Escola ativa-alfabetizacao3

6,544 views

Published on

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
6,544
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2,172
Actions
Shares
0
Downloads
182
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Escola ativa-alfabetizacao3

  1. 1. 1
  2. 2. 2
  3. 3. 31ª ediçãoBrasília – DF2010Janine Ramos LopesMaria Celeste Mattos de AbreuMaria Celia Elias Mattos
  4. 4. 4E Q U I P E E D I T O R I A LArmênio Bello SchimidtEliane Alves de MeloEliete Ávila WolffIvanilde Oliveira de CastroRosimar da Silva Feitosa Soares CostaSisley Cíntia Lopes RochaViviane Costa MoreiraWanessa Zavareze SechimA S S E S S O R I A P E D A G Ó G I C AAna Maria MoraisAngélica Maria Frazão de SouzaSisley Cíntia Lopes RochaÉlida FiorotP R O J E T O G R Á F I C OAndré Carvalho & Iluminura DesignD I A G R A M A Ç Ã OSimone SilvaD E S I G N d e P E R S O N A G E N SEstevan GraciaI L U S T R A Ç Õ E SEdson FariasR E V I S Ã ODenise GoulartD ados I nternacionais de C atalogação na P ublicação ( C I P )C entro de I nformação e B iblioteca em E ducação ( C I B E C )Lopes, Janine Ramos.Caderno de ensino e aprendizagem : alfabetização e letramento 3 / Janine Ramos Lopes, MariaCeleste Mattos de Abreu, Maria Célia Elias Mattos. – Brasília : Ministério da Educação, Secretariade Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2010.192 p. : il. -- (Programa Escola Ativa)1. Educação no campo. 2. Alfabetização. 3. Letramento. 4. Programa Escola Ativa. I. Abreu,Maria Celeste Matos de. II. Mattos, Maria Célia Elias. III. Título. IV. Série.ISBN: 978-85-7994-023-1 CDU 373.3(1-22)Coordenação Geral de Educação do Campo – cgec/secad/mecsgas Quadra 607, Lote 50, sala 104cep: 70.200-670 – Brasília - DF(61) 2022- 9011coordenacaodocampo@mec.gov.br
  5. 5. 5Raimundo, Ana, Francisco, Antônia e Uirá estãode volta, junto com a educadora Joana, nasatividades de acesso ao conhecimento. Vamosembarcar novamente nessa incrível viagemque fará parte de sua vida escolar. Serãomuitas surpresas e novidades que estaremosdescobrindo juntos!Oba!A turma do campoestá de volta!!!5
  6. 6. 6Neste livro, você vai encontrar desenhos que indicam comoa atividade deve ser realizada. Veja:Reúna-se com um colega ou uma colega. Passe as folhas de seulivro para descobrir esses desenhos. Fale o que eles indicam.ESSES DESENHOS TÊM O NOME DE ÍCONES.LEITURAATIVIDADECOLETIVAATIVIDADE EM CASAATIVIDADE EMPEQUENOS GRUPOSATIVIDADEINDIVIDUALATIVIDADE EMDUPLAATIVIDADE INDIVIDUALCOM O(A) EDUCADOR(A)ATIVIDADE EM DUPLACOM O(A) EDUCADOR(A)
  7. 7. 7índiceUNIDADE 1UNIDADE 2UNIDADE 3EU EXISTO 09VIVA O FOLCLORE BRASILEIRO 51MEIO AMBIENTE, HIGIENE E CUIDADOS 109
  8. 8. 8
  9. 9. 9Unidade 1EU EXISTO9
  10. 10. 10Olá,crianças.Vamos embarcar em nossa aventura? Todosprontos para recomeçar a ler e escrever?Quem quer se expressar melhor? Vamos conhecermais a nossa língua? Vocês estão prontos paraconhecer tudo o que está pela frente?Vamos juntos aprender a ler livros, revistas ejornais. De agora em diante, um novo mundo vai seabrir e seremos capazes de interpretar histórias,conhecer mundos encantados e seus personagens.Nessa unidade, vamos conhecer um pouquinhomais de cada um de nós! Espero que vocês gostemdo livro como eu gostei de escrevê-lo para vocês!Abraços.10
  11. 11. 11Você escrevia antes de entrarna escola? Escreviam o quê?Para quem? Para quê?Você e seus colegas já falaram o queescreviam: bilhetes, versos, quadrinhas, músicas e muitosoutros textos.Agora é hora de falar um pouquinho de você,respondendo algumas perguntas que estão na próximapágina. Desta forma, seu(sua) educador(a) saberá maissobre você e conhecerá sua forma de representar a escrita.Atenção para as dicas:• Preste atenção no(na) seu(sua) educador(a).• Após realizar a tarefa pedida, leia o que você escreveu.• Lembre-se que, assim como você, todas as crianças têmseu jeito próprio de escrever.• Arrisque-se. Há todo um mundo de palavras escritasesperando por você.Seu(sua) educador(a) vaiguardar essa escrita e, noinício da próxima unidade,ele(a) mostrará comovocê avançou nos seusconhecimentos.Vamos trabalhar juntos!
