O Futuro Da Web

781 views

Published on

Trabalho Interdisciplinar do 1º semestre do curso de Sistemas para Internet, faculdade Unime - BA. Apresentado por Flávio Kreis, Jutai de Carvalho Santos e Víctor Soares Côrtes. O Trabalho apresenta o surgimento, evolução e o futuro da Web.

Published in: Technology, Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
781
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
68
Actions
Shares
0
Downloads
28
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O Futuro Da Web

  1. 1. O Futuro da Web<br /><ul><li>Flávio Kreis
  2. 2. Jutai de Carvalho Santos
  3. 3. Víctor Soares Côrtes</li></ul>1<br />
  4. 4. Introdução<br /><ul><li>O trabalho consta da apresentação do texto “Digital Future oftheUnited States: Part I – The Future ofthe World Wide Web”.</li></ul>2<br />
  5. 5. objetivo<br /><ul><li>O objetivo do trabalho é o aprimoramento nas atividades relacionadas às disciplinas de Sistemas para Internet</li></ul>3<br />
  6. 6. Agenda<br /><ul><li>Timothy Berners-Lee
  7. 7. Surgimento da Web
  8. 8. W3C
  9. 9. Fundações da World Wide Web
  10. 10. Evolução da Web
  11. 11. Olhando adiante
  12. 12. A Web não está completa</li></ul>4<br />
  13. 13. Timothy Berners-Lee<br /><ul><li>Criou a Web em 1990 para permitir o intercâmbio de informações entre pesquisadores</li></ul>Foto 1 – Timothy Berners-Lee<br />5<br />
  14. 14. SURGIMENTO DA WEB<br />6<br />
  15. 15. w3c<br /><ul><li>Fundada em 1994
  16. 16. “O Consórcio World Wide Web (W3C) é um consórcio internacional no qual organizações filiadas, uma equipe em tempo integral e o público trabalham juntos para desenvolver padrões para a Web.”
  17. 17. “A missão do W3C é: conduzir a World Wide Web para que atinja todo seu potencial, desenvolvendo protocolos e diretrizes que garantam seu crescimento de longo prazo.”</li></ul>7<br />
  18. 18. Fundação da World Wide Web<br /><ul><li>3 fatores essenciais para o sucesso da Web
  19. 19. Links ilimitados
  20. 20. Padrões técnicos abertos
  21. 21. Separação de camadas</li></ul>8<br />
  22. 22. Links ilimitados<br /><ul><li>Qualquer página pode conectar-se a qualquer página
  23. 23. Linguagem HTML
  24. 24. Ausência de autoridade responsável pelo conteúdo da Web
  25. 25. Quantidade ilimitada de Links</li></ul>9<br />
  26. 26. Padrões técnicos abertos<br /><ul><li>Tecnologias abertas, baseada em padrões e livres de Royalties
  27. 27. HTML, CSS, OWL etc.
  28. 28. Independe do hardware e do software utilizados
  29. 29. Recomendados pela W3C
  30. 30. Interoperabilidade da Web
  31. 31. Interoperabilidade é a capacidade de dois componentes de um sistema, desenvolvidos com ferramentas diferentes, de fornecedores diferentes, em atuar em conjunto.</li></ul>10<br />
  32. 32. Separação de camadas<br /><ul><li>A Web foi desenvolvida em cima da Internet
  33. 33. Melhorias independentes, sem interferência entre camadas</li></ul>11<br />Foto 3 - Quadro com a estrutura de tecnologia do W3C<br />
  34. 34. Evolução da web<br /><ul><li>Web 1.0 - Sintática
  35. 35. Web 2.0 - Colaborativa</li></ul>12<br />
  36. 36. Web 1.0<br /><ul><li>Páginas Web 1.0 são estáticas
  37. 37. As informações não são atualizadas ou são pouco atualizadas
  38. 38. Páginas Web 1.0 não são interativas
  39. 39. Não tem contribuição dos visitantes</li></ul>13<br />
  40. 40. Web 1.0<br /><ul><li>Foi colocada online em 7 de agosto de 1991</li></ul>14<br />Foto 2 – Primeira página da Web<br />
