Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
TENDÊNCIAS DA<br />COMUNICAÇÃO DIGITAL<br />Flávio Horta<br />
O MUNDO MUDOU<br />
A COMUNICAÇÃO MUDOU<br />A partir de 2000<br />Antes dos anos 50<br />Até anos 90<br />Imagens apresentadas por Ana Cenamo...
A humanidade sempre buscou meios para se comunicar<br />
A tecnologia aprimora a comunicação e permite a comunicação de um para muitos<br />
poder de influência e manipulação da sociedade nas mão das minorias<br />
<ul><li>AVANÇO TECNOLÓGICOcomo nunca visto
 mudança no COMPORTAMENTO DOS INDIVÍDUOS
 dificuldade de ADAPTAÇÃO</li></ul>HIPERMÍDIA<br />MULTIMÍDIA<br />MONOMÍDIA<br />
Não há separação entre<br />REAL e VIRTUAL<br />Imagens apresentadas por Deborah Wright no Digital Age 2.0 (ago/09)<br />
IpsosMarplanMediaCT<br />“SER CONTEMPORÂNEO SIGNIFICA SER<br />INCAPAZ DE PARAR E FICAR PARADO”<br />
INDEPENDENTE DO DEVICE...<br />...ACONTECEU UMA REVOLUÇÃO NA COMUNICAÇÃO<br />
Hoje, os meios digitais fazem parte do cotidiano das pessoas<br />
ESSA MUDANÇA DE COMPORTAMENTO TROUXE CONSEQUÊNCIAS<br />
AO INVÉS DE RECEBER AS INFORMAÇÕES<br />AO INVÉS DE SERMOS IMPACTADOS<br />
BUSCAMOS O QUE NOS INTERESSA<br />E O QUE QUEREMOS QUANDO BUSCAMOS?<br />
a última coisa que queremos é SER IMPACTADO!<br />OU ATINGIDO por uma publicidade!<br />
o fim daERA DO IMPACTO PUBLICITÁRIO<br />início da CONVERSAÇÃO<br />
QUEREMOS INTERAGIR, DIALOGAR, PARTICIPAR<br />
PORTANTO, ESSE É O FIM DA<br />ERA DO PUSH MARKETING<br />INICIA-SE A ERA DO ENGAJAMENTO<br />
O CONSUMIDOR PASSA A SER CO-CRIADOR<br />ELE NÃO É MAIS O FIM, É O MEIO<br />Estamos produzindo:<br /><ul><li> Blogando
 Twitando
 Escrevendo em comunidades
 Formando opiniões
 Criando</li></li></ul><li>Estamos produzindo...<br />
Estamos produzindo...<br />
Prossumers: buscam informação de outros consumidores antes de comprar<br />
O quemaisinfluenciasuasdecisões?<br />Uma propaganda...<br />... ou a opinião de pessoasconhecidas?<br />
Pessoasconfiammaisempessoas<br />
NÃO É MAIS A EMPRESA QUE TEM QUE FALAR BEM DA MARCA<br />A MARCA TEM QUE CONQUISTAR O CONSUMIDOR<br />PARA ESTE FALAR BEM ...
ELE SEMPRE FALOU DAS MARCAS E DE SUAS EXPERIÊNCIAS<br />SÓ QUE ANTES ELE FALAVA PARA 1, 3, 5, 10, 20 PESSOAS<br />AGORA EL...
O brasileiro é social.<br />As redes sociais na internet apenas refletem o que já existe no mundo offline.<br />
Há 2 anos as empresas se perguntavam se deveriam entrar nas redes sociais<br />Não existe essa escolha<br />Elas já estão ...
O CONSUMIDOR TEM PODER!!!<br />Antes era difícil reclamar de uma empresa<br />Hoje quem reclama tem relevância nas buscas<...
