Invepar - Claudia Jeunon

482 views

Published on

Published in: Environment
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
482
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
10
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Invepar - Claudia Jeunon

  1. 1. SUSTENTAR 2014 – 7º Fórum Internacional pela Responsabilidade Socioambiental
  2. 2. 2 Rodovias  9 concessões (8 no Brasil e 1 no Peru): − 6 concessões operacionais − 3 concessões em construção − Extensão2 total: 1.964 km  212 mm VEPs em 2013¹ Aeroportos GRU Airport  Maior aeroporto da América Latina em carga e passageiros transportados  36mm passageiros em 20132 Mobilidade Urbana  2 concessões MetrôRio − Maior operador privado brasileiro − 41 km + 16 km com Linha 42 − 192mm passageiros em 20131 VLT Carioca (Sistema de Veículos Leves sobre Trilhos) − Extensão2 total: 28 km − Primeira concessão de VLT no Brasil Invepar – companhia sólida e com grande potencial Uma das empresas que mais crescem no setor de concessões de infraestrutura de transporte no Brasil com um portfólio de elevada qualidade Notas: (1) Não considera valores proporcionais. (2) Aquisição dependente de condições precedentes e suspensivas, prevista para 2016. Até essa data, a Metrobarra S.A. (100% subsidiaria da Invepar) vai prover material rodante e sistemas para a operação da Linha 4. 39% 30% 31% % Distribuição da ROL Ajustada (2013), proporcional à participação da Invepar nas Empresas A estrutura acionista inclui três fundos de pensão brasileiros e uma empresa de construção.
  3. 3. 3 Fonte: IBGE, 2010 ** Aquisição dependente de condições precedentes e suspensivas, prevista para 2016. Até essa data, a Metrobarra S.A. (100% subsidiaria da Invepar) vai prover material rodante e sistemas para a operação da Linha 4. Onde estamos presentes Linha 4 Metrô RJ ** 25km 444km 143km 45km 121km 217km 41km 16km 13km 20km Rodovia Mobilidade Urbana Aeroporto Rodovia Mobilidade Urbana Aeroporto A Invepar está presente em 6 estados brasileiros + DF, que juntos, representam mais de 66,4% do PIB do país (SP, RJ, MG, BA, GO e PE) VLT Carioca 28km BR-040 DF/GO/MG 937km
  4. 4. 4 Geramos mais de 21 mil Empregos Diretos 3,534 3,799 4,303 5,122 6,869 2009 2010 2011 2012 2013 Funcionários do grupo Invepar Rodovias 2.822 41% Mobilidade Urbana 2.459 36% Aeroportos 1.482 22% Holding 106 2%
  5. 5. • Relatório Anual (GRI) • Mapeamento e gestão de nossos stakeholders • Inventário de Emissões • Gestão de Fornecedores • Instituto Invepar • Desenvolvimento das Comunidades • Princípios do Equador • Desigualdade no acesso à mobilidade • Tendência do uso do transporte individual • Altos custos do uso do transporte individual e do congestionamento • Crescentes custos de externa- lidades como poluição e acidentes de trânsito O que a Invepar faz pela Mobilidade? 5 5 Promove estudos para conhecer cada vez mais seus desafios Mobiliza e influencia a discussão com a sociedade Adota padrões cada vez mais elevados nas suas operações • Modelo Invepar de Mobilidade Sustentável • Rio Como Vamos? • Conselho Empresarial de Infraestrutura da Firjan • Associação Brasileira de Concessões Rodoviárias • Sustainable Brands Desenvolve novos modelos de negócios
  6. 6. Mobilidade e renda familiar, RMSP, 2007 Fonte: CMSP, 2008 1,54 1,78 1,99 2,31 2,7 0 0,5 1 1,5 2 2,5 3 até760 760a 1.520 1.520a 3.040 3.040a 5.700 mais de 5.700 Viagens/pessoa/dia Renda familiar mensal (R$) Fonte: CMSP, 2008 0,81 0,35 0,56 0,49 0,17 1,86 0 0,2 0,4 0,6 0,8 1 1,2 1,4 1,6 1,8 2 até 760 760a 1.520 1.520a 3.040 3.040a 5.700 mais de 5.700Viagens/pessoa/dia Renda familiar mensal (R%) Apé/bicicleta Público Privado Desigualdade no acesso à mobilidade 6 6 Divisão por modo de transporte e porte das cidades (2011)
  7. 7. 0,0% 5,0% 10,0% 15,0% 20,0% 25,0% 30,0% 35,0% 40,0% 45,0% 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 DivisãoModal TC TI TNM Divisão modal (2003-2011) 7 7 A tendência do uso do transporte individual (carros e motos)
  8. 8. Divisão por modo de transporte e porte das cidades (2011) 0,90 0,37 0,27 0,18 0,17 0,48 0,71 0,53 0,33 0,23 0,17 0,45 0,12 0,82 0,67 0,49 0,44 0,38 0,61 0,05 0,06 0,06 0,06 0,07 0,06 0,03 0,04 0,06 0,08 0,06 - 0,50 1,00 1,50 2,00 2,50 3,00 >1 Milhão 500-1.000 mil 250-500 mil 100-250 mil 60-100 mil Total geral Viagem/habitante/dia TC Auto Moto Bicicleta APé 2,51 1,67 1,21 1,00 0,91 1,65 TC : transporte coletivo (ônibus, trens e metrô) TC: transporte coletivo (ônibus, trens e metro) TI: transporte individual (auto e moto) TNM: transporte não motorizado (bicicleta e a pé) 8 A tendência do uso do transporte individual (carros e motos) 8 8
