Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Envelopamento autorizado. Pode ser aberto pela ETC                                                                        ...
4Agenda | FETAEP                                                                                                          ...
4Notas FETAEPColetivo Estadual de Assalariados                    Mueller, do secretário de Formação e                    ...
Jovens da Região Sul buscam melhorias para o Projeto de Leide Sucessão Rural do Programa Nacional de Crédito FundiárioRepr...
Encontro de AdvogadosAdvogados, assessores e coordenadores de vários municípios do Paraná debateram temas embenefício dos ...
Fetaep se prepara para oFetaep faz um balanço da                                          11º Congresso Nacionalexecução d...
Fetaep na luta para a inclusão de mais agricultores familiaresno Programa Nacional de Produção e Uso de BiodieselA entidad...
4AconteceuAconteceu FetaepNo dia 1º de outubro mais uma cara caiu, pois a Fetaep e cerca de 20 STRsdo Paraná estiveram em ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Jornal da FETAEP edição 103 - outubro de 2012

964 views

Published on

Jornal da FETAEP edição 103 - outubro de 2012

Published in: News & Politics
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Jornal da FETAEP edição 103 - outubro de 2012

  1. 1. Envelopamento autorizado. Pode ser aberto pela ETC Edição 103 | Outubro 2012 Filiada àInformativo da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do ParanáJuventude e Mulheres em PlenáriaNo mês de outubro, foram realizados encontros nacionais para discutir o documento base parao Congresso da Contag, que será em 2013A Fetaep e os STRs marcaram presença nas sob o olhar do Paraná, os jovens elencaram no- Os jovens e mulheres que participaram dosPlenárias Nacionais das Mulheres e da Juven- vas propostas e sugestões de melhorias. “Esse encontros nacionais foram eleitos em Plenáriatude, ambas realizadas em outubro. Em cada espaço é uma espécie de laboratório para esses Estadual para representar o Paraná e defenderuma delas, cerca de 400 pessoas do movimento jovens, pois ajuda a qualificá-los para partici- suas propostas.  ■sindical de todo o Brasil participaram das dis- parem de um debate com mais propriedade. Dacussões que são um preparatório para o Con- plenária do ano passado para essa, percebemos Confira mais detalhes na página 6.gresso da Contag que será em março de 2013. um avanço, eles estão com mais conteúdo e mais preparados”.A primeira delas foi a da Juventude, de 15 a 17 DEstaques fetaepde outubro, em Luziânia (GO). De acordo com o Entre os dias 29 e 31, também em Luziânia, foi acoordenador de jovens da Fetaep, Marcos Bram- vez das mulheres trabalhadoras rurais discutirem Fetaep promove Encontro debilla, o objetivo foi debater o documento base da o documento base. A coordenadora de mulheres Advogados + pág. 5Contag sob o olhar da juventude. “Realizamos da Fetaep, Mercedes Panassol Demora contauma ampla discussão sobre as proposições da que o encontrou serviu para fazer uma análise Fetaep faz um balanço da execuçãojuventude no movimento sindical. Esse é um do cenário político nacional e a atuação das mu- do PNCF no Paraná + pág. 6espaço formativo, que ajuda a aprimorar a visão lheres trabalhadoras rurais nos processos dee ações relacionadas à nossa luta. O debate e o desenvolvimento rural sustentável e solidário.documento servem de subsídio para o jovem e “Também debatemos sobre as políticas públicas, Jovens da Região Sul buscampara o trabalho dos STRs”. o contexto atual do sindicalismo rural, entre ou- melhorias para o Projeto de Lei de tros temas a fim de propor estratégias para que Sucessão Rural do PNCF + pág. 4Além de estudar os pontos do documento base as mulheres avancem em todos esses pontos”.
