão distribuídos em estabeleci- mentos gastronômicos, mercados e escolas. A Focam fornece toda a estrutura logística e realiza a coleta do óleo usado. A empresa beneficia o resíduo e revende como matéria-prima para ração animal. O óleo é comprado pela empresa e a renda é revertida para as escolas e associação de catadores. Um questionário sobre a conscientização ambiental foi aplicado em Ivaí para se verificar a viabilidade da implanta- ção do Óleo Futuro. Durante o evento de lançamento foi rea- lizada a premiação do concurso de desenho do mascote do projeto e de frases de conscientização ambiental, desenvol- vidos pelos alunos da rede estadual e municipal de ensino. O projeto surgiu em agosto de 2010 nos Campos Gerais e, em menos de um ano, 67 toneladas de óleo deixaram de cair no encanamento de água de residências e empresas. I vaí is one of the cities from Paraná that makes part of the Future Oil Project. The project is by Focam, a company spe- cialized in the production of flour and oils made of bypro- ducts from the slaughterhouse. The proposal is developed in partnership with the Campos Gerais Cities Association (AMCG) and the Nucleus of the Millennium Goals from Campos Gerais and aims to raise people’s awareness about the proper disposal of culinary oil. The initiative was started in Ivaí in November 2010. Since then, 1.3 ton of waste have been collected. The fifteen existing collecting points are distributed in restaurants, supermarkets and schools. Focam provides all the logistic structure and carries out the collection of used oil. The company benefits the waste and resells it as raw material for animal feed. The com- pany buys the oil and the income is sent to schools and waste collectors associations. A questionnaire about environment awareness has been made in Ivaí in order to verify the viability on the Future Oil implementation. During the launching event there was the award ceremony for the best mascot drawing and environ- ment awareness sentences, which were made by the students of the city and state schools. The project was born in August 2010 in Campos Gerais and in less than a year, 67 tons of oil are no longer being discharged in the water piping of houses and companies.
  45. 45. 63 7. Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente 4. Reduzir a mortalidade infantil 1. Acabar com a fome e a miséria Proporção de moradores abaixo da linha da pobreza e indigência 2. Educação básica de qualidade para todos Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) Percentual do rendimento feminino em relação ao masculino segundo ocupação formal e escolarização 2007 2009 3. Igualdade entre sexos e valorização da mulher Percentual de crianças menores de 1 ano com vacinação em dia 2000 2010 2000 2009 5. Melhorar a saúde das gestantes Percentual de crianças nascidas vivas por número de consultas pré-natais Percentual de crianças nascidas de mães adolescentes 20092000 6. Combater a AIDS, a malária e outras doenças Números de casos de AIDS registrado por ano de diagnóstico, segundo gênero Fonte: IBGE - Censo Demográfico Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego - RAIS Fonte: Ministério da Saúde – DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - SINASC Fonte: IBGE - Censo DemográficoFonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Educação - IDEB Acima da linha da pobreza Entre a linha da indigência e pobreza Abaixo da linha da indigência 2000 2010 Percentual de domicílios com acesso a água ligada à rede Percentual de domicílios com esgoto sanitário adequado
  46. 46. 66 Jaguariaíva Construindo a cidadania Building citizenship A través do projeto Família Cidadã, a Prefeitura de Jaguariaíva atende pessoas em situação de risco e vulnerabilidade social. A iniciativa foi implantada nos moldes atuais em 2009 e, desde então, já atendeu cerca de mil famílias com a distribuição de cestas básicas. O tempo máximo de participação é de um ano, salvo casos especiais. Para receber o benefício, o cidadão precisa participar de, no mínimo, um curso a cada seis meses. São oferecidos de três a quatro cursos por mês, visando a capacitação e a gera- ção de renda. O programa oferece aulas de culinária básica, manicure, cabeleireiro, panificação, confecções, artesanato, etc. Além de oportunidades para complementar a renda, o projeto também estimula que os candidatos terminem a escolaridade através do sistema Eja e Ceebja e oferece ativi- dade de contraturno em Programa de Ação Socioeducativa. Uma vez por mês, o Família Cidadã promove uma reunião socioeducativa de participação obrigatória. O evento traz pro- fissionais da saúde e educação para conversar com a comuni- dade. O programa acompanha a frequência escolar das crian- ças e busca a inserção da mulher no mercado de trabalho. Podem fazer parte do projeto famílias abaixo da linha pobreza. É levada em consideração a renda per capita e o momento pessoal. As famílias são atendidas por cinco assis- tentes sociais e duas psicólogas, que trabalham diretamente no programa. Além disso, em 2010 foi criado o auxílio emer- gencial que já distribuiu 200 mini-cestas básicas. T hrough the project Citizen Family, the Jaguariaíva City Hall assists people who are at risk or socially vulnerable. The initiative was begun under updated models in 2009 and, since then, has already assisted around 1,000 families by distributing basic needs packages. The maximum a family can take part in the project is for a year, except for special cases. In order to receive the benefit, the citizen must take part in, at least, one course every six months. Three or four courses are offered every month, aiming training and income generation. The program offers courses such as, basic cooking, manicure, hairdresser, baking, dressmaking, handicraft, etc. Apart from the opportunities to increase the family income, the project also encourages the candidates to finish their education throu- gh the Eja and Ceebja systems and offers remedial lesson acti- vities with the Social-educational Action Program. Once a month, the Citizen Family promotes a mandatory social-educational meeting. The event brings education and health professionals to talk to the community. The program monitors the school attendance of the kids and seeks the women insertion to the working market. Families under the poverty threshold can take part in the project. The per capita income is taken into account and the per- sonalmoment.Fivesocialassistantsandtwopsychologists,who work directly with the program, assist the families. Apart from that, in 2010 the emergency aid was created and it has already distributed two hundred thousand basic needs packages.
