Successfully reported this slideshow.
ESTRELA vs CMMI NÍVEL 2
Dados PessoaisNome: Fernando VargasE-mail: fvargaspf@gmail.comSite: http://fernandovargas.netTwitter: @fernandopfvBlog: ht...
Introdução → A  utilização  de  softwares  como  ferramenta  de  apoio  à gestão de empresas tem se tornado decisão estrat...
Falhas de definição de processos causam todos os tipos problemas
Através disso foram criados modelos de qualidade de software quevisam assegurar a qualidade do produto através da definiçã...
CMMI→ Modelo de maturidade para desenvolvimento de software;→ Desenvolvido inicialmente pelo SEI (Software EngeneeringInst...
Níveis CMMINível 0 (Incompleto): corresponde a ausência de qualquer modelo deprocesso de desenvolvimento, tornando difícil...
Níveis CMMINível 3 (Definido): são orientadas a processos. Além dos fluxos deatividades, gerenciam os aspectos organizacio...
CMMIVideos:• Nível 1:http://www.youtube.com/watch?v=kF8sxDDoRns;• Níveis 2 e 3:http://www.youtube.com/watch?v=C2BFOEvtu3w;
Vantagens• Reconhecido mundialmente.• Empresas como a Microsoft já adotaram este modelo buscando umaforma de se tornarem u...
Desvantagens• Não aborda aspectos operacionais te TI como:    •Gerenciamento de Segurança;    •Mudança e configuração;    ...
Modelo ESTRELAIntrodução:• Orientar processo de desenvolvimento de e-commerces;• Faz união de diversas técnicas de gerenci...
Modelo ESTRELA
Modelo ESTRELACaracterísticas:   Base em:      •PMI: De forma adaptada, favorece a identificação,      manutenção e contro...
Modelo ESTRELAAlém disso, o modelo apresenta as seguintes características:• Comunicação Constante: reduz margem de risco /...
Modelo ESTRELA• Gerenciado: este é fundamental para identificação dos riscos.Baseado em metodologias ágeis e tradicionais,...
Modelo ESTRELAEstágios:  Pré-aquisição: possui três etapas:   • Definição de requisitos preliminares (linguagem natural nã...
Modelo ESTRELAEstágios:          • Gerenciamento de riscos:Identificação, Priorização, Planejamento, Administração, Padron...
Modelo ESTRELAEstágios:   Aquisição: Estágio onde é feito o detalhamento dos requisitos   funcionais e não funcionais.   E...
Modelo ESTRELAEstágios:  Definição de Requisitos Complementares : O objetivo deste sub-  estágio é acomodar os requisitos ...
Modelo ESTRELAEstágios:  Desenvolvimento :iniciará após a aceitação do documento de  formalização da proposta pelo cliente...
Modelo ESTRELASub-estágios:Concepção do Projeto :•   É feito uma análise do produto que será realizado, utilizando    docu...
Modelo ESTRELASub-estágios:Implementação:•   Representa a engenharia do produto.•   Feito pela equipe de desenvolvedores u...
Modelo ESTRELAVerificação Dinâmica:   Os produtos gerados nos outros estágios são testados, de modo a   garantir que os as...
Modelo ESTRELAEntrega Iterativa:   A entrega iterativa ocorre quando pelo menos uma funcionalidade, já   testada, for disp...
» Aderência do Modelo ESTRELA                                  ao CMMI Nível 2Para conquistar o CMMI nível 2 torna-se nece...
Considerações FinaisAtravés da pesquisa foi possível constatar que a metodologiaEstrela, baseado em características import...
Considerações Finais– Metodologia robusta e madura;– Não é maduro o suficiente ainda;– Precisa aprimorar algumas questões ...
Obrigado pela Atenção!           Dúvidas?
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Apresentação estrela vs cmmi nivel 2

2,162 views

Published on

Apresentação sobre modelo Estrela e CMMI Nível 2

Published in: Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Apresentação estrela vs cmmi nivel 2