  2. 2. 4Agenda | FETAEP 4Editorial FETAEPOutubro Congresso Nacional Imagens: Assessoria de Imprensa FETAEP Dia Ações Participantes A Fetaep e os STRs estiveram reunidos em plenárias regionais 01 Reunião do Feti Marucha Vettorazzi para discutir o documento base e eleger representantes para o Impedimento da Fundação do Sindicato dos Motoristas Rurais, Tra- Ademir Mueller, Mário Plefk, Jairo Correa, Congresso da Contag. Esse trabalho é uma preparação para o 11º 01 toristas e Operadores de máquinas agrícolas das usinas de açúcar e Marucha Vettorazzi, Aristeu Ribeiro, Carlos Buck Congresso Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, álcool de Jacarezinho e Região. e Clodoaldo Gazola que será de 4 a 8 de março de 2013. O nosso objetivo é que o Para- 02 Reunião com Ceasa, Fetramacap, Fetaep e Faep. Jairo Correa , Carlos Buck e Clodoaldo Gazola ná, cada vez mais, se fortaleça nacionalmente e que tenha excelen- 03 Reunião Regional 5 (Campo Mourão). Jairo Correa e Solange Santos tes representantes para reivindicar os direitos da categoria. O mo- 04 IV Seminário da Juventude do Campo. Marcos Brambilla e Ana Paula Conter vimento sindical precisa de pessoas envolvidas, com capacidade 05 Solenidade de Posse da Diretoria Gestão 2012/2014 (Maringá). Ademir Muller para propor novas políticas, lutar pelos direitos dos trabalhadores Reunião da Coordenação do Pacto de Erradicação do Trabalho Escra- rurais e fazer discurso interno sobre nossa organização sindical. 08 Ademir Mueller, Jairo Correa e Clodoaldo Gazola vo no Paraná (9ª Região). 09 Reunião de Mesa Diretora do CES. Marucha Vettorazzi No próximo ano, a Contag completa seus cinquenta anos e essa data 09 e 10 Encontro de Funcionários – Regiões 1 a 5. Sindicatos e Fetaep. deve ser comemorada por todos nós. A criação da Confederação Nacio- 09 Reunião do Coletivo de Jovens do Cedraf. Marcos Brambilla e Ana Paula Conter nal dos Trabalhadores na Agricultura é um marco importantíssimo 10 Reunião do Cedraf. Marcos Brambilla e José Carlos Castilho na trajetória de todos os trabalhadores rurais brasileiro. Em breve, a 10 12ª Reunião Extraordinária da Comissão Própria de Avaliação da Mariléia Tonietto Fetaep também alcançará a marca de meio século de luta. Mas tudo Universidade Tecnológica Federal do Paraná isso, só é possível com a determinação e dedicação dos trabalhadores Marcos Brambilla, Ana Paula Conter e Matheus 11 Reunião Câmara Técnica do PNCF. e trabalhadoras rurais que fazem parte do movimento sindical. Pereira Ramos 15 e 16 Reunião Conselho Fiscal do Senar. Jairo Correa 15 a 17 2ª Plenária Nacional da Juventude Rural. Marcos Brambilla e Ana Paula Conter A categoria estará unida no Congresso para defender seus inte- 16 Reunião Conseleite. Ademir Mueller resses. Entre as prioridades em debate, com certeza, estarão: a 16 e 17 CER/PROAGRO. Jairo Correa e Paulo Macedo nossa representação sindical; o sindicalismo; a relação com as centrais sindicais; a reforma agrária ampla e massiva; o forta- 16 Assembleia para aprovação do novo estatuto do Sindicato (São João). Mário Plefk lecimento e valorização da agricultura familiar; desenvolvimento 16 e 17 Pronaf Especial. Ângela Maria F. do Carmo rural sustentável; melhorias nas condições de vida do assalariado 16 Reunião sobre Fumo, em São José (SC). José Carlos Castilho, Marcos Maciel rural; o esforço para promover a soberania alimentar e condições 17 e 18 Encontro Regional de Trabalhadores Rurais (Cadoná). Ademir Mueller de vida e trabalho dignos. 