Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Incêndios Florestais e Cobertura do Solo

420 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Incêndios Florestais e Cobertura do Solo

  1. 1. Mestrado em Detecção Remota e SIG 2011/2012 SIG e Ciências Sociais Filipe Oliveira Santos nº 32124
  2. 2. Objectivo/Problematização:Os Incêndios Florestais e a dinâmica da Cobertura deSolo no Concelho de Mação. Filipe Oliveira Santos nº 32124
  3. 3. Dados: “ Desertificação já atinge 36% do Continente” , 17 Junho, 2005 “Mais de metade de Portugal corre o risco de desertificar”. A aridez dos solos atinge a totalidade do interior algarvio e o Alentejo. Todo o interior raiano, do Algarve a Trás-os-Montes, está a ficar deserto, a nível de perda de potencial biológico dos solos. Filipe Oliveira Santos nº 32124
  4. 4. Também é humana a desertificação do País.cadeia de factores que concorrem para o empobrecimento daterra: a susceptibilidade natural de algumas regiões, aliada ao mauuso do solo, mas também os incêndios e reflorestações malconduzidas.A seca severa, tem afectado Portugal, é mais um elemento acontribuir para um retrato pouco animador. As alteraçõesclimáticas como causa da falta de chuva, admitindo-se que oaquecimento global vai provocar períodos secos mais frequentese longos. Filipe Oliveira Santos nº 32124
  5. 5. A desertificação não se explica só por factores físicos.Os problemas socioeconómicos, que afastam as pessoasdo interior para as cidades do litoral, deixam as terras aoabandono e indefesas perante os incêndios que devoramcentenas de hectares e provocam forte erosão nos solos. ." Um exemplo flagrante é o concelho de Mação, nocentro do País, cuja sede está ironicamente situada aescassos 10 quilómetros de uma auto-estrada.”Mação, com Idanha e Penamacor, integra um dosprogramas-piloto contra a aridez. Os outros localizam-seno Algarve (serra algarvia, Alcoutim e Castro Marim), emMértola, e nas arribas do Douro, no concelhotransmontano de Mogadouro. Filipe Oliveira Santos nº 32124
  6. 6. Filipe Oliveira Santos nº 32124
  7. 7. Filipe Oliveira Santos nº 32124
  8. 8. Filipe Oliveira Santos nº 32124
  9. 9. 112 - Tecido urbano descontínuo121 - Indústria, comércio e equipamentos gerais223 - Pomares241 - Culturas anuais associadas às culturas permanentes242 - Sistemas culturais e parcelares complexos243 - Agricultura com espaços naturais311 - Florestas de folhosas312 - Florestas de resinosas313 - Florestas mistas322 - Matos324 - Espaços florestais degradados, cortes e novasplantações334 - Áreas ardidas511 - Linhas de água512 - Planos de água Mahalanobis Distância Filipe Oliveira Santos nº 32124
  10. 10. Filipe Oliveira Santos nº 32124
  11. 11. Filipe Oliveira Santos nº 32124
  12. 12. Filipe Oliveira Santos nº 32124
  13. 13. Filipe Oliveira Santos nº 32124
  14. 14. Total2001 8442 Filipe Oliveira Santos nº 32124
  15. 15. Total2011 7383 Filipe Oliveira Santos nº 32124
  16. 16. Total 2001 8442 2011 7383 Variação -1059 Filipe Oliveira Santos nº 32124
  17. 17. Filipe Oliveira Santos nº 32124
  18. 18. Filipe Oliveira Santos nº 32124
  19. 19. Filipe Oliveira Santos nº 32124
  20. 20. Conclusão:Não se pode afirmar taxativamente que as mudanças a nívelde coberto vegetal se devam às mudanças (diminuição) depopulação.Houve mudanças em termos de tipo de classe de ocupação,possivelmente devido à introdução de Zonas de IntervençãoFlorestal.Os fogos florestais contribuíram para a mudança de cobertovegetal. Filipe Oliveira Santos nº 32124

×