Arquitetura de Escolha - EBAI 2010

4,867 views

Published on

Artigo unindo Arquitetura de Informação e Tomada de Decisão, apresentado no Encontro Brasileiro de Arquitetura de Informação de 2010.

Published in: Design, Technology, Travel
2 Comments
15 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
4,867
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
975
Actions
Shares
0
Downloads
104
Comments
2
Likes
15
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Arquitetura de Escolha - EBAI 2010

  1. 1. Feliphe Lavor :: EBAI 2010 Arquitetura de Escolha O arquiteto de informação apoiando a tomada de decisão
  2. 2. Introdução Porque falar em escolhas
  3. 3. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Antigamente, quando eu pensava em achocolatado...
  4. 4. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Antigamente, quando eu pensava em achocolatado Nescau...
  5. 5. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Antigamente, quando eu pensava em achocolatado Nescau... “Nescau” que tinha na casa do primo rico “Nescau” que eu pedia mas minha mãe nunca comprava “Nescau” de levar para o colégio “Nescau” de mentira, mas minha mãe tentava empurrar “Nescau” de verdade
  6. 6. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Antigamente, quando eu pensava em achocolatado Nescau... “Nescau” que tinha na casa do primo rico “Nescau” que eu pedia mas minha mãe nunca comprava “Nescau” de levar para o colégio “Nescau” de mentira, mas minha mãe tentava empurrar “Nescau” de verdade
  7. 7. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Antigamente, quando eu pensava em achocolatado Nescau... “Nescau” que tinha na casa do primo rico “Nescau” que eu pedia mas minha mãe nunca comprava “Nescau” de levar para o colégio “Nescau” de mentira, mas minha mãe tentava empurrar “Nescau” de verdade
  8. 8. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Antigamente, quando eu pensava em achocolatado Nescau... “Nescau” que tinha na casa do primo rico “Nescau” que eu pedia mas minha mãe nunca comprava “Nescau” de levar para o colégio “Nescau” de mentira, mas minha mãe tentava empurrar “Nescau” de verdade
  9. 9. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Antigamente, quando eu pensava em achocolatado Nescau... “Nescau” que tinha na casa do primo rico “Nescau” que eu pedia mas minha mãe nunca comprava “Nescau” de levar para o colégio “Nescau” de mentira, mas minha mãe tentava empurrar “Nescau” de verdade
  10. 10. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Se você procurar por achocolatado hoje no supermercado • Achocolatado em pó • Achocolato em flocos • Achocolatado líquido •Achocolatado light • Achocolatado diet • Achocolatado zero • Achocolatado orgânico • Achocolatado 2.0 (!?)
  11. 11. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Muitas escolhas, em todos os campos da nossa vida Lazer Relacionamentos Trabalho
  12. 12. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Escolhas e Tomada de Decisão: campos de estudos crescentes
  13. 13. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Richard Thaler: Nudge • Economista, parceiro de Daniel Kahneman (Nobel de Economia) em pesquisas sobre Economia Comportamental • Consultor de Barack Obama e David Cameron • Cunhou o termo “Arquitetura de Escolha”
  14. 14. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Economia Clássica Homo Economicus: tomam decisões e fazem escolhas sempre de forma a maximizar seus retornos, a partir de análises subjetivas e perfeitamente informadas.
  15. 15. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Economia Comportamental Seres humanos: muitas das decisões tomadas pelas pessoas não são completamente informadas, e sim impulsivas, julgamentos errôneos e falta de visão de longo prazo.
  16. 16. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Qual opção você escolheria? • Web: U$ 59,00 • Impressa: U$125,00 • Impressa + Web: U$125,00 Fonte: Previsivelmente Irracional, Dan Ariely - 2008
  17. 17. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Qual opção você escolheria? 16% 84% Web Impressa + Web • Web: U$ 59,00 • Impressa: U$125,00 • Impressa + Web: U$125,00 Fonte: Previsivelmente Irracional, Dan Ariely - 2008
  18. 18. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Qual opção você escolheria? • Web: U$ 59,00 • Impressa: U$125,00 • Impressa + Web: U$125,00 Fonte: Previsivelmente Irracional, Dan Ariely - 2008
  19. 19. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Qual opção você escolheria? 68% 32% Web Impressa + Web • Web: U$ 59,00 • Impressa: U$125,00 • Impressa + Web: U$125,00 Fonte: Previsivelmente Irracional, Dan Ariely - 2008
  20. 20. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 16% 84% 68% 32% Web Impressa + Web Fonte: Previsivelmente Irracional, Dan Ariely - 2008
  21. 21. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Nosso processo de escolha nem sempre é lógico.