  41. 41. Web 2.0<br /><ul><li>Páginas Web 2.0 são dinâmicas
  42. 42. As informações são atualizados com frequência
  43. 43. Páginas Web 2.0 são interativas
  44. 44. O internauta também contribui, passando de usuário passivo para agente ativo.
  45. 45. Usuários agregam valor</li></ul>15<br />
  46. 46. Web 2.0<br /><ul><li>Redes Sociais, Blogs, Comunidades, Vídeos ... </li></ul>16<br />
  47. 47. Web 2.0<br />17<br />
  48. 48. OLHANDO ADIANTE<br /><ul><li>3 áreas onde são esperados desenvolvimentos num futuro próximo:
  49. 49. Integração de dados (Web 3.0 - Semântica)
  50. 50. Diversidade de redes e dispositivos
  51. 51. Onipresença da Web (Ubiquidade)</li></ul>18<br />
  52. 52. Integração de dados<br /><ul><li>Web 3.0 – Semântica
  53. 53. “A Web Semântica é uma EXTENSÃO da Web atual, na qual é dada à informação um SIGNIFICADO bem definido, permitindo que computadores e pessoas trabalhem em cooperação.”</li></ul> Berners-Lee, Hendler e Lassila<br /><ul><li>Tornar o conteúdo da Web compreensível por máquinas
  54. 54. A ligação que antes só era possível entre documentos, hoje já está sendo possível entre informações</li></ul>19<br />
  55. 55. Web semântica - exemplo<br /><ul><li>http://www.yauba.com</li></ul>20<br />
  56. 56. Integração de dados<br /><ul><li>RDF
  57. 57. A ResourceDescription Framework (RDF) é uma linguagem para representar informação sobre recursos na Web
  58. 58. OWL
  59. 59. A Web OntologyLanguage (OWL) é uma linguagem que fornece vocabulário para descrição de propriedades e classes, na forma de ontologias
  60. 60. Ontologia
  61. 61. Ontologia para a Ciência da Computação é a especificação de conceitos sobre um determinado domínio
  62. 62. Forma de representação de conhecimento</li></ul>21<br />
  63. 63. ONTOLOGIA - EXEMPLO<br />22<br />
  64. 64. Integração de dados<br /><ul><li>Falta de leis de privacidade
  65. 65. Informações pessoais</li></ul>23<br />
  66. 66. Diversidade de redes e dispositivos<br /><ul><li>PDA, smartphone, celular, TV, netbook etc.</li></ul>24<br />
  67. 67. Diversidade de redes e dispositivos<br /><ul><li>Discada, banda larga, sem fio etc.
  68. 68. Dial-up, ADSL, 3G, WiMAX, 4G etc.
  69. 69. Desafio de construir aplicações
  70. 70. Uso de padrões e técnicas inovadoras de interface
  71. 71. Acessibilidade para pessoas deficientes e acessos móveis</li></ul>25<br />
  72. 72. Onipresença da web (ubiquidade)<br /><ul><li>Web em toda parte
  73. 73. “Em 2017, estima-se que trilhões de aparelhos eletrônicos e objetos convencionais, como canos de água e frascos de remédio, estarão conectados à internet por meio de chips.”</li></ul> Revista Veja<br />26<br />
  74. 74. Onipresença da web (ubiquidade)<br /><ul><li>Nova Songdo
  75. 75. Conhecida como U-city (“u” de ubíqua)
  76. 76. Coreia do Sul
  77. 77. Prevista para 2014
  78. 78. Custo previsto de 25 bilhões de dólares
  79. 79. Construída por um consórcio de 30 empresas
  80. 80. 6 quilômetros quadrados (735 campos de futebol)
  81. 81. 65.000 moradores e 300.000 trabalhadores</li></ul>27<br />
  82. 82. Onipresença da web (ubiquidade)<br /><ul><li>Nova Songdo</li></ul>28<br />
  83. 83. Onipresença da web (ubiquidade)<br /><ul><li>Nova Songdo
  84. 84. Quase tudo com chip
  85. 85. Embalagem reciclável com chip
  86. 86. Automóveis com chip: identificação de possíveis engarrafamentos</li></ul>29<br />
  87. 87. Onipresença da web (ubiquidade)<br /><ul><li>Privacidade