Todos precisam cuidar de um problema que antes não existia: A REPUTAÇÃO DIGITAL<br />
Veja.com, 29 de abril de 2009<br />AS EMPRESAS DE MÍDIA E CONTEÚDO ESTÃO EM CRISE<br />“Bíblia do jornalismo americano, o ...
AS ESTRATÉGIAS TRADICIONAIS FORAM ADAPTADAS PARA O MEIO DIGITAL <br />
O MEIO DIGITAL É DIFERENTE:<br />HOUVE UMA REVOLUÇÃO<br />
AS EMPRESAS NÃO DESCOBRIRAM QUEM VAI PAGAR A CONTA DA GERAÇÃO DA NOTÍCIA<br />
OS MODELOS DE NEGÓCIOS ESTAVAM BASEADOS NAS BARREIRAS DE ENTRADA<br />HOJE, ASBARREIRAS FINANCEIRAS E BUROCRÁTICAS PARA GE...
O GRANDE PONTO DA REVOLUÇÃO NA COMUNICAÇÃO<br />qualquer um pode produzir com CUSTO ZERO<br />
a qualquer momento - 24 horas por dia<br />
O valor não está mais na quantidade e sim no tempo, na RELEVÂNCIA<br />Da busca do share-of-mind para o share-of time<br /...
IDLE TIME<br />
“HELLO TV PEOPLE” – Joe Crump, Razor Fish<br />A audiência da tv só cai<br />A qualidade da tv só cai<br />QUEM QUER FICAR...
Passado: esperar a programação<br />Geração Y:<br />busca o que quer assistir<br />
O Brasil está ficando para trás em percentual de investimento digital porque quem compra mídia tem que mudar.<br />As agên...
absurdo<br />
Métricas,<br />Ações de Performance<br />e<br />Cálculo de ROI<br />
OBJETIVOS DE MEDIR<br />CONHECER OS RESULTADOS<br />MELHORAR  A PERFORMANCE<br />AUMENTAR O RETORNO DO<br />INVESTIMENTO<b...
PROCESSO CONTÍNUO<br />Melhorar a Performance<br />ANALISAR<br />MEDIR<br />
OBJETIVOS DE MEDIR<br />É importante tornar conhecida a origem das visitas do site, através de cadastros e vendas para sab...
OBJETIVOS DE MEDIR<br />Quais campanhas geram as visitas, cadastros, testes, vendas...?<br />
OBJETIVOS DE MEDIR<br />origem  da campanha<br />mensuração de conversão de cada origem<br />visitas<br />vendas<br />test...
BARREIRAS PARA MEDIR<br /><ul><li>Diferentes fornecedores-> google,  portais, sites, disparador de envio e-mail marketing,...
Diferentes relatórios-> webanalytics, adwords, e-mail marketing etc.
As informações não se encaixam.
 Dificuldade de comunicação.</li></ul>Onde está o problema?<br />
O QUE MEDIR?<br />Antes de definir o que medir é<br />importante identificar os<br />OBJETIVOS DA EMPRESA NA INTERNET<br />
1º objetivo: “aumentar as visitas no site”<br /><ul><li> Quantas visitas o seu site tem em determinado período?
 Quantos visitantes únicos?
 Como eles chegaram ao seu site?
 Quantas páginas visitaram?
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

16-01-10 - Palestra Tendências de Marketing Digital e Performance - Integra

1,375 views

Published on

Palestra apresentada por Flávio Horta no evento da Integra sobre marketing digital em 16-01-10: Tendências de Marketing Digital e Performance

Published in: Business
  • Be the first to comment

16-01-10 - Palestra Tendências de Marketing Digital e Performance - Integra

  1. 1. TENDÊNCIAS DA<br />COMUNICAÇÃO DIGITAL<br />Flávio Horta<br />
  2. 2. O MUNDO MUDOU<br />
  3. 3. A COMUNICAÇÃO MUDOU<br />A partir de 2000<br />Antes dos anos 50<br />Até anos 90<br />Imagens apresentadas por Ana Cenamono evento One Day Digital (dez/06)<br />
  4. 4. A humanidade sempre buscou meios para se comunicar<br />
  5. 5.
