Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Motivação

2,131 views

Published on

Teorias da motivação para aprendizagem.

Published in: Education
  • Be the first to comment

Motivação

  1. 1. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Pós-Graduação em Educação PROCESSOS MOTIVACIONAIS NA VIDA HUMANA Dra. Bettina Steren dos Santos
  2. 2. TÓPICOS: •O que é motivação? •Qual a sua origem? •Fatores que influenciam •Relação com o desenvolvimento humano
  3. 3. Contexto educativo escolar Diversidade Formação de professores •Prazer pelo conhecimento •Participação •Respeito pela pessoa
  4. 4. TEORIAS DA MOTIVAÇÃO•Visão Instintiva-Motivacional •Visão Psicanalítica •Visão Humanista •Visão Comportamentalista •Visão Cognitivista
  5. 5. Motivação não é outra coisa que um conjunto de padrões de ação que ativam o indivíduo a executar determinadas metas (querer aprender), com sua carga emocional, que se instauramna própria cultura do sujeito. (Huertas, 2000.)
  6. 6. MotivaçãoOrigem nas necessidades humanas Necessidades fundamentais Básicas sobrevivência Adquiridas socialmente, personalidade
  7. 7. Necessidade de Auto- realização Verdade, bondade Beleza, vitalidade Individualidade e perfeição Exigência, sucesso Justiça, ordem Simplicidade, esplendor Recreação, facilidade Auto- suficiência, significação Necessidade de EstimaAuto-estima - Estimação por parte dos demais Necessidade de Amor Amor e Possessão Necessidade de Segurança Segurança e Resguardo Necessidades Fisiológicas ar, água, alimento, refúgio, repouso, sexo.
  8. 8. Origem da motivaçãoIntrínseca Extrínseca
  9. 9. Para Huertas (2001), a motivação é a energia psíquica do ser humano. Segundo Alonso Tapia e Fita (1999) “a motivação é um conjunto de variáveis que ativam a conduta e aorientam em determinado sentido para poder alcançar um objetivo”
  10. 10. Indicadores damotivação: Motivação intrínseca e•Para pertencer a um extrínsecagrupo social;•Para alcançar metas;•Para evitar o fracasso;•Para competir com ospares.
  11. 11. REALIZAÇÃO PODER AFILIAÇÃOMcCLELLAND, 1985
  12. 12. A Vida Adulta, sendo um contínuo vital, não pode ser entendida como uma fatia do todo, mas, como sendo o todo em continua reformulação e mudança.Cada fase tem uma problemática especifica, dividida em sub-problemáticas que atingem as pessoas em seus momentos decisivos ante seu próprio projeto vital e suas relações com os outros Mosquera (1982, p.98)
  13. 13. O que é ser pessoa adulta?É viver espontaneamente no respeito por si mesmo em autonomia reflexiva e de ação na geração de uma convivência responsável com consciência social e ética no projeto comum de viver um conviver democrático como um âmbito de colaboração e co- inspiração para a contínua realização desse conviver.É esse tipo de pessoa com quem as crianças querem conviver e respeitar. (Maturana)
  14. 14. A educação é um ato sentimental e a formação humana é o fundamento de todo processo educativo. A dificuldade de aprender, em muitas situações, não tem nada aver com a inteligência (racionalidade), mas sim com as emoções. A recíproca não é verdadeira
  15. 15. De acordo com Alonso Tapia, a motivação está relacionada à“razões pessoais que de modo consciente ou inconsciente orientam a atividade das pessoas para uma meta” (2005, p. 15) .
  16. 16. COMPONENTES PARA UMA CORRETA INTERVENÇÃO MOTIVACIONAL
  17. 17. Visão de ser humano a motivação do ser humano, deve ser entendida na sua integralidade, mas percebida desde a sua singularidade Santos e Antunes, 2007
  18. 18. bettina@pucrs.br

×