Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Princípios de lógica

10,648 views

Published on

Published in: Travel, Entertainment & Humor
  • muito bom meu, ta de parabéns...

    #SOQNão
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here

Princípios de lógica

  1. 1. Princípios de Lógica<br />Prof. Oscar<br />
  2. 2. lógica<br />Segundo Aristóteles, a lógica não se enquadra em nenhum dos 3 gêneros de ciências, sendo, pelo contrário, uma prévia condição para todas elas. <br />A lógica mostra como procede o pensamento, ou seja, trata de seus elementos (categorias, definições e proposições) e sua estrutura (argumentos)<br />
  3. 3. lógica<br />Categorias: elementos fundamentais da linguagem (substância, ação, qualidade, etc.)<br />Definições: determinam o objeto que a palavra indica, segundo a ideia de proximidade e diferença (ex. homem = animal racional)<br />Proposições: expressão de um juízo que afirma ou nega a relação de dois conceitos; verdade e falsidade são determinadas a partir da correspondência (ou não) entre o que é enunciado e o que se constata na realidade.<br />
  4. 4. lógica<br />Argumento: <br />Arranjo de proposições onde uma delas (aquela sobre a qual se está argumentando) é determinada como decorrente das demais.<br />Pode ser considerado conforme seus aspectos formais, ou conforme o caráter de suas premissas (se são verdadeiras, falsas ou verossímeis)<br />
  5. 5. lógica<br />Estrutura padrão de um argumento: <br />(P) - Todo A é B<br />(P) - Todo B tem a propriedade Z<br />(C) - Portanto, todo A tem a propriedade Z<br />Premissas – servem de base à conclusão<br />Conclusão - sobre o que se argumenta<br />
  6. 6. lógica<br />A lógica formal de um argumento:<br />(P) - Todo estudante é halterofilista<br />(P) - Todo halterofilista tem gengivite crônica<br />(C) - Portanto, todo estudante tem gengivite crônica<br />(P) - Todo cabeça de bagre é filhinho da mamãe<br />(P) - Wardisney é cabeça de bagre<br />(C) - Portanto, Wardisney é filhinho da mamãe<br />
  7. 7. lógica<br />Silogismo científico: argumento válido com premissas verdadeiras<br />Toda baleia é um mamífero<br />Todo mamífero tem sangue quente<br />Portanto, toda baleia tem sangue quente<br />Todo homem é mortal<br />Sócrates é homem<br />Logo, Sócrates é mortal<br />
  8. 8. lógica<br />Diferença entre verdade e validade<br />Uma conclusão que provém de um argumento válido não é necessariamente verdadeira.<br />Argumentos podem ser absurdos do ponto de vista da verdade de suas premissas, porém perfeitamente válidos.<br />Argumentos serão válidos ou não-válidos<br />Proposições serão verdadeiras ou falsas<br />
  9. 9. lógica<br />Diferença entre verdade e validade<br />Em polêmica com os Sofistas, Aristóteles irá ressaltar a diferença que existe entre provar (apresentar o porque) e persuadir(apresentar o em que)<br />Na prova, nos valemos de silogismos científicos; na persuasão, de silogismos dialéticos<br />Um argumento válido, jamais conduzirá premissas verdadeiras a conclusões que não o sejam.<br />
  10. 10. lógica<br />Argumentos condicionais<br />A coerência é a maior virtude em Lógica.<br />Não-contradição = ~ (p ^ ~p) = [não(p e não-p)]<br />O diamante é mais duro que o ouro e não é mais duro que o ouro <br />Se o diamante é mais duro que o ouro, então o ouro não é mais duro que o diamante.<br />
  11. 11. lógica<br />Argumentos condicionais<br />p g q afirmação do antecedente<br />p <br />:. q válido (Modus Ponens)<br />p g q afirmação do consequente<br />q <br />:. p não-válido (Falácia)<br />
  12. 12. lógica<br />Argumentos condicionais<br />p g q negação do antecedente <br />~p <br />:. ~q não-válido (Falácia)<br />p g q negação do consequente <br />~q <br />:. ~p válido (Modus Tollens)<br />
  13. 13. lógica<br />Argumentos indutivos e dedutivos<br />Argumentos dedutivos são os únicos dotados de necessidade lógica, ou seja, necessariamente conduzem de premissas verdadeiras à conclusões também verdadeiras<br />Argumentos indutivos estabelecem apenas probabilidades, sendo seus resultados prováveis, porém não necessários<br />
  14. 14. lógica<br />Argumentos indutivos e dedutivos<br />Argumento por analogia:<br />A, B e C têm a propriedade Z<br />A e B têm a propriedade Y<br />Logo, C tem a propriedade Y<br />João, Joaquim é José <br />caíram do corrimão<br />Logo, Chad também cairá?<br />
  15. 15. lógica<br />“Mesmo que você tenha visto 100 mil cisnes brancos ao longo de sua vida, nada de racional lhe garante que o próximo cisne que você vir será também branco”<br /> Sir Karl Popper (1902-1994)<br />

×