Successfully reported this slideshow.

CATALOGAÇÃO DE RECURSOS BIBLIOGRÁFICOS DIGITAIS NO PADRÃO DE METADADOS DUBLIN CORE

510 views

Published on

Apresentação realizada no 3° seminário científico: Arquivologia e Biblioteconomia: Acesso à Informação na UNESP/Marília em 2013.
Mais informações da publicação do autor acesse https://sites.google.com/site/felipeaarakaki/

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

CATALOGAÇÃO DE RECURSOS BIBLIOGRÁFICOS DIGITAIS NO PADRÃO DE METADADOS DUBLIN CORE

  1. 1. GT: Informação e Tecnologia CATALOGAÇÃO DE RECURSOS BIBLIOGRÁFICOS DIGITAIS NO PADRÃO DE METADADOS DUBLIN CORE Apoio financeiro: Felipe Augusto Arakaki Orientadora: Plácida L. V. A. da Costa Santos Marília, 2013
  2. 2. Introdução O crescente fluxo informacional gerou ao decorrer dos anos um grande problema: a inadequação da representação da informação no ambiente da Web. As perspectivas para redução desses problema parecem estão de certa forma vinculadas no uso dos metadados, inserido aos processos de descrição, acesso e recuperação da informação, especialmente no ambiente Web.
  3. 3. Assim, uma das soluções encontradas foi o desenvolvimento de um padrão de metadados para descrição de recursos informacionais eletrônicos a partir de um conjunto de elementos de descrição. Esse conjunto de elementos deu origem ao “Dublin Core Metadata Element Set” (DCMES) com apenas 15 elementos descritivos.
  4. 4. Ou seja, um conjunto de elementos que pudessem identificar e localizar um recurso informacional na Web. Surgiu em 1995, na cidade de Dublin (EUA), em um Workshop com diversos pesquisadores de áreas correlatas. Escopo: Apenas elementos necessários para descoberta de recursos na Web.
  5. 5. Principais características do padrão Dublin Core  Simplicidade na descrição dos recursos; Interoperabilidade semântica; Consenso internacional; Extensibilidade;  Modularidade de metadados na Web. (BATISTA; MACHADO, 2001).
  6. 6. Qualificadores Elementos Elementos de refinamento Elementos de codificação Espacial DCMI Point ISSO 3166 DCMI Box TGN Contexto Tabelas de conteúdo Resumo DCMI Period W3C-DFT - Tipo - DCMI Type Vocabulary Relação Is Version of Has Version Is Replaced by Replaces Is Required by Requires Is Part of Is Referenced by References Is Format of Has Format URI Cobertura Descrição Assunto - - - LCSH, MeSH, DDC, LCC, UDC Titulo Contribuidor Criação Publicação Direitos Alternative - - Data Created Valid Available Issued Modified DCMI Period W3C-DTF Temporal Conteúdo Propriedade Intelectual Instanciamento Formato Identificação Extenso Médio - Linguagem - URI ISO 639-2 RFC 1766
  7. 7. Objetivos O objetivo deste trabalho constitui em identificar a relevância dos elementos que compõe o padrão de metadados Dublin Core para o domínio bibliográfico no processo do tratamento descritivo de recursos informacionais digitais. E também, com intuito de verificar em qual nível de descrição do padrão Dublin Core, abrange as especificidades do domínio bibliográfico.
  8. 8. Metodologia Trata-se de uma pesquisa de cunho teórico e prático. O universo da pesquisa está pautado nos fundamentos da catalogação e no estudo do tratamento descritivo da informação tendo como parâmetro a lógica de descrição, como chave para a interoperabilidade em ambientes informacionais. Assim, foram criados registros no padrão Dublin Core para verificar se o padrão atende as necessidades do domínio bibliográfico.
  9. 9. Para cumprir os objetivos propostos, foram estudados diversos templates e eleito dois para estudo e compreensão. Sendo assim, os critérios de avaliação para escolha foram:  Um template com15 elementos descritores;  Um outro template com todos os qualificadores;  Interface amigável;  Formato simples, ou seja, poucas ferramentas de trabalho;  Suporte de linguagem XML, ou seja, gerar registros na linguagem XML.
  10. 10. Dessa forma, foi eleito a versão simples e a versão qualificada do template “dublincoregenerator.com - a better Dublin Core generator” desenvolvido por Steffel (2010). Template: http://www.dublincoregenerator.com/index.html “dublincoregenerator.com - a better Dublin Core generator” Desenvolvido por Nick Steffel (2010). Acesso em: 3 mar. 2012. Nick
  11. 11. Algumas reflexões •O DC ele pode ser utilizado como padrão de descrição para recursos informacionais? •Ele atende as necessidades descritivas do domínio bibliográfico? Em qual nível? •Pode ser utilizado por especialistas, como bibliotecários, arquivistas, museólogos, e profissionais da informação?
  12. 12. Considerações Conclui-se que os 15 elementos básicos do Dublin Core mostraram-se suficientes para uma representação simplificada de um recurso informacional, o que demonstra a flexibilidade do padrão para localização de recursos informacionais. Entretanto, percebemos que o template com apenas os 15 elementos e sem nenhum identificador acaba por gerar dificuldades na identificação das características de especificidade do recurso, mas não invalida o propósito de localização de recurso na Web.
  13. 13. Ao contrário do Dublin Core simples, o template qualificdo aumentou o nível de descrição separando informações importantes como: •Título e subtítulo, •Data, copyright, •Tipo de vocabulário •Referência bibliográfica •Tipo de relacionamento, entre outros. O que permite de certa maneira, uma descrição mais detalhada do recurso, contemplando também, o propósito de localização do recurso na Web.
  14. 14. Referências BAPTISTA, A. A.; MACHADO, A. B. Um gato preto num quarto escuro – falando sobre metadados. In: Revista de Biblioteconomia de Brasília, v. 25, n. 1, p. 77-90, 2001. Disponível em: <http://repositorium.sdum.uminho.pt/handle/1822/380>. Acesso em: 26 jun. 2012. EITO BRUN, R. Lenguajes de marcas para la gestión de recursos digitales: aproximación técnica, especificaciones y referencia. España: Trea, 2008. GRÁCIO, J. C. A. Metadados para a descrição de recursos da Internet: o padrão Dublin Co re , aplicações e a questão da interoperabilidade. 2002. 127 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2002. PEREIRA, A. M.; SANTOS, P. L. A. C. O uso estratégico das tecnologias em catalogação. In: Cadernos da F.F.C. Marília, v. 7, n. 1, p. 121-131. 1998. STEFFEL, N. Dublincoregenerator.com – a better Dublin Core generator. 2010 Disponível em: < http://www.dublincoregenerator.com/generator_nq.html>. Acesso em: 01 jun. 2012. WEIBEL, S. Metadata: the foundations of resource description. In: D-Lib Magazine, jul. 1995. Disponível em: <http://www.dlib.org/dlib/July95/07weibel.html>. Acesso em: 30 jun. 2012. ______.The Dublin Co re : a simple content description model for electronic resources. In: Bulletin of the American Society for Information Science, p. 9-11, Oct./Nov. 1997. Disponível em <http://www.asis.org/Bulletin/Oct-97/weibel.htm>. Acesso em: 26 jun. 2012. PETTERSON, D. (Ed.) Forms of representation: an interdisciplinary theme for cognitive science. Exeter, UK: Intellect Books, 1996. Disponível em: <http://www.univie.ac.at/wissenschaftstheorie/srb/srb/representing.html>. Acesso em: 28 jun. 2012.

×