BR-408

8,190 views

Published on

Published in: Technology, Business
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
8,190
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
242
Actions
Shares
0
Downloads
81
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

BR-408

  1. 1. AUDIÊNCIA PÚBLICA OBRA DE DUPLICAÇÃO DA RODOVIA BR-408 NO ESTADO DE PERNAMBUCO LOTE 01 TRECHO : CARPINA – BICOPEBA (km 63,9 ao km 86) EXTENSÃO : 22,1 km EMPRESA RESPONSÁVEL : CONTÉCNICA – Consultoria e Planejamento Ltda. LOTE 02 TRECHO : BICOPEBA – km 86,10 ao km 105,80 até o Entroncamento com a BR-232 EXTENSÃO : 19,7 km EMPRESA RESPONSÁVEL : MAIA MELO Pernambuco, 02 de abril de 2007
  2. 2. <ul><li>RODOVIA </li></ul><ul><li>BR-408/PE – Lote 1 </li></ul><ul><li>TRECHO </li></ul><ul><li>Carpina – Entroncamento BR-232/PE </li></ul><ul><li>SEGMENTO </li></ul><ul><li>Km 63,9 – km 86 </li></ul><ul><li>EXTENSÃO </li></ul><ul><li>22 quilômetros </li></ul>BR-408/PE Resumo do Empreendimento
  3. 3. BR-408/PE Localização do Empreendimento
  4. 4. <ul><li>Serviços + agropecuária + indústria, respondem por mais de 50% da ocupação da mão de obra; </li></ul><ul><li>Cana-de-açúcar, batata-doce, mandioca, laranja, maracujá e estabelecimentos avícolas se destacam na economia dos dois municípios; </li></ul><ul><li>O trecho do Lote 1 atravessa área bastante alterada ambientalmente, que são as próprias sedes municipais de Carpina e Paudalho, gerando dificuldades na fluidez do tráfego. Tem, ainda, ocupação marginal adensada em Guadalajara e Bicopeba. </li></ul><ul><li>Em todo o trecho, o relevo apresenta declividades na faixa de 15 a 25% variando de suavemente ondulado a ondulado. </li></ul>BR-408/PE Atividades Econômicas da Região Pernambucana
  5. 5. <ul><li>A BR-408/PE interliga-se com a Região Metropolitana do Recife e o Interior - RMR: </li></ul><ul><ul><li>Com o Sistema Estrutura Integrado da RMR; </li></ul></ul><ul><ul><li>Com o Terminal Integrado de Passageiros e o Sistema Metroviário; </li></ul></ul><ul><ul><li>Com o Interior, por meio da BR-232/PE já duplicada até Caruaru e brevemente até São Caetano; </li></ul></ul><ul><ul><li>Com a BR-101, no município do Recife, através da BR-232/PE; </li></ul></ul><ul><ul><li>Portanto, pode-se afirmar que a BR-408 faz parte do eixo de desenvolvimento de Pernambuco. </li></ul></ul>BR-408/PE Importância da Rodovia
  6. 6. <ul><li>O segmento da BR-408/PE foi implantado na década de 60, pelo DER-PE, por delegação do então DNER; </li></ul><ul><li>Em 1985 o DNER contratou a firma CONTÉCNICA um projeto de restauração expedido de restauração do segmento entre o km 32,0 - km 104,0; </li></ul><ul><li>Em 1992 o segmento recebeu sua primeira restauração, consistindo em: </li></ul><ul><ul><li>Substituição das placas quebradas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Construção de terceiras faixas nas rampas ascendentes; e, </li></ul></ul><ul><ul><li>Pavimentação dos acostamentos. </li></ul></ul>BR-408/PE Informações adicionais
  7. 7. BR-408/PE Aspectos Ambientais <ul><li>O trecho situa-se no domínio fitoecológico da Mata Atlântica, cujos remanescentes são objeto da tutela legal (vegetação de preservação permanente); </li></ul><ul><li>As características dos solos combinadas com o relevo ondulado da área do projeto, favorecem a ocorrência de processos erosivos; </li></ul><ul><li>A vegetação ciliar do rio é de preservação permanente; </li></ul><ul><li>A proteção ambiental da vegetação encontra seu maior respaldo na Lei Federal nº. 4.771 (Código Florestal), resoluções do CONAMA, Constituição Estadual e resoluções da CPRH; </li></ul><ul><li>Os principais impactos ambientais causadores dos problemas que afligem a região da bacia do Capibaribe são: </li></ul><ul><ul><li>O desmatamento; </li></ul></ul><ul><ul><li>A irregularidade do seu regime fluvial; </li></ul></ul><ul><ul><li>O processo de utilização dos solos e </li></ul></ul><ul><ul><li>A poluição do rio. </li></ul></ul>
  8. 8. Árvores frondosas plantadas na faixa de domínio da estrada, em ambos os lados BR-408/PE Aspectos Ambientais
  9. 9. 1º Bosque de Pau Brasil 2º Bosque de Pau Brasil BR-408/PE Aspectos Ambientais
  10. 10. Bosque de Oiti Bombacaceas plantadas na margem direita na faixa de domínio da estrada BR-408/PE Aspectos Ambientais
  11. 11. Mata de São João BR-408/PE Aspectos Ambientais
  12. 12. <ul><li>Dados da contagem realizada em 24/07/2001, no posto instalado no km 74,3 da BR-408, indicaram: </li></ul>Volume Médio Horário BR-408/PE Tráfego Fonte: CONTÉCNICA - Pesquisa de Tráfego realizada em 24/07/2001, no km 74,3.