  12. 12. 12Atividade Diagnóstica n° 1Escreva em uma folha um pouquinho sobre você eentregue para o(a) educador(a).Qual a sua brincadeira preferida?Qual o seu brinquedo preferido?Qual o seu bicho predileto?Qual a sua comida preferida?Para qual time você torce?Quem é o seu melhor amigo?Criançada, já queformamos um grupo,que tal a gente seconhecer melhor?
  13. 13. 13Vamos recordar todas as letras do alfabeto.Querida turma,vocês já conhecem o alfabeto comletra maiúscula e minúscula.Vamos agora recordar todas asletras do alfabeto.MaiúsculasAA B C D E F G H IJ K L M N O P QR S T U V W X Y Za b c d e f g h ij k l m n o p qr s t u v w x y zMinúsculas
  14. 14. 14Muito bem! De agora em diante, vamos ler eidentificar as letras maiúsculas e minúsculas donosso alfabeto de imprensa.Vamos continuar aprendendo mais sobre as letras.Temos um outro alfabeto que usamos para escrever,é o alfabeto cursivo. Ele também tem letrasmaiusculas e minúsculas.
  15. 15. 15Vamos conhecê-lo!Alfabeto cursivo minúsculoAlfabeto cursivo maiúsculoKkK
  16. 16. 16O alfabeto cursivo é muito utilizado. É com ele queescrevemos cartas, bilhetes, listas, copiamos receitas,anotamos endereços, lições e fazemos o para casa.EnvelopeLista de comprasAgenda de endereçosBilhetesConvites
  17. 17. 171 O alfabeto cursivo abaixo está completo, masas letras estão fora de ordem. Complete em seucaderno, organizando a ordem alfabética.Você sabe ondepodemos usar a ordem alfabética?O que você conhece que éorganizado em ordem alfabética?F P B KE J S AG L Z H C M QW N R DT O Y V I X UKWYB
  18. 18. 18Poesia do AlfabetoDo alfabeto eu precisoVinte e seis letras saber.Rimas e lindas históriasAgora já posso escrever.Do alfabeto eu conheçoVinte e seis letras já sei.Muitas palavras e frasesEu agora já posso escrever.VAMOS LER O POEMA ABAIXOPoema é um texto que é apresentado em formade versos. Cada linha do poema é um verso e cadagrupo de versos chama-se estrofe. A pessoa que cria poemas é o poeta (masculino)ou poetisa (feminino).Vamos agora conversar sobre o poema.Do que ele fala?Com que tipo de letra ele foi escrito?Poesia de José Paulo Paes
  19. 19. 19Agora, copie em seu caderno o poema com a letra cursiva.2 Vamos identificar algumas palavras do nosso poemaque foram escritas de modo diferente. Copie epreencha o quadro em seu caderno.ImprensamaiúsculaImprensaminúscula Cursiva
  20. 20. 20Jogo da MemóriaVeja que jogo legal! Siga as instruções:1 Copie as letras do alfabeto, conforme o modelo daspáginas seguintes, em uma cartolina. Em cada umadelas tem uma ficha com vários retângulos com letrasmaiúsculas e minúsculas.2 Na cartolina, você deverá recortar cada retângulo com asletras maiúsculas e minúsculas. Seu jogo está pronto!3 Agora podemos começar a jogar. Vamos às regras:a) Joga-se em dupla.b) Embaralhe as cartas e distribua na mesa com as letrasviradas para baixo.c) Procure por duas cartas iguais, formando o par.d) O vencedor é aquele que conseguir o maior númerode pares.Boa sorte, meninada!
