A EMPRESA Eventos Corporativos x Eventos Culturais/Artísticos
O que são os EVENTOS CORPORATIVOS? Para o que servem? Qual o Objetivo? Para quem servem? -  Vendas e Novos Negócios - Comp...
Projetos Lei Rouanet  RF1 Cultura e Arte Enfoque: TRADICIONAL Relacionamento: Formal  Ênfase: Negócios – Extensão da Sala ...
Projetos Lei Rouanet  RF1 Cultura e Arte “ Os diferenciais de um evento devem responder às seguintes questões: o que o púb...
A EMPRESA O que é Cultura? O que é Arte? Cultura é  o conjunto sistemático de valores, crenças, tradições, hábitos, compor...
O que são os EVENTOS CULTURAIS e ARTÍSTICOS? Para o que servem? Qual o Objetivo? Para quem servem? Espontânea Imagem Valor...
Projetos Lei Rouanet  RF1 Cultura e Arte Enfoque: MODERNO Relacionamento: Informal, Interativo Ênfase: Experiência – Exten...
A EMPRESA Geração de Mídia
A EMPRESA
A EMPRESA “ Após monitorarmos e analisarmos os posts com nossas marcas (Citi, Citibank, Credicard e Diners) nas redes soci...
A EMPRESA <ul><li>Como fazer? </li></ul><ul><li>Estrátegia – Planejamento , Marketing , Branding, Relacionamento </li></ul...
A EMPRESA Agregar valor a marca.... ...Responsabilidade Social
Dia da Família: Público Interno + Atividades Culturais
A CLARO iniciou suas operações no Brasil em 2003... …  o  Claro que é Rock aconteceu em 2004 e 2005.
A Tim iniciou suas operações em 1998 no Brasil (CDMA na Bahia) e em 2002 ampliou seu atendimento com a rede GSM em todo o ...
A EMPRESA A TIM hoje patrocina o grupo Blue Man ...  ...alguns outros eventos e o Auditório Ibirapuera
A EMPRESA Gerar Valor à Marca... …  fortalecer a Imagem Institucional Fonte: Comunicação Corporativa – Valor Setorial - No...
A EMPRESA Fonte: Comunicação Corporativa – Valor Setorial - Novembro 2009  “ Nossas pesquisas mostram que nesses quesitos ...
A EMPRESA “ Ao associar o seu nome a uma atividade artística, a marca compartilha os valores que estão presentes nessas ma...
A EMPRESA Diferentes públicos....  Diferentes estratégias...
Os eventos regionais são bem caracterizados de acordo com suas praças.  “ Cada região preserva mais determinadas datas, fe...
A EMPRESA As áreas de branding e planejamento estratégico dos anunciantes e dos organizadores trabalham para a criação do ...
A EMPRESA “ Somente nesse ano[2009], as unidades do CCBB no Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília receberam quase 3 milhões...
A EMPRESA Gerar Mídia Espontânea...
A EMPRESA Estratéga de Mídia...
A EMPRESA
A EMPRESA Editais e Políticas de Patrocínio...
A EMPRESA <ul><li>Projetos sob encomenda </li></ul><ul><li>Projetos já existentes no mercado </li></ul><ul><li>Projetos qu...
A EMPRESA Federal – Lei Rouanet (Imposto de Renda) Estadual – PROAC (São Paulo) e outros Estados (ICMS) Municípios – Mendo...
Lei Rouanet Permite que investimentos em projetos culturais aprovados pelo Ministério da Cultura através da Comissão Nacio...
A EMPRESA Alguns estados brasileiros possuem legislação de incentivo à cultura, como é o caso do Acre, Bahia, Ceará, Mato ...
Alguns municípios que possuem incentivo: São José dos Campos (SP), Americana(SP), Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Contaem...
A EMPRESA <ul><li>Artes plásticas, visuais e design; </li></ul><ul><li>Bibliotecas, arquivos e centros culturais; </li></u...
A EMPRESA O filósofo grego Heráclito afirmou que a morada do humano é o extraordinário.  A arte é uma das pontes que possi...
Flavia Amorim Email: contato @producaocultural.com Site: www. producaocultural.com MUITO OBRIGADA!!
