Braquiópodes, Paleontologia. Biologia, Geologia

5,523 views

Published on

Trabalho sobre os Braquiópodes

Published in: Education, Technology
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
5,523
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
123
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Braquiópodes, Paleontologia. Biologia, Geologia

  1. 1. Universidade de Trás -os-Montes e Alto Douro Licenciatura em Biologia e Geologia Estratigrafia e Paleontologia BRAQUIÓPODES Trabalho realizado por: Luís Filipe Sampaio_33706 Mónica Machado_38046
  2. 2. ORIGEM  Braquiópodes : Brachion (braço) Podos (pé) do latim Os Braquiópodes são um grande grupo de organismos marinhos e exclusivamente solitários com uma história geológica muito boa durante a maior parte do Fanerozóico.
  3. 3. O QUE SÃO?  São animais solitários, exclusivamente marinhos e bentónicos;  Possuem corpo mole, protegido carapaça composta por duas valvas;  A carapaça pode ser de origem carbonatada ou fosfatada;  Existem cerca de 30.000 espécies, das quais 330 existem na actualidade. por uma
  4. 4. O QUE SÃO?  Os braquiópodes podem ser separados em dois grupos diferentes: Braquiópodes inarticulados • Foram Braquiópodes articulados os primeiros a aparecer; • Surgiram no • Apareceram no final do Pré-Câmbrico; • São bastante diversos e abundantes; Câmbrico;
  5. 5. HISTÓRIA GEOLÓGICA Surgiram formas inarticuladas de concha quitino-fosfatadas; Pico de biodiversidade Coexistência de 16 das 26 ordens; A abundância, distribuição e diversidade conferem importância estratigráfica enquanto fósseis de idade.
  6. 6. HISTÓRIA GEOLÓGICA Afectados na extinção permo-triássica, que vitimou cerca de 90% das formas de vida; Apenas 7 ordens subsistiram à extinção em massa permo-triássica tendo 2 delas desaparecido no Jurássico; Desde o Mesozóico que os Bivalves dominaram os Braquiópodes, que passaram a estar confinados a ambientes extremos.
  7. 7. MORFOLOGIA  Os braquiópodes actuais têm dimensões reduzidas, entre 5mm a 8cm de largura, embora alguns fósseis atinjam cerca de 30cm;  Possuem duas valvas:  Valva peduncular (ou ventral);  Valva braquial (ou dorsal) – a mais pequena;  Geralmente fixam-se a um substrato através de um pé carnudo - o pedúnculo - que sai do forámen.
  8. 8. MORFOLOGIA
  9. 9. MORFOLOGIA
  10. 10. MORFOLOGIA  Morfologia Interna:
  11. 11. MORFOLOGIA  Valva peduncular  Valva braquial Braquídeo
  12. 12. MORFOLOGIA Músculo Adutor Músculo Didutor Também existem vários músculos que permitem ao organismo girar a casca em todas as direcções, embora esteja presa pelo pedúnculo, de forma a abrir ou fechar as válvulas ligeiramente; Todos os músculos estão inseridos dentro das valvas, deixando impressões género ou características da espécie.
  13. 13. MORFOLOGIA circular Oval Poligonal arredondada Triangular Lobular Semi-circular De bordos paralelos Alada
  14. 14. MORFOLOGIA Resupinada Convexa ou concava Biconvexa Concava ou convexa Geniculada Concavaconvexa Geniculada biconvexa
  15. 15. MORFOLOGIA Principais tipos de comissuras nos Braquiópodes. A) Com dobras opostas. B) Com dobras alternadas (a – rectomarginada; b – sulcada; c – uniplicada; d – intraplicada; e – paraplicada; f – sulciplicada; g – parasulcada; h – antiplicada; i – episulcada;)
  16. 16. DIFERENÇA ENTRE BIVALVES VS BRAQUIÓPODES Braquiópoda Bivalves •Plano de simetria ┴ Plano de comissura Plano de simetria •Plano de simetria ═ Plano de comissura Plano de comissura Bivalves •Concha inequivalve •Concha equivalve
  17. 17. • Contém dentes e fossetas dentais; • Concha invariavelmente de calcite; • Subfilo Rhynchonelliformea. Inarticulados Articulados BRAQUIÓPODES ARTICULADOS VS INARTICULADOS • Não contém nem dentes nem fossetas dentais; • Concha geralmente quitino-fosfatada; • Subfilo Craniiformea & Linguliformea) .
