Jornal da FETAEP edição 105 - Janeiro de Fevereiro 2013

742 views

Published on

Jornal da FETAEP edição 105 - Janeiro de Fevereiro 2013

Published in: News & Politics
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
742
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
240
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Jornal da FETAEP edição 105 - Janeiro de Fevereiro 2013

  1. 1. Envelopamento autorizado. Pode ser aberto pela ETC Edição 105 | Janeiro/Fevereiro 2013 Filiada àInformativo da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do ParanáPresidenta Dilma Roussef participa da abertura doShow Rural Coopavel 2013Evento comemorou 25 anos e recebeu a visita de autoridades locais e nacionais Aline CambuyO presidente da Fetaep, Ademir Mueller, participou da cerimônia Parque Tecnológico. Diretores da Fetaep e da Regional 02 durante a solenidade deno palco com as demais autoridades. abertura do Show Rural com a presidenta Dilma.Cascavel - No primeiro dia de Show Rural Coo- ano passado. O Paraná será responsável por 19% enses e prometeu entregar mais 189 máquinaspavel, 04 de fevereiro, a presidenta da Repúbli- da produção de grãos do Brasil. Esses números, em cidades com até 50 mil habitantes no Brasilca Dilma Rousseff, juntamente com ministros, aliados à sustentabilidade, fazem do Estado uma até o final do ano.senadores, deputados, governador, prefeitos, referência internacional em agricultura e práti-vice-prefeitos, vereadores, cooperativistas e sin- cas sustentáveis”. Aline Cambuy, enviada especial ao Show Rural.dicalistas, participou da solenidade de aberturaoficial do evento. O presidente da Fetaep, Ademir Dilma ressaltou ainda que as políticas de crédito Mais informações nas páginas 4, 5 e 6.Mueller, que foi cumprimentado pela presiden- para a aquisição de máquinas agrícolas com ata em seu discurso, participou da cerimônia no redução de juros no financiamento contribuírampalco com as demais autoridades. significativamente para o crescimento do setor. Ela falou também sobre a importância do agro- DEstaques fetaepO governador do Estado do Paraná, Beto Ri- negócio agropecuário para o Brasil – que traz im-cha, parabenizou os produtores paranaenses portantes divisas, aumentando o PIB brasileiro. Secretário do MDA falou compelos avanços e conquistas. “Em 2013 teremos agricultores familiares no Showuma safra recorde de 50 milhões de toneladas “Vamos ampliar as medidas para a agricultura Rural + pág. 5de grãos que passarão pelo Porto de Parana- familiar. Quando lançamos o Pronaf, destinamosguá. Precisamos fortalecer nossa parceria ainda 18 bilhões para a agricultura familiar e garanti- Previdência - Nova Declaração domais, especialmente com a agricultura familiar, mos mais verba caso fosse necessário. Os Planos Exercício da Atividade Rural já estáque gera negócios e fortalece os municípios”. Agrícola e Pecuário e da Agricultura Familiar em vigência + pág. 7 2013/2014 terão mais recursos que no últimoPela primeira vez no evento, a presidenta da Re- ano. Vamos ampliar o recurso e reduzir os juros”. Pronatec Campo - 30 cursos depública Dilma Rousseff destacou que a capaci- qualificação para agriculturadade do Paraná na agricultura é inquestionável. A presidenta realizou a entrega de 29 retroesca-“Em 2013 teremos uma safra 12% maior que no vadeiras aos prefeitos de 29 municípios parana- familiar + pág. 7
