Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
C
E
U
A
Dra.MartaL.FischerDra.MartaL.FischerDra.MartaL.FischerDra.MartaL.Fischer
Coordenadora CEUACoordenadora CEUACoorden...
Precaução
Responsabilidade
Alteridade
Replacement
Refine
Reduce
3’Rs
1. Preciso realmente do modelo animal para minha pesquisa?
2. O que já feito a respeito do tema ainda não é suficiente?
3....
13. Pensei em imprevisibilidades que podem surgir?
14. Quais serão as medidas mitigatórias que devo tomar caso ocorra?
15....
Comissão
Ética
No USO de
ANIMAIS
CEUA
Cumprire fazer cumprir
as leis, normativas e
orientações do CONCEA
Como????Como????C...
Mérito CientíficoMérito CientíficoMérito CientíficoMérito Científico
Não Desnecessariamente DuplicativoNão Desnecessariame...
NNNNããããoooo ppppooooddddeeee iiiinnnniiiicccciiiiaaaarrrr uuuummmmaaaa ppppeeeessssqqqquuuuiiiissssaaaa sssseeeemmmm aaaa...
O Estudante não pode realizar atividades
com animais sem a supervisão de um
profissional
Aqui devem ser
apresentados
dadoscientíficos
do projeto
A CEUA avalia o quanto o pesquisador usou do Princípio dos 3’Rs no
planejamento do seu projeto, ou seja, o que fez para su...
graude
inovaçãodo
projeto no
conhecimento
científico!
Os Benefíciosda Pesquisa e os Resultados
esperados completam os dado...
riscosaos animaisanimaisanimaisanimais
da pesquisa, a outros animais, a
humanose ao ambiente
minimizare
mitigar - conhecim...
Pesquisare
atestaratestaratestaratestarque não
existam realmente Métodos
Alternativoscrime
usar e Animais–
nestes casos.
A...
Atençãoao redigir nome da
espécieespécieespécieespécie e dados do modelo!
No caso de estudos não experimentais, não
deixar...
Atençãoa ORIGEMORIGEMORIGEMORIGEM
dos animais!
Atestar que os
biotériosbiotériosbiotériosbiotérios sejam
cadastrados no CI...
GuiaGuiaGuiaGuia do ConceaConceaConceaConcea para
seu modelo
Atestar que biotériobiotériobiotériobiotério
atenda as normat...
GuiaGuiaGuiaGuia do ConceaConceaConceaConcea para
o local de execução da
Pesquisa
Atestar que biotériobiotériobiotériobiot...
GuiaGuiaGuiaGuia do ConceaConceaConceaConcea para
seu modelo
Atestar que biotériobiotériobiotériobiotério
atenda as normat...
BomBomBomBom planejamento
númeronúmeronúmeronúmero suficiente de
animais
Resposta cientificamente
válidaválidaválidaválida...
parâmetroparâmetroparâmetroparâmetro atesta risco de
dordordordor e sofrimento planeja
medidas mitigatórias
Refinamento
ca...
informaçõesinformaçõesinformaçõesinformações extremamente
importantes para atestar dordordordor e
sofrimento e medidas par...
momento muito
delicadodelicadodelicadodelicado
Monitoramento
Atestar melhores fármacos, frequência e forma de
administraçã...
aproveitar
Material BiológicoMaterial BiológicoMaterial BiológicoMaterial Biológico
pesquisas
complementares
Refinamento
Exemplo de
prontuárioprontuárioprontuárioprontuário
Deve ser específico e
individualindividualindividualindividualpara
cad...
GuiaGuiaGuiaGuia do ConceaConceaConceaConcea para
seu modelo
Atestar que métodos de
EutanásiaEutanásiaEutanásiaEutanásia a...
condiçõescondiçõescondiçõescondições de
Finalizar a pesquisapesquisapesquisapesquisa
com qualidade
Refinamento
AtençãoAten...
PesquisaPesquisaPesquisaPesquisa Aulas
peçaspeçaspeçaspeçasanatômicas
ementa
Pendências
Cursos de Extensão
Relatório
Formu...
SiteSiteSiteSite
http://www.pucpr.br/pesquisacient
ifica/comitespesquisa/ceua/
Email: CEUA@Pucpr.brCEUA@Pucpr.brCEUA@Pucpr...
Palestra pibic 2016
Palestra pibic 2016
Palestra pibic 2016
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Palestra pibic 2016

