PROJETO INTERDISCIPLINARESTUDOS DAS CIÊNCIAS SOCIAIS <br />A tecnologia em foco:<br />pensando intervenções pedagógicas cr...
GRUPO:<br />Adriana Corrêa<br />Claudia Meireles<br />Fernanda Marquez<br />Mônica Bassan<br />Vaneli Frizon<br />        ...
O USO DA TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO<br />Segundo Pierre Lévy, “ há pessoas com habilidades e<br />qualificações que nem sempre...
Este panorama pode e deve ser modificado, à partir<br />de um novo olhar para a tecnologia e as inúmeras <br />possibilida...
O Papel da Escola na Sociedade de Informação<br />Roteiro:<br />Relato, a partir de uma experiência de observação em sala ...
ACERVO TECNOLÓGICO<br />Vivência em uma escola particular da Barra da<br /> Tijuca (Mopi), que utiliza alta tecnologia em ...
INFLUÊNCIA DA TECNOLOGIA SOBRE OS ALUNO<br />Imagine-se  fazendo um passeio pela lua ao falar sobre<br />gravidade, realiz...
O levantamento feito com um grupo de 24 alunos, numa faixa etária entre 7 a 8 anos, sobre o uso da tecnologia fora do ambi...
70% dos alunos utilizam  celulares, <br /> 40% dos alunos utilizam: Dsi - PsP - Wii - Ipad - Mp5 - Xbox - guitarhero<br />...
QUAL A PERSPECTIVA DO OBSERVADOR A RESPEITO DO USO E INSERÇÃO DESTAS TECNOLOGIAS, EM TERMOS DE BENEFÍCIOS E POTENCIAIS RIS...
Que tipo de intervençãocaberia a um educador segundo<br /> a ótica das Ciências Sociais?<br />Hoje, com a Internet e a fan...
Lévy, Pierre: As formas do saber - http://youtu.be/QIo2QlQMN5k<br />PCNS – História  e geografia 1º. Ciclo<br />Portal.mec...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

O uso ada tecnologia na educação

842 views

Published on

O uso da tecnologia na educaçao.

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
842
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
9
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O uso ada tecnologia na educação