  2. 2. 4Agenda | FETAEP 4Editorial FETAEPJaneiro 2013 – Lutas e desafios! Imagens: Assessoria de Imprensa FETAEP Dia Ações Participantes01 a 20 Férias coletivas Fetaep. Diretores e funcionários21 e 22 Reunião da diretoria da Fetaep. Diretores Seminário Regional de Fortalecimento de Organizações Rurais23 a 25 Marcos Brambilla na Bolívia. Reunião de trabalho com o grupo político do deputado Assis do Diretores, deputado Assis, cooperati- 24 Couto. vistas e assessores 28 Reunião do Conselho Fiscal do Senar. Mário Plefk Reunião com o assessor especial do governo do Estado de 28 Ademir Mueller e Ana Paula Conter Assuntos Fundiários, Hamilton Serighell.28 a 30 Coletivo Nacional de Assalariados em Brasília. Jairo Correa e Clodoaldo Gazola 29 Reunião do Conselho Administrativo do Senar. Ademir Mueller Estande da Fetaep no Show Rural. 29 Reunião com Banco do Brasil na Fetaep. Diretores É com as energias renovadas que iniciamos mais um ano Reunião com os coordenadores das plenárias do SUS, da de luta e de muito trabalho. 31 Marucha Vettorazzi Secretaria de Saúde. 31 Encontro da Regional Sul na Fetaep. Diretores 2013 já começou agitado com o Show Rural Coopavel para onde enviamos mais de 6 mil trabalhadores e trabalha-Fevereiro doras rurais. Esta edição superou todas as expectativas da Fetaep tanto em número de participantes como em Dia Ações Participantes qualidade. Pela primeira vez, um presidente da República 01 Reunião da mesa diretora do SUS. Marucha Vettorazzi prestigiou o evento – demonstrando a força e a importância04 a 08 Show Rural Coopavel, em Cascavel. Diretores e assessores. do Show Rural. A cobertura completa você poderá conferir nas páginas 4, 5 e 6 do Jornal. 04 Reunião sobre o Código Florestal na Seab. Mário Plefk Reunião com diretoria da Contag e presidentes das Federações 05 sobre o 11º Congresso. Ademir Mueller Em 2013, outra ação de peso e de importância para o Movi- mento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais 07 Posse dos novos secretários de Governo, no Palácio Iguaçu. Ademir Mueller (MSTTR) será o 11º Congresso da Contag, que acontecerá 15 Reunião da Comissão Nacional do 11º Congresso da Contag. Ademir Mueller de 4 a 8 de março, em Brasília. Lá discutiremos o fortale- 16 Inauguração de casas da habitação rural em Londrina. Ademir Mueller e Aristeu Ribeiro cimento da agricultura familiar e dos assalariados rurais Reunião sobre o Programa de Desenvolvimento da Cadeia do do Brasil com a eleição da nova direção da Contag. Com o 18 José Carlos Castilho Congresso, a Fetaep espera que o MSTTR saia ainda mais Milho no Brasil, na Ocepar. 18 Reunião da diretoria da Fetaep. Diretores fortalecido para continuar angariando – em nível nacional – mais políticas públicas que beneficiem a categoria. 19 Reunião do Conselho Fiscal da CTB. Ademir Mueller Marcos Brambilla e Ana Paula19 e 20 Encontro da Juventude Rural A Fetaep também segue com a sua agenda usual de trabalho Conter 19 Reunião do Conseleite José Carlos Castilho com as mobilizações em torno das três grandes assembleias com os Sindicatos; do Dia Internacional da Mulher; do Grito 19 Rede Mãe Paranaense - Secretaria de Saúde Marucha Vettorazzi da Terra Brasil e do Grito da Terra Paraná, entre outras 21 Reunião da Comissão Permanente Regional Rural, na Superin- Jairo Correa e Clodoaldo Gazola atividades envolvendo todas as secretarias da Fetaep. tendência Regional do Trabalho.21 e 22 Encontro do Coletivo da 3ª Idade na Fetaep. Mercedes Demore Desejamos a todos um bom ano de trabalho. Inauguração de casas da habitação rural da Fetaep em Barbo- 22 Ademir Mueller e Aristeu Ribeiro sa Ferraz. 25 Reunião da diretoria geral da Fetaep. Diretores Ademir Mueller26 e 27 Assembleia Geral da Fetaep. Diretores e assessores Presidente da Fetaep 27 Encontro sobre Política Fundiária na Fetaep. Dirigentes sindicais 28 Reunião sobre integrados e biodiesel para discutir os próximos passos sobre integrados e biodiesel na regional sul. Regional Sul 4Expediente INFORMATIvO DA FEDERAçãO DOS TRABAlhADORES NA AGRICulTuRA DO ESTADO DO PARANá Valores De Referência Da Matéria-Prima Leite Av. Silva Jardim, 775 – Rebouças – Curitiba (PR) – Fone: (41) 3322-8711 Fevereiro 2013 