  22. 22. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 O arquiteto de informação desenvolve um artefato, ideia ou política que informa por ser claro. R.S. Wurman
  23. 23. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 O arquiteto de informação desenvolve um artefato, ideia ou política que informa por ser claro. R.S. Wurman O mais claro nem sempre é o mais lógico...
  24. 24. Sistemas Decisórios Sistemas reflexivo e automático
  25. 25. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Temos dois sistemas de processamento de informação Fonte: Thaler, 2008
  26. 26. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Sistema Reflexivo • Movido pela lógica e pela razão • Não age de forma contínua • Acionado em situações específicas • Análises estendem-se além da experiência imediata Fonte: Thaler, 2008
  27. 27. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Sistema Automático • Opera de forma rápida e imediata • Baixa taxa de esforço • Age continuamente • Dispara comportamentos em resposta rápida Fonte: Thaler, 2008
  28. 28. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Os dois sistemas são importantes, resquícios evolutivos da espécie humana: Fonte: Thaler, 2008 Razão + “Intuição”
  29. 29. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Mas ambos os sistemas são passíveis de ruídos em seus julgamentos
  30. 30. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Mas ambos os sistemas são passíveis de ruídos em seus julgamentos Desvios Cognitivos
  31. 31. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Normalmente especialistas em uma área de conhecimento conseguem gerenciar desvios cognitivos em decisões ligadas às suas áreas.
  32. 32. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Normalmente especialistas em uma área de conhecimento conseguem gerenciar desvios cognitivos em decisões ligadas às suas áreas. Problema: somos obrigados cada vez mais a tomar decisões em áreas que não são nossa especialidade.
  33. 33. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Nesse contexto, como Arquitetos de Informação podem atuar na disponibilização de opções: Otimizando Sinal Gerenciar Ruído
  34. 34. Compreendendo os ruídos Os Desvios Cognitivos
  35. 35. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Desvios Cognitivos Sistema Automático Experiência pessoal de longo prazo Principal subsídio da fração útil do sistema automático:
  36. 36. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Desvios Cognitivos Sistema Automático Quando experiência de longo prazo em um assunto é escassa: contexto social e experiência recente podem ser fontes de ruído. Experiência pessoal de longo prazo
  37. 37. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Desvios Cognitivos Sistema Automático Desvio originado pelo contexto social: Informação da Ação Coletiva Fonte: Sunstein, 2003 Se o indivíduo tiver acesso à informação do que outras pessoas estão fazendo, ele poderá ser influenciado a agir da mesma maneira.
  38. 38. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Há uma probabilidade maior que meninas adolescentes engravidem em ambientes onde há uma grande incidência de adolescentes grávidas. Desvios Cognitivos Sistema Automático Desvio originado pelo contexto social: Informação da Ação Coletiva Fonte: Sunstein, 2003
  39. 39. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Desvios Cognitivos Sistema Automático Desvio originado pelo contexto social: Pressão dos Pares A escolha pode ser influenciada quando o indivíduo acredita que está sendo observado e será julgado pelos demais, mesmo que estes o estejam ignorando.
