Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Turma da Mônica Jovem edição 83

30,272 views

Published on

Mais uma vez uma história que irá juntar TMJ e CBM. E nessa edição saberemos quem são os verdadeiros herdeiros da Terra. Essa turma descobrirá novos mistérios!!

Published in: Entertainment & Humor

Turma da Mônica Jovem edição 83

  1. 1. ,mg -A . -NAJDEÕE _. i . . _- , SF z = A « à . b F ñ à P, l . i . ' v l, Í. f' ” _. i _Y _a MUuf. x _ ' ", _x  . k I) k - _ r~ c, 4 , , r N l r ' . J u u m_ _ t _i b . 77 , _ l b' - ' ' g_ ' : vi I I _ '- . "W g W › / V' s* Í . v. . w u_ _ . 7 f “ › í-" A ' 1 l . fv . l nr' _ 1 - 1 v ~ í v 1 . Í H1' ! fr p ¡
  2. 2. /74314/866667' '__ , . . .. _. _w . .o . .o . t à». ..95 &Êüwülo . .., .
  3. 3. "tv
  4. 4. Cebola faz amizade com uma garota num jogo online, mas nem imagina quem ela é na realidade! í: ~~-: :ͧ_: |_ER9E| RO$“9A _____, M._. .~-. ._. .w. __. ~. ---v›---^^*'*"W" "'“' anuooacnn-cnnuaccn . ,_. _.. -,. .›_. _.. ... _.. ... ---: - . ..PÃG_, __94 ' n o v M. .._~. .~-›--avw-- | $.. ... ... PÃG. 106 . , . ... _«». __. .. m. ._. »~<--
  5. 5. , w um PLANETA V. . '~ " d oe exusezmre a ' ' BELEZA! a d- . . SUA BlOSFERA PRIVILEGIADA. .. . ..E o úmco ASTRO oo NOSSO SISTEMA SOLAR A PERMITIR A sxnsrêncm DA VIDA! BERÇO DE MILHARES oe especies DE sentes vnvos. ” e, UMA oEssAs ESPÊClES EM PARTICULAR, SE CONSIDERA o ÁPlcE OA CADEIA EVOLUTIVA. .. DE SCLSA PRODUÍQ~ÓES ESA http:77Êww. terra-1.net. br/
  6. 6. HUMANOS. .. I: .. r t; V _. cRIATuRAs I Ê ORGULHOSAS E PREPoTENTEs. .. ACHAM QUE são os DONOS oo MUNDO. .. OS SENHORES DO PLANETA NÃO IMAGINAM o QUANTO ESTÃO ENGANADOS! A TERRA TEM MAlS DE QUATRO BILHÕES DE ANOS. .. sERA' QUE A EsPEcIE HUMANA ACREDITA REALMENTE QUE E A PRIMEIRA EsPEcIE INTELIGENTE A PIsAR AQUI? ° O http: //www. terra-1.net. br/ EM
  7. 7. A cIvILIzACÀO MODERNA EsTA TÃO CEGA EM SUA ARROCANCIA. .. . ..CAMIN HANDO A PASSOS LARGOS EM DIREÇÃO AO FUTURO. .. . ..QUE ACABA IGNORANDO COMPLETAMENTE TODO ESE MISTERIOSO PASSADO. .. . ..OCULTO HÃ MILHÕES DE ANOS!
  8. 8. QUEM ESTEVE AQUI, ANTES DE NÓS? O QUE ACONTECEU COM OS ANTIGOS DOMINANTES DESTE PLANETA? COMO ELES DESAPARE- CERAM ? REALIDADE, SÃO O5 VERDADEIROS. .. QUE SEGREDOS MACABROS ESTÃO ENTERRADOS BEM DEBAIXO DOS NOSSOS PES? http: //www. terra-1.net. br/
  9. 9. DlSCUBRlu ARGUMA COISA 'é' ELA NÂO ESTÁ SECA! ESTA REGIÃO NÃO DEvIA sER TÃO ARIDA. ASSIM! NÃO CONSIGO ENTENDER POR QUE NENHUMA PLANTA CONSEGUE cREscER AQUl! NINHUMA PRANT A É JEITO Dl FALA, NE?
  10. 10. COISA QUI NUM PRESTA APARECE IM TUDO QUI E LUGAR! SERA QUI USARO CONTAMINADA? AGROTóxIcO AQUI, I, AGORA, A TERRA PICO h Í Í MATAGAR FEIO QUI NUM PARA DI cREsCEI ERVA DANINHA DO CÃO, VIU? POR ISSO QUI MI VENDERO ESSAS TERRA POR UMA MIXARIA! E O QUE EU QUERO DESCOBRIR! POR ISSO, CHAMEI UM AMIGO MEU PRA FAZER UMA ANÁLISE DO SOLO. .. p: //www. teTra-1.net. br/
  11. 11. AI. MEU SÃO GENTE DA CIDADE? l ESSE Povo INTENDE DI ROÇA? ENTENDE, A GENTE sE sIM, NHÓ FALA TODO DIA mu! PELA INTERNET! O CARA E UM GENIOI ELE ME AJUDA COM UNS PROJETOS DA FACUL- OPA ! FALANDO http: //www. terra-1.net. br/
  12. 12. 1%; IICONTROÉ¡ A GENTE NÃO GANHA FALA, CHICO! UM ABRAÇO. BELEZA? http: //www. terra-1.net. br/
  13. 13. o FRANJA FALOU QUE VINHA TE VISITAR. .. E A GENTE NÃO PODIA PERDER ESSA! A GENTE TÁ ENTÃO' EU ' VIM PAS5AQ EM FERIA5 oA TEMOS TEMPO T^"'“3ÊM U^^^5 5EM^N^5 EscoLA. .. DE soam: TÔ 5V* COM 05 MEU5 FERIAS! PAIS, LÁ NA VILA ABOBRINHA! . ..ELE ME PEDIU PRA DAR UMA OLHAÚA NA5 NOVAS TERRAS NHÔ LAU sAaE QUE Eu ESTUDO AGRONOMIA. .. TROCA' DOIS DEDINHO D¡
  14. 14. V OPA! E JA' VOLTO, PRA JÁ! 'ruRnnAs f NUM GOSTO NADA . I o¡ GENTE DA CIOADE p, FUÇANDO NAs nxuNnAs TERRA: E5555 ABBA. só INTENDE o¡ BAGUNÇA u FARRA! _ _ NAO sAo DE BAGUNÇA, NÃO! SEMPRE QUI : :Les VÊM PRO E55 INTERIOR é só 5/10 W* PRA APRoNTA PM! n ARRUMÃ CONFUSÃO! TUDO GENTE BOA, TRANOMLÀ E. .. 'Aasw -ENTE PA came em: : -esE : SER cowsox - 14
  15. 15. VAMOS QUEBRAR' rum! !
  16. 16. ._ CHISPA DAQUI, _ AQUI ocê NUM VAI SUA BADERNERA/ .I $367 QUEBRA' NADA, NÃO! ! , 24'. : HA? / 5055EGA, NHÕ LAU: EL** ams NÃO E QUEBRAR DE 9151-- 3094 VERDADE: FARREÁR! ¡JU/ WPF! É gÃo o NUM QUERO GENTE DÁ CIOAÚE CONTA DELE5! NUNHAS TERRA! só QUE SABÊ o: FARRA?
  17. 17. ' ERASÕ()Qw MIFARTAVA! FMHMFFY EU vó LA' FALA PRO cAsERO ARRUMÃ UNs QUARTO 071205 sEUs AMIGO BADERNERO: DE5CER E AGORA, j ' DENIsE: ' ELENÃO VAITE E$GANARm . _ A# rg . _A " CHICO PI como você TA' 4 DIFERENTE! BENTO! ! 4-
  18. 18. EU só VIM JUNTO PORQUE O POVO cOMENTOU QUE você T| NHA VIRADO UM PEÃO ôARAoO OE CAI-CA FAZENQO APERTADA! A UNgA 11620507, AãsANl-IA- MENTO E E555 AQUI? !
  19. 19. AEMAEE. A7”2n17À›-: rd . _., .à_, ... ._. ... ... ... _--. .._, xs_. .. .L , M” _rñãñ_ wvar. . . ._ 13:12:33 . ?Iíw r 'êIEI›'. I'IfE; :eI; =ILfS°I-_ _ 7 , "aBJÍÍÍÊÃéIÉÉI : ãMéf Iaí¡'. 'l: I¡¡'(e)§-j 'I . 70.4:: "er/ TL = ilãlt2âljêfex uk¡ . v/¡Ig/ err/ aklt»
  20. 20. . í . ..lyjtíí T r . ,__›, ~ _ : Roswsn: E Aí, ' . . VITAMINADA! PESSOAL? QUE ›' MINHA PARCEIRA E SAUDADE oe BALADA! os você: BORA EN TRAR E TOMAR UM y -_r_, _ç . í L , í - _ " ' MAs HcA LONGL " _ Luxury! su sd TAVA z. _ ao curca! A zon/ wo, JULIANA' g/ . v_- i. -. l,-'l›. ./qb NJ** f: *&<. '›z: _4', _›v. -.V1 f/ .Jr--- 20
  21. 21. 'f ' o ze LELÉ SAIU PRA BuscAR AGUA NO POGO E NÃO VOLTOU «a ATE AGORA! " DESENCANA, RAPAZ ! MARAVF FÔMÓS DE ÕNKBUS LHogA! ÁTÉ Â VÍLÂ ÂBÓBRINHÂ E O PÊÍMO DO CHÍCO PEGOU Â GENTE DE CÂQONÂ NÀ RÓDÓV| ÃRIAÉ
  22. 22. HA? HA? HA? EU TENHO DESCULPA! NOME_ FALOU? “W FICA ASSIM, “W É O COSTUME! / n» ÍÊÍÍ_ , n _ T -A *ía* A a A 7- ' ¡ ~ ? ã-? Vãx É» El! 5ABE DO DÀQUELA RAVE QUE ME LEMBREI, QUE A ÚEN| $E FEZ LK AGORA? NA ROCÀ. LEMBRA? ” CLAQO! po¡ NA ÉPOCA EM QUE Â GENTE NAMOQAVA! À¡ À¡_, _,", _;', _A_' , _;', = ¡ ÍOUE NAMORAWLXA GENTE NUNCA 7 TA' os k_ amaro. ? NAmoRou! *v DEBOCHE à _ 7:. ; . .l - __- 'Cl-HCO BÊNTO S? 37, FAKINI.
