Balance fascial funcional

1,081 views

Published on

Conceito focado nos movimentos fundamentais do corpo humano baseado no sistema miofascial, tendo como característica realizar a convergência das habilidades biomotoras fundamentais, partindo de alongamentos de grande duração, evoluindo obrigatóriamente, para atos ativos de diferentes complexidades, com o uso do CORE, afim de gerar uma melhor postura e atos biomotores mais eficientes.

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,081
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
29
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • CURSOPilates Balance Fascial FuncionalMÓDULO: Bem-estarDATA: 01/06HORÁRIO: 08h00 - 12h00CARGA HORÁRIA TOTAL DO CURSO: 8 horas
  • Balance fascial funcional

    1. 1. RPG Mazzola e ZaparoliCristiani Junqueira e Fabio Mazzola
    2. 2. Há necessidade de reconhecermos que asações estáticas e dinâmicas das unidadesfuncionais e anexos do sistema músculoesquelético, dependem dosconhecimentos dos folhetos, dosuperficial e do profundo, da morfologiados tecidos e da biomecânica globalizadade todo o sistema.
    3. 3. FunçãoDesempenhoMuscularControleNeuromuscular/CoodernaçãoEstabilidadeEquilíbrio /ControlePosturalMobilidade /FlexibilidadeResistênciaCardiopulmonar
    4. 4.  Excitabilidade; Contratilidade; Elasticidade; Tonicidade. ProduzirMovimento; GerarCalor; Manter a Postura; Estabilizar as articulações.
    5. 5. O tecido conjuntivo é o componente anatômicoque envolve e une todas as células, estruturas esistemas do Corpo Humano, sendo o principalresponsável pela forma que temos e por nossacapacidade de adaptação ao campo gravitacional.
    6. 6. EmbriologiaA Gênese óvulo fecundado.3 sistemas funcionais: ectoderma,endoderma e mesodermaNo corpo humano, a posição noespaço físico tridimensional(estrutura física) é determinadapor elementos derivados domesênquima, especificamenteosso, músculo, ligamento, tendão efáscia.
    7. 7. • Diferentes tipos decélulas;• Diferentes tipos deFibras;• SubstânciaFundamental Amorfa.
    8. 8. • Macrófagos;• Plasmócitos;• Adipócitos;• Mastócitos;• Fibroblastos.
    9. 9. • FIBROBLASTOS:– Colágeno;– Elastina;– Fibras Reticulares;– G.A.G.s.
    10. 10. – Rápida renovação;– Curta duração;– Grande força de tração;– Cede apenas 10% do seutamanho (poucaextensibilidade);– Instável;– Modifica-se toda vida deacordo com o tensionamentodo tecido.
    11. 11. • Cede 150% do seutamanho;• Sem força de tração;• Pouco renovada;• Longa duração;• Estável;• Ramificam-se de acordocom o tensionamento dotecido.
    12. 12. • Colágeno de pequenocalibre;• Finas, frouxas eirregulares;• Ricas emmicrofilamentos;• Formam redes em tornodas células e órgãosdelicados;
    13. 13. • Plasma;• Proteínas (G.A.G.s);• Água (60 a 70% do tec.conjuntivo).
    14. 14. Componenteplástico:(permanente) Apósestiramento,parte do comprimentoou extensibilidade ganhapermanece após um tempo. Nãohá recolhimento posterior, porquebra das fibras e pontescruzadas de colágeno.Componente elástico:eração temporária docomprimento do tecidoquando sujeito a estiramento.Há recolhimento posterior.
    15. 15. • Fáscia superficial;• Fáscia profunda;• Fáscia subserosa ouvisceral;
    16. 16.  Localização Anatômica: Subcutânea; Características: Rica em tecido conjuntivofrouxo e adiposo; Embebida em linfaintersticial; Espessura variável; Rica em vasos linfáticos eperiféricos; Estica-se em qualquerdireção.
    17. 17.  Localização Anatômica: Abaixo da superficial Desdobra-se fundindo-secom tendões, ligamentos,ossos, etc. Características: Tecido conjuntivo denso esem gordura Espessura variável Firme e rígida