  6. 6. A tecnologia aprimora a comunicação e permite a comunicação de um para muitos<br />
  7. 7.
  8. 8. poder de influência e manipulação da sociedade nas mão das minorias<br />
  9. 9.
  10. 10. <ul><li>AVANÇO TECNOLÓGICOcomo nunca visto
  11. 11. mudança no COMPORTAMENTO DOS INDIVÍDUOS
  12. 12. dificuldade de ADAPTAÇÃO</li></ul>HIPERMÍDIA<br />MULTIMÍDIA<br />MONOMÍDIA<br />
  13. 13. Não há separação entre<br />REAL e VIRTUAL<br />Imagens apresentadas por Deborah Wright no Digital Age 2.0 (ago/09)<br />
  14. 14. IpsosMarplanMediaCT<br />“SER CONTEMPORÂNEO SIGNIFICA SER<br />INCAPAZ DE PARAR E FICAR PARADO”<br />
  15. 15. INDEPENDENTE DO DEVICE...<br />...ACONTECEU UMA REVOLUÇÃO NA COMUNICAÇÃO<br />
  16. 16. Hoje, os meios digitais fazem parte do cotidiano das pessoas<br />
  17. 17. ESSA MUDANÇA DE COMPORTAMENTO TROUXE CONSEQUÊNCIAS<br />
  18. 18. AO INVÉS DE RECEBER AS INFORMAÇÕES<br />AO INVÉS DE SERMOS IMPACTADOS<br />
  19. 19. BUSCAMOS O QUE NOS INTERESSA<br />E O QUE QUEREMOS QUANDO BUSCAMOS?<br />
  20. 20. a última coisa que queremos é SER IMPACTADO!<br />OU ATINGIDO por uma publicidade!<br />
  21. 21. o fim daERA DO IMPACTO PUBLICITÁRIO<br />início da CONVERSAÇÃO<br />
  22. 22. QUEREMOS INTERAGIR, DIALOGAR, PARTICIPAR<br />
  23. 23. PORTANTO, ESSE É O FIM DA<br />ERA DO PUSH MARKETING<br />INICIA-SE A ERA DO ENGAJAMENTO<br />
  24. 24. O CONSUMIDOR PASSA A SER CO-CRIADOR<br />ELE NÃO É MAIS O FIM, É O MEIO<br />Estamos produzindo:<br /><ul><li> Blogando
  25. 25. Twitando
  26. 26. Escrevendo em comunidades
  27. 27. Formando opiniões
  28. 28. Criando</li></li></ul><li>Estamos produzindo...<br />
  29. 29. Estamos produzindo...<br />
  30. 30. Prossumers: buscam informação de outros consumidores antes de comprar<br />
  31. 31. O quemaisinfluenciasuasdecisões?<br />Uma propaganda...<br />... ou a opinião de pessoasconhecidas?<br />
  32. 32. Pessoasconfiammaisempessoas<br />
  33. 33. NÃO É MAIS A EMPRESA QUE TEM QUE FALAR BEM DA MARCA<br />A MARCA TEM QUE CONQUISTAR O CONSUMIDOR<br />PARA ESTE FALAR BEM DA MARCAR<br />
  34. 34. ELE SEMPRE FALOU DAS MARCAS E DE SUAS EXPERIÊNCIAS<br />SÓ QUE ANTES ELE FALAVA PARA 1, 3, 5, 10, 20 PESSOAS<br />AGORA ELE FALA PARA O MUNDO<br />
  35. 35. O brasileiro é social.<br />As redes sociais na internet apenas refletem o que já existe no mundo offline.<br />
  36. 36. Há 2 anos as empresas se perguntavam se deveriam entrar nas redes sociais<br />Não existe essa escolha<br />Elas já estão lá.<br />Os consumidores já se encarregaram de fazer isso.<br />
  37. 37. O CONSUMIDOR TEM PODER!!!<br />Antes era difícil reclamar de uma empresa<br />Hoje quem reclama tem relevância nas buscas<br />