  47. 47. 67 7. Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente 4. Reduzir a mortalidade infantil 1. Acabar com a fome e a miséria Proporção de moradores abaixo da linha da pobreza e indigência 2. Educação básica de qualidade para todos Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) Percentual do rendimento feminino em relação ao masculino segundo ocupação formal e escolarização 2007 2009 3. Igualdade entre sexos e valorização da mulher Percentual de crianças menores de 1 ano com vacinação em dia 2000 2005 2000 2009 5. Melhorar a saúde das gestantes Percentual de crianças nascidas vivas por número de consultas pré-natais Percentual de crianças nascidas de mães adolescentes 20092000 6. Combater a AIDS, a malária e outras doenças Números de casos de AIDS registrado por ano de diagnóstico, segundo gênero Fonte: IBGE - Censo Demográfico Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego - RAIS Fonte: Ministério da Saúde – DATASUS * O município disponibilizou dados somente até 2005 Fonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - SINASC Fonte: IBGE - Censo DemográficoFonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Educação - IDEB Acima da linha da pobreza Entre a linha da indigência e pobreza Abaixo da linha da indigência 2000 2010 Percentual de domicílios com acesso a água ligada à rede Percentual de domicílios com esgoto sanitário adequado
  48. 48. 68 Ortigueira Água para o futuro Water for the future E m Ortigueira, o Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), em parceria com a Prefeitura Municipal e o Consórcio para Proteção e Preservação do Rio Tibagi (Copati), desenvolve um projeto de proteção de nascentes e preservação da mata ciliar. A iniciativa foi implantada em 2010 e já foram recuperadas quatro nascentes, beneficiando 15 famílias diretamente. Em julho de 2010 foi realizada a primeira oficina sobre o tema com a participação de aproximadamente 30 pessoas. Os conteúdos foram ministrados em dois dias, sendo divididos em teoria e prática. A partir disso, a própria população come- çou a demonstrar interesse e a buscar mais informações. O Emater oferece orientação e treinamento para fazer a recuperação da nascente, a Prefeitura mão de obra e materiais. O processo requer baixo investimento por parte do produtor que gasta cerca de R$ 200,00 com materiais. São necessárias de três a quatro pessoas trabalhando no local e dificilmente leva mais de um dia. O processo consiste na limpeza da vegetação e proteção da nascente com uma mistura de solo e cimento. A fonte fica lacrada com saída de água apenas pelos canos. O projeto garante quantidade e qualidade da água para as gerações futuras. A preservação da nascente mantém o lençol freático e evita que a fonte seque. Com a proteção, a vazão da nascente aumenta e a qualidade da água melhora. Análise comprovou que, numa das fontes recuperadas, a água que era imprópria para consumo já é potável. I n Ortigueira, the Technical Assistance and Rural Area Extension Institute of Paraná (Emater), in partnership with the City Hall and the Partnership for Protection and Preservation of Tibagi River (Copati), develops a project of fountainheads protection and preservation of riparian forests. The initiative was started in 2010 and four fountainheads have been recovered directly benefiting 15 families. In July 2010, the first workshop about the theme was held; about 30 people took part of it. The subjects were taught in two days, being them divided in theory and practice. From this the population began to show interest and to seek more information. Emater offers guidance and training in fountainhead reco- very, the City Hall offers labor and materials. The process requires low investment from the producer who spends around R$200.00 with materials. It takes around three or four people working at the place and it hardly takes more than a day. The work consists of cleaning the vegetation and fountainhead protection with a mixture of soil and cement. The fountainhe- ad is kept sealed with water flowing only through pipes. The project guarantees quality and quantity of water to future generations. The fountainhead preservation maintains the groundwater and prevents the fountainhead from drying out. With protection the fountainhead flow increases and the quality of the water improves. Analysis show that, in one of the recovered fountainheads, the water that was inappropriate for consumption is now safe drinking.
  49. 49. 69 7. Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente 4. Reduzir a mortalidade infantil 1. Acabar com a fome e a miséria Proporção de moradores abaixo da linha da pobreza e indigência 2. Educação básica de qualidade para todos Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) Percentual do rendimento feminino em relação ao masculino segundo ocupação formal e escolarização 2007 2009 3. Igualdade entre sexos e valorização da mulher Percentual de crianças menores de 1 ano com vacinação em dia 2001 2010 2000 2009 5. Melhorar a saúde das gestantes Percentual de crianças nascidas vivas por número de consultas pré-natais Percentual de crianças nascidas de mães adolescentes 20092000 6. Combater a AIDS, a malária e outras doenças Números de casos de AIDS registrado por ano de diagnóstico, segundo gênero Fonte: IBGE - Censo Demográfico Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego - RAIS Fonte: Ministério da Saúde – DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Saúde - SINASC Fonte: IBGE - Censo DemográficoFonte: Ministério da Saúde - DATASUS Fonte: Ministério da Educação - IDEB Acima da linha da pobreza Entre a linha da indigência e pobreza Abaixo da linha da indigência 2000 2010 Percentual de domicílios com acesso a água ligada à rede Percentual de domicílios com esgoto sanitário adequado

×