Matéria-prima Janeiro 2013 (Valor Final) Presidente: Ademir Mueller; Vice-presidente: Mário Pléfk; 2º Vice-presidente: José Carlos (Projeção) Castilho; 3º Vice-presidente: Maria Marucha Vettorazzi; Secretário: Aristeu Ribeiro; Tesoureiro: Jairo Corrêa de Almeida; Coordenadora de mulheres: Mercedes Panassol; Valores de Referência para o CONSELEITE IN62** Coordenador de jovens: Marcos Brambilla. Posto Propriedade 0,7506 0,7332 Jornalista responsável: Renata Souza - 5703 SRTE/PR - e-mail: imprensa@fetaep.org.br Projeto gráfico e diagramação: RDO Brasil - (41) 3338-7054 Impressão: Gráfica AJIR | Tiragem: 5 mil exemplares | Apoio: Senar-PR 2 FETAEP
  3. 3. 4Notas FETAEPGoverno do Estado - novos secretários Seca - crédito emergencialO presidente da Fetaep, Ademir Mueller, Agricultores da região Sul afetados pelaparticipou no dia 07 de fevereiro da sole- seca terão até o dia 28 de fevereiro paranidade de posse dos três novos secretários acessar a linha de crédito emergencial node Estado. Assumiram os cargos o novo âmbito do Programa Nacional de Fortale-secretário chefe da Casa Civil, deputado fe- cimento da Agricultura Familiar (Pronaf).deral Reinhold Stephanes, o secretário es- A ampliação do prazo, que terminaria nopecial de Governo, deputado federal Cezar dia 31 de janeiro, foi aprovada pelo Con-Silvestri, e o secretário de Desenvolvimento selho Monetário Nacional (CMN), a pedidoUrbano, deputado federal Carlos Roberto do Ministério do Desenvolvimento AgrárioMassa Junior (Ratinho Jr). O governador (MDA) em função de solicitações de orga-Beto Richa destacou o histórico profissio- nizações dos agricultores familiares. Maisnal dos novos secretários e pediu à nova informações com a Secretaria de Políticaequipe agilidade na execução das políticas Agrícola da Fetaep. (Fonte MDA)públicas, principalmente nas áreas sociais. Coletivo de AssalariadosEncontro da Regional Sul De 28 a 30 de janeiro, em Brasília, o Cole-As três Federações do Sul – Fetaep, Feta- tivo de Assalariado debateu a construçãoesc e Fetag-RS – estiveram reunidas, no da Política Nacional dos Trabalhadores edia 31 de janeiro, no primeiro encontro da Trabalhadora s Rurais Empregados juntoRegional Sul do ano de 2013. No encontro, à Secretaria Geral da Presidência da Re-os dirigentes traçaram a agenda de traba- pública. “Esse debate é uma conquista dalho para o primeiro semestre e também 1ª Mobilização Nacional dos Assalariadosafinaram as propostas das três federações e Assalariadas Rurais, realizada no anopara o documento base do 11º Congresso passado”, comenta o secretário de Assala-da Contag. “Nosso foco é que o Sul leve um riados da Fetaep, Jairo Correa. Segundodocumento com ricas contribuições para a ele, depois de construída a política na-Contag uma vez que se trata do futuro da cional, o Movimento Sindical terá emba-atual forma de organização sindical e tam- samento legal para reivindicar, junto aosbém dos trabalhadores rurais”, comenta o Ministérios, melhores condições de traba-presidente da Fetaep, Ademir Mueller. lho e renda aos assalariados e assalaria- das rurais. Além disso, o Coletivo tambémDoação da TV discutiu a renovação do compromisso nacional para aperfeiçoar as condições de trabalho na cana de açúcar. Vaga de trabalho A Cooperativa Habitacional Rural do Paraná (COOHARP), vinculada à FE- TAEP contrata: engenheiro/a civil ou arquiteto/a para atuar na execução do Programa Nacional de Habitação RuralA Fetaep recebeu uma doação de uma te- – PNHR no Estado do Paraná. A locaçãolevisão de 50 polegadas 3D da Cargill. A do profissional se dará em Curitiba-PR,doação demonstra a consideração que a na sede da Fetaep, entretanto deveráempresa tem com as demandas do Movi- apresentar disponibilidade para viajarmento Sindical. O televisor será utilizado sempre que solicitado para o acompa-para transmitir vídeos educativos e insti- nhamento das obras. Interessados en-tucionais nas próximas edições do Show viar currículo com pretensão salarialRural e também na própria sede da Fetaep. para o e-mail: habitacao@fetaep.org.br. 3 FETAEP