  13. 13. AS PROJEÇÕES DO TRÁFEGO PARA O PERÍODO DE 2001 À 2021, FORAM AS SEGUINTES: BR-408/PE Projeções do tráfego existente em 2001
  14. 14. BR-408/PE Freqüência dos principais tipos de acidentes Tipo de Acidente 1998 35% 10% 8% 6% Colisão traseira Abalroamento lateral de sentido oposto Saída da pista Abalroamento transversal 22% 11% 14% 8% 28% 11% 13% 11% 1999 2000 Fonte: DNER/2001
  15. 15. <ul><li>Secção Transversal existente </li></ul><ul><ul><li>Rodovia com pista simples, com 7 m de largura; </li></ul></ul><ul><ul><li>Duas faixas de tráfego, sendo uma por sentido; </li></ul></ul><ul><ul><li>Acostamentos em ambos os lados, com 2,50m cada; </li></ul></ul><ul><ul><li>Plataforma implantada com 14m de largura. </li></ul></ul>BR-408/PE Geometria Atual da Rodovia
  16. 16. <ul><li>Traçado planialtimétrico existente </li></ul><ul><ul><li>Existem 27 curvas no segmento, com raios adequados; </li></ul></ul><ul><ul><li>Sinuosidade de 1,2 curvas / km; </li></ul></ul><ul><ul><li>O segmento tem boas condições técnicas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Rampas com valores compatíveis com a classe da rodovia (classe I); </li></ul></ul><ul><ul><li>Somente o segmento entre o km 74,5 e km 76,3, correspondente à travessia urbana de Paudalho, possui rampa com valor superior à 5%; </li></ul></ul><ul><ul><li>Velocidade diretriz de 80 km/h; </li></ul></ul><ul><ul><li>Atualmente não há trechos com pistas duplas, nem ruas laterais nas travessias urbanas. </li></ul></ul>BR-408/PE Geometria Atual da Rodovia
  17. 17. BR-408/PE Seção transversal da pista atual
  18. 18. <ul><li>A nova via deverá ter: </li></ul><ul><ul><li>Faixas de tráfego com 3,60 m de largura; </li></ul></ul><ul><ul><li>Acostamento externo com 3 m de largura; </li></ul></ul><ul><ul><li>Acostamento interno com 1 m de largura; </li></ul></ul><ul><ul><li>Canteiro central com largura variável, utilizando-se sempre a maior largura possível; </li></ul></ul><ul><ul><li>A posição do eixo da via duplicada terá função das condições existentes ao longo do segmento. </li></ul></ul>BR-408/PE Nova Geometria Proposta
  19. 19. 1) Segmento Rural 2) Segmento Urbano BR-408/PE Seções transversais da via duplicada
  20. 20. BR-408/PE Principais Pontos de Passagem
  21. 21. BR-408/PE Principais Pontos de Passagem
  22. 22. BR-408/PE Interseções, Acessos e Travessias Urbanas <ul><li>Além desses locais, serão efetuados estudos detalhados no sentido de adequar a definição geométrica da nova pista com as várias interferências existentes ao longo do trecho, merecedoras de tratamentos especiais, a saber: </li></ul><ul><li>Interseções com a rodovia PE-090, km 63,9 e rodovia PE-041, km 65,7; </li></ul><ul><li>Travessias urbanas: Carpina, Paudalho e Vila Guadalajara; </li></ul><ul><li>Transposição do Jardim Rodoviário, km 67,0 - km 69,09; </li></ul><ul><li>Conexão com a interseção para São Lourenço da Mata, km 86,0, final do trecho. </li></ul><ul><li>O projeto a ser duplicado deverá prever estudos para implantação de pistas laterais, ao longo das travessias urbanas de Carpina, Paudalho e Vila Guadalajara, cujas áreas lindeiras passam por um processo progressivo de ocupação urbana, com forte interferência do tráfego local de veículos e pedestres, com o tráfego de passagem. </li></ul>
