Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Taxa de desemprego teve leve aumento - Informe PED Mensal Agosto 2016

188 views

Published on

As informações captadas pela Pesquisa de Emprego e Desemprego na Região Metropolitana de Porto Alegre (PED-RMPA) para o mês de agosto de 2016 mostram leve aumento da taxa de desemprego total e relativa estabilidade do nível ocupacional. O rendimento médio real referente ao mês de julho de 2016 apresentou redução para o total de ocupados e trabalhadores autônomos e relativa estabilidade para os assalariados.

Published in: Government & Nonprofit
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Taxa de desemprego teve leve aumento - Informe PED Mensal Agosto 2016

  1. 1. Agosto 2016 Taxa de desemprego tem leve aumento Região Metropolitana de Porto Alegre
  2. 2. Agosto de 2016 • Relativa estabilidade do nível ocupacional (-0,2%) => menos 3 mil pessoas • Relativa estabilidade da PEA (0,2%) => mais 4 mil pessoas • Aumento do contingente desempregado (3,6%) => mais 7 mil • Taxa de Participação passou de 53,2% para 53,4% Obs.: População Economicamente Ativa (PEA) = ocupados + desempregados
  3. 3. Desemprego Leve aumento da taxa de desemprego total Julho => 10,4% da PEA Agosto => 10,7% da PEA Relativa estabilidade da taxa de desemprego aberto Julho => 9,5% da PEA Agosto => 9,6% da PEA Taxa de desemprego oculto => Sem amostra • Julho => 197 mil desempregados • Agosto => 204 mil desempregados
  4. 4. FONTE: PED-RMPA – Convênio FEE, FGTAS, SEADE, DIEESE e apoio MTE/FAT NOTA: A taxa de desemprego total é composta pela soma das taxas de desemprego aberto e oculto. Taxa de desemprego total na Região Metropolitana de Porto Alegre – jan./12 – ago./16
  5. 5. FONTE: PED-RMPA – Convênio FEE, FGTAS, SEADE, DIEESE e apoio MTE/FAT NOTA: A taxa de desemprego total é composta pela soma das taxas de desemprego aberto e oculto. Taxa de desemprego – Município de Porto Alegre e Demais Municípios da RMPA – jan./15 – ago./16
  6. 6. Ocupação Com redução, o contingente de ocupados foi estimado em 1.698 mil pessoas em agosto. Comportamento setorial: Indústria de transformação 19 mil 6,8% Construção 6 mil 5,3% Comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas -2 mil -0,6% Serviços -28 mil -2,9% Nota: O contingente total de ocupados inclui outros setores.
  7. 7. Posição na ocupação Assalariados - 12 mil - 1,0% Setor Público - 2 mil - 1,0% Setor Privado - 10 mil - 1,0% Com carteira - 6 mil - 0,7% Sem carteira - 4 mil - 4,4% Autônomos 15 mil 6,3% Empregados domésticos - 2 mil -2,2% Demais Posições - 4 mil - 2,2% Nota: O total de assalariados inclui indivíduos que não informaram os segmento em que trabalham.
  8. 8. Rendimentos • O rendimento médio real em julho apresentou redução para o total de ocupados (-1,2%) e autônomos (-4,4%) e relativa estabilidade para os assalariados (0,2%). Valor ∆% Ocupados Assalariados Autônomos R$ 1.957 R$ 1.989 R$ 1.645 - 1,2 0,2 - 4,4
  9. 9. • A massa de rendimentos reais em julho registrou redução para os ocupados (-1,6%) e para os assalariados (-0,8%). • Para os ocupados este resultado se deve, principalmente, pela redução do rendimento médio real. Já para os assalariados é decorrente da redução do emprego, uma vez que o salário médio real se manteve relativamente estável.
  10. 10. FONTE: PED-RMPA – Convênio: FEE, FGTAS, SEADE e DIEESE- e apoio TEM/FAT. NOTAS: 1. Inflator utilizado: IPC-IEPE; os dados tem como base a média de 2000 = 100 2. Os ocupados incluem aqueles que não tiveram remuneração no mês e excluem os trabalhadores familiares que não tiveram remuneração salarial. Índice da massa de rendimentos reais dos ocupados na Região Metropolitana de Porto Alegre – jan./14 – jul./16
  11. 11. • Redução na ocupação (-4,2%) => menos 75 mil pessoas • Redução da PEA (-3,2%) => menos 62 mil pessoas • Elevação do desemprego (6,8%) => mais 13 mil pessoas Comportamento em 12 meses
  12. 12. Comportamento em 12 meses • Redução na ocupação (-6,6%) => -118 mil pessoas • Redução da PEA (-2,4 %) => -46 mil pessoas • Elevação do desemprego (66,7%) => 72mil pessoas Desemprego Elevação da taxa de desemprego total Agosto/15 => 9,7% da PEA Agosto/16 => 10,7% da PEA Elevação da taxa de desemprego aberto Agosto/15 => 8,6% da PEA Agosto/16 => 9,6% da PEA • Agosto/15 => 191 mil desempregados • Agosto/16 => 204 mil desempregados
  13. 13. Ocupação Redução do nível ocupacional (-4,2%) refletiu os seguintes comportamentos dos principais setores de atividade econômica: Indústria de Transformação 14 mil 4,9% Construção - 7 mil - 5,6% Comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas - 22 mil - 6,5% Serviços - 57 mil - 5,7%
  14. 14. Assalariados - 74 mil - 5,9% Setor Público - 7 mil - 3,4% Setor Privado - 67 mil - 6,4% Com carteira - 54 mil - 5,7% Sem carteira - 13 mil - 13,1% Autônomos 11 mil 4,5% Empregados domésticos - 6 mil - 6,3% Demais Posições - 6 mil - 3,2% Posição na ocupação Nota: O total de assalariados inclui indivíduos que não informaram o segmento em que trabalham.
  15. 15. Ocupação RMPA – jan./14 a ago./16 FONTE: PED-RMPA - Convênio FEE, FGTAS, SEADE, DIEESE e apoio MTE/FAT. NOTA: Variação relativa em relação ao mesmo mês do ano anterior.
  16. 16. Rendimentos 12 meses • Ocupados - 6,4 % • Assalariados - 2,5 % • Autônomos - 15,4 %
  17. 17. Massa de rendimentos reais (12 meses findos em julho) • Ocupados: - 10,6% • Assalariados: - 7,3% • Em ambos os casos, a redução deveu-se à redução do rendimento médio e do nível de ocupação.
  18. 18. SÍNTESE DOS INDICADORES – Agosto 2016 MERCADO DE TRABALHO CONJUNTURA (Mês) TENDÊNCIA (12 meses) RMPA • Ocupação: relativa estabilidade • Taxa de desemprego: leve aumento • Rendimento (julho): redução para ocupados e autônomos e relativa estabilidade para assalariados • Massa de Rendimento (julho): redução • Ocupação: redução • Taxa de desemprego: elevação • Rendimento (julho): redução para ocupados, assalariados e autônomos • Massa de Rendimento (julho): redução
  19. 19. Fonte: DIEESE/Seade, MTE/FAT e Convênios Regionais. PED – Pesquisa de Emprego e Desemprego Taxas de Desemprego Total Regiões Metropolitanas e Distrito Federal

×