Ciência sem fronteiras

31,987 views

Published on

As Faculdades FIO realizou parceria com a Capes e o CNPq. Para aproveitar as oportunidades, comece conhecendo as regras do Programa "Ciência sem Fronteiras". Você pode conseguir uma bolsa de estudos para estudar no exterior. Aproveite!

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
31,987
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
30,948
Actions
Shares
0
Downloads
22
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Ciência sem fronteiras

  1. 1. UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃOProf. Dr Odair FranciscoCoordenador Institucional – CSF/FIO
  2. 2. O que é?Ciência sem Fronteiras é um programa que busca promover a consolidação,expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e dacompetitividade brasileira por meio do intercâmbio e da mobilidadeinternacional. A iniciativa é fruto de esforço conjunto dos Ministérios da Ciência,Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), por meio desuas respectivas instituições de fomento – CNPq e Capes –, e Secretarias deEnsino Superior e de Ensino Tecnológico do MEC.O projeto prevê a utilização de até 101 mil bolsas (entre graduação e pósgraduação)em quatro anos para promover intercâmbio, de forma que alunos degraduação e pós-graduação façam estágio no exterior com a finalidade de mantercontato com sistemas educacionais competitivos em relação à tecnologia einovação. Além disso, busca atrair pesquisadores do exterior que queiram se fixarno Brasil ou estabelecer parcerias com os pesquisadores brasileiros nas áreasprioritárias definidas no Programa, bem como criar oportunidade para quepesquisadores de empresas recebam treinamento especializado no exterior.
  3. 3. Programa Ciência Sem Fronteiras – GraduaçãoQuem pode Participar:O candidato deve cumprir com os seguintes requisitos:• Ser brasileiro ou naturalizado;• Estar regularmente matriculado em instituição de ensino superior no Brasil emcursos relacionados às áreas prioritárias do Ciência sem Fronteiras;• Ter sido classificado com nota do Exame Nacional do Ensino Médio - ENEM - comno mínimo 600 pontos;• Possuir bom desempenho acadêmico;Ter concluído 20% (no mínimo) a 90% (no máximo) do currículo previsto para ocurso de graduação .
  4. 4. Quem pode Participar:-Apresentar perfil de aluno de excelência, baseado no bom desempenhoacadêmico, segundo critérios da IES;- Serão admitidos em Janeiro/2013 - Apresentar TOEFL/IBT (Test of Englishas Foreign Language/ Internet Based Test) com no mínimo 79 pontos, ouTOEFL/PBT com no mínimo 550 pontos ou IELTS (International EnglishLanguage Testing System) com no mínimo 6,5 pontos , realizados após1/08/2011;- Serão admitidos em Setembro/2013 - Apresentar TOEFL/IBT maior ouigual a 70 pontos, ou TOEFL/PBT com no mínimo 525 pontos ou IELTS com nomínimo 6,0 pontos , os quais poderão ser beneficiados com até 8 semanas decurso de inglês.- Serão admitidos também em Setembro/2013 - Apresentar TOEFL/IBTmaior ou igual a 59 pontos, ou TOEFL/PBT (Test of English as ForeignLanguage/ Paper Based Test) com no mínimo 497 pontos ou IELTS com nomínimo 5,5 pontos , os quais poderão ser beneficiados com até 16 semanas decurso de inglês.
  5. 5. Seleção e Classificação1 – Adequação do Curso de graduação às áreas contempladas;2 – Nota mínima de 600 pontos no ENEM (a partir de 2009)Desempate: a) Nível de proficiência obtido no idioma; b) Percentual integralizado na grade curricular; c) Ter sido contemplado com prêmio acadêmico e de mérito; d) Participação em Programas de Iniciação Científica, Tecnológica ou de Docência
  6. 6. Chamadas 2012:Chamadas pela CAPES:1 – Chamada 117/2012 – Estados Unidos2 – Chamada 118/2012 – AlemanhaChamadas pelo CNPq1 – Chamada 119/2012 – Austrália2 – Chamada 120/2012 – Canadá - CBIE3 – Chamada 121/2012 – Coréia do Sul4 – Chamada 122/2012 – Holanda5– Chamada 123/2012 – Reino Unido6– Chamada 124/2012 – Canadá - Caldo
  7. 7. Cronograma:Lançamento da chamada – Agosto de 2012Inscrição do Estudante no sitewww.cienciasemfronteiras.gov.br – Até dia 14 de setembro de 2012Envio do teste de Proficiência – Até dia 27 de setembro de 2012Placement do aluno no exterior – dia 27 de outubro de 2012Homologação do aluno pela IES – dia 01 de outubro de 2012Divulgação dos Resultados – dia 19 de novembro de 2012Início das Aulas – Janeiro de 2013
  8. 8. Será dada preferência aos candidatos que:• Foram agraciados com prêmios em olimpíadas científicas no país ouexterior;• Ter tido ou estar usufruindo de bolsa de iniciação científica outecnológica do CNPq (PIBIC/PIBITI) ou do PIBID da CAPES.
  9. 9. Duração da bolsa:•12 meses, podendo estender-se até 15 meses quando incluir curso deidioma
  10. 10. Benefícios:•Mensalidade de bolsa;•Auxílio-Instalação;•Passagens aéreas;•Seguro Saúde.
  11. 11. Benefícios:
  12. 12. 10Auxílio instalação equivalente a uma mensalidade, compreendida do valor básico e do adicional dependente, quando for ocaso. O auxílio instalação será concedido quando o bolsista estiver residindo no Brasil e o doutorado no exterior ainda nãotiver sido iniciado, no momento da implementação da bolsa
  13. 13. 11Seguro saúde anual, baseado na condição familiar, cujo valor será pago proporcional ao período doestágio no exterior.
  14. 14. ÁREAS PRIORITÁRIAS:
  15. 15. Biologia, Ciências Biomédicas e da SaúdeOs candidatos nas áreas de Biologia; Ciências Biomédicas e da saúdematriculados em cursos de Medicina, Odontologia, Medicina Veterinária ecorrelatos, que se estruturam em Ciclo Básico e Clínico, só poderãofrequentar disciplinas do Ciclo Básico, sendo vedada a frequencia nasdisciplinas do Ciclo Clínico.Indústria CriativaEnvolve:Arquitetura, design, software, jogos de computadores, cinema, vídeo,fotografia, música, artes, televisão, conteúdos digitais, editoração epublicação eletrônica.
  16. 16. AlemanhaPara Chamada 118/2012 – AlemanhaEstudos em Institutos de Ensino Superior (IES) representadas peloparceiro DAADPeríodo de até 18 mesesEstágios podem ser feitos em IES em Centros de PesquisasPara Alemanha – Indústria Criativa somente:1) Arquitetura;2) Design3) Software
  17. 17. Alemanha - Requisitos1) Ter integralizado no mínimo 20% e no máximo 90% do Currículo no momento da viagem;2) Comprovar proficiência no idioma alemão, por meio do certificado OnDaf (Online –Einstufungstest Deutsch als Fremdsprache), com classificação mínima B2Aperfeiçoamento do Alemão com curso de até 3 meses aos alunos quecomprovarem proficiência no idioma alemão, com nota mínima A2 noteste OnDaf

×