  21. 21. 21ABCDEFGABCDEFGabcdefgabcdefg21
  22. 22. 22HIJKLMNHIJKLMNhijklmnhijklmn22
  23. 23. 23OPQRSTUOPQRSTUopqrstuopqrstu23
  24. 24. 24VWXYZVWXYZvwxyzvwxyz24
  25. 25. 25Procure em sua casa materiais escritos em letra cursiva.Faça uma lista dos materiais que encontrou e apresentepara a sua turma.Que tal construirmos um alfabeto com a letra cursivapara servir de consulta para as nossas próximas escritas?Veja o alfabeto abaixo e faça um parecido para colocar noseu quarto e para utilizá-lo todas as vezes que precisar.Vamos trabalhar!Você encontrou materiais impressos com aletra cursiva?Convide alguém da sua família para conhecê-lo.Consulte o alfabeto cursivo que construíramtodas as vezes que precisar.CA B C D E F G H I J H L M NO P Q R S T U V W X Y Za b c d e f g h i j h l m no p q r s t u v w x y zLembre-se de fazê-lo com letras bem grandes e colocá-lo em um lugar em que todos possam vê-lo.
  26. 26. 26VAMOS APRENDER A RESPEITO DE UMDOCUMENTO DE IDENTIFICAÇãO.Qual é o dia do seu aniversário?Você sabe onde nasceu?Eu sei e sei tambémque o dia do meuaniversário é o diaem que nasci!AQue a certidão de nascimento é umdocumento importante?A certidão de nascimento é um documento deidentificação, gratuito e de direito de todos osbrasileiros. Ela mostra o dia, o local e a hora emque nascemos. Nela está escrito o nosso nomee sobrenome e de nossos pais e avós.É o documento mais importante para todasas pessoas, pois comprova que existimos para opaís e somos cidadãos.
  27. 27. 27Vamos lercom atenção omodelo de certidãode nascimentoao lado:Certidão de Nascimento.
  28. 28. 28O que é certidão de nascimento?Qual a importância da certidãode nascimento?No Brasil, a certidão de nascimento épaga ou gratuita?Que informações importantes contemuma certidão de nascimento?B Vamos conversar sobrea certidão de nascimentode Ana Maria Mello Santos:
  29. 29. 29Responda às questões, em seu caderno:1 Ana Maria Mello Santos é brasileira?2 Quem não conhece Ana Maria fica sabendo quem sãosua mãe e seu pai?3 Quem são o seu Romeu e a dona Maria da Glória?4 A certidão de Ana Maria é um documento?
  30. 30. 30E você, amiguinho?Você tem uma certidãode nascimento?Caso você não tenha, conversecom seus pais para que elespossam providenciá-la,pois só assim você será umcidadão brasileiro.Vamos levar o livro para casa e peça ajuda a alguémda sua família para preencher em seu caderno a certidãoabaixo, usando os dados da sua certidão de nascimento.Certifico que...sexo...nascida(o) em...no dia...filha(o) de...avós maternos...avós paternos...C
  31. 31. 31Escreva um aviso para o mural da sua escola informandosobre a importância da certidão de nascimento.
