Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Princípios básicos do raciocínio geológico A Terra (tal como a conhecemos actualmente) é o resultado de um conjunto de pro...
Princípios básicos do raciocínio geológico <ul><li>Até meados do século XVIII, acreditava-se que todos os fenómenos de nat...
Princípios básicos do raciocínio geológico Os fenómenos que atraíam a atenção da Humanidade eram aqueles que afectavam dir...
Princípios básicos do raciocínio geológico <ul><li>Catastrofismo </li></ul><ul><li>A Terra estaria sujeita, com regularida...
Princípios básicos do raciocínio geológico <ul><li>Não se pode estimar a duração do que actualmente se vê, nem calcular o ...
<ul><li>UNIFORMITARISMO  (ideias fundamentais) </li></ul><ul><li>As leis naturais são constantes no tempo e no espaço; </l...
Princípios básicos do raciocínio geológico <ul><li>NEOCATASTROFISMO </li></ul><ul><li>Nova teoria que reconhece o uniformi...
<ul><li>Actualismo geológico  ou  </li></ul><ul><li>Princípio das causas actuais </li></ul><ul><li>“ O presente é a chave ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Princ

690 views

Published on

Published in: Technology
  • Be the first to comment

Princ

  1. 1. Princípios básicos do raciocínio geológico A Terra (tal como a conhecemos actualmente) é o resultado de um conjunto de processos, que sobre ela têm actuado ao longo da sua história de 4 600 M.a.
  2. 2. Princípios básicos do raciocínio geológico <ul><li>Até meados do século XVIII, acreditava-se que todos os fenómenos de natureza geológica e biológica, eram resultado da vontade divina. </li></ul>
  3. 3. Princípios básicos do raciocínio geológico Os fenómenos que atraíam a atenção da Humanidade eram aqueles que afectavam directamente as suas vidas, sendo muitas vezes brutais/espectaculares.
  4. 4. Princípios básicos do raciocínio geológico <ul><li>Catastrofismo </li></ul><ul><li>A Terra estaria sujeita, com regularidade, a alterações violentas, que levariam a extinções da fauna existente. </li></ul><ul><li>- a essas fases suceder-se-iam períodos de estabilidade. </li></ul>
  5. 5. Princípios básicos do raciocínio geológico <ul><li>Não se pode estimar a duração do que actualmente se vê, nem calcular o tempo em que começou: portanto, relativamente à observação humana, este mundo não teve princípio nem fim. (1788) </li></ul>UNIFORMITARISMO - A Terra evolui por processos graduais, num intervalo de tempo muito longo.
  6. 6. <ul><li>UNIFORMITARISMO (ideias fundamentais) </li></ul><ul><li>As leis naturais são constantes no tempo e no espaço; </li></ul><ul><li>O passado pode ser explicado com base no que se observa hoje – Princípio do Actualismo – “ o presente é a chave do passado ”; </li></ul><ul><li>Os processos geológicos são lentos e graduais – Princípio do Gradualismo </li></ul><ul><li>Nesta perspectiva de uniformidade da natureza, os episódios catastróficos são pontuais e de importância localizada, sendo incapazes de provocar grandes alterações na superfície terrestre. </li></ul>Princípios básicos do raciocínio geológico
  7. 7. Princípios básicos do raciocínio geológico <ul><li>NEOCATASTROFISMO </li></ul><ul><li>Nova teoria que reconhece o uniformitarismo como guia principal para entender os fenómenos terrestres, sem excluir alguns fenómenos catastróficos ocasionais, que tenham contribuído para alterações da superfície terrestre. </li></ul><ul><li>Ex: grandes impactos cósmicos </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Actualismo geológico ou </li></ul><ul><li>Princípio das causas actuais </li></ul><ul><li>“ O presente é a chave do passado” </li></ul>Princípios básicos do raciocínio geológico <ul><li>Charles Lyell </li></ul><ul><li>Defendeu as ideias de Hutton e afirmou que: </li></ul><ul><li>“ as causas para as modificações da Terra, no passado, são semelhantes às actuais e verificaram-se sempre com a mesma intensidade” </li></ul>

×