  23. 23. MAS ERA : Í: ouERuoo. CAIDINHA fg. _ , ME POUPE! POR MlM! -r ~= S você NEM FAZ O MEU V OUVIDIZER ' O ; TÕFAZENDO QUE, AGORA, ELA . E " : v: 'x-r; :g tg_ . a t. : ALINHA MARIA Só GOSTA OE 3 'E BRETEIRA. PEÃO SARAOO j * - ' ' A - OEcALcA / N ' ~ . _ __ . x APERTADA! MAS ISSO É MUITO FÁCIL DE RESOLVER! 23
  24. 24. V o u I . .E . HA! HA! HA! M51*- TA' são JA FALEI QUI Eu ANSIM? vó NA CAOIMIA TEM ATE z AFE! TREIS VEIZ POR 5°T^QUE_› 0 PIRIGOTÊ VEM N¡ MlM, CABOCRA! PESSOAL! JÃ PEGLIE¡ TODOS OS MEUS EQUIPA- MENTOS! VAMOS OAR UMA OLHAOA NESSAS TERRAS E RESOLVER LOGO ESSE MISTÉRIO!
  25. 25. O NHÔ LNJCOMPROU ESTAS TERRAS ? RAL ExPANOm. A PLANTAÇÃO OE GOMBASM *It A_ ? x MAS COMO VOCÊ PODE
  26. 26. CAPÍTULO OOIS ERA CON HECIDA O í_ COMO A vILA ' 'I g DO Poço. .. ERA UMA VILA IGUAL A , .› v . - MUITAS OUTRAS QU E EXISTEM POR AQUI. .. INExPLIcAvEL- MENTE, OO OIA _V PRA NOITE, TOOAS -S _a3 AS PLANTACOES COMEÇARAM A APOORECER! O PESSOAL CONTA VARIAS HISTÓRIAS SOBRE ESTE LUGAR. .. A ROSINHA NÃO GOSTA OE vIR PRA http: //www. terra-1.net. br/
  27. 27. r EUVOU AMALISAR UMA . ..PRA SABER O QUE ESTÁ CAUSANDO POR CAUSA DAQUELE POÇO f ELE É MAIS ANTIGO DO QUE A PRÓPRIA CIDADE! VILA FOI CONSTRUIDA EM VOLTA A VILA TINHA . ÍSSE NOME? - ISSO, A VILA COMEÇOU A OEFIN HAR. .. PESSOAS FORAM EMBORA
  28. 28. neoon-s QUE A ÚLTIMA FAMÍLIA ; meu ABANDONOU Assu-n. .. suA CASA. .. . ..PARECENDO UMA CIDADE FAN TASMA l 'v 019,405 FANTASMA? ! PAR"" . . '~ u ' QUE mano! ! 55mm: ou/ s °“ AVENTUÊA-'Í '“ . z CONHECER UMA amos " I _ _ - &e; .r _ _ . . sam CAÇAR V' « A550MBRAÇÃO, < ~ GALERA! QUE TENHA Z UM Bl!
  29. 29. NÃO ME LARGA AQUI, aus eu PEGUE TRAUMA DE FANTA5MA5! PODE FICAR TRANQUILA ! ESTA VILA TÃ u* NÃOTEM ABANOONADA -- '- NADA os psmsoso ; í POR AQUI! ____r__'. '__ '. '__. "Í “ug r 5:' 'a 31/. ; 7- 47 *xt-div ~ --
  30. 30. 30
  31. 31. 0 QUE TA' ACONTECENDO? ! ATÉ QUI INFIM _ eu TI ACHtI! M, .. .(7 ' TAVA 'rn *i _ PERCURANOO 4 ¡ÁQ / "ir _I j) INTÊ AGORA! o ou¡ E ou¡ ocê rem?
  32. 32. Eu. FIOÔ TODA V 1 ELA 5A| U ¡STRANHA QUANDO coaszeuoo. CHEGAMO AQUI! Mamas ou¡ eu _ como s¡ T| VE55E ACHE| A BONECA cum . neoon OA ROSINHA! BONECA DA ROSINHA? 1”, WÀVHÍHÍÍIWWÍÂV í [A ã '“ _ ¡ u_ _ - Ú . A ' p' E: eu ACHEI l EU VÕ OA OI A 557,¡ somem PRESENTE PRA cAíoA OlTRA| $ ROSWHA! DO MATAGAR!
  33. 33. ze. .. ISTO NÃO E UMA BONECA! E um íDoLO ¡NCA! V' fDALo EU NÃO ESSA PODE 'É ACREDITO: SER A MA| OR DES- 'n COBERTA DESTE SÉCULO! coBERTA E ESSA, MEU 1.x , _2-7.. j_ ç *S TEMOS QUE _ _ 13g/ __ RAP¡DO! VOLTAR AGORA 1° B) *- MESMO, PRA p INVESTIGAR - ESSA HISTÓRIA!
  34. 34. DE VOLTA 'A CASA PRINCIPAL. .. HA'A'! ! Wíít' Eu TINHA '13' ¡ CERTEZA! .INK A Ly* 'P w INTEIRAMEN TE egsA DECA FEITO DE OURO E um LEGÍTIMO E CRAVEJADO 1 DE PEDRAS ARTEFATO INCA ! wECIOSAS : COMO ISSO MAS. .. O5 VEIO PARAR INCAS NÂO VIVIAM NO BRASIL: 34
  35. 35. *ÉS-Prlqjgjñ 'E A wii? ” . :, ,_, : f 'J . ,,_. .-. «"-s. t"- * *an-vw- . .vz-www a _ | - - f' t' p- M# í A 3 A A _ Rar-R-: A A O¡ ' 'à Íáãlífíl 7 Í É ~~ + V- _ I' iá,1_! _JãfLã§_l?15¡'4?)B. -" *1 ¡ _ ' , O; ' . 4 73"? ? ÍQ____Í___Ú#VFK 'v . J 10). # : guf-p: ” A _Iãç I]5I'I, ›I]¡'j'v'§'~. A 5 , c_ : m1, ' íbtüasãihíê a -Nhíezrisxzlàfm 'pa'
  36. 36. OS INCAS FORAM O MAIOR IMPERIO = PRE COLOMSIANO QUE ExISTIU NAS AMERICAS: SUA CIVILIZAÇÂO DOMINOU A MAIOR PARTE DA AMERICA DO SUL DURANTE *ERAM UM POVO Í 155909005 DE RICO E PRÓSPEROM' WQUEZA- OURO- ' PRATA, PEDRAS PRECIOSAS Erun- PERAÊ, ERANJA: COMO E QUE. você SABE DE TUDO 1550?
  37. 37. ;agravar VAV V › A › A E OUE EU SOU POR ISSO. 1 *= ;:; _-: __ g7/ * TOTALMENTE EU TRABALHO h 'CONTINUANOOW' t-+c= w § APAIXONADO NUM MUSEU, › / / 4 POR HISTÓRIA ESQUECEU? 4 R), à ANTIGA: à __ ã [N, 'UMA DAS COISAS MAIS à › r ' L, IMPRESSIONAN TES g M0351” g DEIxADAS PELOS INCAS. : 4 A PARTE, EU SOU ' à ExPERr NESSE 4 _ a ASSUNTO: à › " 4 4 à à OSTENTAÇÃO y g NERD: ACHO § › › r. '. ..F0l UM GISANTESCO É E COMPLEXO SISTEMA g DE ESTRADAS. " -. ,_ AvnvAvaauVowwau N ' l ÀVÀÊAÂÂ ' 'ESSES CAMINHOS INCAS ATRAVESSAVAM FLORESTAS, DESFILA- DEIROS E MON TANHASOCO. 'E LIGAVAM SUA CAPITAL, CUSCO, A VARIOS PONTOS ESTRATÉGICOS DO IMPÉRIO . " 'MAS O MAIS INTERESSANTE VEM AGORAJ
  38. 38. .. .r . rI. .›Í›Í›; Í . V: . r . <›4›Ê§›Q› . w;$%%ü . _7 _ . o L . G mm m: Am A mr E M mm; www S as . Uwn mas New L SA ANO Mw w&ô O |5 UÍV ÉTH x @É SMF. . SN TII AQA ãNW . .A . .ON N a Sn N _ OA EA¡ E m Lv Iv CE U me A D no E . or Nm OI N v 0h31 . I- _N l. . A Díkw SA . .VO V H A ND%W oc S V AN . A WOAON . . Asom . OAA *E POSSIVEL OUE UMA DELAS ESTEJA AVAVAÀVAVLÍA v- V AVÉKV' --' . mu. lmx Ç_ Não. . O . . USAO . s mmasm m, ,:. : wmW%& . @ wmmmm mI<_ mxm o of_ . Em Dó . DRMAW . . S mR E5¡ R vmwsm , _ m . A __. _.. . . . V A _E z . /;/ .. R. -. .5É¡Í; lʧ§§§§Ê§Í4r:
  39. 39. .Jaagrco ' vó eu »me “ao DAS ' A COBRA '_ OONTEI A PARTE MAIS ' PÉDÁGIÓÍ IMPORTANTE DESSA 'NO ANO DE 4532, CONOUISTADORES ESPANHOIS INvADIRAM A AMÉRICA DO SUL E . MASSACRARAM a _ a - b 'I (7a _ -_1 SAQUEARAM TODAS AS M; ,E 'OS INVASORES AINDA ', K. / IOUEzAS DA POPULAÇÃO e' ; É “ x. ' ' . f A I -- ti' . , , nr . As. Qi 1; -I , _ , L ' A / x › . A: « r Sê - . 1 l 4 . . A vmvmnm.