  9. 9. Os custos individuais da mobilidade nas cidades com mais de 60 mil habitantes foram de R$ 153,00 bilhões por ano em 2011. Os custos sociais foram de R$ 13,5 bilhões por ano em 2011. O custo do transporte individual é 4 vezes maior que o custo do transporte público. O transporte individual responde por 93% dos custos sociais29,7 123,3 12,6 0,9 0,0 20,0 40,0 60,0 80,0 100,0 120,0 140,0 160,0 Transporte Coletivo Transporte Individual Bilhõesdereais/ano Custo Individual Custo Social 136,0 30,6 Custo total da mobilidade = 166,6 bilhões de reais/ano 9 9 Os altos custos do transporte individual e o congestionamento
  10. 10. Poluição Veículos emitem 29,2 milhões de toneladas de poluentes por ano nas cidades com mais de 60 mil habitantes. Segurança de trânsito No Brasil ocorrem 40 mil mortes por ano. As motocicletas tem um impacto significativo no aumento das mortes no trânsito Crescentes os custos de externalidades como poluição e acidentes de trânsito 32,8 0 10 20 30 40 50 60 70 80 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 %dasmortes Mortesnotrânsitoporcondição Pedestre Ciclista Motociclista Automóvel Caminhão Ônibus Brasil – Fatalidades no trânsito por tipo de usuário, 1996-2006.
  11. 11. 13,9 14,4 15,0 14,8 15,4 16,0 16,4 17,1 17,8 6,5 7,2 8,0 7,8 9,4 10,6 11,8 13,1 15,4 31,5 32,4 33,6 35,7 37,7 40,3 42,3 45,7 46,9 39,0 42,3 46,9 48,7 57,4 64,0 71,3 81,6 92,2 0,0 20,0 40,0 60,0 80,0 100,0 120,0 140,0 160,0 180,0 200,0 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 Reais/hab/ano TC - Poluição TC - Acidentes TI - Poluição TI - Acidentes 90,9 96,3 102,6 107,0 119,9 130,9 141,8 157,5 174,7 Externalidades comparadas (2003 - 2011) 11 11 Crescentes os custos de externalidades como poluição e acidentes de trânsito
  12. 12. MISSÃO Mobilizar e apoiar a Invepar nas iniciativas de responsabilidade social onde suas empresas atuam, articulando as ações e potencializando os resultados dos investimentos sociais. VISÃO Ser referência nacional em responsabilidade socioambiental, por meio da articulação de redes de parceria e de tecnologias sociais, contribuindo para o desenvolvimento sustentável. 2013 Beneficiários diretos R$ 2,5 MM R$ 2,8 MM 30.000 Investidos em projetos com recursos próprios Investidos em projetos com recursos incentivados Instituto Invepar Como um grupo empresarial compromissado com o destino do país, a Invepar adota uma gestão responsável, promovendo a sustentabilidade ao longo prazo, e o desenvolvimento econômico com equilíbrio social e ambiental das comunidades em que atua. Através do Instituto Invepar, elabora suas diretrizes e princípios de Responsabilidade Social e Investimento Social Privado, tendo como seus principais focos de atuação: Apoio ao desenvolvimento de iniciativas e processos de gestão responsável e sustentável às empresas do grupo e Valorização dos locais e das comunidades impactadas pelos seus negócios. Investimento Social Privado 12 12
  13. 13. Cenário CONCESSÕES Oportunidades Rentabilidade MOBILIDADE Novos negócios Receita complementar Como compatibilizar a estratégia de crescimento focada nas concessões com uma nova estratégia de mobilidade ?
  14. 14. Etapas – Modelo Mobilidade Sustentável Mapa de requisitos de sustentabilidade dos principais organismos, fundos de financiamento e investidores, bem como requisitos específicos no setor de infraestrutura de transportes. Base conceitual Benchmark Sustentabilidade para Investidores Estudo Mobilidade Sustentável Modelo de Mobilidade Invepar Projeto Piloto LAMSA Benchmark das melhores práticas de sustentabilidade no setor, mapa dos desafios da mobilidade para a próxima década e o papel das empresas privadas. Proposta de Modelo de Mobilidade Sustentável Aplicação do modelo de mobilidade sustentável proposto e verificação de sua aderência à empresa.
  15. 15. Modelo de Mobilidade Sustentável Invepar Serviços de mobilidade sustentável:  Segurança  Conforto  Disponibilidade  Rapidez  Baixo custo para usuários  Baixo impacto social e ambiental  Lucratividade
  16. 16. Modelo de Negócios - Concessão
  17. 17. Modelo de Negócios - Mobilidade Sustentável
  18. 18. OBRIGADA Claudia Jeunon claudia@invepar.com.br

×