  32. 32. 32RaimundoJosé RibeiroAntônia Mariade JesusAna MariaMello SantosUirá AbaréFranciscoPereiraAgora é a sua vez! Apresente-se para a sua turmadizendo o seu nome e sobrenome. Copie no seu caderno oquadro abaixo e escreva nele o seu nome e sobrenome.A Olá, crianças. Vamosconhecer o nome completodos nossos amigos daturma do campo.Nome Sobrenome
  33. 33. 33N J E S U S K Ç P XT P E R E I R A T UO D R I B E I R O MN J E Q V M E L L OI A L G A B A R E QF R A N C I S C O AW R A I M U N D O HBrincando de caça-palavrasConstrua com seu(sua) educador(a) no quadro da suasala de aula um caça-palavras, usando alguns sobrenomesda sua turma.Vamos encontrar no caça-palavras abaixo alguns nomes esobrenomes da turma do campo e escreva em seu caderno.B
  34. 34. 34Consulte a ficha do controle da presença da suasala e faça uma lista dos nomes e sobremomes da suaturma em ordem alfabética, no seu caderno.NomeAnaAntôniaFranciscoRaimundoUirá01 02 03 04 05NomeAnaAntôniaFranciscoRaimundoUirá01 02 03 04 05
  35. 35. 35Pesquise em sua comunidade outros nomes com ossobrenomes e escreva-os em seu caderno.SobrenomeNomeCVocê encontrou sobrenomes iguais aos seus?Por que isso acontece?Discuta com seus colegas o que descobriram.Registre o que você aprendeu sobre a importância dosobrenome no seu caderno e mostre na sua casa.
  36. 36. 36Quem somose de ondeviemos?Meu pai e minhamãe também têmpai e mãe, que sãomeus avós.Eu vim domeu pai e daminha mãe. Eu tambémtenho avós.Quem são asoutras pessoasda minhafamília?Tudo isso queconversamos faz partede cada família.CONHECENDO MELHOR A MINHA FAMÍLIA.A
  37. 37. 37Podemos representar a nossa família através de umaárvore genealógica.Você sabe o que é uma árvore genealógica?É um registro em forma de árvore. Nos ramosescrevemos os nomes das pessoas de uma família.Uma árvore genealógica contém os nomes dos nossosavós, pais, irmãos, tios e tias. Enfim, todos os membros danossa família!Você saberia construir a árvore genealógica de sua família?
  38. 38. 38VovóVovôPapai MamãeFilho Filha1 Veja a árvore genealógica de uma família. Faça emseu caderno, junto com seu(sua) educador(a), aárvore de sua família.BDICAConsulte a suacertidão parapreenchera árvoregenealógica.
  39. 39. 392 Agora vamos desenhar em seu caderno você e sua família.3 Escreva abaixo do desenho os nomes de todas aspessoas e dê um título ao seu desenho.Ah... Se você tiver um bicho de estimação, coloque-otambém no desenho de sua família...4 Dê um título a seu desenho.
  40. 40. 40Vamos planejar um encontro de nossa turma comum parenteConvide uma pessoa mais velha de uma das famíliasde sua turma para vir até a escola contar a suahistória de vida:• De onde vieram;• Há quanto tempo moram na comunidade;• Ir à escola para estudar é importante, por quê?C
  41. 41. 41CHEGOU A HORA DA HISTÓRIA.Observe o título e os desenhos e tente descobrir o queela vai contar.Você gosta de histórias?Quais você já conhece?Na sua casa tem livros de histórias?Alguém lê ou conta histórias paravocê? Quem? Em que momento?Alguém mais participadesse momento?Cachinhos de OuroA
  42. 42. 42Era uma vez..... Uma linda menina chamada Cachinhos deOuro. Ela era muito curiosa, gostava de mexer eolhar tudo o que via pela frente. Certo dia, quando passeava pelo bosque ondemorava, avistou uma bela casinha. Nela, moravauma família de ursos, o papai urso, a mamãeursa e o bebê ursinho. A menina bateu na porta e ninguémrespondeu. Então, ela entrou e encontrou dentroda casa várias surpresas. Na sala, havia uma mesa com uma cadeiragrande, uma média e uma cadeirinha. Ela sentouna cadeira pequena e quebrou a coitadinha... Chegando à cozinha, Cachinhos de Ouroencontrou três pratos de mingau com mel.Provou do prato pequenino, gostou tanto quecomeu todo o mingau. Muito cansada, de tanto que andou, foi parao quarto e encontrou três camas. Deitou namenorzinha e dormiu. Quando a família de ursos chegou em casa,tiveram uma surpresa desagradável. – Alguém entrou aqui e mexeu em tudo –afirmou papai urso. – E quebraram minha cadeirinha – disse o filho. Quando o ursinho entrou no quarto, gritou:- Papai, papai! Na minha cama está dormindouma menina!!!