    18. 18.  Localização Anatômica: Localização profunda Envolve as membranasserosas que recobrem asvísceras, nervos e vasos Características: Tecido conjuntivo variável Forma a camada fibrosa dasmembranas serosas quecobrem as vísceras ( pleura,peritônio, pericárdio, etc.)
    19. 19. Quando o sistema musculoesqueléticoestá sendo utilizado incorretamente, ocorreuma sequência de eventos que pode serresumida da seguinte forma:
    20. 20. Aumento do TônusDetritos metabólicos Falta de O2Edema e isquemiaDor / desconfortoHipertonicidade
    21. 21. Inflamação ou irritação crônicaEstímulos nervosos ao SNC – hiper-reatividadeOs macrófagos são ativados, a vascularidadee a atividade fibroblástica sãoaumentadas
    22. 22. Aumenta ligação cruzadaDistorções em outros locais(estruturas nervosas, musculares linfáticas e vasossanguíneos)Mudanças nos tecidos elásticos(hipertonicidade muscular)Inibição do seu antagonista
    23. 23. Reação em cadeiaExcesso de tensão  IsquemiasBiomecânica anormalDesequilíbrios e / ou Restrições Fasciais(restrições articulares)
    24. 24. Evolução de hiper-reatividadeO desperdício de energia / fadigaMudanças funcionaisFeedback neurológico / incapacidade derelaxar
    25. 25. Alterações musculoesqueléticas crônicas e dorNesse estágio, a restauração da forma funcionalnormal requer uma ação que envolva asmudanças diversificadas que ocorreram.
    26. 26. LesãoDor PrimáriaMovimentos IncorretosPosição AntálgicaCompensaçõesAlteraçõesMorfo-funcionaisLesõesDores SecundáriasAlterações Posturais
    27. 27. • A fáscia reage às cargas e tensões de umaforma elástica e ao mesmo tempo plástica; asua reação depende do tipo, duração equantidade da carga impostos.
    28. 28. • “Em termos biomecânicos, pode parecerilógico tentar considerar o músculo comouma estrutura separada da fáscia, já queambos são tão estreitamente relacionados.Tire a ação do tecido conjuntivo e omúsculo que resta pareceria uma estruturagelatinosa, sem forma ou capacidadefuncional”.
    29. 29. “Em termos funcionais, é ilógico tentarconsiderar o músculo como uma estruturaseparada da fáscia, já que ambos são tãoestreitamente relacionados. Tire a ação dotecido conjuntivo e o músculo que restapareceria uma estrutura gelatinosa, semforma ou capacidade funcional”.
    30. 30. Conceitofocadonosmovimentosfundamentais docorpohumanobaseado no sistemamiofascial,tendocomocaracterísticarealizar a convergênciadas habilidadesbiomotorasfundamentais,partindo de alongamentos de grandeduração,evoluindoobrigatóriamente, paraatosativos dediferentescomplexidades, com ouso do CORE,afim degerarumamelhorposturaeatosbiomotoresmaiseficientes.
    31. 31. • Equilíbrio Miofascial;• Força;• Flexibilidade;• Resistência;• Coordenação;• Postura.
    32. 32.  Analisar o trilho anatômico comprometido; Iniciar uma posição passiva, onde através da inibição recíproca,coloquemos as estruturas com aumento de tônus em tensãoexcêntrica máxima, em simetria, com expiração até o volumeresidual por um tempo mínimo de 12 minutos; Desenvolver controle em padrões de exercícios simples(Analíticos), com a atividade parcial ou total do trilho emdesequilíbrio, mantendo a ativação do CORE; Desenvolver controle em padrões de exercícios complexos(Globais), com a atividade de todo o trilho em desequilíbrio,mantendo a ativação do CORE; Progressivamente aumentar a amplitude/tempo no trabalhopassivo e a complexidade do trabalho ativo.
    33. 33. Fábio Mazzola
    34. 34. www.balancemiofascialfuncional.com.brFace: Balance Miofascial Funcionalwww.mazzolaezaparoli.com.brFace: RPG Mazzola e Zaparoliwww.libertypilates.com.brFace: Liberty Pilates

    ×