  23. 23. Areal Água Viva Volume utilizável = 25.872 m 3 BR-408/PE Ocorrência de Materiais
  24. 24. Areal Atapuz Volume utilizável = 52.500 m 3 BR-408/PE Ocorrência de Materiais
  25. 25. Areal Coqueiral Volume utilizável = 88.600 m 3 BR-408/PE Ocorrência de Materiais
  26. 26. Pedreira Maracatu Volume Utilizável = Comercial BR-408/PE Ocorrência de Materiais
  27. 27. BR-408/PE Pista de rolamento existente Acostamento <ul><li>Pista de rolamento simples, com 7 m de largura, em placa de concreto de cimento Portland; </li></ul><ul><li>Dois segmentos com terceiras faixas, em pavimento flexível, somando uma extensão total de 4,60km. </li></ul><ul><li>Revestimento em tratamento superficial duplo/duplo com 2,50m para cada lado; </li></ul><ul><li>Base de brita graduada, com espessura de 10cm. </li></ul>
  28. 28. BR-408/PE Pavimento da pista à duplicar <ul><li>Para a pista principal sugere-se que seja executada a seguinte estrutura (a confirmar quando do novo dimensionamento): </li></ul><ul><li>Revestimento : 10 cm de CBUQ </li></ul><ul><li>Base : 20 cm de brita graduada em toda largura da plataforma </li></ul><ul><li>Sub-base : 20 cm de solo estabilizado </li></ul><ul><li>Acostamentos : 5 cm de CBUQ </li></ul><ul><li>Para as pistas laterais sugere-se a seguinte estrutura: </li></ul><ul><li>Revestimento : 7,5 cm de CBUQ </li></ul><ul><li>Base : 15 cm de brita graduada </li></ul><ul><li>Sub-base : 15 cm de solo estabilizado granulometricamente </li></ul><ul><li>Essas recomendações foram formuladas quando da elaboração da proposta da consultora, em 2001. </li></ul>
  29. 29. 1) Viaduto sobre a linha férrea - km 73,30. Essa obra, tem 12 m de extensão, com um vão e dois balanços. A largura total da plataforma é de 14 m. O tabuleiro em concreto armado é constituído de duas vigas principais com inércia variável ligadas por transversinas nos apoios e no vão. Nas extremidades dos balanços das vigas existem cortinas e alas para a contenção dos aterros. A mesoestrutura é composta por dois pares de pilares com seção circular, contraventados no topo. Nas duas cabeceiras os taludes dos aterros estão contidos por muros de arrimo em alvenaria de pedras soltas. BR-408/PE Obras-de-arte especiais (pontes, viadutos, túneis)
  30. 30. BR-408/PE Obras-de-arte especiais (pontes, viadutos, túneis) Ponte sobre o Rio Capibaribe - km 73,40 Trata-se de obra com 112 m de extensão, com cinco vãos e dois balanços. A largura total da plataforma é de 8 m. O tabuleiro em concreto armado é constituído por duas vigas principais, com altura constante, ligadas por transversinas nos apoios e nos vãos. A mesoestrutura é formada por cinco pares de pilares, com seção octogonal, contraventados no topo. A infra-estrutura é constituída por estacas, de acordo com os blocos expostos, acima do nível do rio. Nas duas cabeceiras, os taludes dos aterros são contidos por muros de arrimo, em alvenaria de pedras.