  40. 40. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Maior exposição dos assentos preferenciais pode evitar o uso incorreto, por passageiros que não querem ser julgados por outras pessoas no transporte público. Desvios Cognitivos Sistema Automático Desvio originado pelo contexto social: Pressão dos Pares
  41. 41. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Mudanças na configuração do ambiente em que o indivíduo está inserido podem influenciar as suas decisões. Desvios Cognitivos Sistema Automático Desvio originado pelo experiência recente: Predisposição Fonte: Sunstein, 2003
  42. 42. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 O cheiro de detergente influencia as pessoas a manterem os ambientes mais limpos. Desvios Cognitivos Sistema Automático Desvio originado pelo experiência recente: Predisposição Fonte: Sunstein, 2003
  43. 43. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Desvios Cognitivos Sistema Reflexivo I) Heurísticas da Escolha: • Disponibilidade • Ancoragem e Ajustamento • Representatividade Daniel Kahneman Amos Tversky II) Teoria Prospectiva da Decisão: A sensibilidade para perdas
  44. 44. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Desvios Cognitivos Sistema Reflexivo Heurísticas da Escolha: Disponibilidade Quanto mais disponível um determinado fragmento de informação estiver na memória, mais se acredita que certa situação é de fato freqüente. Fonte: Schwartz, 2004
  45. 45. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Após comprar um carro novo, o dono começa a identificar mais carros iguais ao seu na rua, achando que ele é mais comum do que talvez seja de fato. Desvios Cognitivos Sistema Reflexivo Heurísticas da Escolha: Disponibilidade
  46. 46. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Desvios Cognitivos Sistema Reflexivo Heurísticas da Escolha: Ancoragem e Ajustamento Ao se deparar com uma nova informação, o indivíduo cria uma âncora com um número ou exemplo já conhecido, ajustando depois essa informação em função do que considerar apropriado. Fonte: Schwartz, 2004
  47. 47. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Pesquisa realizada por Thaler com universitários americanos. As pessoas adaptam suas respostas conforme a ordem das perguntas. Desvios Cognitivos Sistema Reflexivo Heurísticas da Escolha: Ancoragem e Ajustamento Fonte: Thaler, 2008
  48. 48. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Desvios Cognitivos Sistema Reflexivo Heurísticas da Escolha: Representatividade Por vezes são utilizadas partes de informação já conhecida para identificar padrões, mesmo que eles não existam ou não se repitam no longo prazo. Fonte: Schwartz, 2004
  49. 49. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 O valor médio do imóvel americano praticamente duplicou entre 1997 e 2006... Desvios Cognitivos Sistema Reflexivo Fonte: Schiller, 2010 Heurísticas da Escolha: Representatividade
  50. 50. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 O valor médio do imóvel americano praticamente duplicou entre 1997 e 2006. Equivocadamente as pessoas identificaram isso como um padrão de longo prazo, originando na bolha que deu origem à crise financeira internacional iniciada em 2008. Desvios Cognitivos Sistema Reflexivo Heurísticas da Escolha: Representatividade Fonte: Schiller, 2010
  51. 51. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Desvios Cognitivos Sistema Reflexivo Teoria Prospectiva da Decisão : Sensibilidade para perdas A sensação associada à perda de um valor é mais forte do que a sensação associada ao ganho do mesmo valor. Fonte: Schwartz, 2004
  52. 52. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Pesquisa feita em 2009 Núcleo de Estudos em Gestão e Estratégia em Negócios da UFRRJ. A grande maioria escolheu a opção do grupo II, apesar das duas opções serem iguais. Desvios Cognitivos Sistema Reflexivo Teoria Prospectiva da Decisão : Sensibilidade para perdas
  53. 53. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Consolidando:
  54. 54. Disponibilizando as opções Arquitetura de Escolha
  55. 55. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 “A arquitetura de escolha considera as limitações de tempo e de recursos cognitivos para que as pessoas possam decidir de maneira consciente e cuidadosa.” Richard Thaler, 2008
  56. 56. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Escolhas críticas: decisões difíceis e de caráter excepcional, para as quais um indivíduo tem dificuldade de obter feedback, as opções são muitas e os parâmetros de comparação são complexos.
