Successfully reported this slideshow.
Escolhendo uma câmera digital * Antes de adquirir uma câmera digital é importante você tomar almas decisões e fazer alguma...
<ul><li>No mercado há câmaras digitais para todos os tipos de pessoas, desde os fotógrafos amadores aos mestres da fotogra...
Amadoras “descartáveis” - não compre! <ul><li>Não formam necessariamente uma categoria. Ignore-as. </li></ul><ul><li>Sabe ...
Compactas automáticas simples   categoria consumidor (consumer)   <ul><li>câmeras simples, de dimensões reduzidas;do tipo ...
Compactas Intermediárias  (prosumer) <ul><li>Melhor custo-benefício </li></ul><ul><li>Controles automáticos e  Manuais  de...
Câmera profissional DSLR Digital Single Lens Reflex <ul><li>uso da própria objetiva para visualizar a imagem que será grav...
Os “Megapixels” <ul><li>Atenção para a questão dos MEGAPIXELS, não são eles que definem a qualidade da câmera, mas sim a q...
Tamanho da Ampliação (em alta resolução - 300 dpi) <ul><li>VGA (640x480) ------------ 4x 5,5 cm </li></ul><ul><li>1 megapi...
Recursos das câmeras digitais   ....para entender o zoom <ul><li>-  o zoom permite a aproximação do assunto que será fotog...
28mm = Grande angular 200 mm = Tele-objetiva O ângulo de visão diminui com o aumento do tamanho da objetiva.
<ul><li>As câmeras compactas tradicionais que possuem zoom têm, em sua maioria, objetivas que vão de 28 a 150mm. </li></ul...
<ul><li>zoom ótico  - obtido graças aos recursos físicos da objetiva (qualidade do cristal das lentes) é considerado o zoo...
O sensor <ul><li>Três informações são importantes para definir o sensor: </li></ul><ul><li>A resolução; </li></ul><ul><li>...
<ul><li>A sensibilidade à luz, expressa no padrão ISO, é a medida da quantidade de luz que a câmera digital precisa para c...
Fotografia em cor, preto-e-branco PB  e sépia <ul><li>Alguns modelos permitem fazer a captura da imagem em cores, preto-e-...
Ícones mais comuns <ul><li>automático </li></ul><ul><li>close-up;macro </li></ul><ul><li>landscape;paisagem </li></ul><ul>...
Controle Manual (M) <ul><li>Nos permite o ajuste preciso da  exposição , ou seja, o controle  da quantidade se luz que irá...
Diafragma ou Abertura <ul><li>Costuma-se usar o termo  abertura da lente  para indicar sua capacidade de permitir passar a...
<ul><li>A utilização de cada uma das aberturas do diafragma resulta não só em regular a intensidade de luz mas também em a...
Obturador ou Velocidade <ul><li>É um dispositivo mecânico que abre e fecha, uma espécie de “cortininha” que controla o  te...
Muito tempo de exposição Pouco tempo de exposição
Mais informações: <ul><li>http://www.cravoecanelaphoto.com/blog/2007/05/15/das-cameras-digitais-amadoras-as-dslrs-profissi...
<ul><li>http://pcworld.uol.com.br/reviews/categoria/Eletr%C3%B4nicos/subcategoria/C%C3%A2meras%20digitais </li></ul><ul><l...
Referências bibliográficas <ul><li>FREEMAN, Michael.  O guia completo da Fotografia Digital . 2º ed. Lisboa: Centralivros,...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Fotografia: Escolhendo uma Camera

7,166 views

Published on

Published in: Art & Photos, Business
  • Be the first to comment

Fotografia: Escolhendo uma Camera

  1. 1. Escolhendo uma câmera digital * Antes de adquirir uma câmera digital é importante você tomar almas decisões e fazer algumas análises a respeito das suas expectativas como fotógrafo.