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Palestra Senac

1,729 views

Published on

Mini-curso na Feira Exposystems no dia 04 de dezembro de 2009, no centro de conveções do Anhembi. Tema: Eventos Corporativos x Eventos Culturais Artisticos

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,729
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
15
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Palestra Senac

  1. 2. A EMPRESA Eventos Corporativos x Eventos Culturais/Artísticos
  2. 3. O que são os EVENTOS CORPORATIVOS? Para o que servem? Qual o Objetivo? Para quem servem? - Vendas e Novos Negócios - Compartilhar Informação - Relacionamento - Fortalecimento da MARCA - Divulgação/Novos Produtos - Target/Stakeholders - Público Interno (Incentivo, Rh, Treinamento,etc) - Fornecedores e Parceiros - Clientes e Novos Clientes - Poder Público - Mídia/Comunicação
  3. 4. Projetos Lei Rouanet RF1 Cultura e Arte Enfoque: TRADICIONAL Relacionamento: Formal Ênfase: Negócios – Extensão da Sala de Reuniões
  4. 5. Projetos Lei Rouanet RF1 Cultura e Arte “ Os diferenciais de um evento devem responder às seguintes questões: o que o público leva como residual e por que ir a um evento?” - Pablo Fantoni Diretor Artístico da BFerraz Fonte: Meio e Mensagem Especial: Mídia e Eventos – Outubro de 2009
  5. 6. A EMPRESA O que é Cultura? O que é Arte? Cultura é o conjunto sistemático de valores, crenças, tradições, hábitos, comportamentos e normas que conferem identidade a uma sociedade específica. <ul><li>A arte… </li></ul><ul><li>… é manifestação simbólica da cultura de um povo. </li></ul><ul><li>...em cada cultura revela o modo de perceber,sentir e articular significados e valores que governam os diferentes tipos de relações entre os indivíduos da sociedade. </li></ul><ul><li>Alguns tipos de manifestações artísticas: </li></ul><ul><li>Artes Cênicas (Teatro, Dança e Circo) </li></ul><ul><li>Artes Plásticas e Visuais (Exposição, Fotografia, Intervenções Arquitetônicas) </li></ul><ul><li>Música (Erudita/Instrumental, Popular, Contemporânea) </li></ul><ul><li>Midias e Tecnologias (Webart, Games, Interatividade) </li></ul><ul><li>Literatura (Exposições, Encontros, Livros) </li></ul><ul><li>Audiovisual (Vídeo, Cinema, TV, novos suportes) </li></ul><ul><li>Manifestações Cultura Popular e Folclore </li></ul><ul><li>Moda </li></ul><ul><li>Gastronomia </li></ul>
  6. 7. O que são os EVENTOS CULTURAIS e ARTÍSTICOS? Para o que servem? Qual o Objetivo? Para quem servem? Espontânea Imagem Valor da Experiência - Vendas e Novos Negócios - Compartilhar Informação - Relacionamento - Fortalecimento da MARCA - Divulgação/Novos Produtos - Target/Stakeholders - Público Interno (Incentivo, Rh, Treinamento,etc) - Fornecedores e Parceiros - Clientes e Novos Clientes - Poder Público - Mídia /Comunicação
  7. 8. Projetos Lei Rouanet RF1 Cultura e Arte Enfoque: MODERNO Relacionamento: Informal, Interativo Ênfase: Experiência – Extensão da Marca
  8. 9. A EMPRESA Geração de Mídia
  9. 10. A EMPRESA
  10. 11. A EMPRESA “ Após monitorarmos e analisarmos os posts com nossas marcas (Citi, Citibank, Credicard e Diners) nas redes sociais, concluímos que o entretenimento é uma boa associação a nossa marca . A maioria dos posts positivos são referentes aos nossos patrocínios de entretenimento . Essa informação reforçou nossa decisão de continuar nossos patrocínios nessa área.” Massayuki Fujimoto eBusiness Country Head Credicard - Citi Brazil Fonte: Elife -Gestão do Relacionamento através do Twitter (set/09)
  11. 12. A EMPRESA <ul><li>Como fazer? </li></ul><ul><li>Estrátegia – Planejamento , Marketing , Branding, Relacionamento </li></ul><ul><li>Entrada em novos mercados, gestão crise, dificuldades de divulgação (P. Exemplo: Publicidade Infantil) </li></ul><ul><li>Política de Patrocínio </li></ul><ul><li>Avaliar as características de cada região/localidade </li></ul><ul><li>Mensuração – Pesquisa de Satisfação, ROI, Marca (Valor Intangível) </li></ul><ul><li>Equipes de trabalho: </li></ul><ul><li>Consultoria </li></ul><ul><li>Agências </li></ul><ul><li>Departamento de Marketing </li></ul><ul><li>Departamento de Eventos </li></ul>
  12. 13. A EMPRESA Agregar valor a marca.... ...Responsabilidade Social
  13. 14. Dia da Família: Público Interno + Atividades Culturais
  14. 15. A CLARO iniciou suas operações no Brasil em 2003... … o Claro que é Rock aconteceu em 2004 e 2005.