  4. 4. Fetaep recepcionou 6 mil A opinião de quemtrabalhadores rurais durante participao Show Rural 2013 Maria Aparecida Tomazine, 55 anos, Cafelândia Trabalho na propriedade do meu irmão em Nova Aurora, que tem sete al- queires. Lá cultivamos milho, soja e mandioca. Essa é a 3ª vez que participo do Show RuralEstande Fetaep – Show Rural 2013. em Cascavel e sempre venho para aprender mais ainda sobre o trabalho na lavoura e le-Durante toda a semana do Show Rural Coopa- var mais conhecimento sobre a produção comvel 2013, de 04 a 08 de fevereiro, os diretores da qualidade. Gosto das palestras e da orienta-Fetaep - Ademir Mueller, Mário Pléfk, Aristeu ção da Fetaep.Ribeiro, Marcos Brambilla, José Carlos Casti-lho, Jairo Correa, Mercedes Demore e Marucha Diretores da Fetaep se revezaram para dar conta das maisVettorazzi – estiveram representando a Federa- de 150 caravanas. Alice S. Berg, 29 anos,ção em Cascavel. Juntamente com a regional Nova Santa RosaOeste, a diretoria recepcionou mais de 6 mil Trabalho na lavoura de mi-trabalhadores que foram orientados acerca da lho com a minha família eimportância do evento e também dos principais também temos vacas, pei-pontos de interesse da agricultura familiar. xes, porcos e outros peque- nos animais em um espaçoPelo 8º ano consecutivo, o Movimento Sindi- de 3,75 alqueires. Já participei três vezes do Showcal dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Rural buscando novidades no aprendizado e tam-do Paraná, sob a coordenação da Fetaep e em bém para ver os maquinários mais modernos.parceria com o Senar e Emater, promoveu aparticipação desses agricultores familiares no Lucineide Tedesco, 38Show Rural. “Nosso objetivo ao inseri-los nesse anos, Céu Azul – com osambiente repleto de novidades é incentivar a me- filhos Aline, 12, e André, 15lhoria das propriedades rurais por meio de no- Trabalho na agriculturavas técnicas de produção – aumentando, dessa Público interessado em adquirir novos conhecimentos. familiar em Céu Azul. Te-forma, a produtividade e a qualidade dos produ- mos aviário, gado, soja etos”, diz o presidente da Fetaep, Ademir Mueller. milho em 11 alqueires de terra. Essa é a 2ª vez que participo do ShowPara Dilvo Grolli, presidente da Coopavel, a Fe- Rural e venho buscar conhecimento. Já leveitaep é um exemplo de organização ao proporcio- daqui modelos de jardim para o plantio e dicasnar toda assistência ao agricultor familiar e a lo- para o cultivo de soja.gística de viagem para o Show Rural. “A Fetaep éparceira não somente em organizar as visitas ao Délcio Spagnol, 41,evento, mas também em orientar os trabalhado- Matelândiares rurais em como aproveitar melhor tudo que Temos um pequeno con-oferecemos para eles”, afirma. Segundo Grolli, finamento de gado de cor-a Federação foi a primeira organização a trazer te, junto com meu pai, emcaravanas de agricultores para o Show Rural. ■ uma área de 20 alqueires. Participo do Show Rural háCom informações de Aline Cambuy, enviada es- Orientações aos trabalhadores sobre o Show Rural e tam- uns 20 anos. Sempre venho em busca de novida-pecial ao Show Rural. bém sobre o Movimento Sindical. des em geral, como máquinas e manejo de gado. 4 FETAEP
