Estratégias Competitivas - Case Ambev

23,881 views

Published on

Apresentação criada para o módulo Gestão Estratégica de Negócios, ministrado pelo Prof. MSc. Adalton Ozaki, no curso MBA em Arquitetura de Soluções da Faculdade de Informática e Administração Paulista (FIAP). A proposta deste projeto é analisar os diferenciais estratégicos do grupo Ambev, maior empresa de capital aberto do Brasil. Introduzimos com o histórico e dados sobre o faturamento dos últimos anos da companhia até entrarmos na análise SWOT, análise das 5 forças e entendimento dos ambientes internos e externos de mercado em que a empresa está inserida.

Published in: Business
1 Comment
6 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
23,881
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
31
Actions
Shares
0
Downloads
487
Comments
1
Likes
6
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Estratégias Competitivas - Case Ambev

  1. 1. 1 Nome do curso 1 Nome-da-disciplina PÓS-GRADUAÇÃO Gestão Estratégica de Negócios Constantino Junior Felipe Caparelli Felipe Lima Robson Moreira Prof. Adalton Masalu Ozaki Junho/2013
  2. 2. 2 Nome do curso 2 Nome-da-disciplina 1. Histórico da Empresa 2. Estudo de Caso 2.1. Evolução Financeira (2011 e 2012) 2.2. Análise da 5 forças 2.3. Análise interna: fontes de vantagem competitiva 2.4. Outras Análises Estratégicas 3. Conclusões SUMÁRIO MBA em Arquitetura de Soluções Gestão Estratégica de Negócios
  3. 3. 3 Nome do curso 3 Nome-da-disciplina  A Ambev foi fundada em 30 de julho de 1999 e é resultado da fusão entre duas cervejeiras brasileiras a Companhia Cervejaria Brahma e a Companhia Antarctica Paulista Indústria Brasileira de Bebidas e Conexos.  A Cervejaria Brahma era uma empresa criada em 1888 e era controlada por três pessoas: Jorge Paulo Lemann, Marcel Hermann Telles e Carlos Alberto da Veiga Sicupira, que juntos através do Grupo Braco detinham 55,1% da empresa.  A Companhia Antarctica foi fundada 1885 e era controla pela Fundação Zerrenner que detinham 88,1% da participação votante da empresa.  Antes da fusão as ações de ambas as empresas eram negociadas publicamente. Com o resultado da aliança, o grupo Ambev tornou- se sócio majoritário de ambas as empresas, o Grupo Braco ficou com 76% ações e os outros 24% ficaram com a Fundação Zerrenner. 1. Histórico da Empresa MBA em Arquitetura de Soluções Gestão Estratégica de Negócios
  4. 4. 4 Nome do curso 4 Nome-da-disciplina  1999 Fusão das cervejarias Brahma e Antártica Ações começam a ser veiculadas na bolsa de Nova York  2000 Tornou- se líder no mercado brasileiro de cervejas Em abril de 2000 o CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) aprovou com algumas restrições em relação ao compromisso celebrado pela Ambev. Detém direitos exclusivos de distribuir e engarrafar os refrigerantes da Pepsi Brasil Em novembro do ano 2000, adquiriu a cervejaria uruguaia Cerveceria y Malteria Paysandú, e passou a produzir a cerveja Norteña. Para atender o compromisso firmado com o CADE vendeu a marca Bavaria e mais cinco fábricas que possuía para uma companhia canadense. 1. Histórico da Empresa – Linha do Tempo MBA em Arquitetura de Soluções Gestão Estratégica de Negócios
  5. 5. 5 Nome do curso 5 Nome-da-disciplina  2001 Alcançou um lucro liquido recorde de R$ 784,6 milhões Adquiriu a Quilmes maior cervejaria da Argentina, Bolívia, Paraguai e Uruguai Aliança com CabCorp, principal engarrafadora Pepsi na América Central Tornou a AMBEV a terceira maior produtora de bebidas do mundo, com cerca de 10 bilhões de litros anuais. Nos anos de seguintes, não parou de fazer aquisições na América do Sul e Central.  2002 Expansão da parceria com a PepsiCo para incluir a fabricação, venda e distribuição do Gatorade  2003 Inicia a construção de uma fábrica no Peru Expansão com uma série de aquisições em países da América Central 1. Histórico da Empresa – Linha do Tempo Gestão Estratégica de NegóciosMBA em Arquitetura de Soluções
