Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Hidrosfera

11,358 views

Published on

  • Be the first to comment

Hidrosfera

  1. 1. HIDROSFERA A Esfera Aquática
  2. 2. CONCEITOS  REDE HIDROGRÁFICA: São todos os rios e afluentes contidos num determinado território.  BACIA HIDROGRÁFICA: Área drenada por um rio e seus afluentes.  HIDROGRAFIA: Ciência que estuda todos os recursos hídricos que compõem o planeta Terra (lagos, rios, oceanos e mares).
  3. 3. IMPORTÂNCIA DA ÁGUA NO MUNDO  70% de nosso corpo é composto por água;  Todos os seres vivos necessitam de água para sobreviver;  Importância econômica – agricultura, indústria e comércio;  Utilizada na produção de energia elétrica;  Permite o transporte marítimo;  Importância religiosa (Rio Ganges na Índia)
  4. 4. ÁGUA – UM RECURSO NATURAL  RECURSOS NATURAIS – Compreendem todos os elementos da natureza que podem ser usados pelos seres humanos. A água é um desses recursos.  RECURSOS HÍDRICOS – Conjunto de todas as águas superficiais ou subterrâneas de uma região.
  5. 5. A SITUAÇÃO DA ÁGUA NO BRASIL  O Brasil possui 11,6% de toda a água doce superficial do mundo;  Os 70% da água disponíveis para uso estão localizados na Região Amazônica;  Os 30% restantes distribuem-se desigualmente pelo país para atender a 95% da população.
  6. 6. CICLO DA ÁGUA
  7. 7. OCEANOS  OCEANOS são grandes massas de água salgada que circundam os continentes.  Os 3 OCEANOS são:  Ártico e Antártico não são oceanos, pois passam a maior parte do ano congelados. ATLÂNTICO PACÍFICO ÍNDICO
  8. 8. MARES  MARES são porções do oceano que se encontram no interior do continente ou próximo a ele.  Possuem menor profundidade que os oceanos.  Recebem maior influência das terras continentais na forma de sedimentos, em grande quantidade dos rios e encostas litorâneas.  São divididos em: ABERTOS: ampla ligação com o oceano INTERIORES: separados dos oceanos por meio de estreitos FECHADOS: Não possuem ligação direta com os oceanos
  9. 9. SITUAÇÃO AMBIENTAL DE MARES E OCEANOS  Poluição concentra-se principalmente nas áreas costeiras.  Resíduos: Sólido (lixo) Líquido (Esgoto) Industriais (produtos químicos tóxicos, agrotóxicos e petróleo)  Caso mais crítico de degradação do Brasil: Fortaleza e Baixada Santista
  10. 10. ÁGUAS CONTINENTAIS ÁGUAS SUPERFICIAIS ÁGUAS SUBTERRÂNEAS RIOS E LAGOS LENÇÓIS FREÁTICOS E SUBTERRÂNEOS
  11. 11. CARACTERÍSTICAS DE UM RIO  Os rios, compostos por água doce, correm por um leito definido;  São “alimentados” por chuvas (precipitação líquida), precipitações sólidas (granizo ou neve) ou por lagos e fontes (“olhos d’ água”);  A nascente ou cabeceira de um rio geralmente se localiza em áreas elevadas (colinas, planaltos, serras ou montanhas);  A medida que o rio avança até sua foz, seu volume vai aumentando gradativamente, uma vez que recebe água de seus afluentes e das chuvas.
  12. 12. ESTRUTURA DE UM RIO NASCENTE OU CABECEIRA – Onde o rio nasce. AFLUENTE – rios que desemboca no rio principal. MEANDRO – curva acentuada de um rio. CASCATA – ou queda d’ água ocorre em virtude de declives no relevo. FOZ OU DESEMBOCADURA – Onde o rio deságua, podendo ser um delta, um estuário ou mista. DELTA – Foz de um rio formada por vários braços ou canais do leito do rio. ESTUÁRIO – Parte do rio que se encontra com o mar. LEITO – Superfície coberta pela água (“caminho percorrido pela água”. BACIA HIDROGRÁFICA – Formada por um rio principal e seus afluentes. VAZÃO – Volume de águas.
  13. 13. ESTRUTURA DE UM RIO
  14. 14. CLASSIFICAÇÃO QUANTO AO REGIME  PLUVIAL – Quando são abastecidos pela água das chuvas. Todos os rios brasileiros exceto o Amazonas.  NIVAL – Quando suas águas provêm do derretimento das geleiras e da cobertura de neve das montanhas.  MISTO – Quando são alimentados por ambas as fontes, neve e chuva. Ex: Rio Amazonas e Ganges.
  15. 15. CLASSIFICAÇÃO QUANTO AO ESCOAMENTO  EFÊMEROS – Existem durante curtos períodos de chuvas. Responsável pelas “enchentes relâmpagos” que afetam as áreas áridas e semiáridas.  INTERMITENTES – Rios cujos leitos secam durante certo período do ano. Característicos de regiões bastante quentes (Sertão Nordestino) ou muito geladas.  PERENES – Rios que correm durante o ano todo. A maior parte dos rios brasileiros.
  16. 16. CLASSIFICAÇÃO QUANTO AO RELEVO  RIO DE PLANÍCIE – Rios que correm por áreas planas onde praticamente não há cachoeiras, saltos e corredeiras. Estes rios são adequados a navegação. Ex: Amazonas, Araguaia, Tapajós e Negro  RIO DE PLANALTO – Rios que correm por desníveis acentuados, onde se forma grande número de corredeiras e cachoeiras. São adequados para a construção de hidrelétricas e à prática de esportes radicais. Ex: São Francisco, Iguaçu, Paranaíba, Tietê e Paraná.
  17. 17. LAGOS  São formados quando algum obstáculo impede o curso das águas de rios, chuvas ou geleiras, que acabam se acumulando em áreas mais baixas.  Em sua maioria possuem água doce, com algumas exceções, como o Mar Morto.  “Poça d’ água gigante”
  18. 18. AQUÍFERO GUARANI  É uma extensa área de acúmulo de água subterrânea que compreende tanto lençóis freáticos quanto artesianos.  É a maior reserva de água subterrânea transfronteiriço do mundo.

×