  2. 2. <ul><li>No mercado há câmaras digitais para todos os tipos de pessoas, desde os fotógrafos amadores aos mestres da fotografia . </li></ul><ul><li>Conheça suas necessidades; </li></ul><ul><li>O tipo de câmera digital que você irá comprar depende de como pretende usá-la. Para ajudar a decidir qual resolução e outros recursos serão necessários, você deve saber que tipo de fotos fará com mais freqüência. </li></ul><ul><li>É importante definir a categoria a qual pertence uma câmera. Podemos definir, no mínimo, três grandes categorias, a consumidor (consumer), a consumidor avançado (prosumer) e a profissional. </li></ul>
  3. 3. Amadoras “descartáveis” - não compre! <ul><li>Não formam necessariamente uma categoria. Ignore-as. </li></ul><ul><li>Sabe aquelas câmeras que são anunciadas na televisão? Que prometem “1000 megapixels”, filmam, fotografam, gravam som e tem um cartão de 256 MB que cabe 15.000 fotos, já viram dessas? Esqueçam completamente. Elas tem uma péssima qualidade e com certeza só vão estragar suas fotos. As lentes de má qualidade vão produzir fotos sem contraste, com foco ruim e cores distorcidas. O sensor “maravilhoso” vai te dar muito ruído (aqueles pontinhos coloridos), e pouquíssima definição. Se você quer fazer boas fotos, esqueça essas câmeras. Excluam de suas listas marcas “desconhecidas” como Clone, Genius, e coisas como Ximagem, TecPix, Breeze Cam, etc. </li></ul>
  4. 4. Compactas automáticas simples categoria consumidor (consumer) <ul><li>câmeras simples, de dimensões reduzidas;do tipo “mirar e clicar”; </li></ul><ul><li>ajustes automáticos (abertura, velocidade e foco); </li></ul><ul><li>flash automático ou programado; </li></ul><ul><li>os modelos mais simples possuem foco fixo e não possuem zoom; </li></ul><ul><li>fotógrafo: apenas tem a tarefa de enquadrar a cena e fazer o clique; </li></ul><ul><li>indicada para quem não quer complicação. </li></ul><ul><li>opte pelos modelos de marcas renomadas; zoom ótico mínimo de 3x e opções de ajuste externo (aqueles em que você não precisa acessar o menu) </li></ul>
  5. 5. Compactas Intermediárias (prosumer) <ul><li>Melhor custo-benefício </li></ul><ul><li>Controles automáticos e Manuais de velocidade do obturador e abertura do diafragma </li></ul><ul><li>Controles avançados para determinar a iluminação, foco e profundidade de campo </li></ul><ul><li>Lentes mais potentes, alguns modelos com zoom de ótico de 18x </li></ul><ul><li>Não permitem troca da lente (objetiva) </li></ul>
  6. 6. Câmera profissional DSLR Digital Single Lens Reflex <ul><li>uso da própria objetiva para visualizar a imagem que será gravada; </li></ul><ul><li>permitem a troca de lentes (existem alguns modelos com lentes não removíveis); </li></ul><ul><li>permitem ajustes Manuais : velocidade do obturador e abertura do diafragma (abertura da lente) e foco; </li></ul><ul><li>São mais rápidas para registrar uma cena; </li></ul><ul><li>Preços mais elevados </li></ul>
  7. 7. Os “Megapixels” <ul><li>Atenção para a questão dos MEGAPIXELS, não são eles que definem a qualidade da câmera, mas sim a qualidade do SENSOR, juntamente com a qualidade ótica (lentes). </li></ul><ul><li>Opte por marcas reconhecidas profissionalmente, tais como, Nikon, Canon, Sony, Pentax, Olympus, Panasonic, etc. </li></ul><ul><li>Sony, opte por modelos com lente Carl Zeiss </li></ul><ul><li>Panasonic, opte por modelos com lente Leica </li></ul>
  8. 8. Tamanho da Ampliação (em alta resolução - 300 dpi) <ul><li>VGA (640x480) ------------ 4x 5,5 cm </li></ul><ul><li>1 megapixel -------------10x15 cm </li></ul><ul><li>2 megapixel ------------- 13x18 cm </li></ul><ul><li>3 megapixel ------------- 20x25 cm </li></ul><ul><li>4 megapixel ------------- 20x30 cm </li></ul><ul><li>5 megapixel ------------- 30x45 cm </li></ul>
  9. 9. Recursos das câmeras digitais ....para entender o zoom <ul><li>- o zoom permite a aproximação do assunto que será fotografado; </li></ul><ul><li>nas câmeras tradicionais a potência de uma objetiva (lente) é evidenciada pela distância focal, expressa em milímetros. A lente 50mm é considerada uma lente padrão. </li></ul><ul><li>Valores maiores = Teleobjetivas </li></ul><ul><li>Valores menores = Grande Angular </li></ul>
  10. 10. 28mm = Grande angular 200 mm = Tele-objetiva O ângulo de visão diminui com o aumento do tamanho da objetiva.
