Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

CentOS

690 views

Published on

Nesse trabalho, é mostrado como o CentOS lida com processos e memórias, além de ser abordado um pouco sobre o sistema de arquivos que ele utiliza, além das interfaces, gráfica e textual.

Published in: Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

CentOS

  1. 1. CentOS FILIPE DIAS GIANOTTO ADRIANO LUIS FABOCI TRABALHO DE GSO ETEC PEDRO FERREIRA ALVES 1ºEMIA 25/04/2014
  2. 2. O QUE É O CentOS? • É uma sistema baseado em Linux, que por sua vez foi baseado em Unix que deu origem a diversos sistema operacionais que temos hoje, como o Mac; • Tem como foco os servidores de empresas, e não os usuários finais; • É distribuído pela Red Hat Enterprise Linux;
  3. 3. O QUE VEREMOS? • Gerenciamento de Processos; • Gerenciamento de Memória; • Swapping; • Sistema de Arquivos; • Sistema Multiprocessadores; • Interface Terminal; • Interface Gráfica; • Vantagens do CentOS.
  4. 4. COMO O CentOS GERENCIA PROCESSOS? • Assim como todo Linux, ele gerencia processos através de informações de controle, como Estado e Prioridade, além de várias outras; • Essas variáveis compõem um cenário que chamamos de contexto de um processo; • Elas são importantes para que fiquem disponíveis informações referentes a cada um dos processos para serem carregadas ou retiradas da CPU a qualquer momento; • Através da manipulação do Bloco de Controle de Processamento (BCP), os sistemas operacionais conseguem melhorar a organização dessas informações;
  5. 5. COMO O CentOS GERENCIA PROCESSOS? • As informações do BCP podem ser facilmente vistas no Linux através de um diretório chamado /proc; • Dentro dessa pastas, existirá outras pastas numeradas que indicam cada processo aberto.
  6. 6. COMO O CentOS GERENCIA A MEMÓRIA? • O sistema de fato não necessita de muita memória para sua operação e conforme os programas vão sendo abertos, mais memória vai sendo alocada de forma mais eficiente; • Lida bem em casos de sobra de memória, utilizando os Mbytes livres dos módulos como cache de disco; • Os caches de disco são porções de memórias RAM usados por arquivos e bibliotecas lidos do HD que tem uma maior probabilidade de serem acessados, o que melhora o desempenho do sistema.
  7. 7. SWAPPING • A memória SWAP funciona como uma área de troca; • Se o consumo real de memória chegar próximo de 100% esta área do disco é utilizada para fazer a troca de programas, isto deixa o sistema extremamente lento; • O ideal é que o uso dessa memória esteja sempre em 0%.
  8. 8. SISTEMA DE ARQUIVOS • O CentOS utiliza por padrão o sistema de arquivos EXT3; • EXT3 é um sistema de arquivos para Linux, e adiciona mais recursos ao seu antecessor EXT2; • Um desses recursos mais visíveis é o journaling, ou diário; • O diário dá permissão para que o sistema guarde uma espécie de Log, antes de registrar as informações no disco rígido; • Sistemas com esse recurso tendem a ter uma probabilidade de corrupção de dados menor, além disso, proporciona maior facilidade na recuperação desses arquivos corrompidos.
  9. 9. SISTEMA MULTIPROCESSADORES • Assim como o Red Hat, o CentOS tem suporte total ao multinúcleo, Hyper-Threading e multiprocessamento; • Hyper-Threading é uma tecnologia utilizada em processadores que o faz simular dois processadores, tornando assim, o sistema mais rápido quando se faz o uso de diversos programas; • Multinúcleo é uma tecnologia que consiste em colocar mais de um núcleo em um único processador; • Multiprocessamento é a capacidade do sistema utilizar mais que um processador físico.
  10. 10. INTERFACE TERMINAL • O CentOS possui uma interface terminal, ou seja, funciona apenas com comandos inseridos pelo teclado; • É semelhante ao DOS, com que já tivemos a experiência de trabalhar; • A seguir veremos um comparativo entre a interface terminal do CentOS e do Windows:
  11. 11. INTERFACE TERMINAL CentOS Windows
  12. 12. INTERFACE GRÁFICA • O CentOS, como a maioria dos Sistemas Operacionais de hoje em dia, possui uma interface gráfica, facilitando a navegação de seus usuários. Para se navegar neste tipo de interface é necessário o auxilio de um mouse ou de touchpad; • O CentOS utiliza a interface gráfica Gnome 2; • Nas imagens a seguir mostraremos alguns exemplos da interface gráfica do CentOS:
  13. 13. TELA DE LOGIN
  14. 14. ÁREA DE TRABALHO
  15. 15. MENU DE APLICATIVOS
  16. 16. STATUS DO COMPUTADOR
  17. 17. Vantagens CentOS possui inúmeras vantagens, incluindo: • Uma comunidade ativa e crescente; • Um rápido desenvolvimento e testes de pacotes; • Uma extensa rede para downloads; • Múltiplos canais de suporte incluindo em português e suporte comercial através de parceiros; • É gratuito e seguro.

×