  40. 40. ~' : :.= .V¡: ';: '.. :-. v'; .'. ",. v4;'“, .wA'. '.. tlvnprxxvna. .». ..VA. -.. ' ÍÚÀV: 'UMA CARAvANA INCA. CARREGADA COM MAIS DE 75o TONEI. ADAS DE OURO, CONSEGUIU ESCA- PAR DOS ESPANI-IÓISI' . .É-. Tm. 5.7.93. @na j 'UTILIZANDO O COMPLEXO SISTEMA DE ESTRADAS, ELES FUGIRAM E NUNCA MAIS FORAM VISTOS 5° . ..VA . EVO. AW. r f ; Ave * P-ÇQFW' . vit ; uv . tñ-tzmar. : #teach : u: azar: :ti-'Avr : WAV 1 'CONTA A LENDA QUE ELES CONSTRUÍRAM UMA CIDADE EM ALGUM LUGAR LONGE DAL! , ESCONDIDA NO MEIO DAS FLORESTASI' 'DURAN TE SECULOS, VARIAS EXPEDICOES FORAM FEITAS PARA 'DCM-mm E55** Í I . - A '. ..MAS ELA NUNCA ^ “ FOI ENCONTRAOAI'
  41. 41. E oNoE você ACHA QUE EssA cIoAoE PODERlA 'TALVEZ ELE SEJA APENAô A PONTA DO ICEBERGB' GENTE, EU Tó BEGE com EssA HISTÓRIA! ATÉ HOJE, EU NÃO TINHA NENHUMA QUE o zE LELÉ ACHOU ESTE ARTEFATO. .. NÂO, ABAFA! TÔ CINQUENTA ToNs DE BEGE! 'WESTEJA MAIS PERTO DO QUE ! MAGINAMOSF
  42. 42. *xp- SEGREDOS! A CIDADES MISTÉRIOS! ~. PERU/ DAS! N E 5ERA' OUE ESSE TESOURO ESTA' ESCONDIPO AQUI. ? '“ UOUHVAMOS venosa f' . . QUÊ? ! 'v mao EFICAR Tacos! w aos INCAS NÃO E UMA PEoAco DA - . _ MERCADORIA! HISTÓRIA DE _N : P Í O TESOURO PERDIDO É UM VAUOSO - E Nossos › ANCESTRAIS! 1550 PEPTENCE A UM MUSEU!
  43. 43. BLÉ! DESANIIMEI. ALGUEM TROUXE UM BARALHO ? E Aí, FRANJA? VAMOS LA' . .. RROcLRAR ESSE - - «m . TREM, AGORA? f, - _ E MELHOR EU vou LIGAR t NÃO_ mma, v - PRO MUSEU ONDE í - À N TRABALHO E. .. T _ E 4-* '= '. , . ç . l J; fx_ 2 › x *l V : › " › t _s co* . vAMOs FAZER , _ 'JH' "na cy é” 5 As COISAS oO 7;. '~ - JElTO CERTO! aus? ! Do come/ a.? POR QUE NÃO?
  44. 44. .V, BANDO DE ADUL ros V . 4 . x você TEM a. . I É '~ -. , QuE CHAMAR 2523x2325 E . .' ' &v; , ' n. OPEGGOAL lx. 'H , a . › , .. rl_ly. _ ao musEuy QUEAGENTE / t_ ' NÃO PODE? V . _ POR OUE VOCÊ VAI JOGAR NO uxo ¡ A OPORruA/ ¡OAPE DA suA VIDA? POR OUE A GENTE NÃO SAI NUMA EXPEDIÇÃO PRA ACHAR A CIDADE PERDIDA nos INCAS? IMAGINA só. .. você VAI PODER NAS DE ARTIGOS SOBRE ISSO! *E A' x 5x Í» o J wvou? _ - . *- 1)' J
  45. 45. _, . “à, P. . ›; 73311:: 'íÍ-lkíiíífêx* »VEI- , _.<i¡I› _r I ___, __ _ _ _, .. ._. . , _.. ._. ____. ... __, ._. ... 'y -. +---› -w-wví» v r E ' « - - "-3 Í *F 'E A' '1I'. "*"”'T. Tí. í"""”~'5IIII 'IIIIWWW «Vw-III III"" M -"v1IlII. :'= -~-/ " ““'"«›'! |II'^ ¡' fÍâápíã _I2Iyzeré: í. A I, «1Í_V_: :. _ aaa «Emma ^~ E» : I l . A INEELHL . NIE-#JITEVIIETEIE ' = .;__. _ . f . zge-. .I-: Iâyãj Ç# = '9'§_ÍÍ= !E'_' ^ ¡ * O _ A a E V . I #w › I'9I! IET1ÍL'? _:¡ufnT3IÊ¡I '4 I: : Ir] I é I* p¡ ' "à. n! .. im III III ' i iIêíãijfve' ' I I I Í ; ,.. _ _-. P;J"À'"VL W"”'""*IIII| I*'" ; E MHz/ :vgga , .___. ..__. _._. ... _. IEEE _ __ És, ... ' IÍIIIIIIÍÍIIIIITII. IINIIIIIIIIIIIIW'! W*IIHIHIHINIÍIw &ÍIILITTITTITITITIIIHUIITIIIÍ' f . .,í_. .__. .&. / _W *PIIIIIIIIIIIII¡ ' A #Á ; II ÍI 'IIIIITWIIIIII¡WII! I A z . TEE. WWI/ 'wñq u. . l IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII'III ÍH . _ A. ' L1 'ellbííâãth' ; ~ III K t , w k ? ÍÉKSIJIÍIÉÂH I I ; I 'Ô I II _rátt_, wi"$** - ~ *_'~'. ›.= :›. ,¡ ' P; à % ; IIILIIIITITTTE  ; águ- . W Y JAH I f: ›__. ' n; r J. :- . r*'~. __l^›__n I. .ar-NL. NZ' “ -. . é_ rá) A: v¡ E . _ . O _m v ? Lai 4 ü . _' ~ p. M; ' / I f¡ 4 --44- u r , A _ "J “í-"TUIITIÍIÍÍÍ l' *AJ 'a A' h “V, rA-á. :;: l!__iv' A' v l A
  46. 46. O DO CONTRA TEM RAZAO: ___ _ . . - . , .-: . «. . - : z A '. " iykmmaenx 'Çg _. ;-'. . _ _r_ ACI-IO! n “- . *Jo N? V¡ A A ' : Tfííxrá , .36 -y -' v' . Rx A. .- x ^ ? ENTE AJWA VAI 559 : '. x r. -. “ DEPOIs DIssO, j VOCE A ENCONTRAR mAssAg -r _ . '_ ~ _' VOCÊ VA¡ 5a. ¡ supsg_ ' - v~ KM' CONMWCÕEE' ' O' ' V REsPEITADO NA o , o emma ' Í _' Í ' '_ ' "'-' . ¡MMS! ~ " - v * - 5U^ me” TA CERTO! Vuk I' A . y . vocês ME cOM/ ENCERAM! vAMOs NEGGA! PODE SER PERIGOSO SAIR
  47. 47. VAMOS LÁ PEGAR ASIWOCHKASI Eu TROUxE PARTIU UMA AVENTURA! BARRACA! _ BANDO DE É MAQA VAI COM m E N¡ ARRuMEM SUAS PRÓPRIAS É IDEIAS! _- . v3 ZÉ! ONDE FOI A QUE você ACHOU I AQUELE TROÇO? DISPOIS DO MATAGAR, DITRAIS DA VILA CHICO. .. vocês ESTÃO PENsANDO EM ACAMPAR NAQUELE LUGAR? ESCURECER, SIM! POR Sl QUISE, EU LEVO OCEIS LÁ!
  48. 48. E-EU sEI QUE QUE NÃO E só UMA vILA ¡ | TEM FANTAS- MAs LÁ. .. v 'j ? Tx a I l : ' ' 9 . »J ; -- I .4 v I l - . .MAs, MEsMO AssIM. TOMA CUIDADO, TA? AQUELE POÇO ANTIGO ME DA' . _ - ARREPIOSI - 3_ I f WI Í' PODE DEIXAR, K EU VOU ME "W MINHA LINDA! CUIDAR! MUITO BEM, ' TURMA. .. PEGuEM suAs COISAS! f? ("x - _ _ f x _ 'Á À ~ . - I fit' HAZAAÍI! PAREM j, Q , 9% , :;f: :Oz, 9. Di , fia 5
  49. 49. ALGUM TEMPO DEPOIS. .. QUANDO você FALOU QUE A GENTE TINHA QUE ATRAvEssAR UM MATAGAL. .. . ..EU NÃO PENSEI QUE FOSSE UM MONTE DE MATO AssAssINO TENTANDO PATIAR A GENTE EM PEOACOS! A DENIsE TEM RAZÃO,
  50. 50. .ggIIargjtgjI E A_ I. :: IEIIIERIWAEIQ- › ' 4" -íiíríííêjg « ' "VVÍ ' ' f. 4' 5 lszziti E* * . r *i3 m u'. 3:. a 'K- ~ . ñêàkalxxãflààí! ? '
  51. 51. A GENTE vAI ' N Posso ---v~ TER QUE suaIR à A a FICAR AQUI. TUDO AQUILO? ! / _ ; r EsPERAwO . _ ' vOCEs vOI. - OR! PRA TAREM? .WM. JÁ f DEU! -; L. - ____› _ gA'A'A'_n Z” JA FALEI OUE ' NÃO vAMOs VENDER EssE TRAMPO ' k/ JT/ O rEsOuRO/ TODO! FUI! PESSOAL
  52. 52. .. .OS SETE AMIGOS PROSSEGUEM NA SUA JORNADA. .. . ..EM BUSCA DO DESCONHECIDO ! (Tx ”'* 'i' E O DEsCONHEcIDO. .. "FN, KN / *°-. ,_¡ . ..SEIIAPRE RESERVA SURPRESAS FABULOSAS ! ó Ã PEssOAL! DA N Is J UMA OLHADA AI! TO só o pó DA CHEGAMO! NISSO! RABIOLA!