  57. 57. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Arquitetura de Escolha 1) Estímulos 2) Mapeamento das opções 3) Utilização da opção padrão (default) 4) Fornecimento de feedback 5) Antecipação de erros 6) Afunilamento de opções 7) Recomendações 8) Reversibilidade
  58. 58. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 No processo de escolha o indivíduo é influenciado por estímulos para tomar sua decisão. 1) Estímulos
  59. 59. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 1) Estímulos Estímulo que pode atrapalhar a decisão
  60. 60. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 1) Estímulos Estímulo que pode atrapalhar a decisão Estímulo que pode apoiar a decisão
  61. 61. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Disponibilizar as opções de forma a facilitar a comparação entre elas. 2) Mapeamento das opções
  62. 62. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 2) Mapeamento das opções Mapeamento que pode atrapalhar a decisão
  63. 63. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 2) Mapeamento das opções Mapeamento que pode atrapalhar a decisão Mapeamento que pode apoiar a decisão
  64. 64. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 As pessoas tendem a escolher as opções que ofereçam menos resistência, atuando por inércia. 3) Utilização da Opção Padrão (Default)
  65. 65. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 3) Utilização da Opção Padrão (Default) Doadores de Órgãos na População
  66. 66. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 3) Utilização da Opção Padrão (Default) Doadores de Órgãos na População Opção Default: Doador Opção Default: Não Doador
  67. 67. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 O fornecimento de feedback alerta as pessoas quando fazem bem ou mal suas opções. 4) Fornecimento de Feedback
  68. 68. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Gráfico de evolução de consumo de energia na conta do cliente 4) Fornecimento de Feedback
  69. 69. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 5) Antecipação de Erros Um sistema bem concebido deve prever os erros de seus usuários, e disponibilizar a informação de forma a mitigá-los.
  70. 70. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 5) Antecipação de Erros Cartela de pílulas contraceptivas, indicando qual comprimido tomar por dia
  71. 71. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 6) Afunilamento das Opções O afunilamento contínuo é útil em casos onde as alternativas ou os parâmetros de comparação são muitos.
  72. 72. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 6) Afunilamento das Opções Etapa Forçar escolha de todos os parâmetros no mesmo momento pode dificultar o processo Distribuir os parâmetros em momentos sequenciais pode faciliar o processo Parâmetros Etapas Parâmetros
  73. 73. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 6) Afunilamento das Opções Dificuldade de escolha Etapa Dificuldade de escolha Etapa Iniciar pelos parâmetros mais difíceis pode dificultar o processo de escolha Iniciar pelos parâmetros mais fáceis pode facilitar o processo de escolha
  74. 74. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 6) Afunilamento das Opções Customização de Audi
  75. 75. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 7) Recomendações Um mecanismo de recomendações pode apoiar a decisão em uma área em que o indivíduo não é especialista.
  76. 76. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 7) Recomendações Recomendação de especialista
  77. 77. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 7) Recomendações Recomendação do coletivo
  78. 78. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 8) Reversibilidade Garantir sempre que possível que a decisão feita poderá ser revertida se não trouxer retornos satisfatórios.
  79. 79. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Portabilidade 8) Reversibilidade
  80. 80. Aplicações Práticas da teoria Propostas para ANS na perspectiva da Arquitetura de Escolha
  81. 81. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Agência reguladora de planos de saúde do Brasil Duas questões críticas: 1) Como disponibilizar opções de planos de saúde existentes no mercado? 2) Como estimular a escolha dos cidadãos por uma vida saudável? Obs: As propostas a seguir não são necessariamente opiniões da Agência. Elas são hipóteses, levantadas para fim de exemplificação da presente pesquisa.
  82. 82. Aplicação Prática I Apoiando a escolha por um plano e saúde
  83. 83. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Processo de escolha de plano de saúde no site da agência hoje Três ferramentas:  Guia ANS de Planos de Saúde: Buscar planos por parâmetros  Índice de Reclamações: Índice que mede quantidade de reclamações que cada operadora recebe por período  Programa Qualificação ANS: Programa de avaliação de desempenho das operadoras por especialistas da ANS
  84. 84. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Processo de escolha de plano de saúde no site da agência hoje Problema: Informações pulverizadas, espalhadas por diferentes áreas do sítio. Reflete a estrutura organizacional da Agência, mas não apóia o processo decisório do cidadão.
  85. 85. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Proposta de reformulação do Guia ANS, sob perspectiva da Arquitetura de Escolha: Diretrizes:  Utilizar afunilamento contínuo  Melhorar mapeamento das opções  Fazer melhor uso das recomendações
  86. 86. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 I) Afunilamento Contínuo
  87. 87. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 I) Afunilamento Contínuo Formulário hoje:
  88. 88. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 I) Afunilamento Contínuo Problemas:  Todos os parâmetros devem ser escolhidos na mesma etapa  Dificuldade é agravada pela complexidade dos parâmetros (Coberturas, Abrangência, Fator Moderador...)
  89. 89. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 I) Afunilamento Contínuo Proposta: Dividir o processo por etapas, conforme assunto e carga de complexidade do parâmetro.