  1. 1. ESTRELA vs CMMI NÍVEL 2
  2. 2. Dados PessoaisNome: Fernando VargasE-mail: fvargaspf@gmail.comSite: http://fernandovargas.netTwitter: @fernandopfvBlog: http://www.pensoti.com.br
  3. 3. Introdução → A  utilização  de  softwares  como  ferramenta  de  apoio  à gestão de empresas tem se tornado decisão estratégica;→  Grande  maioria  das  empresas  não  possuem  normas  ou padrões bem definidos;→  Acabam  por  não  considerar  aspectos  cruciais  como manutenção e ciclo de vida.→ Porque e quando usar padrões?→ Qual o custo benefício?
  4. 4. Falhas de definição de processos causam todos os tipos problemas
  5. 5. Através disso foram criados modelos de qualidade de software quevisam assegurar a qualidade do produto através da definição enormatização dos processos de desenvolvimento....E então...
  6. 6. CMMI→ Modelo de maturidade para desenvolvimento de software;→ Desenvolvido inicialmente pelo SEI (Software EngeneeringInstitute – Carnegie – EUA);→ Um dos maiores influenciadores em gestão de processos desoftware do mundo;→ Não defini como um processo deve ser implementado;→ Indica a estrutura e graus de qualidade com que o trabalhodeveria ser realizado;→ Possui níveis sendo:
  7. 7. Níveis CMMINível 0 (Incompleto): corresponde a ausência de qualquer modelo deprocesso de desenvolvimento, tornando difícil de prospectardesenvolvimentos futuros.Nível 1 (Estruturado): possuem um processo mínimo de desenvolvi-mento, capaz de orientar as macro-tarefas no nível operacional.Nível 2 (Gerenciado): tem capacidade de gerenciar um ciclo dedesenvolvimento, ou seja, um projeto. Costuma-se caracterizar o nível 2pela capacidade de gerir projetos estando a grande maioria dasempresas brasileiras em busca deste nível.
  8. 8. Níveis CMMINível 3 (Definido): são orientadas a processos. Além dos fluxos deatividades, gerenciam os aspectos organizacionais, técnicos e deintegração de equipes e fornecedores em função da definição doprocesso.Nível 4 (Gestão Quantitativa): gere o processo com métricasquantitativas através do tempo. Conseguem avaliar o processo dedesempenho dos vários ciclos de desenvolvimento e comparar seusindicadores, obtendo previsibilidade.Nível 5 (Otimização): controla e avalia o processo quantitativamente,podendo intervir em sua especificação para otimizá-lo de formacontínua. Este é o nível de maturidade mais alto do CMMI.
  9. 9. CMMIVideos:• Nível 1:http://www.youtube.com/watch?v=kF8sxDDoRns;• Níveis 2 e 3:http://www.youtube.com/watch?v=C2BFOEvtu3w;
  10. 10. Vantagens• Reconhecido mundialmente.• Empresas como a Microsoft já adotaram este modelo buscando umaforma de se tornarem um diferencial competitivo;• Desenvolvimento de software com qualidade,• Visa garantir cumprimento de prazos, atendendo as necessidades docliente,• Quando as características são cumpridas o cliente sempre ficasatisfeito• Consistências com a norma ISO/SEC 15504.• A certificação é feita de forma gradual (níveis de maturidade);
  11. 11. Desvantagens• Não aborda aspectos operacionais te TI como: •Gerenciamento de Segurança; •Mudança e configuração; •Planejamento de Capacidade; •Diagnósticos e funções de Helpdesk• Estabelece metas, mas não diz como atingi-las;• Requer alto investimento• Geralmente o custo fica entre RS$ 220 mil a RS$ 1 milhão a dependerda complexidade do processo.• Pode levar em média de 4 à 8 anos para obter a certificação em umnível alto.
  12. 12. Modelo ESTRELAIntrodução:• Orientar processo de desenvolvimento de e-commerces;• Faz união de diversas técnicas de gerenciamento de projetos,gerenciamento de riscos, engenharia de software para web, PMBOK emetologias;• Utiliza como referência tanto metodologias ágeis como tradicionais;
  13. 13. Modelo ESTRELA
  14. 14. Modelo ESTRELACaracterísticas: Base em: •PMI: De forma adaptada, favorece a identificação, manutenção e controle dos riscos que possam vir a ameaçar o projeto. • Baseou-se também nos seguintes modelos tradicionais: •RUP; •ESPIRAL; •PROTOTIPAÇÃO e •FDD que proporciona entrega iterativa, oferecendo maior segurança ao projeto tornando-o mais visível em relação a riscos.
  15. 15. Modelo ESTRELAAlém disso, o modelo apresenta as seguintes características:• Comunicação Constante: reduz margem de risco / erro.•Documentação: utiliza-se o conceito de baseline, do modelo Cascata,identificando um conjunto de documentos produzidos como resultadodos estágios do ciclo de vida. Usa-se também como contrato.•Flexibilidade: o modelo é flexível porque acomoda as mudanças.(Conceito incremental e modular)
  16. 16. Modelo ESTRELA• Gerenciado: este é fundamental para identificação dos riscos.Baseado em metodologias ágeis e tradicionais, pegando tambémconceitos do PMBOX. Importante para tomadas de decisão;•Iterativo: as iterações evitam o impacto no projeto tornando o pro-cesso mais flexível, permitindo reavaliações e readequações. Baseou-se no modelo RUP e Processo Unificado, além das característicasherdadas dos métodos ágeis.• Incremental: baseou-se nos processos do RUP, Processo Unificado ePRAXIS. O objetivo do modelo é produzir versões para o comércioeletrônico em rápida sequência.