  11. 11. <ul><li>As câmeras compactas tradicionais que possuem zoom têm, em sua maioria, objetivas que vão de 28 a 150mm. </li></ul><ul><li>Considerando que alente 50mm é o padrão, uma lente de 150mm é três vezes mais potente. No mundo das digitais, o conceito de indicar a potência da lente ganhou a prática de indicar o número de vezes em que o zoom pode ampliar uma imagem. Nesse caso, a lente de 150 mm tradicional indica um zoom de 3x na câmera digital. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>zoom ótico - obtido graças aos recursos físicos da objetiva (qualidade do cristal das lentes) é considerado o zoom real. </li></ul><ul><li>zoom digital – obtido por meio de recursos do software que vem embutido na máquina fotográfica. O software capta a imagem do sensor e a amplia digitalmente, aumentando o tamanho dos pixels, o que resulta na perda da qualidade da imagem captada. Quanto maior o emprego do zoom digital, mais perda ocorrerá devido ao aumento excessivo dos pixels. </li></ul>
  13. 13. O sensor <ul><li>Três informações são importantes para definir o sensor: </li></ul><ul><li>A resolução; </li></ul><ul><li>A tecnologia usada (CCD ou CMOS); </li></ul><ul><li>A sensibilidade à luz (ASA ou ISO); </li></ul><ul><li>CCD (Charge-Coupled Device): oferece melhor qualidade de imagem em função dos circuitos integrados; </li></ul><ul><li>CMOS (Complementary Metal-Oxide Semicondutor): é mais barato, utiliza circuitos mais simples e consome menos energia. </li></ul>
  14. 14. <ul><li>A sensibilidade à luz, expressa no padrão ISO, é a medida da quantidade de luz que a câmera digital precisa para captar adequadamente uma imagem. </li></ul><ul><li>Quanto maior o valor ISO do sensor, maior será sua capacidade de registrar uma cena em ambientes escuros. </li></ul><ul><li>Quanto menor o ISO, maior clareza e nitidez da imagem (porém o uso de um ISO baixo exige mais tempo de exposição). </li></ul><ul><li>Os valores ISO podem variar de 50 a 2000. </li></ul>ISO ou ASA
  15. 15. Fotografia em cor, preto-e-branco PB e sépia <ul><li>Alguns modelos permitem fazer a captura da imagem em cores, preto-e-branco (PB/BW) ou sépia. </li></ul>
  16. 16. Ícones mais comuns <ul><li>automático </li></ul><ul><li>close-up;macro </li></ul><ul><li>landscape;paisagem </li></ul><ul><li>Foto noturna </li></ul><ul><li>Esporte </li></ul><ul><li>Filme </li></ul><ul><li>Manual </li></ul><ul><li>Prioridade de velocidade (S) </li></ul><ul><li>Prioridade de abertura (A) </li></ul>
  17. 17. Controle Manual (M) <ul><li>Nos permite o ajuste preciso da exposição , ou seja, o controle da quantidade se luz que irá sensibilizar a película/sensor, através dos mecanismos: </li></ul><ul><li>Diafragma (ou Abertura da lente) </li></ul><ul><li>Obturador (ou Velocidade/tempo de disparo) </li></ul>
  18. 18. Diafragma ou Abertura <ul><li>Costuma-se usar o termo abertura da lente para indicar sua capacidade de permitir passar a luz através do diafragma. </li></ul><ul><li>Representada pela letra f ou f -stops. </li></ul>
  19. 19. <ul><li>A utilização de cada uma das aberturas do diafragma resulta não só em regular a intensidade de luz mas também em alterar a profundidade de campo* entre os planos. </li></ul>• Profundidade de campo é a área que apresentará nitidez a frente e atrás do objeto focado pelo fotógrafo.
