2° Etapa_2° Avaliação Simulado_2° Ano

1,519 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,519
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

2° Etapa_2° Avaliação Simulado_2° Ano

  1. 1. COLÉGIO TIRADENTES DA POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS-UBERABA “Juntos na construção de um ensino eficaz” Simulado de FÍSICA – 2°ANO NNNNotaotaotaota Aluno(a):__________________________________________________________________ Turma: ________ Professor(a): Thiago Miranda Data: ____/____/_____ 2º Etapa Valor: 10 pontos (Mackenzie – SP) Um bloco metálico tem capacidade térmica igual a 10 cal/°C. A quantidade de calor que devemos fornecer para que a temperatura do bloco varie de 20 °C para 25 °C é: a) 5 cal b) 10 cal c) 50 cal d) 100 cal e) 200 cal (UFSE) A tabela abaixo apresenta a massa m de cinco objetos de metal, com seus respectivos calores específicos sensíveis c. METAL c(cal/gºC) m(g) Alumínio 0,217 100 Ferro 0,113 200 Cobre 0,093 300 Prata 0,056 400 Chumbo 0,031 500 O objeto que tem maior capacidade térmica é o de: a) alumínio b) ferro c) chumbo d) prata e) cobre (FUVEST) Um ser humano adulto e saudável consome, em média, uma potência de 120J/s. Uma “caloria alimentar” (1kcal) corresponde, aproximadamente, a 4,0 x 10 3 J. Para nos mantermos saudáveis, quantas “calorias alimentares” devemos utilizar, por dia, a partir dos alimentos que ingerimos? a) 33 b) 120 c) 2,6x10 3 d) 4,0 x10 3 e) 4,8 x10 5 (MACKENZIE) Uma fonte calorífica fornece calor continuamente, à razão de 150 cal/s, a uma determinada massa de água. Se a temperatura da água aumenta de 20ºC para 60ºC em 4 minutos, sendo o calor especifico sensível da água 1,0 cal/gºC, pode-se concluir que a massa de água aquecida, em gramas, é: a) 500 b) 600 c) 700 d) 800 e) 900 Quando um frasco completamente cheio de líquido é aquecido, este transborda um pouco. O volume do líquido transbordado mede: a) a dilatação absoluta do líquido; b) a dilatação absoluta do frasco; c) a dilatação aparente do frasco; d) a dilatação aparente do líquido; e) a dilatação do frasco mais a do líquido; 1,0QUESTÃO 05 1,0QUESTÃO 04 1,0QUESTÃO 03 1,0QUESTÃO 02 1,0QUESTÃO 01
  2. 2. Com base neste enunciado responda as questões de 06 a 08. Um aluno do 2°ano do ensino médio após assistir uma aula de física com o professor Galileu, que explicava a transferência de calor entre corpos de diferente temperaturas, chegou em casa e fez a seguinte experiência: 1°ETAPA → colocou 200 g de água a temperatura ambiente, 26 °C, em uma vasilha; → colocou a vasilha na geladeira; → aguardou cerca de 50 minutos; → retirou a vasilha e percebeu havia água na vasilha a 0 °C; 2°ETAPA → colocou a vasilha no congelador; → aguardou cerca de 2 horas; → percebeu que a água dentro da vasilha havia congelado a 0 °C. Observando o experimento do aluno percebemos que água sofre apenas uma e variação de temperatura (1° etapa) para depois mudar de estado físico (2°etapa) O