  5. 5. Secretário do MDA falou com agricultores familiaresno Show RuralSecretário de Reordenamento Agrário do MDA, Adhemar Almeida, apresentou asnovas condições de financiamento e de renegociação de dívidas do PNCFPara o secretário, as mudanças vão dar aos agricultores familiares de todo o país melhores condições para produzir, comercializar e desenvolver-se de maneira sustentável.06/02/13 - Agricultores familiares que pas- Entre as medidas anunciadas pelo secre- dele, as mudanças vão dar aos agricultoressaram pelo estande da Fetaep no Show Rural, tário estão a redução na taxa de juros do familiares de todo o país melhores condiçõesem Cascavel, tiveram a oportunidade de co- programa - que passa de 5% para 2%, po- para produzir, comercializar e desenvolver-nhecer as novas condições de financiamento dendo chegar a 0,5% para agricultores em -se de maneira sustentável.e de renegociação das dívidas do Programa situação de pobreza – e as novas regras paraNacional de Crédito Fundiário (PNCF), do Mi- renegociação de dívidas de Crédito Fundi- Para o secretário de Política Agrária da Fe-nistério do Desenvolvimento Agrário (MDA). A ário, “que vão permitir aos beneficiários do taep, Marcos Brambilla, a participação deapresentação foi feita pelo próprio secretário programa, com alguma pendência em seus Almeida demonstrou o interesse do MDA emde Reordenamento Agrário do MDA, Adhemar financiamentos, a renegociação de suas dí- difundir ainda mais o PNCF – que é um im-Almeida, que aceitou o convite da Fetaep para vidas e, dessa forma, a possibilidade de vol- portante instrumento para viabilizar a per-participar do evento devido à importância do tar a acessar as políticas públicas sociais e manência da população rural, principalmen-tema para os agricultores. de custeio”, informou Almeida. Na opinião te do jovem, no campo. ■Produção Agroecológica é demonstrada no Show RuralEm uma área de 2,5 mil m², localizada no cen- com base socialmente justa, economicamen- nativas de proteínas para bovinos e fruticul-tro do Show Rural, os visitantes puderam ver te viável e ecologicamente sustentável. Quem tura (figo, amora, acerola, captação da águaa Demonstração da Produção Agroecológica. passou pelo espaço conferiu iniciativas como: de chuva e aquecedor solar de água para usoNesta área já são oito anos de atividade produ- “mandala” com hortaliças e ervas medicinais, doméstico). O espaço é uma parceria das ins-tiva sem uso de agroquímicos e sem a utiliza- estufa construída em bambu com plantio de tituições: Emater, Coopavel, Embrapa, Iapar,ção de adubos sintéticos. Foram apresentadas tomates e pepinos, soja orgânica, agroflores- CPRA, Itaipu-Binacional. ■tecnologias de fácil acesso a todos os agriculto- ta, trigo mourisco, prática da compostagem,res que queiram produzir alimentos saudáveis minhocário e adubo verde, pastagem e alter- Aline Cambuy, enviada especial ao Show Rural. 5 FETAEP
  6. 6. Iapar lançou variedades de feijão e de batata no Show RuralFetaep marcou presença no evento, que contou com o Governador Beto Richa e osecretário da Agricultura e Abastecimento Norberto Ortigara“O feijão tem origem em um cruzamento natural e foi identificado por um operário que encontrou a planta e teve olho para perceber a novidade”, disse o pesquisador do Iapar Nelson da SilvaFonseca, responsável pelo desenvolvimento do novo material.O Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) reali- do setor, para designar um produto que tem boa A BRSIPR Bel, cultivar de batata desenvolvidazou, no dia 06 de fevereiro, durante o Show Ru- aceitação e “boa saída”; e, ainda, no preparo, em conjunto com a Embrapa, é um materialral em Cascavel, o lançamento oficial das culti- porque rende mais, tem cozimento rápido, caldo que se destaca pelo elevado potencial produtivo,vares IPR Andorinha, de feijão, e BRSIPR Bel, de grosso e excelente sabor. além de fornecer tubérculos de boa aparênciabatata. O diretor de Política Agrícola da Fetaep, e qualidade de fritura (por isso, é destinada aoJosé Carlos Castilho, participou da solenida- A variedade pode ser colhida em apenas 65 processamento industrial, na