  53. 53. MINHA M0551!! ! aus COISA . _ _ . __- M415 UNPA! “s Í. ; ~ j. 3- . . QUE : :sumos *' * -* 4? ' NO TOPO oo MUNDO! http: //www. terra-1.net. br/
  54. 54. A VlLA ABOBRINHA. .. m: m. mmm . m2,. ..” w- Âoh ÂãÓNÊ 0% C @ADMR A¡ mo H o . A E CNÂ A Ã O sza. T“ Dm _ AW. N5O üa / z/ %%D I m MAS O MAIS IMPORTANTE NÃO ESTÁ LÁ EM CIMA. ..
  55. 55. É UM LEGÍTlMO MONOLITO INCA com DESENHOS szupesmesz MONOLl TO 'e' TÓTALMEN TE ~ ? RESERVADO DO CONTATO HUÍÀANO! MAS A GENTE NÃO TAVA PROCURANDO UMA ESTRADA?
  56. 56. ,412 os INCAS USAVAM s: INSCRlÇÕtS EM E; PEDRAS PRA FAZER › MARC/ ções ASTRONOMICAS! ACHO QUE ELES UTILIZAVAM ESTE MONTE PRA ESTUDAR As ESTRELAS E CONSTELAÇÕES! EN TENDIAM DE AãTRONOMlA 'e' NÃO, BESTA! [650 E ASTROLOGIA l exns-rsm TEORIAS QUE DIZEM QUE suas 05 INCAE ERA** ATÉ INICIARAM os MESTRES EM ÍNDIOS TuPls-GUARANIS AETRONOFINM! NESSE AssuNTo. ..
  57. 57. x « . ›, * ' A. .. .OU ENTÃO _ _ - Os lNCAS . . › TERRENOS _. ROCHOSOS. .. X REVESTlAM sUAs TRlLHAs com UMA '- GRAMÍNEA CHAMADA . PUXA-TRIPA! :: " PAVMÊIP-«Eívm Í . . ' .7 Í' A ESTRADA. .. O ' PORÉM, EM LOCA| S ONDE * f, . , , _ , I NÃO CRESCIAM v : ' ' h; U ' À PLANTAS» › A A ç ' ' , .. .COM KR | PEDRAS! f' . .como EM TERRENOS Acznoos E í 37:13.? ? 'ÍÍ/ O CAMINHO ANTIGO ; é DE IDA E VOLTA! - u " 7 › . n [x . o ' w f _. ~" . . x ~ › 4 _ . 4
  58. 58. A TRILHA PASSA POR DENTRO DA CACHOEIRA. ..
  59. 59. OK! VAMOS FAZER UMA PAUSA, ENTÃO! OUE? ! A GENTE VAI rER aus DEscER ruDo, DE NOVO? EU QUERIA MESMO UM TEMPO _ PRA PESQUISAR sOeRE E, EssAs INscRIcOE-s « A RUPESTRES! BELEZA! ENQUANTO ISSO, Eu vou PRATICAR MEU ESPORTE FAVORITO ! você TA' RENsANDO O . mesmo QUE OLHA, FRANJA. .- V SE TEM UMA -. _ VOU MANDAR A 'v REAI. PRA você. .. coIsA QUE EU NÃO sou NA' MINHA VIDA. .. CLARO! O QUE MAIS?
  60. 60. l BORA TIRAR FOTO PRA POsrAR NO INSTAGRÃO! ! NÃO EsOUECE O BICO DE PATO! ãíjr/ 1;_ '¡ í: EssA CACHOEIRA u, ~_. q; _, _-›; ,2 ; fz AO FUNDO VAI . ..E l 'ídâÓfTlÀri sf** FAZER A GENTE . ~ PARECER rAo NATUREBA. .. QUANTAS CURTIDAS SERA QUE VAMOS GANHAR ? 60
  61. 61. O POVO VAI PENSAR QUE A MAL SABEM ELES QUE ESTE GENTE TA sE PAssEIO TAF- DIVERTINDO PRA UM TÉDIO! CARAMBA! ADORO ILUDIR AS PESSOAS ! POR QUE EM VEZ DE sE PREOCUPAR COM 9° QUE CURTIDAS EM VOCÊ TÁ FALANDO? SE PREOCUPAM EM CURTIR A
  62. 62. - "v-qv' *-^= *°---*-v- 'v- -a-. ~v-^. «.-ra--w-s~. n--«-, -ww-. :~g- 4.7-. . : *, __, ._, u,. › 7,* f' l
  63. 63. 'r HA? HA? HAíÍ _ I j! ) “ ' Esse GAROTO AINDA ME MATA DO CORAÇÃO! I-IAI cOIsA BACKFUpO ' DE AMADOR! u( IRADO? _V / / QUE ELE SOUBESSE FAZER ISSO! você vEIO DE suNsA POR BAIXO DA ROUPA? TODO DIA TEM BANHO NO LAGO! 'SALTO MORTAL PARA THAIS. i
  64. 64. ?O CONTRA. DENISE? í VOCE FICOU E PORQUE 'lx- LR j; 1 , v- IMPREssIONADA NÂO VIU O v. f», , 'Iàyi com o puLo po MEU, AINDA. .. ' VÍ¡ u. ? 1 _ i - - ¡ _
  65. 65. . ; Ci/ rw- vIRAM só? QUERO NADAR. TAMBÉM 2 ¡_ / ' x4 AQUI O e NEGÓCIO E PROFIssA! I-IAWAÍI! você auAsE MORREU, caAruRA! SEU SALTO FOI UM FIASCO! NÃO TROUxE- Mos ROUPA DE BANHO! ROUPA DE BANHO ?
  66. 66. AQUI NA ROÇA A GENTE TOMA BANHO os CUECA. › m_ s f¡ ' . J* ' -_ ' H "14 3x w -. _ _ _ ' x . A _q_ A A < l -. -' . . ' y . ., _ _. v; -- . y . › x _ v I y* . A v" . . N A f” ,4.u&l. ..__'_§f^ _-4- A . .sá . :›, ~'. À': j › : _ 'I 'A' PODE COLOCAR ) um CALÇÃO, AGORA DEIXA ESSE POVO PRA LÁ, AMIGA I VAMOS VOLTAR E MONTAR As BARRACAS, ANTE$ QUE escuaeçA, NÃO e, FRANJA? MESMO¡ OU EU VOU * CONTAR TUDO PRA ROSINHA!
  67. 67. FRANJA? V ? unem TÁ ME TERRA O UVIN DO ? CHAMANOO FRANJA! HÁ? ! FOI MAL! r- _ eu NÂO TAVA ~' A _ PRESTANDO ; a. ATENÇÃO! ' -. w › ' se? x 1-1," “MK . r s» - z E T _ . _; ' u_ »y '$- »A/ /À/ Oem, › O « ~›. '~'. 'Í" ~ . ›, - UMA OUTRA TRADUÇÃO PARA O TERMO PEABIRU! PEABIRU EM TUPI~GUARANI NÂO SIGNIFICA só CAMINHO ANTIGO DE IDA E voLrAt ; L5 . ..CAMINHO TAMBEM OUE LEVA PODE SER A05 céus¡ TRADUZlDO
  68. 68. r 'l : Nuvi: E? ? ' 1'; _ 22:13: 1-. A , ' r O 2.55 'am ; A «A »g *.33 ! iiiffuêíasttal 1 J _j '- n Êàíãl' ñ¡ ____. '.âv›IÍ›'Éu A' A É" V x. "ê-É-ETP: : «í 'F41 fi' L w_. ..-«. _4_-_. _OO. ,., W,. ,__. ,.: - _ A
  69. 69. A : ,313 ; rifslfiàiâylágàíp -A-j; H¡í! _'3v* . :ézê›_; ';1=¡_ggi; .›uzâg_sgr , igm . « M, 1' ›^w v' _ A. ". 5 : i 's' ' x , _ 'O kum» AÍ' *Í- EEW- r 7 _ . .¡~. _. _ '. gy¡ ""*: _[| ||i| l|"! , . , . _. u, A. _ . . 3 V” : tá ?3_')_'! ,:_, '›í. '/5Í51!¡. ?_ R" 'i q Ii, #à m, um ÀLÊ3~; '.; "7,§ *n ¡lt! _ V. FMWMWLMMW 'ef' Lâffy, Í! m¡ Águ-: gaz: «e H1: s fÍÊhÕÍO __ A ',133 n “LL, v à V “ . ' ~. ›2;rz, ~›. ;rÇ-2'. ;¡; ¡›ep; :4› _pf »a e Íe__, _, . AHU! ? . n. JIJ¡ . '“/ -"”'*”"” : a 'u *CDI “f-iâv = . ta. “líl-ÍÀÍEHHAIAIHÂZÀÊ _ ” . n. r A n"" WAVQAWTA: "llAllllllli 7'* . Ç-"Q Í A , . "_; §¡¡'= _1=. _,_; j__: , img; ;r 91,. 5=? O.L= §á5í: zlç~ h' m: JJ c É"" W" 1 u. . _f ía¡ _í V _ : É: . ilL. """Y""~*I; ““ÊA A“. 'ÍWHIIIIEIIIIIOIJOIÍÍ; L ÊÍIIÍIJII: ¡.'AÍ'R'JF. 'A"AHIFWINIÍI À _ . v. . f _ ', . ° I 5 5.74112 à-. . . › _lr-- 'í . A. . . _ › . LL. . . . . -. , . _ . . . "vn - n' . a-rvv-v-nvsw- -' - uma-af; " A 'v . aq» - - _. ~ vcüy' ' . r . . _ ^ , ¡; ¡o¡x' - ~7~ , . &IJÚ-: À: ›_ , :í ' A ; l › f u 'fo f' . Y 4. 'l Í É. ' "É , A4 5'# f** . Pfgül O? _ _. w. : . ; . , . '4~1- M' . . v : ÉÇIÀÍ . "QFÍ Uru: . "T1 E _ I . pl J ' : ."*L9›_vw, ,= x n 5â9Ã! ¡EÍN3Í/ :'›-; dã?3 . i5
  70. 70. aanixü . 3.5ÍÍ| ..^JIYIÍ'vlI(I'. <¡ › T r Ênrihupxsw . JIÍRI .