17 Assembleia do STR de 1º de maio. Jairo Correa Posse dos novos conselheiros do Conselho de Previdência Social da 17 Gerência – Regional Curitiba. Marucha Vettorazzi O 11º Congresso Nacional é um dos mais importantes acontecimentos 17 53ª Reunião do Conselho de Previdência. Marucha Vettorazzi sindicais do ano que vem e por isso ganhou destaque nessa edição. 18 e 19 Encontro de Advogados. Diretores Assuntos como o Encontro de Advogados, a luta da juventude rural, 18 Reunião em Missal. Ana Paula Conter o Programa Nacional de Crédito Fundiário, Biodiesel, Campanha Sa- 18 Pronaf Especial (Pitanga). José Carlos Castilho larial, entre outros, também podem ser acompanhados nesse jornal. 22 a 26 EnfocEstadual – 3º Módulo Lideranças sindicais 22 Reunião sobre Habitação Rural. Aristeu Ribeiro e Luciana Polizeli Acompanhe mais sobre esses e outros assuntos no Jornal da 22 Reunião do Cedraf. Fetaep. 23 Reunião estadual do Pronatec Campo – Paraná. Marcos Brambilla Reunião para tratar da Contratação de Trabalhadores Rurais da 24 Cultura da Mandioca Jairo Correa, Carlos Buck e Clodoaldo Gazola Ademir Mueller 25 e 26 Reunião do Conselho Saúde. Marucha Vettorazzi Presidente da Fetaep 25 e 26 Coletivo de Assalariado. Ademir Mueller, Jairo Correa e Clodoaldo Gazola 26 Assembleia Geral em São Jorge do Patrocínio. José Carlos Castilho 29 a 31 5ª Plenária Nacional de Mulheres. Mercedes Panassol Demore 4Expediente Reunião para firmar Acordo Coletivo de Trabalho com a empresa 29 Jairo Correa, Carlos Buck e Clodoaldo Gazola INFORMATIvO DA FEDERAçãO DOS TRABAlhADORES Explotec Madeiras Ltda. NA AGRICulTuRA DO ESTADO DO PARANá Reunião para firmar Acordo Coletivo de Trabalho com a empresa Ademir Mueller, Jairo Correa, Carlos Buck e Av. Silva Jardim, 775 – Rebouças – Curitiba (PR) – Fone: (41) 3322-8711 29 Topigs do Brasil Ltda. Clodoaldo Gazola 30 e 31 Encontro de Funcionários – Regiões 6 a 10. Sindicatos e FETAEP Presidente: Ademir Mueller; Vice-presidente: Mário Pléfk; 2º Vice-presidente: José Carlos Castilho; 3º Vice-presidente: Maria Marucha Vettorazzi; Secretário: Aristeu Ribeiro; 30 Reunião sobre Habitação Rural (Saudade do Iguaçu) Aristeu Ribeiro Tesoureiro: Jairo Corrêa de Almeida; Coordenadora de mulheres: Mercedes Panassol; 30 Reunião sobre Habitação Rural (Sulina) Aristeu Ribeiro Coordenador de jovens: Marcos Brambilla. 31 10ª edição do concurso café qualidade Paraná. Ademir Mueller e José Carlos Castilho Jornalista responsável: Aline Cambuy - 5746 DRT/PR - e-mail: imprensa@fetaep.org.br Projeto gráfico e diagramação: RDO Brasil - (41) 3338-7054 31 Reunião sobre Habitação Rural (Espigão A. do Iguaçu) Aristeu Ribeiro Impressão: Gráfica AJIR | Tiragem: 5 mil exemplares | Apoio: Senar-PR 31 Reunião sobre Habitação Rural (Catanduvas) Aristeu Ribeiro 2 FETAEP
  3. 3. 4Notas FETAEPColetivo Estadual de Assalariados Mueller, do secretário de Formação e Organização Sindical da Fetaep, Mário Plef k, do secretário de Formação e Organização Sindical da Contag Juraci Moreira Souto, além dos diretores da Fetaep Marcos Brambilla, Mercedes Panassol e Jairo Correa. A equipe da Fetaep também participou e colaborou para a realização doO assessor Clodoaldo Gazola, o advogado Carlos curso e da formatura. O presidente AdemirBuck, o diretor de Políticas de Assalariados Jairo Mueller parabenizou os funcionáriosCorrea e o presidente da Fetaep Ademir Mueller. da Fetaep que estiveram envolvidos naNos dias 25 e 26 de outubro, a Fetaep realização