  17. 17. Modelo ESTRELAEstágios: Pré-aquisição: possui três etapas: • Definição de requisitos preliminares (linguagem natural não detalhada); • Elaboração da proposta; • Projeto de interface (layout) - Prototipagem.
  18. 18. Modelo ESTRELAEstágios: • Gerenciamento de riscos:Identificação, Priorização, Planejamento, Administração, Padronização ereação dos riscos, cronogramas, prazos, custos, riscos, metas,objetivos, prioridades das tarefas do projeto.
  19. 19. Modelo ESTRELAEstágios: Aquisição: Estágio onde é feito o detalhamento dos requisitos funcionais e não funcionais. Esta estágio possui dois sub-estágios:1. Definição de requisitos fundamentais – identificar e priorizar os elementos de maior risco para o projeto;2. Formalização da proposta – contrato. Poderá servir como documentação para o desenvolvimento também;
  20. 20. Modelo ESTRELAEstágios: Definição de Requisitos Complementares : O objetivo deste sub- estágio é acomodar os requisitos que não foram previstos no início do projeto, será conduzido pelo gerente de projetos e acompanhado pelo gerente de equipe na empresa desenvolvedora, contando também com a participação do representante comercial e dos demais desenvolvedores.
  21. 21. Modelo ESTRELAEstágios: Desenvolvimento :iniciará após a aceitação do documento de formalização da proposta pelo cliente. Este estágio conta com os sub-estágios de concepção do projeto e implantação.
  22. 22. Modelo ESTRELASub-estágios:Concepção do Projeto :• É feito uma análise do produto que será realizado, utilizando documentação gerada até este sub-estágio, possibilitando também identificar os pontos críticos do projeto. Os documentos elaborados são: padrão de desenvolvimento, modelos de dados, e modelo funcional.• Os desenvolvedores podem fazer uso de ferramentas de case, possibilitando uma análise das funcionalidades do projeto. A análise do software poderá ser feito em dupla de desenvolvedores, o que favorece a troca de ideias e experiências, contribuindo para o projeto ser implementado.
  23. 23. Modelo ESTRELASub-estágios:Implementação:• Representa a engenharia do produto.• Feito pela equipe de desenvolvedores um detalhamento do projeto navegacional e de interface, realizando também alguns ajustes no protótipo, quando necessário, seguindo as definições de padrões estabelecidas no sub-estágio de concepção do projeto.
  24. 24. Modelo ESTRELAVerificação Dinâmica: Os produtos gerados nos outros estágios são testados, de modo a garantir que os aspectos de qualidade estejam sendo contemplados, que tais requisitos estejam de acordo com as expectativas do cliente.Objetivo: Verificar e validar os requisitos do cliente por meio de testes, podendo observar também o comportamento de internautas, com conhecimentos básicos em informática, diante do produto a ser desenvolvido.
  25. 25. Modelo ESTRELAEntrega Iterativa: A entrega iterativa ocorre quando pelo menos uma funcionalidade, já testada, for disponibilizada ao cliente no site. O cliente será treinado, podendo executar, navegar, e testar as funcionalidades, utilizando dados reais para validá-las. O projeto será considerado encerrado quando todos os requisitos documentados forem atendidos, ocorrendo, assim, o treinamento do projeto como um todo.
  26. 26. » Aderência do Modelo ESTRELA ao CMMI Nível 2Para conquistar o CMMI nível 2 torna-se necessário que se possagerenciar um projeto. Para isso as seguinte áreas devem ser cumpridas: 1. Gerenciamento de requisitos; 2. Planejamento do projeto; 3. Monitoração e controle do projeto; 4. Gerenciamento de contrato com o fornecedor; 5. Medição e análise; 6. Garantia de qualidade de processo e produto; 7. Gerenciamento de configuração.
  27. 27. Considerações FinaisAtravés da pesquisa foi possível constatar que a metodologiaEstrela, baseado em características importantes de outrasmetodologias ágeis e tradicionais, torna-se uma metodologiabastante robusta para gerenciamento de desenvolvimento desoftware. Também foi possível constatar que abrange váriasáreas de atuação na área de engenharia, porém por ser tãoextensa acaba tornando-se uma metodologia um poucoburocrática, tornando o processo ágil mais demorado pelaquantidade de processos envolvidos no mesmo.
  28. 28. Considerações Finais– Metodologia robusta e madura;– Não é maduro o suficiente ainda;– Precisa aprimorar algumas questões como processo de documentação mais claro, não foi informado pelos, autores de forma, clara e específica informações sobre treinamentos e capacitações;– É muito segmentada, isso pode ser um ponto negativo
  29. 29. Obrigado pela Atenção! Dúvidas?

×