  38. 38. Todos precisam cuidar de um problema que antes não existia: A REPUTAÇÃO DIGITAL<br />
  39. 39. Veja.com, 29 de abril de 2009<br />AS EMPRESAS DE MÍDIA E CONTEÚDO ESTÃO EM CRISE<br />“Bíblia do jornalismo americano, o New York Times está sufocado por dívidas, pela recessão e pela internet – e, se falir, poderá marcar<br /> o começo de uma era<br /> perturbadora na qual<br /> os jornais seriam<br /> irrelevantes”<br />
  40. 40. AS ESTRATÉGIAS TRADICIONAIS FORAM ADAPTADAS PARA O MEIO DIGITAL <br />
  41. 41. O MEIO DIGITAL É DIFERENTE:<br />HOUVE UMA REVOLUÇÃO<br />
  42. 42. AS EMPRESAS NÃO DESCOBRIRAM QUEM VAI PAGAR A CONTA DA GERAÇÃO DA NOTÍCIA<br />
  43. 43. OS MODELOS DE NEGÓCIOS ESTAVAM BASEADOS NAS BARREIRAS DE ENTRADA<br />HOJE, ASBARREIRAS FINANCEIRAS E BUROCRÁTICAS PARA GERAR CONTEÚDO (SER MÍDIA) FORAM QUEBRADAS<br />
  44. 44. O GRANDE PONTO DA REVOLUÇÃO NA COMUNICAÇÃO<br />qualquer um pode produzir com CUSTO ZERO<br />
  45. 45. a qualquer momento - 24 horas por dia<br />
  46. 46. O valor não está mais na quantidade e sim no tempo, na RELEVÂNCIA<br />Da busca do share-of-mind para o share-of time<br />Uma marca tem que conquistar o tempo das pessoas<br />
  47. 47. IDLE TIME<br />
  48. 48. “HELLO TV PEOPLE” – Joe Crump, Razor Fish<br />A audiência da tv só cai<br />A qualidade da tv só cai<br />QUEM QUER FICAR ESPERANDO O PROGRAMA COMEÇAR?<br />
  49. 49. Passado: esperar a programação<br />Geração Y:<br />busca o que quer assistir<br />
  50. 50. O Brasil está ficando para trás em percentual de investimento digital porque quem compra mídia tem que mudar.<br />As agências não querem perder os 20%<br />E os veículos não querem perder a verba de mídia<br />
  51. 51. absurdo<br />
  52. 52. Métricas,<br />Ações de Performance<br />e<br />Cálculo de ROI<br />
  53. 53. OBJETIVOS DE MEDIR<br />CONHECER OS RESULTADOS<br />MELHORAR A PERFORMANCE<br />AUMENTAR O RETORNO DO<br />INVESTIMENTO<br />
  54. 54. PROCESSO CONTÍNUO<br />Melhorar a Performance<br />ANALISAR<br />MEDIR<br />
  55. 55. OBJETIVOS DE MEDIR<br />É importante tornar conhecida a origem das visitas do site, através de cadastros e vendas para saber onde melhorar a performance das ações.<br />
  56. 56. OBJETIVOS DE MEDIR<br />Quais campanhas geram as visitas, cadastros, testes, vendas...?<br />
  57. 57. OBJETIVOS DE MEDIR<br />origem da campanha<br />mensuração de conversão de cada origem<br />visitas<br />vendas<br />testes<br />cadastros<br />$<br />
  58. 58. BARREIRAS PARA MEDIR<br /><ul><li>Diferentes fornecedores-> google, portais, sites, disparador de envio e-mail marketing, sms etc.
  59. 59. Diferentes relatórios-> webanalytics, adwords, e-mail marketing etc.