da Enfoc, e disse que é muitorealizou reunião com o Coletivo Estadual importante para a estrutura do movimentode Assalariados e Assalariadas Rurais. sindical a realização de cursos que formemParticiparam do evento o presidente dirigentes salientando a importância dada Fetaep Ademir Mueller, o diretor de formação política e sindical. “QuandoPolíticas de Assalariados Jairo Correa, o vemos a transformação de pessoas atravésassessor Clodoaldo Gazola, o advogado do nosso trabalho, percebemos que estamosCarlos Buck e representantes de STTRs trabalhando na direção certa e fortalecendodo Paraná. O grupo discutiu uma série o movimento sindical”. O secretário dede questões importantes para o futuro Formação e Organização Sindical dados assalariados e assalariadas rurais, Contag Juraci Moreira Souto, falou sobredentre elas a pauta de reivindicação das a importância da formação e destacou oConvenções Coletivas de Trabalho que Paraná pelo seu trabalho, parabenizandoserão negociadas pelos sindicatos do setor todos os formandos e a equipe da Fetaep.em 2013. Nesta pauta foram abordadosalguns itens como: plano de participação Visita ilustrenos lucros e resultados; contrato detrabalho de curto prazo (Lei 11.718/2008);e Piso Salarial para a categoria trabalhadorrural. Outro ponto destacado no Coletivofoi a negociação de acordos coletivos detrabalho na área de cana-de-açúcar, queresultou em sugestões de novas formas nanegociação com as empresas.Formatura da Enfoc A Fetaep recebeu a visita de um grupo de jovens chilenos. Eles estiveram na sede da Federação por meio de uma parceria com a Universidade Federal do Paraná (UFPR), a Secretária Estadual de Agricultura e o Ins- tituto Emater, para conhecer a experiência de desenvolvimento rural, as políticas do Governo Federal de compra de produtos da Agricultura Familiar, entre outros aspectosDepois de três módulos da Escola Nacional do setor no país. Essa ação faz parte da gra-de Formação da Contag (Enfoc), realizados de curricular deles, que visitam vários paí-na Fetaep em 2012, no dia 26 de outubro ses do Conesul. O Brasil é visitado no últimoa Federação realizou a solenidade de ano, pois querem mostrar a nossa grandeformatura da turma, com a entrega dos experiência, algo inovador para quem está secertificados. A comemoração contou com a formando. Na visão deles, o Brasil é a grandepresença do presidente da Fetaep, Ademir potência mundial na área agrícola. 3 FETAEP
  4. 4. Jovens da Região Sul buscam melhorias para o Projeto de Leide Sucessão Rural do Programa Nacional de Crédito FundiárioRepresentantes estiveram reunidos com o senador Luiz Henrique da SilveiraO coordenador de jovens da Fetaesc Adriano Gelsleuchter, o coordenador de Jovens da Fetaep Marcos Junior Brambilla, a coordenadora de Jovens da Fetag-RS Josiane Einloft, Adriana,Letícia, o diretor de políticas para agricultura familiar e pesca da Secretaria Estadual da Agricultura de Santa Catarina Hilário Gottselig e o senador Luiz Henrique da Silveira.Com o objetivo solicitar melhorias no se no dia 17 de outubro com o senador Luiz compra de terras entre parentes de 1º e 2ºProjeto de Lei Complementar 42/2012 que Henrique da Silveira, que é relator do projeto. grau ainda em vida, o que hoje não é possível.trata sobre a Sucessão Rural no ProgramaNacional de Crédito Fundiário, o coordenador Entre os pontos sugeridos ao parlamentar As propostas foram consideradas pelo sena-de jovens da Fetaesc Adriano Gelsleuchter, o para serem incluídos