1,004 views

Published on

Palestra de Capacitação da CEUA/PUCPR proferida dia 12/5/2016

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Palestra pibic 2016

  1. 1. C E U A Dra.MartaL.FischerDra.MartaL.FischerDra.MartaL.FischerDra.MartaL.Fischer Coordenadora CEUACoordenadora CEUACoordenadora CEUACoordenadora CEUA----PUCPRPUCPRPUCPRPUCPR O queé ??? Quemprecisa???? Proceder como??? Tica??? Por que? mudanças de paradigmas na interação homem/natureza Semelhanças com animais= novos parâmetros éticos Determinações Legaisrígidas normatizam uso dos animais
  2. 2. Precaução Responsabilidade Alteridade Replacement Refine Reduce 3’Rs
  3. 3. 1. Preciso realmente do modelo animal para minha pesquisa? 2. O que já feito a respeito do tema ainda não é suficiente? 3. Esse animal é realmente o melhor modelo para testar minha hipótese? 4. Não há um substituto? 5. O que conheço realmente sobre a biologia e comportamento da espécie? 6. O que posso fazer para refinar a pesquisa? Torná-la mais precisa, fidedigna e eficiente de modo que se utilize cada vez menos animais? 7. Quais fatores poderiam influenciar nos resultados da minha pesquisa? 8. Qual a origem dos animais? Grau de parentesco? Como são criados e manejados? É utilizado enriquecimento ambiental? 9. Essas variáveis podem influenciar no meu resultado? Devo informar esses dados na publicação? 10. Devo fazer um planejamento estatístico para diminuir o número de animais? O que fazer para diminuir influências de variáveis e tornar a amostra mais homogênea? 11. Consigo compartilhar animais com meus colegas? 12. Pensei em todos os riscos que o animal terá?
  4. 4. 13. Pensei em imprevisibilidades que podem surgir? 14. Quais serão as medidas mitigatórias que devo tomar caso ocorra? 15. Como devo preparar e arquivar o prontuário individual de cada animal? Que parâmetros avaliativos deve conter? 16. O que se conhece a respeito do comportamento da espécie que irei estudar que dê para eu avaliar suas condições de bem-estar? 17. Caso o animal não esteja bem o que devo fazer? Quais são as consequências para os resultados da pesquisa? 18. Qual é a minha responsabilidade em veicular esses resultados sem apresentar os vieses 19. Quais são as condutas éticas que devo ter como cientista? 20. Como devo tratar os animais? Como percebo esse animal? Que valor dou pra sua vida? 21. Devo me preocupar com o seu bem-estar? 22. Quais são as legislações que normatizam o uso de animais? Quais são as minhas responsabilidades em caso de algum problema? 23. Como deve ser a finalização da vida desse animal?
  5. 5. Comissão Ética No USO de ANIMAIS CEUA Cumprire fazer cumprir as leis, normativas e orientações do CONCEA Como????Como????Como????Como???? Conferindo, Orientando e Monitorando os protocolos de pesquisa e aula ANIMAIS Pesquisadores Instituição Proteger
  6. 6. Mérito CientíficoMérito CientíficoMérito CientíficoMérito Científico Não Desnecessariamente DuplicativoNão Desnecessariamente DuplicativoNão Desnecessariamente DuplicativoNão Desnecessariamente Duplicativo Doutorado, Mestrado, Iniciação Científica TCC Projetos Academicamente não precisam ser inéditos
  7. 7. NNNNããããoooo ppppooooddddeeee iiiinnnniiiicccciiiiaaaarrrr uuuummmmaaaa ppppeeeessssqqqquuuuiiiissssaaaa sssseeeemmmm aaaannnntttteeeessss tttteeeerrrr oooo AAAAVVVVAAAALLLL Definitivo da CEUA!!!Definitivo da CEUA!!!Definitivo da CEUA!!!Definitivo da CEUA!!! A CEUA não analisa projetos que já iniciaram aA CEUA não analisa projetos que já iniciaram aA CEUA não analisa projetos que já iniciaram aA CEUA não analisa projetos que já iniciaram a manipulação do animalmanipulação do animalmanipulação do animalmanipulação do animal Informar a data da manipulação, pois a CEUA pode participarInformar a data da manipulação, pois a CEUA pode participarInformar a data da manipulação, pois a CEUA pode participarInformar a data da manipulação, pois a CEUA pode participar
  8. 8. O Estudante não pode realizar atividades com animais sem a supervisão de um profissional
  9. 9. Aqui devem ser apresentados dadoscientíficos do projeto