  60. 60. As informações não se encaixam.
  61. 61. Dificuldade de comunicação.</li></ul>Onde está o problema?<br />
  62. 62. O QUE MEDIR?<br />Antes de definir o que medir é<br />importante identificar os<br />OBJETIVOS DA EMPRESA NA INTERNET<br />
  63. 63. 1º objetivo: “aumentar as visitas no site”<br /><ul><li> Quantas visitas o seu site tem em determinado período?
  64. 64. Quantos visitantes únicos?
  65. 65. Como eles chegaram ao seu site?
  66. 66. Quantas páginas visitaram?
  67. 67. Quanto tempo permaneceram? (Taxa de Rejeição)
  68. 68. Quais palavras trouxeram mais tráfego para o seu site (Mecanismos de Busca)</li></ul>Palavras mais acessadas<br />
  69. 69. 2º objetivo: converter visitantes em clientes<br /><ul><li> Você trata os seus visitantes frequentes da mesma forma que um novo?
  70. 70. Seu site tem a opção de cadastro de clientes?
  71. 71. Possui um conteúdo específico para clientes?
  72. 72. Está integrado com alguma ferramenta de relacionamento, para que você gere novas vendas, experiências e pesquisas de mercado aos clientes já convertidos?
  73. 73. Você sabe qual conteúdo do seu site que gera mais interesse aos seus clientes x visitantes?</li></ul>Cadastrosfidelizados<br />
  74. 74. 3º objetivo: vendas<br /><ul><li> Quais ações de mídia geram mais vendas?
  75. 75. Quais são os produtos mais vendidos?
  76. 76. Quais canais geram melhores resultados para um produto ou categoria de produto?</li></ul>Produtos mais vendidos<br />Categorias mais vendidas<br />
  77. 77. OUTROS POSSÍVEIS OBJETIVOS<br /><ul><li> Downloads</li></ul>Quantos downloads ? Quem fez ? Da onde veio ? Quais os mais relevantes ?<br /><ul><li> Teste grátis</li></ul>Quantos ? Quem testou ? Da onde veio ? Quais os mais relevantes ?<br /><ul><li> Simulador</li></ul>Quantos fizeram a simulação ? Quem fez ? Da onde veio ? <br />Quais os mais relevantes ?<br /><ul><li> Anúncio de Novo produto / Serviço</li></ul>Quantos viram ? Quem se interessou ? Da onde veio ? <br /><ul><li> Outras metas a serem definidas em conjunto com o cliente</li></ul>Quantos viram ? Quem se interessou ? Da onde veio ? <br />
  78. 78. BENEFÍCIOS DE UMA BOA MEDIÇÃO<br /><ul><li> ROI identificado por tipo de mídia.
  79. 79. Visitantes passam a se tornar clientes.
  80. 80. Ações de relacionamento passam a ser viáveis.
  81. 81. Decisões de investimento ficam mais claras.
  82. 82. Produtos e Serviços de melhor e pior resultados são identificados.
  83. 83. Perfil dos clientes fica mais claro, possibilitando ações mais segmentadas.</li></li></ul><li>Cálculo do ROI<br />
  84. 84.
  85. 85. DICAS<br />
  86. 86. Dica 1<br />Estudem, mas não fiquem focados na tecnologia... ela passa muito rápido -&gt; siga o INDIVÍDUO.<br />
  87. 87. Dica 2<br />Não siga o buzz do mercado, seja relevante. Ajude as pessoas a se relacionar com a sua marca.<br />
  88. 88. Dica 3<br />Não tente transpor ações do offline para o digital. Este meio tem outra vocação. Respeite essa vocação. Ache a vocação da interatividade, independente dos modismos.<br />
  89. 89. Obrigado<br />Flávio Horta<br />flaviohortadigital.blogspot.com<br />twitter: @flaviohorta<br />flaviohorta@gmail.com<br />flavio@mediafactory.com.br<br />

×