  71. 71. vv'. ww-. v - ›-- - . . _. :__ - _àíí-À_ ; MT _ l , ' 'l 4 . _› v Í "WÍÍK. s x *x . n. . x N. , k : (7: _ _ ¡ - 3 S L. -4.. ... _4._l. ._g__. .._. _._. __4 .
  72. 72. CAPÍTULO auAmO ; OUE só PEN/ SO __ __ EM FILÉ, EM LINGUIÇA EALCATRAJ - você OUVIU 7 UM BARULHO, * 547,? AGORA HÁ v ~ -' X NÂO se¡ se . N. . = As BARRACAS ; NARAM DE - : r AGUENTAMI « MONTAR? TOMARA QUE NÃO
  73. 73. 'AZ rERM/ NAR/ AMOE MAIS "igl v eu me l 3 RA'P¡DO, SEA BELEZURAAÍ 1 MACHUQUEI ^ NO SALTO! K « NÃO TENHO CONDIÇÕES . A DE AJUDAR › (Ç A . NINGUÉM! t “A t' “J o? « ¡ / . A. z . A ' f - 1 AuAsm Eu X seus LINDOS 'É Á ME ACIDENTE¡ OLHOS ME Ff? 13454 POR suA CULPA. ovsrRAíRAn/ nj. *à x SABIA? ' / x __~›"4-. ./ 4-, AFE! PIOR DO QUE CANTADA DE PEDREIRO! cunco E o zE LELÉ NÃo FORAM EuscAR vam; ; LENHA PRA AssAR NEM/ z' UMAS SAIâlCHASI / ' . _ f A FRANJAIO Wc: ¡
  74. 74. EU SEI! O DO CONTRA ME FALOU! AI. NÃOm u' OOuE TA CONHEÇO ROLANDO? EssA CARA! O CHICO DESSE QUE A TRlLHA D06 INCAS OESAPARECE LÁ EMBAlXO, PERTO DAâ CACHOEIRAB. .. GENTE CONTINUA A PROCURAR E. .. QUE Eu TENHO A SOLUÇÃO PRA Esse CASO! ESTA E A OPORTUNIDADE PERPEcTA PRA Eu TESTAR A M| NHA NOVA INVENÇÃO!
  75. 75. É a A ¡ _A wí%lo . . .._. , 5-m$ . TA RÉ . ..w m em. ; ANWN _ WM px &EO; _ . vMmMN VÉT% A um Não . x, TGR . .s , AO LEI ; Eu PROGRAME! A. ELE PRA TIRAR ' _ FOTOS EMAPEAR 4 A REGIÃO! AMOsrRAs DO H a ! g / E um DRONE ! OuE FLUTUA í “smoo ° “MP0 EERCÊ/ ÂÍÊÊNAS A MAGNÉTICO! como LEMES -, ___--. .---'*_ PARA DIREÇÃO E «_E5mmmuab DO voo: í nNsrA 1_ ANTEs DE VIR _í PRA CA: ;E ERA PRA COLETAR sOLO DAS TERRAs DO NHÓ LAU!
  76. 76. ma em mw Ts 3 -. N f. .. O E mwm, snmw mma! mmsw mwma u w m vv- 'A "ÍÍN" ESTA NOlTE. POR EXEMPLO. SONHE! QUE EU ERA UMA LAGOSTA GIGANTE !
  77. 77. -__-_ _ _-_vw›_-_: - i *A " . SlMPLES- MEU MENTE ' NOTEBOOK DEU PAU! MINHA NOSSA SENHORA! ! MEU RAD! NHO, TAMBÉM ! OU! LUIZ O QUE SERÁ VEM LA' DO MA TA GAL! sER/ x' OUE E
  78. 78. 71%? " I""1"v"')vv- «a › e &mai; ' . q. . ~. É# O rãsàlLtislàtrltbars . _. - q. .. . .L. ..; A4
  79. 79. VOLTA AQUI, SEU DOIDO! ! ELE EN TRÕ, MERMO, NO MENOS AQUELA LUZ VERMELHA SUMIU ! TINHA ESSA TRILHA AQUI, ANTES? EU NÃO ME . LEMBRO DELA!
  80. 80. sAo _raros v f. ~;: ._; % 'l t* Ç» , oesaunos POR EXTRA- › ' os CÍRCULOS _ TERRESTRES! Al. MEU DEU5H ISTO AQUI EU JA v¡ PARECE um E5555 79°C” LABIRINTO! NUM FlLME! COMO V^M°5 ESPALHEM-SE! ACHAR 0 00 TEMOS QUE ENCONTRAR ELE l _
  81. 81. .P. . _ , '--›. .›. ›-'_--. -.. ..-. .-. A*<_~* A k
  82. 82. _› n . .c. .- . .. _-. ... ... ... ___4.. ... _ . . . ¡.¡ r-~ny¡›v-wv-_¡-_. _.. w_ . -r- q. , r a. ... ... ›.: (" A' út/ Í/Irnwáríu-r
  83. 83. E. iIE”í'Ef*-*^"“EE l V131): _u_ › ' ã v a. ;
  84. 84. DESCOBRI COMO ELES FAZEM ESSES
  85. 85. _ EU 0522075¡ A _ E FACILMENTE l . _ . . '- oseu AMIGO, com você: -. ou eu FAÇO jm ü o mesmo _ l |
  86. 86. DERROTOU o MONSTRÃO? ORA. USE¡ MINHAS TÃTICAS NINJAS PRA TOMAR O BASTÃO 00 ALIEN. .. HA? HA? sou NADA! OK! VAMOS CHAMAR A TURMA E IR EMBORA OESTE LUGAR. ..
  87. 87. ; *&: <:2_~1:<2ñ~ -': ›Ia_a_= :=. ._~. r§›_1= " . ›__ f” _ _*'_I) i › . LUMKEJÉJÉFPÉÍ _ r I : é . . ' _ , I . j u, 'w | J › í ' j A_ - . _ . .___. .. _-_ . ._. .__›. ..'. I.L
  88. 88. '5 . ... .. . . o ARTEFATO l M E 119o um CONTROLE I E TUDO CULPA MINHA. cmcos J REMOTO! _ T , É 'P ' ( I . ' I _ ' I ñ I $ ›À ã › l' Eu MEXI NO l _ E_ - ARTEFATO E. A , . - AGORA, EssEs x " ExTRATERREsTREs f» 731:; ~- v ¡ t. l'. . _ . POSSÍVEL! ! AESUROO, ROS INHA! ANALISAR ESSE ARTEFATO, AGORA! QUARTO . ' . _ _ __ '-: ;: ¡_ _. ;í; x_ ' . : NÂO TEM . ... .. _z . . . _ . . . g3. x_ " í; NENQUM °' - " CIRCUITO
  89. 89. o aus ' ' ACONTECEU? ABDUZIRAM O DO CONTRA!
  90. 90. ENTÃO. COMO A GENTE VAI sAEER PRA oNoE ELE FOl7f~ TRAZER ELE DE VOLTA! Ú¡ NÃO oaxou a RASTROSj QUE ELE FOI _' EMBORA VOANOO? ›^~ ' , . V? ESSES ALIENS ESTÃO MESMO usAoos Aos TEMOS QUE Ét CHEGAR LA o . sws Rmoo . .Nós SABEMOS DE ONDE ELES ZECA! PEGA O CARRO!
  91. 91. DA ÚLTIMA vez QUE Eu FIQUEI EM cAsA, só PIOREI As COISAS. .. V" RosnNHAEu 1" Mzf í 1 QUERO QUE você NÃWÃQ, 4 TRANOuE ToOAs I V t As RORTAs E. .. O DO CONTRA FOI LEVADO POR CULPA MINHA! TÁ LEGAL! NÃO Temos TEMPO PRA DISCUTIR! A ? '”j'_)V-I TENHO QUE ~' = coNsERTAR o QUE FIZ¡ ONDE A GENTE VAI, CHICO 3" . . , - , à*v= ... ,.. _---«_, .:~y . .-_.1_ __, m_ . _ _ñ _ CHEGA DE SER q MEDROSA! .