  10. 10. A CEUA avalia o quanto o pesquisador usou do Princípio dos 3’Rs no planejamento do seu projeto, ou seja, o que fez para substituir, reduzir e refinar. Lembrando que refinar é aprimorar a técnica de identificar a dor e o sofrimento e o que fazer para evitá-la! Além de promover uma técnica que assegure resultados mais precisos!
  11. 11. graude inovaçãodo projeto no conhecimento científico! Os Benefíciosda Pesquisa e os Resultados esperados completam os dados necessários para essa compreensão!
  12. 12. riscosaos animaisanimaisanimaisanimais da pesquisa, a outros animais, a humanose ao ambiente minimizare mitigar - conhecimento sobre biossegurança
  13. 13. Pesquisare atestaratestaratestaratestarque não existam realmente Métodos Alternativoscrime usar e Animais– nestes casos. Ao ser Validado um método alternativo.....
  14. 14. Atençãoao redigir nome da espécieespécieespécieespécie e dados do modelo! No caso de estudos não experimentais, não deixar nenhum espaço sem preencher! No caso de não haver relação com a pesquisa colocar Não Se Aplica Maisde uma Espécie – Um quadro para cada!
  15. 15. Atençãoa ORIGEMORIGEMORIGEMORIGEM dos animais! Atestar que os biotériosbiotériosbiotériosbiotérios sejam cadastrados no CIUCA ou certificados pela CEUA Silvestres = SISBIO Geneticamente modificados = CTNBio Estudo de Campo- Descrição métodos Captura Proprietários = TCUTCUTCUTCU
  16. 16. GuiaGuiaGuiaGuia do ConceaConceaConceaConcea para seu modelo Atestar que biotériobiotériobiotériobiotério atenda as normatizações Consultar
  17. 17. GuiaGuiaGuiaGuia do ConceaConceaConceaConcea para o local de execução da Pesquisa Atestar que biotériobiotériobiotériobiotério atenda as normatizaçõesConsultar
  18. 18. GuiaGuiaGuiaGuia do ConceaConceaConceaConcea para seu modelo Atestar que biotériobiotériobiotériobiotério atenda as normatizações Consultar BemBemBemBem----estarestarestarestar e resultadosresultadosresultadosresultados da pesquisa Influenciar
  19. 19. BomBomBomBom planejamento númeronúmeronúmeronúmero suficiente de animais Resposta cientificamente válidaválidaválidaválida Refinamento PilotoPilotoPilotoPiloto– perdas e homogeneidade Sem parâmetros?
  20. 20. parâmetroparâmetroparâmetroparâmetro atesta risco de dordordordor e sofrimento planeja medidas mitigatórias Refinamento cada animalanimalanimalanimalindividualmente por prontuáriosespecíficos = PILOTOPILOTOPILOTOPILOTO Monitorar ProntuárioProntuárioProntuárioProntuário individual
  21. 21. informaçõesinformaçõesinformaçõesinformações extremamente importantes para atestar dordordordor e sofrimento e medidas para evita- las Refinamento GuiaGuiaGuiaGuia do ConceaConceaConceaConcea para seu modelo Atestar que fármacosfármacosfármacosfármacos e procedimentos atenda as normatizações Consultar
  22. 22. momento muito delicadodelicadodelicadodelicado Monitoramento Atestar melhores fármacos, frequência e forma de administração Refinamento ProntuárioProntuárioProntuárioProntuário individual
  23. 23. aproveitar Material BiológicoMaterial BiológicoMaterial BiológicoMaterial Biológico pesquisas complementares Refinamento
  24. 24. Exemplo de prontuárioprontuárioprontuárioprontuário Deve ser específico e individualindividualindividualindividualpara cada animal Refinamento
  25. 25. GuiaGuiaGuiaGuia do ConceaConceaConceaConcea para seu modelo Atestar que métodos de EutanásiaEutanásiaEutanásiaEutanásia atenda as normatizações Consultar
  26. 26. condiçõescondiçõescondiçõescondições de Finalizar a pesquisapesquisapesquisapesquisa com qualidade Refinamento AtençãoAtençãoAtençãoAtenção ao que assinaassinaassinaassinaé um documento oficial e legal
  27. 27. PesquisaPesquisaPesquisaPesquisa Aulas peçaspeçaspeçaspeçasanatômicas ementa Pendências Cursos de Extensão Relatório Formuláriosnosite
  28. 28. SiteSiteSiteSite http://www.pucpr.br/pesquisacient ifica/comitespesquisa/ceua/ Email: CEUA@Pucpr.brCEUA@Pucpr.brCEUA@Pucpr.brCEUA@Pucpr.br tel: 32712292 Dúvidas Segundas-feiras das 09h30 às 17h30 Terças-feiras das 9h30 às 17h30 Quartas-feiras das 13h30 às 17h30 Atendimento externo Secretaria 1º semestre 2016 (alterações no site) Quintas-feiras a tarde Atendimento pelo coordenador e colegiado

×