Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

História corre, corre, cabacinha

17,076 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

História corre, corre, cabacinha

  1. 2. Era uma vez uma velhinha que morava numa casinha junto à floresta.
  2. 3. Um certo dia decidiu visitar os netos e a filha que moravam longe e atravessou a floresta.
  3. 4. No meio da floresta encontrou um lobo que lhe perguntou: - Onde vais velha? - Vou ver a minha filha e os meus netinhos. - Não vais não porque eu vou-te comer. A velha pediu ao lobo que não a comesse ainda porque estava muito magrinha e quando voltasse já vinha mais gordinha.
  4. 5. O lobo deixou-a ir mas com a promessa de ficar ali à espera dela.
  5. 6. Mais adiante encontrou outro lobo a quem contou a mesma história e o lobo deixou-a ir.
  6. 7. Chegou a casa da filha e dos netos.
  7. 8. Ficaram todos muito contentes com a visita.
  8. 9. No final do dia chegou a hora de voltar para casa e contou aos seus familiares que o lobo estava à sua espera para a comer. Mas logo a filha teve uma excelente ideia para enganar o lobo. Foi à horta buscar uma cabaça das maiores que lá havia.
  9. 10. Deu-a à mãe explicando-lhe que quando chegasse perto do lobo se metesse lá dentro.
  10. 11. Os lobos quando viram a cabaça perguntaram-lhe: - Ó cabaça viste por aí uma velha?
  11. 12. - A velha, dentro da cabaça disfarçou a voz e disse: - Não vi velha nem velhinha não vi velha nem velhão. Corre, corre, cabacinha, corre, corre, cabação E pôs-se a correr
  12. 13. Assim a velhinha chegou a casa sem que nenhum mal lhe acontecesse.
  13. 14. Pozinhos de Perlim… pim… pim… A história chegou ao… FIM
  14. 15. História recontada e ilustrada pelas crianças do Jardim de Infância de S. Martinho de Orgens:

×