na lei está a melhoria dor que se comprometeu a incluir as reivin-coordenador de Jovens da Fetaep Marcos do enquadramento para acesso ao programa, dicações em sua relatoria. Na opinião dosJunior Brambilla e a coordenadora de Jovens passando dos atuais R$ 30 mil de patrimônio coordenadores de jovens se a legislação avan-da Fetag-RS Josiane Einloft, que ocupam para 80% do valor financiado. Além disso, çar grande parte das propriedades da regiãoo cargo de diretores de política agrária em também foi proposta a redução da taxa de ju- sul que hoje estão sem sucessores, poderáseus estados, juntamente com o diretor de ros, que atualmente está em 5%, para o teto continuar a ser explorada pela agriculturapolíticas para agricultura familiar e pesca máximo de 2%, e ainda o aumento do prazo familiar, principalmente pelo público jovem,da Secretaria Estadual da Agricultura de de pagamento de 20 para 35 anos. Foi solici- que poderá financiar as terras e iniciar novasSanta Catarina Hilário Gottselig, reuniram- tada também a inclusão da possibilidade de unidades produtivas. ■ 4 FETAEP
  5. 5. Encontro de AdvogadosAdvogados, assessores e coordenadores de vários municípios do Paraná debateram temas embenefício dos trabalhadores rurais O presidente da Fetaep Ademir Mueller e o presidente da Contag Alberto Broch.O diretor de Políticas de Assalariados da Fetaep Jairo Correa, o presidente da Contag Alberto Broch, o presidente da FetaepAdemir Mueller, o presidente da OAB-PR José Lúcio Glomb e a diretora de Políticas Sociais da Fetaep Marucha Vettorazzi.Nos dias 18 e 19 de outubro, a Federação dos regime de economia familiar e orientar acerca daTrabalhadores na Agricultura do Estado do Para- fase de execução no processo do trabalho. Participantes do Encontro.ná realizou o Encontro dos Advogados. O eventoaconteceu na sede da Fetaep (Av. Silva Jardim, Os temas foram abordados em diversas palestras775, Rebouças, em Curitiba-PR) e advogados e ministradas por importantes profissionais daassessores jurídicos dos Sindicatos dos Trabalha- área convidados para o encontro. Entre os nomesdores Rurais do Paraná, além de coordenadores de destaque estiveram: José Lúcio Glomb (o pre-e delegados regionais do Movimento Sindical dos sidente da OAB-PR); Luiz Eduardo Gunther (De-Trabalhadores Rurais. Na avaliação do presidente sembargador Federal do Trabalho do TRT 9ª/PR,da Federação, Ademir Mueller, o encontro foi um Doutor em Direito pela UFPR, Professor titularsucesso. “Superamos as expectativas e recebe- da UNICURITIBA); Jane Lúcia Berwanger (Advo-mos mais de 100 advogados e dirigentes sindi- gada, Professora, Assessora Jurídica da FETAG/cais de todo o Paraná. Nossa intenção é preparar RS e Presidente do IBDP); José Antônio Savaris O diretor de Políticas de Assalariados da Fetaep Jairoainda mais esses profissionais para que possam (Juiz Federal do TRF 4ª Região, Doutor em Direito Correa, o advogado João Batista de Toledo, o presidente daatuar como militantes do movimento sindical. Foi da Seguridade Social, Coordenador do Curso de OAB-PR José Lúcio Glomb, a diretora de Políticas Sociais da Fetaep Marucha Vettorazzi e o advogado Carlos Buck.um encontro de alto nível, com palestrantes de Especialização em Direito Previdenciário e Pro-renome”. O presidente da Contag, Alberto Broch cessual da ESMAFE/PR, membro da TNU); Me-proferiu palestra sobre a conjuntura, atualidade lissa Folmann (Mestre em Direito pela PUC-PR, -graduação na Faculdade de Direito de