  18. 18. EXEMPLOS DE FÓSSEIS DE BRAQUIÓPODES Paralenorthis Ordovícico Médio (470 MA) Lugar de Cima - Canelas Arouca Portugal Lingulella chengjiangensis Câmbrico (~525 MA) Burgess Shale
  19. 19. EXEMPLOS DE FÓSSEIS DE BRAQUIÓPODES Paraspirifer bownockeri, em pirite Devoniano (416 a 359.2 MA atrás) Formação de Sílica, Lucas County, Sylvania, Ohio, USA Filo Brachiopoda Ordem Spiriferida Nome: Neospirifer condor Idade: Permiano Procedência: Bolivia
  20. 20. EXEMPLOS DE FÓSSEIS DE BRAQUIÓPODES
  21. 21. TAXONOMIA DOS BRAQUIÓPODES Filo: Bachiopoda Subfilo Craniforma Siphonotretida Ordovícico Devónico Paterinida Ordovícico Não Craniopsida Carbónico Trimerellida Craniformea Não Craniida Paterinata Extintas Acrotretida Lingulata Ordem Linguilida Linguiliformea Classe Silúrico * Espécies extintas a cinzento e a verde são a espécies actuais, segundo Williams, Carlson, e Brunton, 2000.
  22. 22. Filo: Brachiopoda Subfilo Classes Ordens Extintas Chileida Câmbrico Dictyonellidina Pérmico Obolellata Obolellida Câmbrico Kutorginata Kutorginida Câmbrico Orthotetidina Pérmico Triplesiidina Silúrico Billingselloidea Ordovícico Clitambonitidina Ordovícico Strophomenida Carbónico Productida Pérmico Protorthida Câmbrico Orthida Carbónico Pentamerida Devónico Rhynchonelida Não Atrypida Devónico Spiriferida Jurássico Thecideida Não Athyridida Cretácico Terebratulida Não Chileata Strophomenata Rhychonelliformea Rhynchonellata
  23. 23. ORDENS DE BRAQUIÓPODES A - Linguilida B - Acrotretida C - Orthida D–Pentamérida E–Rhynchonelida F - Atrypida G - Spiriferida H - Terebratulida I - Strophomenida Exemplos as diversas Ordens de Braquiópodes
  24. 24. EVOLUÇÃO
  25. 25. EVOLUÇÃO
  26. 26. PALEOECOLOGIA  Invertebrados marinhos bentónicos sésseis que vivem em diversas profundidades. Alimentação • Diatomáceas; • Radiolários; • Foraminíferos; • Argilas; • Areias
  27. 27. PALEOECOLOGIA  Braquiópodes inarticulados  Geralmente vivem submersos verticalmente na areia, onde podem ocultar-se mediante a contracção do pedúnculo, que se fixa no fundo do orifício onde se aloja;  Encontram-se localizados normalmente em zonas onde a água possui menos de 18m de profundidade (estuários e baías);  Se o ambiente se tornar inóspito, as suas larvas movimentam-se para outro local, a fim de encontrar o substrato a que estão adaptadas as formas adultas.
  28. 28. PALEOECOLOGIA  Braquiópodes articulados  A concha descansa sobre uma das suas valvas (geralmente a ventral;  Noutros casos, o pedúnculo pode estar atrofiado e a concha pode encontrar-se “deitada” no fundo do mar, permanecendo presa somente através dos rígidos espinhos;  Comummente preferem águas paradas e claras, com profundidades situadas entre 27-150m e objectos que facilitam a aderência ao solo;  As larvas fixam-se em qualquer lugar, perto da população parental e baseiam-se na sua capacidade evolutiva para ultrapassar as mudanças ambientais.
  29. 29. PALEOECOLOGIA  Os braquiópodes resistem bem às mudanças do meio em que vivem (alguns têm vivido enterrados na areia (língulas) e outros já viveram associados a recifes de corais (uncites)).
  30. 30. MODOS DE VIDA Epibentónico Séssil Cimentado Epibentónico Séssil Pedunculado Endobentónico Cavícula Epibentónico Livre
  31. 31. MODOS DE VIDA
  32. 32. BIBLIOGRAFIA  http://pt.wikipedia.org/wiki/Brachiopoda  http://fr.wikipedia.org/wiki/Brachiopoda  http://www.ufrgs.br/paleodigital/Braquiopodes.html  http://www2.igc.usp.br/replicas/braquiopode.htm  http://www.infopedia.pt/$braquiopodes  http://fossil.uc.pt/pags/fbm_braquipode.dwt~  http://www.oocities.com/historiadaterra/devbraq.html  http://www.emdiv.com.br/pt/mundo/riquezas-da-fauna-e-flora/2520-os-braquiopodes.html  http://wapedia.mobi/pt/Brachiopoda  http://www.adrianarossi.com/braquiopodos.php  http://www.treasuresofthesea.org.nz/brachiopods-or-lamp-shells  http://translate.google.pt/translate?hl=ptPT&langpair=en|pt&u=http://paleo.cortland.edu/tutorial/Brachiopods/brachiopoda.htm

×