  6. 6. 6 Nome do curso 6 Nome-da-disciplina  2004 Lançamento da cerveja belga super premium Stella Artois Fundiu-se a CBB Inauguração da fábrica no Peru. Associou com a cervejaria belga Interbrew S.A./N.V. envolvendo uma das maiores produtoras de cerveja do Canadá, a Labatt, Associou-se Embotelladora Dominicana CXA (Embodom), engarrafadora exclusiva da PepsiCo na República Dominicana.  2006 Lançamento do H2OH! produto de maior sucesso no segmento 1. Histórico da Empresa – Linha do Tempo Gestão Estratégica de NegóciosMBA em Arquitetura de Soluções
  7. 7. 7 Nome do curso 7 Nome-da-disciplina  2007 Adquiriu todas as quotas da Goldensand Comércio e Serviços Ltda, controladora das Cervejarias Cintra Diversos lançamentos como garrafa de um litro de Stella, PET de 3,3 litros de guaraná, Brahma Ice e Brahma Light Na mídia inicia a fase do Brahmeiro  2009 Obteve resultados positivos com o crescimento de negócios de cerveja e refrigerante Organizou eventos como o Skol Sensation 1. Histórico da Empresa – Linha do Tempo Gestão Estratégica de NegóciosMBA em Arquitetura de Soluções
  8. 8. 8 Nome do curso 8 Nome-da-disciplina  2010 Anunciou pacote de investimentos com aporte de de até R$ 2 bilhões, visando ampliar ou criar novas linhas de produção Inaugurou oficialmente a Filial Sete Lagoas (MG), unidade com capacidade de ser a segunda maior fábrica da Ambev nas Américas  2011 Lançamento do energético Fusion Energy Drink BudWeiser chega ao brasil e integra o portfólio Iniciou uma franquia popular “Nosso Bar” para micro e pequenos empreendedores  2012 Adquiriu o Grupo Modelo dona da cerveja vendida no México a Corona 1. Histórico da Empresa – Linha do Tempo Gestão Estratégica de NegóciosMBA em Arquitetura de Soluções
  9. 9. 9 Nome do curso 9 Nome-da-disciplina 1. Histórico da Empresa – Abrangência Gestão Estratégica de Negócios Presente em 16 países Liderança em 7 países MBA em Arquitetura de Soluções
  10. 10. 10 Nome do curso 10 Nome-da-disciplina 2.1 Estudo de caso – Evolução Financeira Gestão Estratégica de NegóciosMBA em Arquitetura de Soluções
  11. 11. 11 Nome do curso 11 Nome-da-disciplina 2.1 Estudo de caso – Evolução Financeira Gestão Estratégica de NegóciosMBA em Arquitetura de Soluções - 10,000,000 20,000,000 30,000,000 40,000,000 50,000,000 60,000,000 AC RLP Permanente PC PNC PL Receita LucroLíquido 2.012 2.011 2012 2011 AC 16.255.922 14.679.440 RLP 3.584.767 2.972.991 Permanente 34.319.132 28.482.263 54.159.821 46.134.694 PC 15.518.679 14.407.913 PNC 8.717.273 5.902.660 PL 29.923.817 25.828.845 54.159.769 46.139.418 Receita 13.044.603 13.824.058 VALORES AMBEV Valores em Bilhões de Reais
  12. 12. 12 Nome do curso 12 Nome-da-disciplina 2.1 Estudo de caso – Evolução Financeira Gestão Estratégica de NegóciosMBA em Arquitetura de Soluções - 5,000 10,000 15,000 20,000 25,000 30,000 35,000 40,000 AC RLP Permanente PC PNC PL Receita LucroLíquido 2.012 2.011 2012 2011 AC 5.537 4.708 RLP 3.925 3.724 Permanente 26.517 18.695 35.979 27.127 PC 7.800 6.159 PNC 15.417 10.876 PL 12.762 10.092 35.979 27.127 Receita 19.893 17.187 VALORES HEINEKEN Valores em Bilhões de Euros
  13. 13. 13 Nome do curso 13 Nome-da-disciplina 2.1 Estudo de caso – Evolução Financeira Gestão Estratégica de NegóciosMBA em Arquitetura de Soluções Estrutura de Capital Ambev Heineken 2011 2012 2011 2012 Endividamento Geral 44,00% 44,70% 62,80% 64,50% (PC + PNC) / AT Participação de capital de terceiros 78,60% 81,00% 168,80% 181,90% (PC + PNC) / PL Composição do endividamento 70,90% 64,00% 36,20% 33,60% PC / (PC + PNC) Imobilização do patrimônio líquido 110,30% 114,70% 185,20% 207,80% AP / PL Liquidez Liquidez Geral 0,87 0,82 0,49 0,41 (AC + RLP) / (PC + PNC) Liquidez Corrente 1,02 1,05 0,76 0,71 AC / PC Rentabilidade Giro do Ativo 30,00% 24,10% 63,40% 55,30% Receita / AT Margem Líquida 62,50% 80,60% 9,10% 15,60% LL / Receita Rentabilidade do Ativo 18,70% 19,40% 5,80% 8,60% LL / AT Rentabilidade do PL 33,50% 35,10% 15,50% 24,40% LL / PL