Curitiba,e realidade da política sindical. Secretária da Comissão Especial da Seguridade membro da Academia Nacional do Direito do Tra- Social do Conselho Federal da OAB, Professora balho e da Academia Paranaense de Letras Jurí-O objetivo do evento foi discutir a formalização das de Graduação e Pós-Graduação, Professora da dicas); Manoel Caetano Ferreira Filho (Mestre emrelações de trabalho no campo, as condições de EMAP, ESMAFE e EMATRA, Diretora Editorial da Direito Processual Civil pela UFPR, Especialistatrabalho assalariado no meio rural, debater sobre Juruá); Cleci Maria Dartora (Advogada; Especia- em Direito Processual Civil pela Universidadeas garantias e formas de acesso dos trabalhadores lista em Direito Previdenciário); Manoel Antonio Estadual de Milão, Doutorado pela PUC-SP, Pro-rurais aos benefícios previdenciários, analisar o Teixeira Filho (Desembargador Federal do TRT fessor da UFPR e IBEJ, Procurador do Estado eenquadramento sindical do trabalhador rural em 9ª Região aposentado, Professor do curso de pós- Advogado militante); entre outros.  ■ 5 FETAEP
  6. 6. Fetaep se prepara para oFetaep faz um balanço da 11º Congresso Nacionalexecução do PNCF no Paraná dos Trabalhadores eNovo fluxo de trabalho permite que a instituição atue em parceria Trabalhadoras Ruraiscom a Secretaria Estadual da Agricultura e Abastecimento Plenárias reúnem trabalhadores e trabalhadorasA Federação dos Trabalhadores na Agricultu- Durante o período, a Fetaep realizou rurais de todo o estadora do Estado do Paraná (Fetaep) realizou um diversas ações no estado em benefíciolevantamento de dados referentes à execução aos agricultores familiares, entre elas:do Programa Nacional de Crédito Fundiário Seminário de Crédito Fundiário e Juventude(PNCF) no último ano, de agosto de 2011 a ju- Rural, que reuniu 150 jovens no municípiolho de 2012. O levantamento foi feito após a de Cantagalo; Consultoria técnica para aimplantação do novo fluxo de tramitação das elaboração de 25 propostas no municípiopropostas, em que são realizadas uma pré- de Grandes Rios; Seminários Regionais-analise na Federação, antes de serem encami- de Crédito Fundiário em Medianeira enhadas para análise final na Secretaria Esta- Wenceslau Braz; Reunião de divulgaçãodual da Agricultura e Abastecimento (SEAB). do crédito fundiário com 125 produtoresEste novo fluxo faz parte de um convênio assi- rurais do município de Pitanga; Reuniãonado junto ao Instituto Emater, que disponibi- de apresentação das normas do PNCF para Plenária das Regiões 8 e 9.lizou um técnico para a execução das análises entidades (STR, CMDRS, Cresol, Prefeituradas propostas na Fetaep. Municipal, etc), em Pitanga; participação no Antes da realização das Plenárias Nacionais, a Seminário Nacional de Crédito Fundiário Fetaep realizou Plenárias Regionais com todas asEm um ano, a Fetaep analisou 215 propos- em Brasília; elaboração de cartilha de regiões do Paraná para eleger os representantestas do PNCF, 14 propostas de assunção de divulgação do PNCF; vídeo institucional do do estado nesses encontros e discutir o documen-dívidas e 79 propostas de financiamento do programa; visitas técnicas de orientação nos to base. O presidente da Fetaep, Ademir MuellerPronaf A. O resultado desse trabalho foi: o en- municípios de Cruz Machado, Grandes Rios, ressalta a importância dessas ações. “Precisa-caminhamento de 180 propostas para análise Ivaiporã, Medianeira, Congoinhas e Jardim mos preparar e orientar os trabalhadores