forma de “chips”de, que contou com as presenças do governa- dias, se plantada em regiões de clima quente, e e batata palha).dor Beto Richa e do secretário de Agricultura e em 82 dias, quando cultivada em condições deAbastecimento Norberto Ortigara, além de au- temperatura amena, o que equivale a uma mé- A variedade tem ciclo médio (110 dias), comtoridades e lideranças ligadas à agropecuária. dia de 73 dias, tempo suficiente para ajudar a bom aspecto vegetativo, atingindo boa co- reduzir os riscos climáticos. Nos experimentos, bertura do solo. A dormência dos tubérculosFeijão do grupo comercial Carioca, a nova culti- a melhor média de produtividade ultrapassou é relativamente longa. A hortaliça é modera-var foi obtida pelo método tradicional de melho- os 2,5 mil quilos por hectare. damente suscetível à requeima e moderada-ramento genético (sem uso de transgenia) e tem mente resistente à pinta-preta, ao vírus Y dagrãos do tipo comercial carioca. De acordo com batata e ao enrolamento das folhas. Apresentao pesquisador Nelson da Silva Fonseca, respon- baixa suscetibilidade à desordem fisiológicasável pelo desenvolvimento do novo material, o nos tubérculos.feijão tem origem em um cruzamento natural efoi identificado por um operário que encontrou Diante da sua suscetibilidade ao esverdea-a planta e teve olho para perceber a novidade. mento, exige alguns cuidados no manejo: a amontoa, por exemplo, deve ser bem feita deSegundo Fonseca, os testes indicaram que a va- forma a cobrir os tubérculos. No transporte eriedade agrada no campo, pela sanidade da se- comercialização, deve-se minimizar a exposi-mente e porque os produtores paranaenses pre- ção à luz solar. ■ferem material de alta precocidade; ao mercado,porque “empacota bem”, conforme a linguagem Aline Cambuy, enviada especial ao Show Rural. 6 FETAEP
  7. 7. Pronatec no campo - 30 cursos de qualificação são ofertadospara jovens e adultos da agricultura familiarA Fetaep integra o Comitê Estadual do Pronatec Campo e mobiliza os Sindicatos dosTrabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs)A partir de fevereiro, 1.180 agricultores familia- Cultural, Agricultor Agroflorestal, Auxiliar de cedes Panassol Demore, o objetivo é fortalecerres paranaenses dos municípios de Cascavel, Secretaria Escolar, Inspetor Escolar, Cafeicul- ainda mais a agricultura familiar propiciandoIbaiti, Irati, Ivaiporã, Lapa, Londrina, Maringá, tor, Agente de Desenvolvimento Cooperativista, uma educação de qualidade que respeite as es-Siqueira Campos e Umuarama terão acesso a 30 Agricultor Orgânico, Atendente de Nutrição e pecificidades do meio rural. “Entendendo e res-cursos gratuitos de formação inicial e continu- Agricultor Familiar. peitando os princípios da educação no campo,ada do Pronatec Campo (Programa Nacional de é possível criar mecanismos para que o jovemAcesso ao Ensino Técnico e Emprego no Campo) A Fetaep, que integra o Comitê Estadual do permaneça na propriedade com boas perspecti-– que tem o objetivo de qualificar 30 mil jovens e Pronatec Campo, está mobilizando os Sindica- vas de trabalho e renda”, comenta.adultos da agricultura familiar em todo o Brasil. tos dos Trabalhadores e Trabalhadoras RuraisNo Paraná, 34 turmas estão sendo organizadas. (STTRs) dos municípios onde os cursos serão Para participar, é preciso ter concluído ou estarOs cursos oferecidos são os seguintes: Apicul- realizados para que atuem na organização e na cursando o Ensino Médio. Mais informações po-tor, Bovinocultor de Leite, Fruticultor, Horticul- divulgação do Pronatec Campo. Segundo a se- derão ser obtidas junto aos STTRs dos municí-tor Orgânico, Operador de Computador, Agente cretária de Educação no Campo da Fetaep, Mer- pios contemplados com os cursos.