  90. 90. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 I) Afunilamento Contínuo Proposta: Dividir o processo por etapas, conforme assunto e carga de complexidade do parâmetro. Parâmetro que decide ponto mais crítico do plano: procedimentos mínimos obrigatórios que devem ser cobertos Localização do beneficiário e área do território nacional que o plano deve atender. Tipo de acomodação desejada, intervalo de preço, possibilidade de participação no pagamento dos procedimentos. Tipo de Cobertura Geografia Custos
  91. 91. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 II) Mapeamento das Opções
  92. 92. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 II) Mapeamento das Opções Resultados hoje:
  93. 93. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 II) Mapeamento das Opções Problema:  A lista de resultados exibe os parâmetros já escolhidos anteriormente. Não apóia a comparação entre as opções.
  94. 94. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 II) Mapeamento das Opções Proposta: Listar as alternativas que atendem às necessidades do usuário disponibilizando os parâmetros que de fato apoiarão a comparação e o processo decisório.
  95. 95. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 II) Mapeamento das Opções Resultados para: Tipo de cobertura Ambulatório Localização Rio de Janeiro Abrangência Nacional Plano Rede Conveniada Procedimentos Faixa de Preço Plano A Plano B Plano C Plano D Plano E Plano F
  96. 96. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 II) Mapeamento das Opções Resultados para: Tipo de cobertura Ambulatório Localização Rio de Janeiro Abrangência Nacional Plano Rede Conveniada Procedimentos Faixa de Preço Plano A Plano B Plano C Plano D Plano E Plano F Filtros Parâmetros para comparação
  97. 97. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 II) Mapeamento das Opções Resultados para: Tipo de cobertura Ambulatório Localização Rio de Janeiro Abrangência Nacional Plano Rede Conveniada Procedimentos Faixa de Preço Plano A Plano B Plano C Plano D Plano E Plano F Facilita a comparação
  98. 98. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 III) Recomendações
  99. 99. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 III) Recomendações Hoje: Duas formas de recomendações: Índice de Reclamações: Indice que mede quantidade de reclamações que cada operadora recebe por período  Programa Qualificação ANS: Programa de avaliação de desempenho das operadoras por especialistas da ANS
  100. 100. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 III) Recomendações Hoje: Problemas:  Avaliações não são utilizadas na ferramenta de busca de planos de saúde Avaliações não são de simples interpretação  As duas formas distintas de avaliar confundem o usuário no momento da escolha
  101. 101. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 III) Recomendações Hoje:
  102. 102. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 III) Recomendações Difícil entender Difícil relacionar Hoje:
  103. 103. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 III) Recomendações Propostas:  Exibir avaliações das operadoras nos resultados das buscas por planos  Utilizar simbolização visual para representação das avaliações  Unificar as duas avaliações
  104. 104. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 III) Recomendações
  105. 105. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 III) Recomendações Resultados para: Tipo de cobertura Ambulatório Localização Rio de Janeiro Abrangência Nacional Plano Rede Conveniada Procedimentos Faixa de Preço Avaliação Plano A Plano B Plano C Plano D Plano E Plano F
  106. 106. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Processo de escolha de plano de saúde no site da agência revisado Principais ganhos: Cidadão podendo fazer escolha mais consciente do plano escolhido para sua família. Avaliações mais facilmente compreendidas têm uma maior influência na melhoria do mercado.
  107. 107. Aplicação Prática II Apoiando a escolha por uma vida saudável
  108. 108. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 A escolha por uma vida saudável É uma escolha crítica:  Dificuldade de obter feedback  As opções são muitas  Parâmetros de comparação são complexos
  109. 109. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Proposta de aplicação estratégica dos conceitos de Arquitetura de Escolha Diretrizes:  Considerar Inércia  Fazer uso de Estímulo  Fazer uso de opção “Default”  Melhorar Feedback
  110. 110. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 I) Considerar Inércia
  111. 111. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 I) Considerar Inércia A medicina preventiva, como por exemplos exames periódicos de check-up, pode: Melhorar saúde da população Identificando problemas mais cedo, quando o tratamento é mais eficaz. Reduzir gastos com saúde Focando custos em exames e prevenção (mais barato) e reduzindo cirurgias e pós- tratamento (mais caro).