ruraisda UTE/SEAB e, posteriormente, a C.T. com Alegre; 10 reuniões regionais de divulgação para representarem as reivindicações do Paranáencaminhamento para a contratação junto das resoluções 4029 e 4031 que tratam durante o Congresso Nacional dos Trabalhadoresao agente financeiro; o encaminhamento de da renegociação de dívidas; distribuição e Trabalhadoras Rurais, que será em março de14 propostas de assunção de dívidas para a de folders; cursos de capacitação de novos 2013. É necessário estarmos sempre evoluindoanálise da UTE/SEAB com encaminhamen- técnicos para elaboração de propostas do no papel do movimento sindical, sabendo reivin-to para a contratação junto ao agente finan- PNCF; cursos de reciclagem para técnicos dicar, negociar e propor novas políticas e o cum-ceiro; o encaminhamento de 79 propostas de antigos; entre outras. primento dos direitos trabalhistas”.Pronaf A para a análise da UTE/SEAB comencaminhamento para a contratação junto ao O PNCF oferece condições aos trabalha- “Com essa preparação, os trabalhadores ruraisagente financeiro. dores rurais que não possuem proprieda- podem debater de igual forma com os demais di- de ou têm pouca terra para que possam rigentes, com uma visão muito boa do movimen-Além disso, a Fetaep contabiliza projetos pro- adquirir um imóvel rural por meio de um to. Eles se fortalecem como lideranças e passamdutivos implantados com o PNCF nas áreas de financiamento. ■ a assumir espaços importantes no movimentobovinocultura de leite, café, fruticultura, oleri- sindical do Brasil”, diz o coordenador de jovenscultura, frango caipira, apicultura e mandio- Dados da avaliação final da Fetaep Marcos Brambilla. Ele explica que aca. Os recursos aplicados foram destinados a Total de recursos aplicados no luta é comum a todos os trabalhadores rurais e180 propostas de crédito fundiário linha CAF período = R$16.068.525,54 que o Congresso abe espaço para essa discus-(R$13.517.025,54); 14 propostas de assunção Área negociada no período = 1.098 ha são. “O que todos nós queremos é o acesso àsde dividas (R$853.000,00); e 79 propostas de Tempo médio de contratação = 136 dias políticas públicas e melhorias que favoreçam aPronaf A (R$1.698.500,00). (antes do novo fluxo = 278 dias) permanência do trabalhador rural no campo”. ■ 6 FETAEP
  7. 7. Fetaep na luta para a inclusão de mais agricultores familiaresno Programa Nacional de Produção e Uso de BiodieselA entidade e os sindicatos são responsáveis por analisar os contratos de compra e vendaO diretor de Política Agricola da Fetaep, José Carlos Castilho, esteve no evento da Cargill que apresentou sua entrada no mercado de Biodiesel e uma proposta de parceria com os agricultores familiares.O biodiesel é um combustível produzido a Agrário (MDA). Uma das exigências é que 30% res familiares que possuem DAP sejam incluí-partir de óleos vegetais extraídos de plantas da matéria prima deve ter origem da agricul- dos no Programa Nacional de Produção e Usooleaginosas como a soja, canola, mamona, pi- tura familiar. A empresa que cumpre esta exi- de Biodiesel (PNPB), o que significa inclusãonhão manso e outras, mas também pode ser gência obtém o Selo Combustível Social. produtiva e geração de renda no campo. ■produzido a partir de gordura animal. É umproduto pouco poluente, que pode ser mistu- A fim de obter matéria prima da agricultu-rado com óleo diesel fóssil, em porcentagem ra familiar, a empresa produtora de biodieseldeterminada por normas da ANP (Agência