  14. 14. 14 Nome do curso 14 Nome-da-disciplina 2.2 Estudo de caso – Analise das 5 Forças Competitivas Gestão Estratégica de Negócios  Ameaça entre os concorrentes A rivalidade entre as empresas desta indústria é alta onde a estratégia de preços é agressiva. Porém a fatia de mercado da AMBEV é muito maior que suas concorrentes sendo ela quem dita os preços e acaba sendo seguida pelas rivais.  Ameaça de novos entrantes O risco de novos entrantes neste mercado é baixo devido a dimensão do país e a distribuição dos produtos ser muito pulverizada e dispendiosa o que demandaria um alto investimento.  Produtos Substitutos A ameaça de produtos substitutos é baixo visto que a substituição por outras bebidas não alcançariam o mesmo sucesso e a mesma demanda. MBA em Arquitetura de Soluções
  15. 15. 15 Nome do curso 15 Nome-da-disciplina  Poder de negociação dos compradores (consumidores) O poder de barganha dos compradores é alto devido a concorrência e competitividade desta indústria. Possui facilidade de substituir uma marca por outra.  Poder de negociação dos fornecedores O poder de barganha dos fornecedores é muito baixo. Há muitos fornecedores de matéria prima (commodities) e embalagens, não se configurando assim uma ameaça. 2.2 Estudo de caso – Analise das 5 Forças Competitivas Gestão Estratégica de NegóciosMBA em Arquitetura de Soluções
  16. 16. 16 Nome do curso 16 Nome-da-disciplina 2.3 Estudo de caso - Fontes de Vantagens Competitivas Gestão Estratégica de NegóciosMBA em Arquitetura de Soluções
  17. 17. 17 Nome do curso 17 Nome-da-disciplina 2.4 Estudo de caso – Matriz Crescimento-Participação Gestão Estratégica de NegóciosMBA em Arquitetura de Soluções
  18. 18. 18 Nome do curso 18 Nome-da-disciplina 3. Conclusões Gestão Estratégica de NegóciosMBA em Arquitetura de Soluções Mas acima de tudo, vale lembrar que uma das maiores vantagens competitivas que a AMBEV possui em relação a qualquer outra concorrente existente no mercado é a presença de pessoas que trazem experiências de anos e sem as quais não seria possível a gestão desta empresa que mais parece um império.
  19. 19. 19 Nome do curso 19 Nome-da-disciplina Através da estratégia de fusões e aquisições a AMBEV busca expandir suas atividades pela estratégia de escala, visando se tornar a mais competitiva empresa de bebidas do mundo. A companhia investiu fortemente em equipamentos, processos de produção e logística, desenvolvimento de produtos, marketing, aquisições de outras marcas e parcerias estratégicas, o que resultou em: • Consolidação da Marca / Imagem; • Expansão territorial, marcando presença em 16 países do Continente Americano; • Expansão de portfólio de produtos; • Conquista de resultados financeiros extremamente positivos 3. Conclusões Gestão Estratégica de NegóciosMBA em Arquitetura de Soluções
  20. 20. 20 Nome do curso 20 Nome-da-disciplina 2013 Market share no Brasil 68% 8 milhões de hl/ano - cerveja e refrigerante Desafios Manutenção do ritmo de crescimento mesmo com as restrições impostas pelo aumento das taxas, legislações (Lei Seca) e a constante aparição de novos entrantes (cervejas artesanais e importadas). 3. Conclusões Gestão Estratégica de NegóciosMBA em Arquitetura de Soluções
  21. 21. 21 Nome do curso 21 Nome-da-disciplina 2014 / 2016 Copa do Mundo Jogos Olímpicos 2017 Sustentabilidade / Compromisso Social água, emissão de CO2 e energia e gestão de resíduos 3,2 litros de água /1 litro de bebida 10% redução do consumo de energia 3. Conclusões Gestão Estratégica de NegóciosMBA em Arquitetura de Soluções

×