  88. 88. Quase toda informação disponível para o público
  89. 89. Informações pessoais</li></ul>30<br />
  90. 90. A web não está completa<br /><ul><li>Ciência da Web
  91. 91. “Para entender o que a Web é, projetar seu futuro e garantir seus benefícios sociais, precisamos de um novo campo interdisciplinar o qual chamamos de Ciência da Web.”</li></ul> www.webscience.org<br /><ul><li>Web ScienceResearchInitiative
  92. 92. Criação do MIT e da Universidade de Southampton</li></ul>31<br />
  93. 93. Por fim<br /><ul><li>Web como plataforma universal
  94. 94. Independente de hardware ou software específicos, idiomas, cultura ou deficiência
  95. 95. Que não se torne controlada por uma empresa ou país</li></ul>32<br />
  96. 96. Conclusão<br /><ul><li>Com este trabalho pudemos esclarecer alguns fatos que fizeram parte do surgimento e desenvolvimento, bem como as novas tendências para o Futuro da Web.</li></ul>33<br />
  97. 97. DÚvidas ?<br />34<br />
  98. 98. Glossário<br /><ul><li>CSS – Cascading Style Sheets (Folha de Estilos) – É uma linguagem utilizada para definir a apresentação de documentos escritos em uma linguagem de marcação, como HTML .
  99. 99. HTML – HyperText Markup Language (Linguagem de Marcação de Hipertexto).
  100. 100. Link – É uma referência num documento que o liga a outras partes deste documento ou de outros documentos na Web.
  101. 101. W3C – World Wide Web Consortium (Consórcio da World Wide Web).
  102. 102. Web – É um sistema de documentos que são interligados através de links, executado na Internet.</li></ul>35<br />
  103. 103. Referências<br /><ul><li>BERNERS-LEE, Timothy. The Future ofthe World Wide Web. In: DIGITAL FUTURE OF THE UNITED STATES, 2007, Cambridge.
  104. 104. 2001-europaeum-eighth.jpg. Altura: 164 pixels, Largura: 250 pixels. 72 dpi. 24 BIT RGB. 17.5 Kb. FormatoJPEG.Disponível em: <http://www.w3.org/Press/Stock/Berners-Lee/2001-europaeum-eighth.jpg>. Acesso em: 13 out. 2009.
  105. 105. RecsFigure.gif. Altura: 529 pixels, Largura: 851 pixels. 8 BIT RGB. 36.4 Kb. Formato GIF. Disponível em <http://www.w3c.br/img/RecsFigure.gif>. Acesso em: 3 dez. 2009.
  106. 106. <www.w3c.br/sobre/> Acesso em: 3 dez. 2009.
  107. 107. <www.w3.org> Acesso em: 29 nov. 2009.
  108. 108. <http://informatica.hsw.uol.com.br/web-101.htm> Acesso em: 29 nov. 2009.
  109. 109. <http://www.governoeletronico.gov.br/acoes-e-projetos/e-ping-padroes-de-interoperabilidade/o-que-e-interoperabilidade>. Acesso em: 8 dez. 2009.</li></ul>36<br />
  110. 110. Referências<br /><ul><li>OLIVEIRA, C. Silva; ALMEIDA, M. D. Dultra. WebquestManássio: Uma Técnica de Ensina Baseada na Integração de Webquest e Web Semântica. 2008. Monografia (Bacharelado em Informática) - UCSAL, Salvador.
  111. 111. <http://olhardigital.uol.com.br/central_de_videos/video_wide.php?id_conteudo=9063&/WEB+COMPLETA+20+ANOS+VEJA+TODA+A+HISTORIA> Acesso em: 4 dez, 2009.
  112. 112. BREITMAN, Karin. Web Semântica: A Internet do Futuro. Rio de Janeiro: LTC, 2005.
  113. 113. SERPA, F. de Carvalho; BRANCO, Leo. Um mundo em que as coisas falam. Veja, Abril, n. 2125, p. 66-67, 71-72, ago. 2009.
  114. 114. tecno_nuvem6.jpg. Altura: 233 pixels, Largura: 350 pixels. 96 dpi. 24 BIT RGB. 21.4 Kb. Formato JPEG. Disponível em: <http://veja.abril.com.br/120809/imagens/tecno_nuvem6.jpg>. Acesso em: 4 dez. 2009.
  115. 115. <http://webscience.org/webscience.html>. Acesso em: 7 dez. 2009.</li></ul>37<br />

×