Na-cional do Petróleo) e, que no futuro, deverá ser precisa ter uma anuência por parte de uma entidade que represente o agricultor familiar VALORES DE REFERÊNCIAconsumido puro. Quase não tem cheiro, pro- no estado. Neste caso específico, a FETAEP é DA MATÉRIA-PRIMA LEITEduz pouca fumaça com menos substâncias a entidade representativa da agricultura fa-poluentes, desgasta menos o motor e, o que é miliar que analisa o contrato de compromisso Setembro 2012 Outubro 2012mais importante, em proporção ao óleo diesel de compra e venda e dá a anuência à empresa Matéria-prima (Valor Final) (Projeção)fóssil polui 98% menos o meio ambiente. interessada. Quando a compra é feita direta- mente com o produtor o sindicato local tam- Valores de Referência para o CONSELEITE IN62**Para uma empresa produtora de biodiesel bém precisa fazer a anuência do contrato. Posto Propriedade 0,6982 0,6983participar dos leilões da PETROBRAS precisacumprir várias exigências do Governo Fede- A principal contribuição do MSTTR, através Fonte: Conseleite – Publicado em 06 de Setembro de 2012.ral através do Ministério do Desenvolvimento da FETAEP, é a luta para que mais agriculto- 7 FETAEP
  8. 8. 4AconteceuAconteceu FetaepNo dia 1º de outubro mais uma cara caiu, pois a Fetaep e cerca de 20 STRsdo Paraná estiveram em Jacarezinho para impedir a realização da Assembleia No dia 25 de outubro, o diretor de Política Agrárias Marcos Junior Brambilla ede Fundação do Sindicato dos Motoristas Rurais, Tratoristas e Operadores de o presidente Ademir Mueller receberam membros do Ministério de Desenvolvi-Máquinas Agrícolas das Usinas de Açúcar e Álcool de Jacarezinho e Região. mento Agrário (MDA) para uma reunião na sede da Fetaep.Ao chegar lá foi constatado que não havia local adequado para a realização daassembleia e nem trabalhadores rurais mobilizados por quem convocou. Noentanto, cerca de 130 trabalhadores e trabalhadoras rurais filiados a sindicatosde trabalhadores rurais estiveram presentes e reuniram-se na rua comrepresentantes do Sindicato dos Motoristas de Londrina e, juntos, decidiram pelanão fundação desse novo sindicato, permanecendo representados pelo Sindicatodos Trabalhadores Rurais. Nos dias 30 e 31 de outubro a Fetaep realizou o Encontro de Funcionários de STRs. As palestras abordaram diversos temas como: Política Agrícola, Política Social, Organização e Formação Sindical, Mulheres, Eventos, Previdência So- cial, Política Agrária, Juventude, Assalariados Rurais. Toda a diretoria da Fetaep esteve presente no evento com seus respectivos assessores fazendo palestras explicativas sobre suas áreas de trabalho. Os funcionários dos sindicatos pude-No Encontro dos Advogados, promovido pela Fetaep nos dias 18 e 19, o presiden- ram aprender sobre cada uma das atividades da Fetaep e também puderam tirarte da Contag Alberto Broch recebeu das mãos do presidente Ademir Mueller uma suas dúvidas sobre os mais diversos assuntos como secretaria, contabilidade,cesta com produtos da agricultura familiar do Paraná. Os outros palestrantes organização e prestação de contas de eventos, Emissão de Dap´s entre muitostambém forma contemplados com o presente. “Essa também é uma maneira de outros. Na foto, o diretor de Políticas de Assalariados Jairo Correa, o presidentedivulgarmos os excelentes produtos fabricados em nosso estado pelos agricul- da Fetaep Ademir Mueller e o secretário de Formação e Organização Sindicaltores familiares”, ressalta o presidente. Mario Plefk. 8 FETAEP

×