  15. 16. A Tim iniciou suas operações em 1998 no Brasil (CDMA na Bahia) e em 2002 ampliou seu atendimento com a rede GSM em todo o país... … em 2003 passou a patrocinar o antigo FREE Jazz Festival, passando a se chamar TIM Festival
  16. 17. A EMPRESA A TIM hoje patrocina o grupo Blue Man ... ...alguns outros eventos e o Auditório Ibirapuera
  17. 18. A EMPRESA Gerar Valor à Marca... … fortalecer a Imagem Institucional Fonte: Comunicação Corporativa – Valor Setorial - Novembro 2009 A VIVO foi cotada pela Band Finance como a mais valiosa do setor de telecomunicações do Brasil em 2009. A consultoria, focada em quantificar os valores dos ativos intangíveis pelo Índice de Força da Marca, que engloba: preço, produto/serviços, comunicação/marketing, pós-venda, canal de venda/atendimento, governança corporativa/responsabilidade socioambiental. A VIVO investe em ações tanto culturais como de sustentabilidade e em programas voltados á educação .
  18. 19. A EMPRESA Fonte: Comunicação Corporativa – Valor Setorial - Novembro 2009 “ Nossas pesquisas mostram que nesses quesitos intangíveis, mas que geram valor à marca, conseguimos manter a Vivo à frente da concorrência no setor de telecomunicações” - Marcelo Alonso, diretor de comunicação e relações institucionais da Vivo.
  19. 20. A EMPRESA “ Ao associar o seu nome a uma atividade artística, a marca compartilha os valores que estão presentes nessas manifestações: inovação, criatividade, qualidade, emoção etc. O sentimento positivo vivenciado no contato do público com a arte é tranferido para a empresa patrocinadora do evento” - Dan Conrado, diretor de marketing e comunicação do Banco do Brasil Fonte: Comunicação Corporativa – Valor Setorial - Novembro 2009
  20. 21. A EMPRESA Diferentes públicos.... Diferentes estratégias...
  21. 22. Os eventos regionais são bem caracterizados de acordo com suas praças. “ Cada região preserva mais determinadas datas, festas e eventos. Enquanto no Nordeste a festa de São João é praticamente um 'Natal', de tão festiva, no Sul isso não acontece. É a caracteristica de cada mercado e como cada um celebra seus eventos comemorativos.” - Priscila Stoliar, gerente de Marketing do SBT. Fonte: Meio e Mensagem Especial: Mídia e Eventos – Outubro de 2009
  22. 23. A EMPRESA As áreas de branding e planejamento estratégico dos anunciantes e dos organizadores trabalham para a criação do evento, em um minucioso cuidado com a orientação sobre o conteúdo. “ A inovação é contratual e pode acontecer na direção artística, no conceito, no formato ou no local” - Bazinho Ferraz - CEO do Grupo B e presidente da agencia BFerraz As redes sociais, atualmente, servem como termômetro para medir o que o público quer e estão intimamente atreladas aos eventos, com a participação do consumidor na definição das atrações, por exemplo. Fonte: Meio e Mensagem Especial: Mídia e Eventos – Outubro de 2009 Inovação... ...Planejamento
  23. 24. A EMPRESA “ Somente nesse ano[2009], as unidades do CCBB no Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília receberam quase 3 milhões de visitantes. No CCBB itinerante, os eventos levados a locais onde o Centro Cultural não possui instalações foram vistos por mais de 70 mil pessoas” - Dan Conrado, diretor de marketing e comunicação do Banco do Brasil Mensurar as ações.. … Avaliar a Marca A Usiminas utiliza o Instituto Interbrand, especialista em avaliação de marcas, e que a apontou a Usiminas como uma das dez marcas mais valiosas do País Em 2009, o banco Santander investiu R$ 15 milhões em seus dois institutos culturais – em Porto Alegre e Recife – e em atividades em várias cidades do País, entre esses dois eixos. A proposta é atender 51 mil funcionários e mais de 12 milhões de clientes. Entre essas atividades estão exposições de arte contemporânea e o Concurso de Talentos da Maturidade, que é feito há 11 anos. Fonte: Comunicação Corporativa – Valor Setorial - Novembro 2009 “ Medimos o valor estratégico do evento [Planeta Terra]pelo retorno de público e também pelos diversos patrocinadores que nos apoiam” Alexandre Cardoso – Diretor de Marketing do Portal TERRA Fonte: Meio e Mensagem Especial: Mídia e Eventos – Outubro de 2009
  24. 25. A EMPRESA Gerar Mídia Espontânea...