  92. 92. *Íãlíqzl* Ç . " ; Ftsxéiêgaíaéjsa 'fa cÍéIÍ' E1 _ zãà”. :I-íu-'ZIEIIÍH , _~'~§*ãtx›. ~:aixx_»__¡, ¡_~ « . 8 IN »i 1 xtlxtwv | t A
  93. 93. E sE A TRILHA NÃO AcAaA ALI? MAS. CHICO. .. O CAMINHO DOS INCAS ACABA NA CACHOEIRA! E SE ELA PASSA POR BAIXO DA CACHOEIRA? Eu NÃO TÓ ENTENOENOO NADA! LOUCURA! '
  94. 94. NÃO APENAS ISSO , MAS TODA EssA HISTÓRIA E ABSURDA! ALIENIGENAs uGAOOs Aos INCAS? NÃO FAZ SENTIDO! I 4 NADA ALI m mu . .a 5 S ER . ..à S 'A TOA! NÃO TEM ' @Mani
  95. 95. I Dos INCAS v" A b. f CONTINUA I a >~ DENTRO DE '_«^~'›'«1«ç›”,7 UM TÚNEL! ° -_, 'aklx/ !I ¡ «r -› L- ": sE E1.Es TÊM 'MST' COMO ' N_ MAIs DE DOIS PELAS aREcHAs q °5 “Em : METROs DE NAs ROCHAS! x ALTURA-. í~ ' SI A RESPOSTA _ - . A EsTA BEM . o OUE FOI QUE VOCÊ
  96. 96. As PEDRAS ESTÃO FLUTUANDO! ! UMA INVERSÃO GRAVITACIONAL FOCAOA EM OaJETOs E NÂO NUMA AREA ESPECÍFICA!
  97. 97. ' RENsE No A a . u QUANTO I o PODERÍAMOS APRENDER COM ESSES. .. I V . - V . -' dn-_ií. °““- AGORA, TEMOS __. __ QUE ACHAR O › - DO CONTRA! T . Í x_ O g" , , NÃO CORRE, u) EITA" p» NÃO! PARAE! <§_ *L mf] ~. I I ACABA ALI ' NA FRENTE!
  98. 98. ACHO QUE Nós AcABAMos DE ENCONTRAR. .. . ..A CIDADE A MONTANHA INTEIRA E OCA? 100
  99. 99. - . COI-NO ELES I QUER DIZER. .. *é í *i " q; cONsTRUíRAM EU sEI QUE Os ' IsTo. AQUI INCAS ERAM DENTRO? MEsTREs DA cONsTRUçAO. .. EI. FRANJA! o QUE E AQUILO, LA EMBAIXO! MAS ISTO BEIRA O ABSURDO! IIIIIIIIIIII' UM m, os A! , QUE PETRÓLEO! Tupa! ! m* “A” Í UM RIO DE , X ALCATRÁO-. V 4 MA$. _.. A i : LI TAMBEM v¡ PODE sER 4 g 10|
  100. 100. EsTE LUGAR COMO VAMOS É IMENso! ACHAR O P0 CHEGAMOs, ' É. É ' _jí I' PESSOAL! ~ . : L A _ . ' 'g A r l' ' . : : z i «| __ - '_ à ELE TA ALI DENTRO? É UMA PORTA GIGANTE TODA ITA DE OURO! ' _ -› : Ê - V EsTAMos EM ' N / .. DEDICADO V __ UM TEMPLO ›W'* Aos DEUsEs _r/ r" '
  101. 101. E ~ HA'A'A'. '.' QUEM ' . LIGAPRAIGGO? _ U MENTIRAI vOU _ DEsCULPA. OEIIISE. .. "J sE O DO FICAR LINDA NA vENDER E COMPRAR I: P SEUS DELIRIO5 VAO TER CONTRA TA I ENTRADA DA UM PLANETA só j: GARAGEM LA PRA MIM! .' DE CASA! aus 659mm rj AÍ DENTRO. .. , A_ . Nós vAMOs BVTRARAGORA! ! v
  102. 102. .. yr t a¡ > _w A¡ v o. ' ar. : Í'. É# . J “lx . a . .«› «I . Íl _ O Í¡ @Jo/ QL f» 91.7.0124 L. . . V 47/121.. . z O_ ' 26:» r x” 'mv ' 'rfp F '* _ , a _qu_ I AW. -. . ..WÀALÍà ÍíÊiíI . v) ' 1 * EH? WÂ= V3ÍÃÉ~ A54”. 30.15%* @$13.15 ¡ÊÍÍÊIQIIÇAÊE - . Lkiijiálíàt , à ? -.? IOE›âã-f?3" NV¡ 4 : N a. '*-. ;.IÍ_'~*': '**
  103. 103. NTROLADOS R CRISTAIS. .. ENERGIZAOOS : ,.. ?" ' ' ; saum: _ POR vnBRAçoEs-. TÔ CUM_A | . ou coREs_ ou. . sENsAçAo . e** ISTRANHA. .. _zí-Ô” _$553_ s¡ A GENTE ESTIVESSE _ _ LÊ# *W* V* E-EU oEvo Os AUENS TER AcoRoAoo T À . › _ OORMMM ELES com o _¡. ._ 4 AGU_ É. ARTEFATO E. .. E › ' PORQUE NÓS APAGAMOE: SUAS mavsóRuAsz SABE onsso, A 2 ROSINHA? ,-5 V. i¡ __ 33x seu POR QUE EU NÃO CONSIGO LEMBRAR?
  104. 104. __. me, 5 www , ., mmm wmv ENw E MENINA-COR ! http : //www. terra-1.net. br/ 106
  105. 105. _ / x/ xx A' ' BoRAMcxA HAÍÃAÍ/ l são os _E '-3' MULA, Passam! ! CHUPA-CABl-? All 'E « _A
  106. 106. ' A _if 517w EU FALEI ;7 PRO POVO CORRE! NINGUEM j »maus/ A m¡ CORREU! ¡scurmy QUI BUSCA' HUMANOS. .. 3. ¡ÀQRÃJRAT u' J poczouawomx, 4'* J, . V›' › * * vu 4 EU coNssso ENTENDER o QUE você FALA? ACI-JAM QUE POOEM sEMRRE RESOLVER Tuoo com VIOLÊNCIA. ..
  107. 107. o QUE . VOCES ETAO woLANpo PORQUE FAZENDO UMA CIDADE seu IOlOMA E Agua OEmCADA sIMPLóRIo E . A05 DEUsEs PRlMITIVO. .. PAPAGAlO CONSEGUIRIA ASSIMILÃ-LO! ' ' CONTRÁRIO DO QUE você PENSA. .. NÂO E PERCEBEU Nós somos AlNDA. ' 05 QUE ELES d' Í . ..os INCAS NÂO 95'47"51** ; z °“^^^^V^M"' ' ~ CONSTRUÍRAM ESTE LOCAL PARA NOS ADORAR. .. ELES VIAM &TE PROJETO COMO A ÚNICA CHANCE DELES DE FUGIR DESSA REALIDADE MISERÃVEL!
  108. 108. vvvvvv vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvy 'a' : - -“-'_*. -'“" : :z ~í~ _ , . . .¡ E . . n, _ I_ J úI-'Ià113I-*n"'uz*""r; r-r5:= -.$_¡; g-'. a$3 . , › ? m5 : --°'°" “Ç -«'_í “ ' 'INFELIZMENTE NO FINAL, “A” " z-'f ¡zogNgcg/ nos : _ g TODOS ELES TIVERAM QUE ApENAS A5 . s. _ . SER SACRIFÍCAÚOS. .." q¡ INSTRUÇÕES EOCONHECI- »- AAAAAA 'MEM FAVOR DE UM BEM 'MAS FORAM ELES QUE 1, coNsTRwRAM É, TUDO ¡sror " í"vvv'v§vvvv”vvv'; " 4."" q! q. 4 4 . 4 4x1 1 1 . u 5: 1 4 t 4_ 1 4 1; q, (. . g 4 5 2 . . 4 4 4 4 1 1 4 'A SALVAÇÂO DESSA EsFERA IMUNDAI' fo' . , 4 if'. _ <Iwn›», ,., ;,fL . .a. -a7 f** s ÁÂÀAÀÁÁAÁÀAAAÀAAAAAAAA ›AAA vocEs MATARAM . ¡sro NÃo e 'ímã o ou; voçes PORQUE ESTÃO T0905 ELES? v UMA CIDADE. .. augegm Aow? =__ › IWADINDO M0550 E APENAS - UM TÚMULO GIGANTESCO!
