Roma ´revisão

564 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
564
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
10
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Roma ´revisão

  1. 1. ROMA Revisão para o Terceiro Ano
  2. 2. PERIODIZAÇÃO Sete reis: 2 Latinos 2 Sabinos 3 Etruscos Constituição da Urbis Conquistas da Plebe Imperialismo Crise Social Pax Romana Pão e Circo Crise Invasão germânica
  3. 3. Monarquia Período de formação da Urbis (cidade- Estado) – consolidação territorial e organização de instituições políticas. Organização social: Patrícios (descendentes dos grupos sociais originais – latinos, sabinos e etruscos) grandes proprietários rurais direitos políticos plenos Plebeus – pequenos proprietários, camponeses, artesão e pequenos comerciantes. Direitos políticos relativos Relações sociais: Clientelismo
  4. 4. Monarquia Organização Política Senado – antigo Conselho dos Anciãos Assembleia Curial – composição ampla. A Assembleia Curial será substituída ao final do período monárquico pela Assembleia Centurial de composição censitária, perdendo importância. Os últimos monarcas – etruscos – são repudiados pela população por suas posturas abusivas. Com a deposição de Tarquínio termina o período.
  5. 5. República O fim da monarquia aumenta o prestígio dos patrícios, que capitalizam politicamente na criação do consulado. Revoltas da Plebe – uma série de conquistas dos plebeus, destacam-se: - Lei das XII Tábuas – leis escritas - Lei Canuleia - Fim da escravidão por dívidas - Acesso a todas as magistraturas (inclusive o consulado).
  6. 6. Evolução Populacional - Escravos 0 500,000 1,000,000 1,500,000 2,000,000 2,500,000 3,000,000 3,500,000 4,000,000 4,500,000 5,000,000 225 a.C 43 a.C homens livres escravos 4.400.000 4.500.000 60.000 3.000.000
  7. 7. República Imperialismo – conquistas territoriais. Guerras Púnicas – Contra Cartago, conquista do Mediterrâneo (Mare Nostrum). Resultados: Fortalecimento da nobreza senatorial Aumento da dependência de escravos Empobrecimento dos pequenos proprietários As tensões sociais que se estabeleceram, criaram algumas tentativas de solução - Irmãos Graco (solução política) - 1º e 2º Triunviratos (solução político- militar)
  8. 8. Império Otávio – implantação do Império. Políticas de estabilização: - Pão e Circo - Investimento na urbanização das áreas periféricas. - Pax Romana – urbanização, fim das Guerras de conquistas, ampliação do direito de cidadania, divisão de províncias (militares e civis), Guarda Pretoriana.
  9. 9. Império Baixo Império ( 284 - 476 d.C.) Tetrarquia (284) Feita por Diocleciano, tentativa de criar estabilidade no poder. Edito de Milão (313) - Liberdade de culto aos cristãos feito por Constantino Edito de Tessalônica ( 391) - Cristianismo como religião oficial feito por Teodósio. Divisão do Império (Ocidente e Oriente) em 395 por Teodósio que dividiu entre seus filhos.
  10. 10. Esquema geral da Crise do Império IMPERADOR Chefe militar APOGEU: Alto Império CRISE: Baixo Império Fim da expansão territorialDiminuição número de escravosFalta de mão de obra promove expansão territorial concentra poderes controla e garante privilégios das elites sustenta a plebe “pão e circo” Êxodo urbano escasse z material CRISTIANISMO Diminui autoridade GERMÂNICOS Penetração COLAPSO DO IMPÉRIO Riqueza / escravos
  11. 11. Invasões Germânicas

×