  25. 26. A EMPRESA Estratéga de Mídia...
  26. 27. A EMPRESA
  27. 28. A EMPRESA Editais e Políticas de Patrocínio...
  28. 29. A EMPRESA <ul><li>Projetos sob encomenda </li></ul><ul><li>Projetos já existentes no mercado </li></ul><ul><li>Projetos que estão em fase de captação de recursos: </li></ul><ul><li>buscar novas parcerias (mercado) </li></ul><ul><li>ou atender a demanda </li></ul>Patrocinar … ...ou Criar o Próprio Evento?
  29. 30. A EMPRESA Federal – Lei Rouanet (Imposto de Renda) Estadual – PROAC (São Paulo) e outros Estados (ICMS) Municípios – Mendonça (São Paulo) e outros municípios (ISS, IPTU) Leis de Incentivo a Cultura * Não podem ser utilizadas para eventos exclusivamente corporativos, nem podem ser propostos pela empresa patrocinadora
  30. 31. Lei Rouanet Permite que investimentos em projetos culturais aprovados pelo Ministério da Cultura através da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) sejam deduzidos no Imposto de Renda devido.Podem abater estes investimentos a Pessoa Física que declara pelo Modelo Completo e a Pessoa Jurídica tributada pelo Lucro Real. *Lembrando que esse valor de investimento não poderá ultrapassar 4% do Imposto Devido A Lei Rouanet permite que a Pessoa Jurídica deduza do IR de 30% ( art. 26) à 100% (art. 18), dependendo do segmento do projeto. LEI ROUANET
  31. 32. A EMPRESA Alguns estados brasileiros possuem legislação de incentivo à cultura, como é o caso do Acre, Bahia, Ceará, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo Os incentivos estaduais baseiam-se no ICMS- Imposto sobre operações relativas à circulaçãode mercadorias sobre prestação de serviços e de comunicação de transportes interestadual e intermunicipal, tributo de competêncisa dos Estados Federados. PROAC (Estado de São Paulo) – Incentivo de até 100% do valor do projeto para dedução de até 3% do valor devido do ICMS Mecanismos Estaduais de Incentivo à Cultura
  32. 33. Alguns municípios que possuem incentivo: São José dos Campos (SP), Americana(SP), Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Contaem (MG), Cabedelo (PB), Curitiba (PR), Goiânia (GO), Londrina (PR), Maceió (AL), Rio de Janeiro (RJ), Santa Maria (RS) e Vitória (ES). As leis municipais de incentivo à cultura concedem abatimentos no Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU e Imposto Sobre Serviços de qualquer natureza – ISS, nos limites do território de sua competência. Lei Mendonça (São Paulo) – Incentivo em até 70% do valor total do projeto para dedução de até 20% dos valores devidos pelo contribuinte do ISS e IPTU. Mecanismos Municipais de Incentivo à Cultura
  33. 34. A EMPRESA <ul><li>Artes plásticas, visuais e design; </li></ul><ul><li>Bibliotecas, arquivos e centros culturais; </li></ul><ul><li>Cinema; </li></ul><ul><li>Circo; </li></ul><ul><li>Cultura Popular; </li></ul><ul><li>Dança; </li></ul><ul><li>Eventos carnavalescos e escolas de samba; </li></ul><ul><li>Hip-hop; </li></ul><ul><li>Literatura; </li></ul><ul><li>Museu; </li></ul><ul><li>Música; </li></ul><ul><li>Ópera; </li></ul><ul><li>Patrimônio histórico e artístico; </li></ul><ul><li>Pesquisa e documentação; </li></ul><ul><li>Teatro; </li></ul><ul><li>Vídeo; </li></ul><ul><li>Bolsa de estudo para cursos de caráter cultural ou artístico, ministrados em instituições nacionas ou internacionais sem fins lucrativos; </li></ul><ul><li>Propaganda de rádio e de televisão com finalidades cultural, social e de prestação de serviços à comunidade; </li></ul><ul><li>Projetos Especiais – primeiras obras, experimentações... </li></ul><ul><li>Restauração e Conservação … </li></ul>Quais tipos de Eventos Culturais...
  34. 35. A EMPRESA O filósofo grego Heráclito afirmou que a morada do humano é o extraordinário. A arte é uma das pontes que possibilitam o ser humano viver a utopia, a dimensão do sonho.
  35. 36. Flavia Amorim Email: contato @producaocultural.com Site: www. producaocultural.com MUITO OBRIGADA!!

×