  109. 109. V_J. =-§¡, -. _ . ¡ V , -- PRIMATAS, COLOCAREM . . , A t_ -_. - , *Nosso . ;_ [ã › - 1 MINHA ESPÉCIE JA PLANETA? :a 'f H [I ,  ¡ ÍII * ' g EXISTIA NESTA ESPERA. _. q ¡, ¡ y MUITO ANTES DE VOCES, j' Ú¡- vocês SÃO Os ; n I . , I= INVASORES AQUII ' ? I '. _ . I f¡ - y / À . N " E QUEREMOS DE ' 'is-SÉ ' . . . I VOLTA O QUE E | I ~ 'a ag», I. NOSSO POR 3 J r( ” I w › I_ . OIREITOI ' l '- l CHEGA DE PAPO- PEVOI-VAM pugqpp; LOGO O DO CONTRA ou 4 E CAPAZ OE SALVAR A PRÓPRIA VIDA! SUA cRIATURA FRAGA E PATÊTICA! você VEIO AQUI SALVAR A VIOA DE
  110. 110. QUI TAVA SIGUINDO A GENTE, ESSE TEMPO TODO! A O Am V. me Ec N o
  111. 111. ESTAMOS DE PARTIDA ! TEMPO _ AOUI JA SE ESTENDEU " DEMAIS! _r v ISSO MESMO! v. VÃO EMBORA! . .EW EM MANDAR MAIS ' SOLDAPOS PRA INVADIR A WWWWÀ. f' 7 W “ÉIAIIIIÊ A A l WWWWBIWAIWIIÉM¡ I
  112. 112. !I___ II . u~A~¡¡¡í›_T; Íl¡: if= ÀÉ? ü%F: ñ I I ! " I'E'| III II! ! Illllll! !! III: : III : I II» *H ~ E ” x1? "iqfaçirl 1.¡ N* 1 lr t* 'I I , . . I . " t N _a . .. b' H4', I L L V _. Í' ' I I I_. ~'V I, . 't' , g1 [l *l 1'] ~' Em? IIIIJHHIIIIIII 'a f¡ "Fíil. c [IIIIMI 14H” “M, :Im *I * ; III V! ! I'M¡ vb I ÍÍIIÀÍAI" _ _ ¡ . A . .M I . @um l J . I ' Í IIIw *I I. VI~Ê;4I'O; = ;-_IIâI; .<¡I'I: -'§I'§_I': _I; ; LMP-'lifl-a : raw ? .'. ¡E$ÊÍI5Ã'e7â1§l!7Ê1~“ _'_» I . , . ~~: W@“WÍ * 2 LMMWHJMMI » A '“E%Eü= “ ' T . ~_. .-. . . .__. ..
  113. 113. _. .. ARRUMOU ESSA PICARETA? _. . PARA DE GRAÇA, DENISE! O ASSUNTO AQUI E SÉRIO! à UE. .. MAS EU TAVA FALANDO SÉRIO! ADEUS, MINHA FORTUNA QUERIDA! PASSAMOS POUCO TEMPO JUNTAS. .. ALGUMA COlSA ERRADA! . ..MAS TE AMEI como NUNCA_ , AMEI NINGUEMII/ _ O QUE ESTA' ACONTECENDO? j;
  114. 114. ¡ : A A PIRÂMIDE ESTA' ~ r ' ~ SE DEsPAzENDO! É OUTRA INVERSÃO GRAVITACJONAL! › _"› . y t_ A PONTE NÃO MORRER! ! A' A A '
  115. 115. 'Em', ,w N _ *os ñwxç¡ ~ J r*"~= ›u. *. ' * ' "fvvwq ' ” . ' ' *'"'~x.
  116. 116. CAIU NO RIO DE. .. 4 m MEU DEUS! ! O OUE TA' ' ' , ACONTECENOO 7 - ELA NÃO TA' CONSEGUINDO . ALGUMA COISA! !
  117. 117. CALMA, ROSINHA! você TA' SALVA! PRONTO E RESPIRA. ..
  118. 118. DEPOIS TEMOS MAS A PONTE x"" ACHEI QUE W NUNCA MAIS EU ExPLICO OUE FUGIR UE mu. ÃO Fosse 1-5 COMO 1 TUDO! DAQUI, AGORA o f¡ PRÁ? __ _ V533 VOCÊ MESMO! K A . Í x CONSEGUIU _ O A 4_ I _ _f_ _r ESCAPAR ' . ai, ”“ ' ràxõçã. DOS. .. . ' . s I_ lx ~ . A A r' 5.' __ ! . I I ». _ I "I vAMos . . I = SEGUIR O RIO I - DA GOSMA g. V! . PRETA. .. , Í , . _ 1 ¡. / »a I "III ÉA A . ' , ,'_"~ 5 NOSSA j' S_ Éh' 'Í ÚNICA p , " j? CHANCE! C4 n I* . _ Í _ , _ . _j QI¡ l' I ¡I! ›-A__~_I ; T 5*" . ELE PASSA POR DENTRO DE UM TÚNEL!
  119. 119. , PESSOAL! TÚNEL TEM UMA SAIDA! VAI QUE A GENTE DA DE CARA COM MAIS O . Mo I l AI, MEU DEUS VAMOS FICAR PRESOS AQUI DENTRO! FALEI? LA EM CIMA! ! EU VOU PRIMEIRO! só PRA PREVENIR. ..
  120. 120. NÃO ACREDITO! Nós SAÍMOS NA VILA oo POÇO! f ? ÀÍÍ- _'*›Í: f;---"' - os ALIENS ESTÃO 95V? 955W Tí n mao EMBORA NUMA TONELAPAW x NAVE TOTALMENTE ' l sem». os ouzos . ._ TONELAOAÔ. PRA SER MAIS LEVANDO Exmo! ¡WNHA
  121. 121. ouszo ERA uMA NAvE EscoNDxDA DENmo DA PIRÀMIOE! CONSTRUÍQAM MEU POVO! i ELA PRA : uam f* DA TERRA? J u oTEMpLo DE M L l NÃO, ZÉ LELE. .. Nós NÃO VENCEMOS! EU TAVA ESCONMUO E OUVI UMA CONVERSA os ENGENHEIROS AGORILÉSÓ 'à " ° AcorzDARAM E uMA QUES TÃO ' MARCARAM Nosso PLANETA. .. / x _ _ ' «r DoQuE '" 'M É? ? ' x' 1 . Ã/ f mg. : . ¡› causos FALANDO( 'i AuENs vAo _= Hs_ M44.: 123
  122. 122. ELEs NÃO sAo ALIENíGENAs. .. * ” ' . . J A EspEcu-z DELEs ' - VIVIA AQUI, ANTEs D05 HUMANOÔ. .. ANTES MESMO DOS DINOSSAU- RCS . ..QUEREM ELA / ELEs são os _ DE VOL FA! VERDAOEIROS HERDEnRos DA TERRA! ÍÍM' A, ai' n _f d' F4__. -:"v . . , › , › . -u__-_›___ NÃO PERCA A coNcLusÂo DEsTA EMOCIDNANTE SAGA NA REwsTA TURMA DA MÔNICA JOVEM NúMERo a4, EM AGOSTO, NAs BANCAS!
  123. 123. n o o o o c n o o o o o o a n o o c n n o o c c n o n I n n O o o o o O O o o o O O O o o o o O o a I D o o o o o o n O o o o a o c o o o o c o o o o c a ¡ a - o o O O o o o o a O O n I o o O O O 0 o O O n O o o o O O O o o o O o o o o o o o o O o o c h o O o n o a n o n o o o O o O o o o n o o n o n a o a o o U ¡ O O o c o o a n o 1 o o O O I o O l o O o o o › o o o , o o - o o n u o n o o O O o 0 o t l o o o O O o o o v o o u n a b o o o a O O O O n O a o o o o c c o o o o o l o › 0 o o o o o o o o o o o o o o u ¡ n O a O n n . j - j - j - j -j A TURMA DA MÔNICA JOVEM E DO CH| CO MOCO , - , - , - , - , EsEARRAM NUMA AVENTURA INcRívEL. DIGNA DO INDIANA JONEsECONTAM TUDOPRANós. EM '- j . j . j . j . DEsENI-Ios, FALAS E SUGESTÕES. SE VOCÊ JA' CURnA _- _ - _ - _ - _ - As LENDAs PRE-cOLOMaIANAs, AOUELAs PAssADAs . ° . ° . ' . ° . ' NAs ANTIGAS TERRAs DOMINADAs PELOs INCAs, . j. j . j . j . j NA AMERICA DO sUL, VAI sE REGALAR. E COMO EM -_ - , - _ - , - _ TODAs As HISTÓRIAS DE MIsTERIO, NEM TODOs Os '. ' . ' . ' . '. MIsTERIOs VÃO sER DEsVENDADOs NEsTA PRIMEIRA . ' . ' . ' . '. PARTE DA SAGA. DO OUE Nos DEscULPAMOs. O - f - f - j ~ f - ROTEIRIsTA sE INFLAMOU E sOLToU A MocADA POR - . - . - TERRAS EsOUIsITAs, CAvERNAs CHEIAS DE PERIGOS °. ' . ° . ' . ° E sURPREsAs ATÉ TOPAREM COM cRIATURAs j-j- j - j -j EsTRANI-IAs QUE PODEMOs CHAMAR DE ETs. _E MUITA . ° , ° , ' , - , COIsA PARA UMA REVIsTA só. AssIM, NO FINAL DA . '.°. ° . ' . NARRATIVA, vocês VÃO sER CONvIDADOs A CONTINUAR - j - j - j- j - ACOMPANHANDO EssA AVENTURA NA PROXIMA EDIÇÃO. - _ - , ' , - , - só DA¡ Nós VAMOs COMEÇAR A ENTENDER COM MAIs °. '.° . ' . ' PROPRIEDADE A MEN6AGEM I= ANTAsTICA TRAzIDA j - j - j . j -j NEsTA HIsTóRIA. EsTE ROTEIRO sAI DO EsPERADO. _-_-_-_-_ IMPREssIONA PELO MIsTERIo DO COMECO AO FlM. MAs . ° °. AGORA CHEGA DE PAPO-PURADO E vAMO-s CURTIR O . j - j . j . j. ENREDO. DEsCULPE-Nos PELO ENTUsIAsMO. MAs NÃO ~- , - _ - _ - _ ' E TODA HORA QUE NAsCE UMA HIsTORIA TÃO CHEIA DE ' . ' . ° . ° ACAO E IMPREVIsTOs. BOM DIVERTIMENTO. .. j. j . ' . ' . j E CONTlNUE CONOscO. o o o o o a o o o n o n o O c o o o v v v o o I o o o o o o o o o o o o o o o o o Q o o o O o o o o a o o o a o a o o o o C c o O O O o o o . O o o O O I O o Q o o o o o o o c o a o o o O - o o n o o o o - U a o o a a n n o o o u I o O
