Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Seminaria de pisicologia ( metodo mae canguru)

2,464 views

Published on

mãe ganguru

Published in: Health & Medicine
  • Be the first to comment

Seminaria de pisicologia ( metodo mae canguru)

  1. 1. HUMANIZAÇÃO AO ATENDIMENTO NEONATAL E O MÉTODO MÃE CANGURU Grupo: Flávio Delgado Orientadora: Prof°.Ana Tereza BELÉM-PA 2010
  2. 2. • É um tipo de humanização e assistência neonatal que implica no contato precoce pele a pele entre mãe e o bebê prematuro, pelo tempo que quiserem. Saibam que não só a mamãe participa; o papai também pode participar. Esse tipo de humanização oferece ao bebê uma vivência da passagem da vida uterina para a extra-uterina, aumentando muito o vínculo entre pais e bebê.
  3. 3.  Humanização uma busca incessante do conforto físico, psíquico e espiritual do paciente, família e equipe. Elucidando assim a importância da mesma durante o período da internação.
  4. 4.  A assistência neonatal vem sofrendo transformações significativas. No final do século XIX, ocorreram mudanças importantes na assistência de saúde ao recém-nascido prematuro possibilitaram sua maior sobrevida.
  5. 5.  O que é?  Como posicionar o RN?  Quais os cuidados?  Qual a população a ser atendida?
  6. 6.  A sua criação, em Bogotá, na Colômbia 1979;  Surgiu da busca de uma solução imediata para a superlotação das unidades neonatais nas quais muitas vezes se encontravam dois ou mais recém-nascidos em uma mesma incubadora. (Charpak, 1999).
  7. 7.  O método consistia em colocar o bebê entre os seios maternos, em contato pele a pele,na posição supina (postura preventiva para refluxo gastroesofágico e aspiração pulmonar);  Desta forma, mantendo-se aquecidos com o calor do corpo de sua mãe, os bebês poderiam sair mais cedo da incubadora e, consequentemente, ir mais cedo para casa, minimizando um grave problema da época que era a superlotação e infecção.
  8. 8.  Questões como os cuidados técnicos com o bebê :  Manuseio;  Atenção às necessidades individuais;  Cuidados com luz, som, dor;  O acolhimento à família;  A promoção do vínculo mãe/bebê e do aleitamento materno;  Acompanhamento ambulatorial após a alta.
  9. 9.  Dividida em três etapas: 1ª) Orientar mãe e família; 2ª) RN estabilizado e com acompanhamento continuo da mãe; 3ª) Ambulatório de acompanhamento;
  10. 10.  Os pais devem ter livre o acesso à UTI Neo e serem possibilitados a manter o contato físico com o seu bebê, isto é, serem estimulados pela equipe hospitalar a tocarem seu bebê que está dentro da incubadora.
  11. 11.  Se o bebê estiver em condições clínicas estáveis, principalmente em relação à respiração, os pais poderão fazer a posição Canguru, onde o bebê fica apenas de fralda “amarrado” no peito nu do papai ou da mamãe. A equipe do hospital e em conjunto com a opinião dos pais irão decidir quanto tempo será feita essa posição dentro da UTI Neo.
  12. 12.  Quando o bebê está bem estável, pode ir para o Alojamento Conjunto para que mãe e bebê permaneçam 24 horas na posição Canguru. O Alojamento Conjunto é o quarto em que mãe e bebê permanecem juntos. O bebê não fica no berçário e é a mamãe quem fará os cuidados com o bebê, com supervisão da equipe hospitalar.
  13. 13.  Na posição Canguru, o bebê tem menos refluxo e as vias aéreas são mantidas livres, o que evita o sufocamento da criança e há diminuição do risco de apnéia (parada da respiração durante o sono).  O contato com o corpo da mãe promove a manutenção dos níveis adequados de temperatura corpórea do bebê. O desenvolvimento neurológico da criança é melhor, ainda mais pelo fortalecimento dos laços afetivos entre mãe e bebê.
  14. 14.  Como atuante na equipe multiprofissional, o fisioterapeuta dentro da UTI neonatal também seu lugar no projeto mãe canguru tanto profilático como terapêutico.
  15. 15.  O fisioterapeuta utiliza técnicas que podem auxiliar na remoção da secreção pulmonar, além de gerenciar a ventilação mecânica do RN quando o mesmo utiliza.
  16. 16.  O fisioterapeuta ajuda a família nas orientações dos cuidados necessários ao recém-nascido diminuindo assim as reinternações hospitalares. Logo após a alta da UTI neonatal o recém-nascido deverá ser acompanhado por um fisioterapeuta para que seja avaliado o seu desenvolvimento neuro-motor, ou seja, o sentar, engatinhar, andar e entre outras funções.
  17. 17.  É possível compreender com esta estudo, procurou-se despertar nos profissionais a necessidade de espaços dialógicos para que a equipe neonatal possa continuar refletindo sobre a assistência prestada para possibilitar uma nova realidade com um cuidado mais integral, seguro, individualizado, sensível ao recém-nascido prematuro e sua família.
  18. 18. http://www.youtube.com/watch?v=w9HTdM4UmII

×