  20. 20. Obturador ou Velocidade <ul><li>É um dispositivo mecânico que abre e fecha, uma espécie de “cortininha” que controla o tempo de exposição do filme/sensor à luz (q uanto mais tempo aberto, mais luz entra) </li></ul><ul><li>Com um tempo de exposição longo é possível fazer o registro do movimento do objeto/assunto fotografado (o que também poderá resultar em uma fotografia tremida, caso não for utilizado um tripé ). </li></ul>
  21. 21. Muito tempo de exposição Pouco tempo de exposição
  22. 22. Mais informações: <ul><li>http://www.cravoecanelaphoto.com/blog/2007/05/15/das-cameras-digitais-amadoras-as-dslrs-profissionais/ </li></ul><ul><li>http://www.cravoecanelaphoto.com/blog/2007/05/28/como-escolher-sua-proxima-camera-digital-2/ </li></ul><ul><li>http://idgnow.uol.com.br/computacao_pessoal/categoria/C%C3%A2meras%20Digitais/ </li></ul><ul><li>http://pcmag.uol.com.br/henrique/?cat=5 </li></ul><ul><li>http://eletronicos.hsw.uol.com.br/cameras-digitais.htm </li></ul><ul><li>http://eletronicos.hsw.uol.com.br/10-melhores-cameras-digitais.htm </li></ul><ul><li>http://www.photonhead.com/digitalcameras/cameratypes.php </li></ul><ul><li>http://massao.blog.br/category/fotografia/olympus/ </li></ul><ul><li>http://www.image-acquire.com/sony/?start=25 </li></ul>
  23. 23. <ul><li>http://pcworld.uol.com.br/reviews/categoria/Eletr%C3%B4nicos/subcategoria/C%C3%A2meras%20digitais </li></ul><ul><li>http://www.compaq.com.br/lar/recomendacao/1203_elegir_camara.html </li></ul><ul><li>http://pcworld.uol.com.br/reviews/2007/06/04/idgreviews.2007-06-04.7771394518 </li></ul><ul><li>http://www.olympusamerica.com/cpg_section/cpg_digital.asp </li></ul><ul><li>http://www.cambridgeincolour.com/tutoriais/balanco-branco.htm </li></ul><ul><li>http://www.mnemocine.com.br/cinema/Cinematografia3.htm </li></ul><ul><li>http://pcworld.uol.com.br/dicas/2007/03/02/idgnoticia.2007-03-02.2920670692 </li></ul><ul><li>http://maquinas-digitais.typepad.com/maquinas_fotograficas_dig/camaras_digitais_canon/index.html </li></ul><ul><li>http://photos.uol.com.br/lista.asp?cat=11 </li></ul><ul><li>http://www.digiforum.com.br/viewtopic.php?p=399515&sid=5903cfdc74bd525cf3f0081aeb721672 </li></ul>
  24. 24. Referências bibliográficas <ul><li>FREEMAN, Michael. O guia completo da Fotografia Digital . 2º ed. Lisboa: Centralivros, 2006. </li></ul><ul><li>PREUSS, Julio. Fotografia Digital, Da compra da câmera à impressão das fotos . 2º ed. Rio de Janeiro: Axcel Books, 2004. </li></ul><ul><li>RAMALHO, José. Fotografia Digital . Rio de Janeiro: Elsevier, 2004 </li></ul>

×