  124. 124. INFORME PUBLICITÁRIO T9' *› ' SEDAN. ” AM3": A: ~ EEE! "* 'A j _i ' __ -_ a Pa¡ I . a É LJ"? l; - I fi¡ 'I Li . a w x 1 'Á-_IÍJI wap? ! , jr. ___ 1 : j: Wiz" jun” jt ¡____; .jj g. : j¡ MTjI Jüíríí'. w. - HJ ! É I NH g a AA Alf] AJ I- Qui 'E', ui 'Í 3 lÍ E ! Jh-'Lilil : Í A33 LÊ E I . i Neste grande lançamento da linha Graphic MSP, a Alminha vai reencarnar. E Penadinho nunca teve coragem de dizer que ela é o amor da sua. .. morte! Para piorar, a fantasminha sumiu e precisa ser encontrada até o amanhecer, quando a Dona Cegonha a levará. Com muito talento e sensibilidade, Paulo Crumbim e Cristina Eiko reimaginam os personagens criados por Mauñcio de Sousa de forma terna, apaixonante e divertida. ¡àmmimrcxxçmh . JÍ j . u j_ - - j t, - é / j «F M' í! '¡_ã_li§iÍͧ§-I*F: I.'. _ , as . 7 II l I ! I'M I I« . Para if. ~-/ .-. ~ Fãilllll-lilllue - ~ “i LIA A A . c , e _>I1" . ~ 5' j I _ j_ iu' : '24 Li , Jg/ f l I x pjnjlzlghyjgjlayui¡: m: . j j . UAWÊVÍTIM f a z; i='°'! *='3='”'"l! '"A. A. ÍÍ' -. “I- -' 4.» ^ ! IIIIIIIEiIIIIeIIIIILAIINL ; j - - . - . w . _ , oo - v ~ ' - 6913502, 3 ? FÍÊÍÊ 'r c; $"'u-'-À EDITORA JAMAIS BANDAS E LIVRARIAS! FHWIBIIIIFS
  125. 125. à É' z IIIjIIIjIIí: II7'III; j ~ “r i AA#AÍAI'l| AIA: [ÊAAAA] ÍÉAAHÍ f. . Ij . , If II. I: .I. I.IIIL iíÍlÍlljlÍijlíijltjê Hill. ,. , . N ' t. ' . ~t-*í. '4'rlz›. 'kza'z_x. " ÍII í í _ j A¡ S IA' r¡ . j _j _ ~ . i _ í t' eu “ Í « 4, í* ; .. *I "g1, j , Jg* I _. 1 I 1 , __7. , N¡ 4 4 1 * ¡ _J La. . . Í j 7 j. “Il ¡ ' f ~ , l n42
  126. 126. iífv*llf*'ílt~= lvlíÍí¡ ; H 'a; ;;L. ;I= :,II: . 1 1-"17 ! ZA . . g . ' I ' _ o . I . . , . . . _. -¡ _. - ' _. /< _. ._ I A__. ° . ~ ' o ' . - . Ó _ . _ _. l ' o -n . ' '“ O' . ..I. - - ' j¡ o'. .'u _ ! l , . L J s _l - H ¡ktkhd i| üillHlÚv m . - IN' A I Ir ~ IIH. IN r 'N' A». ' j_ ›¡¡I¡. Il . IHIIIII "“ A' r _/ "4 I until: 7o. * A' I' i A t' . .L I 'É' " j ' . . - ^ 7 . , _ . I Ill / UILEÍI ñaIqtlllIcil-_I_ RI ! AAPHÍHll! II~r. O)ll. .l): _IIQÍÍFJÇÍQEHÍQÍÍÍÍlLIíCÊÍÍíLIÊJE
  127. 127. à 4'. '19 Dnw¡ : wtf Tm. b.'›txr: I:¡:1a: S.. « ' 'É . eu - 'E - Í Banca* Riu. u : :E tva-aq. : asicomsniarwau-ce Emei-Ia¡ : n 'mn du vous: :um : o-; LIIEJI ~. um av sua; :áummmg : x- t_ ? um msm: &ma; ' «i 111m m - &seus; a int-r. vaca 5o. :: rL-n. ; Adub- @julga DIRIN' -r-. P. “Sa Cod; .à c Fm A-»rrat ¡rcu an¡ . na a I~ . ;ane lixa! .ua ? Im y, gugu un; mg¡ v 55_ _hmwüvu füféys! ;zm Par: :LI Iosawes'. !room-Cn 6m. ' - -I _ . «' . PAN! !! BRASIL LTDA WYMXCIR E A' 3 40:" cmxãmñuu: A». - [nam SCUIDMITG nascem da Can -j-a-Assmazcrxzr: bmavkfirlslrânuFn-araiu immune» scan-I 54W** &Orc; wi ü' brotar carma. Inmñvgañuopwlla-oc noI-, es : :W393 ¡Wfe-“f t Bangu' . Issamu ãiczükcqu' A3 Amil. &p; !Ara A: s ! hm Mmeteñbkacónlídtxümzímcñnápwciân . MM , o ' ' t' Lmm Satan ? gsm : que LN Tron¡ I 51h00min! ! irma Num¡ ; j -jHbj-, T 1mm». ru- u- «um ; amu : I: um Mraz R an. Im; .cárie C134» ». v . w In 'a . _.. -~. _.I . : u _~ o_ . s ? Miau MLM 4 n: mu¡ #amanha hu dom-acima cwwxnmrhsrüjmüjg" um” “nt “múhrmã a” *msm*- E “P” "w Raissa : c Tutu: P: o. u o v, .tem w: mu Cnnri-#VJRMTJJSUUC kia-c: : ; m3 ¡nhI-¡acadnuá Exarhm Émgj* 5*": WW W345 : Im-nm Gm! II. . E. Lana, m: : : :Kahn »mA-Im un : o rm-asaawqn. : _- _ : p VJÊK-CXCZ Im : :seua-spc - ? arma um c PÀÃZMFÚII "'j'~*7'3-' “E” 5° M* -. -. . -~-. _ . . . _ . , - - ñuintsnlfl-, JS-Bx-JF-; Ààà M IIÀbIJHJLJBeGÊS-urmzdgf-, wrw _P _ S? ¡iàl . n Asa-Mm : o Cansaço: : uam ravamigsnvxntr IS: : 3:13:15* ' r --í-í- ~~ --- PLMEMDEWO L somas os much _ _ _ aiencIIIismsAa AS3NW7E : :uma rmwu Eanasgnuêm Mimo &vaza-kana; _ 55.4%” Much¡ “m, atreve: 'a imz-«wec-maimxwmu um '~'= *2*= '~1W>J~"^°â°°*'3 2.5. m: m] : :Inu-I ' "TEEUDÇMI axa: Ma: : ' ¡glbotmbz , ¡°“_, ,.«. ¡ guga-Ig R. Crwrtlg _e Dsvluún 3%. - fr Ir (um Storm_ -am biz M 11:'. cha» B. . “mu” m¡ “su” 5°** °E"“““5"“" 37°” 5*: _'15 wwwjvmnndurnats-: au-. nua . .. Orku- çu; musas hm- rta uma hm¡ u . mn pticaça) Tua 1a : ni 'amu [no ÀSÍÍSNÇSJI "WÍUN-lüvjtlnü' A l h ' Ita-aum; I'm canetas g, k ¡ manu” ' g P¡'-g~5 55 . f* o , Nyg Irma(- . cg: (ágar); nw-Jucnwnw ummlcin¡ n ll . ui-m o * as u” »ih-s : P eu c »Ls-m A. .. Imqçslnnm cc *"“"*“"“'“'““' m” A m' um. . : Itu IEAüI-ÔD - vmumzrc-'mtumu Dan¡ me: ma: n: 5m¡ l: u: Fmçd k **~""W°>f°“" : um IE! ! 0533351 l numca: 1 var -I 5:2." Lx. iu me». mutante: : rúnn uucmwarm: :m 3 ma. " nmmgm , uw-›«›-~«-m »www-am «museum-mw í -~~~- I . ..-. .num "Ind-x - : JEI-mx at( na nota m7. rn 610: reza-mn F ; na T www , ' ' : u “Naku”, :Qillúfxs&xntmvñsrñramutigüaaaulmlXfvat-mt-&Qiiubfúwlúlf : E “MEE . . ______É. . TURMA DA 5 “m” ê Depois da ajuda . üjencontrar, a Cidade P¡ erdida dos Incas, . :fr-v . . . vn-í. Ch/ CO Bento e a Turma da Mon/ ca terao ue enfrentar misteriosas criaturas ancestrais para salvaiaja/ ma dÊÊOÊATha e Impedir a A «mr-p» van-c. .~ - m. q-r. a destruIçao de toda a humamdâÍ/ e! Nao percam, na proxima ediçao. . j , pinauurfhntvuveuunruuo-_y% v( su' seg-Ay a, -*an-r , - . . aatrronzate cnclsao de HreIrOsa Terra!
  128. 128. .Jlumñmzücum . Ivuidl . l
  129. 129. 7 ' ~"Wr -. -.- ' u . ,-. ...7._-. =.. . . í f¡ _ › - r. ;,: :=~ t " ' - s' _ P r h 1' Íi _ I r . ja_ ______ __ r. v~ . u-_r ^"" "JW ' v- vn_ ¡- x l a 4. A _A4 A : nu-í: uma. : ¡ í T» : JL v › "' 7 V_ 4 L _4 o. .. . _ _ _ _ . .._u_
  130. 130. .I | k§es§»a. ..

×