  31. 31. <ul><li>Valor estimado para execução da obra: R$ 135 milhões </li></ul><ul><li>Recursos alocados AGU/2007: R$ 10 milhões </li></ul>BR-408/PE Custo Estimado do Lote 01
  32. 32. BR-408/PE Resumo do empreendimento <ul><li>RODOVIA </li></ul><ul><li>BR-408/PE – Lote 2 </li></ul><ul><li>TRECHO </li></ul><ul><li>Boicopeba – Entroncamento BR-232/PE </li></ul><ul><li>SEGMENTO </li></ul><ul><li>Km 86,10 – km 105,80 </li></ul><ul><li>EXTENSÃO </li></ul><ul><li>19,7 quilômetros </li></ul>
  33. 33. BR-408/PE Localização do empreendimento <ul><li>Pista simples </li></ul><ul><li>Faixa de rolamento </li></ul><ul><li>7,0 m </li></ul><ul><li>Acostamentos </li></ul><ul><li>2,5 m </li></ul><ul><li>Tipo de pavimento </li></ul><ul><li>Flexível </li></ul><ul><li>18,6 Km </li></ul><ul><li>Rígido </li></ul><ul><li> 1,1 Km </li></ul><ul><li>Total </li></ul><ul><li>19,7 Km </li></ul>
  34. 34. BR-408/PE Situação atual do trecho Obras de arte especiais existentes 38 Acesso a Muribara 7,78 VIADUTOS 60 Ponte sobre o Rio Tapacurá 2,96 38 Ponte sobre o Rio Goitá 1,38 PONTES Extensão (m) Denominação Localização (km)
  35. 35. BR-408/PE Situação atual do trecho Tráfego Tráfego (projeção) 76,2% Auto; 1,8% Ônibus; 22,0% Caminhões 5955 POSTO 2 São Lourenço-Entr.PE-005 3,7% 3,2% 3,6% 6,5% 6,5% Auto Ônibus Cam 2C Cam 3C Cam Artic. 76,0% Auto; 1,8% Ônibus; 22,2% Caminhões 8456 POSTO 1 Entr.BR-232-S. Lourenço Taxa de crescimento (%a.a) Observação VMD (2005) Segmento 2022 2007 11769 6693 POSTO 2 São Lourenço – Entr. PE-005 (Bicopeba) 16802 9510 POSTO 1 Entr. BR-232 – São Lourenço VMD Segmento
  36. 36. BR-408/PE Detalhamento do projeto <ul><li>Pista dupla separada por canteiro central </li></ul><ul><ul><li>Faixa de rolamento: 7,2 m </li></ul></ul><ul><ul><li>Acostamento externo: 3 m </li></ul></ul><ul><ul><li>Faixa de segurança: 1 m </li></ul></ul><ul><ul><li>Canteiro central: 6 m </li></ul></ul><ul><li>OBS.: Na Travessia Urbana de Curado IV, para evitar desapropriações, o canteiro foi substituído por Barreira New Jersey. </li></ul>
  37. 37. BR-408/PE Detalhamento do projeto Seção tipo I – (duplicação do lado direito) Área Rural
  38. 38. BR-408/PE Detalhamento do projeto Seção tipo II - Melhoria de traçado e transição (implantação LE/LD)
  39. 39. BR-408/PE Detalhamento do projeto Seção tipo III – Travessia Urbana do Curado IV (duplicação do lado direito)
  40. 40. BR-408/PE Detalhamento do projeto Seção de Pavimentação Segmento 1: Entr. PE-005 – Acesso a São Lourenço
  41. 41. BR-408/PE Detalhamento do projeto Seção Tipo de Pavimentação Segmento 2: Acesso a São Lourenço – Entr. BR-232
  42. 42. BR-408/PE Detalhamento do projeto Obras de arte especiais (pontes, viadutos, passarelas) Novo (Na BR-408) 29 Acesso ao Curado IV 19,14 Novo (sobre a BR-408) 52 Acesso ao TIP 18,12 Novos (Na BR-408, um para cada pista) 34 Acesso a São Lourenço 8,6 Duplicação do existente 38 Acesso a Muribara 7,78 VIADUTOS Duplicação da existente 60 Ponte sobre o Rio Tapacurá 2,96 Duplicação da existente 38 Ponte sobre o Rio Goitá 1,38 PONTES Observação Extensão (m) Denominação Localização (km)
  43. 43. BR-408/PE (Lote 02) Detalhamento do Projeto Planta Geral do Trecho PAUDALHO CARPINA TIMBAÚBA RECIFE CARUARU
  44. 44. BR-408/PE (Lote 02) Detalhamento do Projeto Acesso a Tiúma
  45. 45. BR-408/PE (Lote 02) Detalhamento do Projeto Acesso ao povoado de Muribara
  46. 46. BR-408/PE (Lote 02) Detalhamento do Projeto Acesso a São Lourenço
  47. 47. BR-408/PE (Lote 02) Detalhamento do Projeto Acesso à Rodoviária
  48. 48. BR-408/PE (Lote 02) Detalhamento do Projeto Elevado acesso a Curado
  49. 49. BR-408/PE (Lote 02) Detalhamento do Projeto Interseção com a BR-232/PE
  50. 50. BR-408/PE (Lote 02) Detalhamento do Projeto Visão Geral do Trecho
  51. 51. BR-408/PE (Lote 02) <ul><li>Valor estimado para execução da obra: R$ 120 milhões </li></ul><ul><li>Recursos alocados AGU/2007: R$ 19,3 milhões </li></ul>Custo Estimado do Lote 02
  52. 52. SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO DNIT NO ESTADO DE PERNAMBUCO Tel.: (81) 3465.3611 - Fax: (81) 3466.2862 Endereço: Av. Antônio de Góes, 820 – Pina CEP 51010-000 Recife/PE

×