■Alerta aos STTRs – Previdência Rural. Nova Declaração doExercício da Atividade Rural já está em vigênciaO novo modelo de Declaração do Exercício da Ati-vidade Rural já está sendo solicitado pela maioriadas Agências do INSS. Vigente desde o dia 23 de Dentre as alterações da nova Instru- clusive os homoafetivos, que permanece-novembro de 2012, com a publicação da Instru- ção Normativa nº 61, destaca-se: rem no exercício desta atividade junta-ção Normativa 61, a Declaração agora exige mais mente com seus pais, deverá ser feita pordetalhes referente ao tamanho total da área e a - O índio reconhecido pela Funai, inclu- contrato de parceria, meação, comodatoquantidade explorada na propriedade. Além dis- sive o artesão que utilize matéria-prima ou assemelhado, para regularização daso, segundo a secretária de Previdência Social proveniente de extrativismo vegetal, en- situação daqueles e dos demais membrosda Fetaep, Marucha Vettorazzi, ao preencherem quadra-se como segurado especial; do novo grupo familiar, assegurando-sea declaração, os Sindicatos devem observar no a condição de segurados especiais destecampo 18 a necessidade de informar em quais - Não se consideram segurados especiais novo grupo;condições o segurado exerce sua atividade rural. os filhos maiores de 16 anos, cujo pai e“Se é arrendatário, meeiro, pescador artesanal, cuja mãe perderam a condição de segu- - A comprovação do exercício de atividadeposseiro, entre outros”, afirma a secretária. Outra rados especiais, por motivo do exercício rural do segurado especial será feita me-novidade, continua ela, foi a criação de um novo de outra atividade remunerada, salvo se diante a apresentação, entre outros, docampo para que os Sindicatos insiram seus da- comprovarem o exercício da atividade Documento de Informação e Atualizaçãodos sindicais na Declaração. “Agora o INSS pede rural individualmente; Cadastral do Imposto sobre a proprieda-que seja informado o número de registro junto de Territorial Rural (Diac) e do Documen-ao Ministério do Trabalho e os dados pessoais do - A comprovação do exercício de ativida- to de Informação e Apuração do Impos-responsável legal do Sindicato”, destaca Marucha. de rural para os filhos casados e para to sobre a Propriedade Territorial Rural aqueles que mantêm união estável, in- (Diat), entregues à Receita Federal.De acordo com o INSS, o novo formato deveagilizar e uniformizar a análise dos processos,facilitando o reconhecimento, a manutenção ea revisão de direitos dos beneficiários da Previ-dência Social. ■ Para mais informações, entrar em contato com a secretaria de Previdência Social da Fetaep. 7 FETAEP
  8. 8. 4Aconteceu Especial Show Rural 2013 A presidenta da República Dilma Rousseff, juntamente com ministros, senadores, deputados, governador, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, cooperativistas e sindicalistas, participou da soleni- dade de abertura oficial do Show Rural 2013.Na manhã do dia 06 de fevereiro, o governador Beto Richa, acompanhado do secretário deAgricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, e do presidente da Coopavel, Dilvo Grolli,visitou o estande da Fetaep no Show Rural, em Cascavel. Os visitantes foram recepcionadospelos secretários da Fetaep José Carlos Castilho, Jairo Correa e Mercedes Demore, dentre outros Secretário de Reordenamento Agrário do MDA, Adhemar Almeida, apresentou as novasdirigentes. Beto elogiou o estande e a atuação da Fetaep. Segundo ele, a iniciativa da Federação condições de financiamento e de renegociação de dívidas do PNCF no estande da Fetaepem levar tantos agricultores ao Show Rural é um exemplo de organização e atuação. no Show Rural. Secretário de Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, e o presidente da Fetaep, Fetaep recebeu a visita da Faep e do Senar em seu estande. Ademir Mueller. 8 FETAEP

×