  1. 1. PROJETO INTERDISCIPLINARESTUDOS DAS CIÊNCIAS SOCIAIS <br />A tecnologia em foco:<br />pensando intervenções pedagógicas críticas <br />
  2. 2. GRUPO:<br />Adriana Corrêa<br />Claudia Meireles<br />Fernanda Marquez<br />Mônica Bassan<br />Vaneli Frizon<br /> Set/2011<br />
  3. 3. O USO DA TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO<br />Segundo Pierre Lévy, “ há pessoas com habilidades e<br />qualificações que nem sempre são usadas pelos<br />outros, ou valorizadas no ambiente em que vivem.” <br />Este pensamento se adéqua ao momento educacional <br />atual. Trabalhamos e convivemos com crianças que <br />utilizam e conhecem a tecnologia de computadores,<br />Ipads, celulares, jogos eletrônicos, entre outros <br />E muitas vezes esta habilidade não é<br />trabalhada e/ou desenvolvida no ambiente escolar. <br />
  4. 4. Este panorama pode e deve ser modificado, à partir<br />de um novo olhar para a tecnologia e as inúmeras <br />possibilidades de seu uso no ambiente escolar. Para <br />isto é necessário aos professores o aperfeiçoamento<br />e às escolas o investimento. <br />
  5. 5. O Papel da Escola na Sociedade de Informação<br />Roteiro:<br />Relato, a partir de uma experiência de observação em sala de aula da turma do 2º do ensino Fundamental I, de uma escola particular, observando os seguintes itens: <br />A) que tipo de acervo tecnológico os alunos manipularam durante este período? <br />B) Qual significado, em termos gerais, estas tecnologias parecem ter para os alunos? <br />C) Qual a perspectiva do observador a respeito do uso e inserção destas tecnologias, em termos de benefícios e potenciais riscos, à formação do caráter e à saúde do aluno? <br />D) Tendo em vista suas observações, bem como uma perspectiva crítica acerca do assunto, que tipo de intervenção caberia a um educador segundo a ótica das ciências sociais? <br /> Em sintonia com esta perspectiva, nosso Projeto Interdisciplinar envolve elaboração de um relato etnográfico que considere turmas de séries iniciais. Tal relato deve ser encarado como o ponto de partida para uma intervenção pedagógica inspirada em uma perspectiva crítica acerca da inserção da tecnologia na sociedade brasileira contemporânea.<br /> Nossa pergunta norteadora é, portanto, qual o papel das ciências sociais em um cenário de progressiva massificação do uso de tecnologias no cotidiano das pessoas? <br />
  6. 6. ACERVO TECNOLÓGICO<br />Vivência em uma escola particular da Barra da<br /> Tijuca (Mopi), que utiliza alta tecnologia em <br />todas as salas de aula, através do E-board que<br />é um quadro interativo com mais recursos que <br />um computador. Ele substitui a Tv, o DVD, o <br />CD, os aparelhos de som, o Datashow, e está <br />ligado a internet, o que abre um mundo de <br />possibilidades. Além de tudo professores e <br />alunos podem escrever na tela com uma caneta<br /> que funciona como um mouse. Com o E-Board<br /> é possível capturar imagens de um scaner, de <br />câmeras e filmadoras,tornando as aulas muito <br />mais interessantes, dinâmicas e produtivas.<br />As aulas são ministradas eletronicamente, através <br />de um quadro interativo com projeção em alta definição <br />e acesso à internet ambiente educacional colaborativo.<br />
  7. 7. INFLUÊNCIA DA TECNOLOGIA SOBRE OS ALUNO<br />Imagine-se fazendo um passeio pela lua ao falar sobre<br />gravidade, realizar um safári na África, aprender a teoria da <br />evolução de Darwin, realizar votações instantaneamente sobre <br />temas polêmicos e comunicar-se com alunos de outros países <br />em tempo real. O uso da tecnologia permite ao professor tornar <br />estas atividades possíveis. Transformar os conteúdos em aulas <br />dinâmicas e interativas onde as noções espaciais e temporais <br />são vivenciadas de maneira significativa levam o aluno a <br />conectar-se com o mundo real utilizando ferramentas <br />tecnológicas que lhe são conhecidas fora da escola e que <br />precisam estar dentro dela, oportunizando e estimulando ao <br />máximo a capacidade do aluno e o prazer de aprender.<br />
  8. 8. O levantamento feito com um grupo de 24 alunos, numa faixa etária entre 7 a 8 anos, sobre o uso da tecnologia fora do ambiente escolar apresentou os seguintes resultados:<br />100% dos alunos manuseiam os computadores em casa. <br />Sendo que: <br /> 20%, na presença do adulto e<br /> 80% com os adultos em outros <br />ambientes na casa.<br />Alunos X Tecnologia<br />
  9. 9. 70% dos alunos utilizam celulares, <br /> 40% dos alunos utilizam: Dsi - PsP - Wii - Ipad - Mp5 - Xbox - guitarhero<br />100% dos alunos utilizam os programas Word e Paint<br />Os sites mais visitados são:<br /> *clubpenguin<br /> *youtube<br /> *jogos para meninas <br /> *Escola 24h e portal Mopi<br /> *Google (para pesquisas)<br />Alunos X Tecnologia<br />
  10. 10. QUAL A PERSPECTIVA DO OBSERVADOR A RESPEITO DO USO E INSERÇÃO DESTAS TECNOLOGIAS, EM TERMOS DE BENEFÍCIOS E POTENCIAIS RISCOS, À FORMAÇÃO DO CARÁTER E À SAÚDE DO ALUNO?<br />Se os alunos fazem pontes entre o que aprendem intelectualmente e as situações reais, experimentais, profissionais ligadas aos seus estudos, a aprendizagem será mais significativa, viva, enriquecedora. As atividades integradoras da prática com a teoria, do compreender com o vivenciar, o fazer e o refletir, de forma sistemática, presencial e virtualmente, em todas as áreas e ao longo de todo o ano.<br />Ao mesmo tempo, o livro como recurso didático, não é deixado de lado, pois as atividades são planejadas à partir dos conteúdos abordados no livro, e o uso da tecnologia é mais um recurso a ser utilizado em sala de aula. Temos realmente que nos precaver para que o uso do livro não fique menosprezado, sendo visto como algo incompleto e desatualizado e o aluno não se “vicie” no uso destas ferramentas com informações descontextualizadas e sem a orientação do adulto. <br />
  11. 11. Que tipo de intervençãocaberia a um educador segundo<br /> a ótica das Ciências Sociais?<br />Hoje, com a Internet e a fantástica evolução tecnológica, podemos aprender de muitas formas, em lugares <br />diferentes, de formas diferentes. A sociedade como um todo é um espaço privilegiado de aprendizagem. Mas ainda<br /> é a escola a organizadora e certificadora principal do processo de ensino-aprendizagem. Com a Internet e outras <br />tecnologias surgem novas possibilidades de organização das aulas.    O professor, em qualquer nível da<br />educação, precisa hoje aprender a gerenciar vários espaços e a integrá-los de forma aberta, equilibrada e <br />inovadora. O primeiro espaço é o de uma nova sala de aula equipada e com atividades diferentes, que se integra <br />com a ida ao laboratório para desenvolver atividades de pesquisa e de domínio técnico-pedagógico. Estas atividades<br />se ampliam e complementam a distância, nos ambientes virtuais de aprendizagem e se complementam com espaços<br /> e tempos de experimentação, de conhecimento da realidade, de inserção em ambientes profissionais e informais.<br />Antes o professor se restringia ao espaço da sala de aula. Agora precisa aprender a gerenciar também atividades a<br />distância, visitas técnicas, orientação de projetos e tudo isso fazendo parte da carga horária da sua disciplina, <br />estando visível na grade curricular, flexibilizando o tempo de estada em aula e incrementando outros espaços e <br />tempos de aprendizagem. Educar com qualidade implica em ter acesso e competência para organizar e gerenciar as <br />atividades didáticas com e sem o uso de tantas tecnologias.<br />
  12. 12. Lévy, Pierre: As formas do saber - http://youtu.be/QIo2QlQMN5k<br />PCNS – História e geografia 1º. Ciclo<br />Portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro051.pdf – <br />A importância do uso das novas tecnologias na educação- <br />WWW.oifuturo.org.br<br />Bibliografia<br />

×