tipo de calor cedido pela água na 1º e 2º etapa foi, respectivamente: a) sensível e latente. c) calor e temperatura. b) latente e sensível. d) específico e sensível. Sabe-se que o fenômeno que ocorrido na primeira etapa é regido pela expressão Q = m . c . ∆T, em que: Q – Calor fornecido ao líquido, em calorias; m – Massa do líquido, em gramas; c – Calor especifico do líquido, em cal/g . °C; ∆T – Variação da temperatura do liquido, em °C. A quantidade de calor sensível cedida pela a água é de: Dado: calor específico da água 1 cal/g.°C. a) 1200 cal b) 2200 cal c) 4200 cal d) 5200 cal Sabe-se que na segunda etapa a água muda de estado: líquido para sólido, assim dizemos que a água perdeu uma determinada quantidade de calor chamada de latente. Sabendo que o calor latente de solidificação da água é 80 cal/g, pode-se afirmar que o calor latente perdido pela água nessa situação é: a) 8000 cal b) 16000 cal c) 80000 cal d) 1600 cal (EU – CE) O coeficiente de dilatação superficial do ferro é 2,4 . 10 -5 °C -1 . O valor do coeficiente de dilatação cúbica é: a) 1,2 . 10 -5 °C -1 . b) 3,6 . 10 -5 °C -1 . c) 4,8 . 10 -5 °C -1 . d) 7,2 . 10 -5 °C -1 . (Vunesp – SP) Uma barra de latão de 1,0 m de sofre um acréscimo de comprimento de 1,0 mm quando sua temperatura se eleva de 50 °C. A partir desses dados, pode-se concluir que o coeficiente de dilatação linear do latão, em °C -1 , é de: a) 8,0 . 10 -5 b) 6,0 . 10 -5 c) 4,0 . 10 -5 d) 2,0 . 10 -5 e) 1,0 . 10 -5 1,0QUESTÃO 10 1,0QUESTÃO 09 1,0QUESTÃO 08 1,0QUESTÃO 07 1,0QUESTÃO 06
  3. 3. GABARITO (2ª avaliação de Física – Simulado – 2°ano) QUESTÃO 01 OPÇÃO C. C = Q → 10 = Q → Q = 10 . 5 = 50 cal ∆T 5 QUESTÃO 02 OPÇÃO E. CAl = m . c = 100 . 0,217 = 21,7 cal/°C CFe = m . c = 200 . 0,113 = 22,6 cal/°C CCu = m . c = 300 . 0,093 = 27,9 cal/°C CAg = m . c = 400 . 0,056 = 22,4 cal/°C CPb = m . c = 500 . 0,031 = 15,5 cal/°C QUESTÃO 03 OPÇÃO C. Primeiro temos que lembrar que em 1 dia temos 24 h e transformá-las em segundos. 1 h ---------------- 3600 s x = 24 . 3600 24 h ---------------- x x = 86400 s P = Q → 120 = Q → Q = 120 . 86400 = 10368000J = 10368 . 10 3 J ∆t 86400 Agora basta fazermos a seguinte regra de três: 1 caloria elementar -------------- 4,0 . 10 3 J N calorias elementares ---------- 10368 . 10 3 J N = 103688 . 10 3 = 2592 calorias elementares ≡ 2,6 . 10 3 calorias elementares. 4,0 . 10 3 QUESTÃO 04 OPÇÃO E. Dados: P = 150 cal/s To = 20 °C T = 60 °C ∆T = 40 °C c = 1 cal/g°C ∆t = 4 min = 240 s m = ? P = Q → 150 = Q → Q = 150 . 240 = 36000 cal ∆t 240 Q = m.c.∆T → 36000 = m . 1 . 40 → 36000 = 40m → m = 36000 = 900 g 40 QUESTÃO 05 OPÇÃO D. QUESTÃO 06 OPÇÃO A. QUESTÃO 07 OPÇÃO D. QUESTÃO 08 OPÇÃO B. QUESTÃO 09 OPÇÃO B. β = γ → 2,4 . 10 -5 = γ → γ = 1,2 . 10 -5 . 3 = 3,6 . 10 -5 °C -1 2 3 2 3 QUESTÃO 10 OPÇÃO D. Dados Lo = 1 m ∆L = 1 mm = 0,001 m = 10 -3 m ∆T = 50 °C α = ? ∆L = Lo . α . ∆T → 10 -3 = 1 . α . 50 → α = 10 -3 = 0,02 . 10 -3 = 2 . 10 -5 °C -1 50

×