Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Gareth morgan imagens da organização

9,272 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

Gareth morgan imagens da organização

  1. 1. BOA NOITE ! GARETH MORGAN IMAGENS DA ORGANIZAÇÃO I N T R O D U Ç Ã O
  2. 2. CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL TURMA K 224 CAMPUS CENTRO II RIO DE JANEIRO PROFESSOR ANTONIO LUIZ DE MEDINA FILHO MÓDULO: COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL ALUNOS: Eliane Cavalcanti Villegas Sallas Matrícula K 219328 Carlos Alberto Gonçalves Alfredo Matrícula K 219331 Marcos Serafim de Lima Matrícula K 219455
  3. 3. Uma abordagem sobre as organizações a partir de metáforas que permitem vê-las como máquinas, organismos, cérebros, culturas, sistemas políticos, prisões psíquicas, fluxos de transformação e instrumentos de dominação. Não há mais espaço para uma visão simplista das organizações, administradas como se fossem máquinas desenhadas para atingir objetivos predeterminados, que tendem a limitar, em lugar de ativar, o desenvolvimento das capacidades humanas. Atualmente, a utilização das metáforas reside na aplicação do conhecimento, na inovação e no uso da estratégia como recursos de sustentabilidade e competitividade em mercados cada vez mais globalizados. Para atingir os objetivos empresariais, as organizações necessitam recorrer aos instrumentos capazes de solucionar os conteúdos existentes nas oito metáforas descritas por Morgan, valorizando e capacitando capital humano com o auxílio de recursos cognitivos criativos, destacando-se a TEORIA DAS INTELIGÊNCIAS MULTÍPLAS e a DIALÉTICA. , t CONSIDERAÇÕES DAS METÁFORAS SEGUNDO GARETH MORGAN As metáforas são criações mentais cognitivas gerando ARQUÉTIPOS, imagens, abstrações, mapeamentos mentais, com o auxílio da TEORIA DAS INTELIGÊNCIAS MULTÍPLAS, desenvolvida por Howard Gardner, segundo a qual todos os SERES HUMANOS possuem habilidades inatas porque TODOS SÃO INTELIGENTES.
  4. 4. <ul><li>Morgan exprime o seu pensamento através das características de oito METÁFORAS organizacionais: </li></ul><ul><li>AS ORGANIZAÇÕES VISTAS COMO MÁQUINAS : </li></ul><ul><li>CARACTERÍSTICAS: Eficiência, resíduos, manutenção, seqüências, mecanicismos, engrenagens, programas, entradas e saídas, padronização, produção, medição, controles e exatidão. </li></ul><ul><li>2) AS ORGANIZAÇÕES VISTAS COMO ORGANISMOS: </li></ul><ul><li>CARACTERÍSTICAS: Sistemas abertos, condições ambientais, adaptações, ciclos de vida, reciclagens, evolução, gestão contemporânea, boa forma, saúde. </li></ul><ul><li>3) AS ORGANIZAÇÕES VISTAS COMO CÉREBROS: </li></ul><ul><li>CARACTERÍSTICAS: Aprendizagem, sistemas de informação, modos de pensar, inteligência, feedback, rede de comunicações , CONHECIMENTO, INOVAÇÃO e ESTRATÉGIA . </li></ul><ul><li>4) AS ORGANIZAÇÕES VISTAS COMO CULTURA: </li></ul><ul><li>CARACTERÍSTICAS: Integração, valores, crenças, ideologias, rituais, diversidades, tradições, qualidades e famílias. </li></ul><ul><li>AS ORGANIZAÇÕES VISTAS COMO SISTEMAS POLÍTICOS: </li></ul><ul><li>CARACTERÍSTICAS: Interesses e direitos, poder, agendas e negócios obscuros, autoritarismo, diretivas e ideologias políticas partidárias, censura, líderes carismáticos, acordos políticos. </li></ul>
  5. 5. 6) AS ORGANIZAÇÕES VISAS COMO PRISÕES PSÍQUICAS: CARACTERÍSTICAS: Processos repressivos conscientes e inconscientes, repressores e reprimidos, manifestações coletivas, stress, patologias clínicas, síndrome do pânico (gatilhos), perfil militarista, manifestações síndromicas (Burnout). 7) AS ORGANIZAÇÕES VISTAS COMO FLUXO E TRANSFORMAÇÃO: CARACTERÍSTICAS: Mudanças constantes, equilíbrio bem distribuído, transformações administrativas. 8) AS ORGANIZAÇÕES VISTAS COMO INSTRUMENTOS DE DOMINAÇÃO: CARACTERÍSTICAS: Processos subliminares, valores impostos, manutenção do poder, divisão do poder, imposição coercitiva, metas, discriminações, interesses corporativos. METÁFORA INSIGHT
  6. 6. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL (Daniel Goleman)
  7. 7. A dialética é, propriamente falando, a arte de discutir. A arte do diálogo. Como, porém, não discutimos só com os outros, mas também conosco próprios, ela acaba sendo considerada o método filosófico por excelência. Entre os gregos, chamava-se ainda dialética à arte de separar, distinguir as coisas em gêneros e espécies, classificar idéias para poder discuti-las melhor (cf. Platão, Sofística , 253c). Em conjunto com a Teoria das Inteligências Múltiplas (TODOS SÃO INTELIGENTES), a DIALÉTICA nos ajuda a compreender as METÁFORAS, em diversos aspectos: O ENTRELAÇAMENTO DAS INTELIGÊNCIAS MULTÍPLAS O USO DA DIALÉTICA REDE DAS INTELIGÊNCIAS MULTÍPLAS N NATURALISTA
  8. 8. , t CURVA DO CICLO DE VIDA DAS ORGANIZAÇÕES
  9. 9. AS METÁFORAS PODEM CONTER CITAÇÕES QUE NOS AJUDAM A IDENTIFICAR SITUAÇÕES CICLICAS DE UMA ORGANIZAÇÃO CONHECIMENTO, INOVAÇÃO E ESTRATÉGIA CICLO DINÂMICO DE UMA ORGANIZAÇÃO SUSTENTABILIDADE E COMPETITIVIDADE RENOVAÇÃO
  10. 10. C O N C L U S Õ E S Morgan mostra como utilizar o conjunto de METÁFORAS para analisar e diagnosticar problemas, melhorar as empresas e contribuir para a GESTÃO DE CONFLITOS: AS METÁFORAS AS INTELIGÊNCIAS MULTIPLAS A GESTÃO DOS CONFLITOS A DIALÉTICA AJUDA NA BUSCA DOS CONFLITOS N NATURALISTA
  11. 11. BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA: http://www.uff.br/sta/textos/fs010.pdf ACESSAR O LINK:
  12. 12. BOA NOITE A TODOS

×