  112. 112. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 I) Considerar Inércia O uso regular de cuidado preventivo pelos Americanos poderia cortar em até 50% os custos com saúde do país nos próximos 10 anos. National Congress, em Pre-Symptom Medicine
  113. 113. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 I) Considerar Inércia O uso regular de cuidado preventivo pelos Americanos poderia cortar em até 50% os custos com saúde do país nos próximos 10 anos. National Congress, em Pre-Symptom Medicine O Medicare (planos de saúde público americano) deverá cobrir gratuitamente exames preventivos a partir de 1º de Janeiro de 2011. Todos os planos do país, privados e públicos, a partir de 2018.
  114. 114. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 I) Considerar Inércia Já existe uma listagem de exames de check-up que podem ser eficazes em identificação prévia de condições problemáticas, dividida por sexo e faixa etária.
  115. 115. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 I) Considerar Inércia No Brasil os planos de saúde já são obrigados a cobrir a maior parte dos exames preventivos. Porém o agendamento do exame deve ser feito após uma consulta médica, o que oferece uma resistência para execução. Hoje:
  116. 116. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 I) Considerar Inércia Por inércia, a maioria dos beneficiários não realiza exames preventivos, mesmo tendo direito a eles. No Brasil os planos de saúde já são obrigados a cobrir a maior parte dos exames preventivos. Porém o agendamento do exame deve ser feito após uma consulta médica, o que oferece uma resistência para execução. Hoje:
  117. 117. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Ruim para beneficiários e para operadoras de planos de saúde: Beneficiário Tratamento de doença em estágio é mais traumático. Plano de Saúde Tratamento e pós-tratamento em estágio avançado são mais caros. I) Considerar Inércia
  118. 118. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 II) Estímulo e opção Default
  119. 119. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Propostas Estímulo: Permitir agendamento de exames de check-up, com frequencias pré-determinadas por faixa etária do beneficiário, sem obrigatoriedade de consulta médica anterior. Opção Default: Considerar períodos pré- determinados ao longo do ano onde quando esses exames já são pré-agendados (ex: impostos como IPTU, IPVA, restituição do Imposto de Renda...) II) Estímulo e opção Default
  120. 120. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 III) Melhorar Feedback
  121. 121. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Proposta Tornar obrigatório que laboratórios disponibilizem resultados dos exames em formato eletrônico padrão, além do formato desejado por cada fornecedor (ex: XML). No médio prazo aplicativos online poderiam ser desenvolvidos, para upload desses arquivos e monitoramento contínuo do cidadão do seus quadro de saúde. III) Melhorar Feedback
  122. 122. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 III) Melhorar Feedback Ao visualizar a evolução de índices é mais simples fazer o gerenciamento de parâmetros. A Nike descobriu que após o usuário do Nike Plus fazer cinco uploads de dados, a probabilidade dele continuar correndo aumenta consideravelmente. Fonte: Wired, 2009
  123. 123. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Apoiar escolha por uma vida mais saudável através da Arquitetura de Escolha  Considerar Inércia  Fazer uso de Estímulo  Fazer uso de opção “Default”  Melhorar Feedback
  124. 124. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Processo de escolha por vida saudável revisado Principais ganhos: Cidadão tendo melhor acompanhamento do seu estado de saúde, ao longo de sua vida. Mercado mais eficiente, focando em prevenção.
  125. 125. Conclusões
  126. 126. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 • Seres humanos muitas vezes não tomam decisões da forma mais racional possível, é importante que o arquiteto de informação tenha conhecimento dos desvios cognitivos; • As escolhas podem ser disponibilizadas de forma a apoiar uma decisão mais assertiva. Fundamental em um contexto com cada vez mais opções; • A Arquitetura de Informação pode ser aplicada tanto para design de interfaces digitais como para concepção de experiência offline.
  127. 127. Arquitetura de Escolha :: Apresentação EBAI :: Novembro 2010 Conclusões Off-Topic =) • O arquiteto de informação pode assumir responsabilidades por iniciativas estratégicas, estruturais na sociedade, na medida que a organização de informação torna-se cada vez mais necessária; • Quem faz os órgãos públicos brasileiros somos nós mesmos.
  128. 128. Obrigado mail@feliphe.com

×