  43. 43. 43Cachinhos de Ouro acordou assustada comos gritos do bebê urso. Saltou da cama, pulou ajanela e saiu correndo pela floresta. Ela nem aomenos se desculpou ou agradeceu pela comida.E deste dia em diante, ela aprendeu a lição enunca mais fugiu de casa.
  44. 44. 44Vamos discutir sobre o texto em nossa roda de conversa.Você já conhecia esta história?Como era a família de ursos?Você acha que esta família era feliz? Por quê?Esta família se parece com a sua?Bichos também têm família?Responda às perguntas abaixo em seu caderno, com atenção:1 Escreva o título da história.2 Por que Cachinhos de Ouro entrou na casa dos ursos?B
  45. 45. 453 Podemos entrar na casa de estranhos? Justifique suaresposta.4 O que aconteceu quando a família de ursos entrou?5 O que aconteceu quando Cachinhos de Ouro estavadormindo?6 Cachinhos de Ouro acordou... O que ela fez?7 O que Cachinhos de Ouro aprendeu com essa história?
  46. 46. 468 No seu caderno, desenhe e escreva os nomesdos personagens, conforme modelo abaixo.DICAVocê sabia que chamamos de personagens quemparticipa dos fatos de uma história?Escreva o nomeDesenho
  47. 47. 479 Descubra as palavras do texto observando oscódigos abaixo e responda em seu caderno:ME CA MA MI DASA NI NA CO
  48. 48. 48+ =====+ +++++12345
  49. 49. 49
  50. 50. 50Olá, crianças!Conte esta história na sua família.Convide amigos e vizinhos para compartilhar destemomento de leitura.Agora vamos trabalhar com os personagens do textoCachinhos de Ouro.Você vai desenhar cada um, levá-los para casa eapresentá-los para sua família.C
  51. 51. 51Unidade 2VIVA O FOLCLORE BRASILEIRO51
  52. 52. 52Olá,crianças.Gostaram da 1ª parte de nossa viagem? Esperoque vocês tenham aprendido muito com todas asatividades que encontramos pelo nosso caminhono mundo da escrita e leitura.Todos preparados para embarcar em novasaventuras?Nosso próximo destino é o folclore brasileiro,com seus segredos, seus mistérios, suasadivinhações, quadrinhas, trovas, fábulas.Temos muito para conhecer e espero queestejam tão animados quanto eu!Abraços.52
  53. 53. 53Vamos trabalhar juntos!Na unidade 1, você já respondeualgumas questões que perguntavamsobre você, para que seu(sua)educador(a) o conhecesse melhor eacompanhasse seus progressos.Você vai escrever agora a história “Cachinhos de Ouro”em seu caderno.Atenção para as dicas:• Preste atenção no(na) seu(sua) educador(a).• Após realizar a tarefa pedida, leia o que você escreveu.• Lembre-se que, assim como você, todas as crianças têmseu jeito próprio de escrever.• Arrisque-se. O mundo de palavras é incrível e está logoali, esperando por você.Seu(sua) educador(a)vai guardar essa escritae, no início da próximaunidade, ele(a) mostrarácomo você avançou nosseus conhecimentos.
  54. 54. 54Atividade Diagnóstica n° 2Reescreva em uma folha a história “Cachinhos de Ouro”,que você conheceu na unidade l.Siga as orientações:• A primeira parte será a apresentação da meninaCachinhos de Ouro, contando como ela é e o que ela fez.• Na segunda parte, você contará onde ela foi e tudo o queaconteceu por lá.• A terceira parte é o final da história.• Junte as três partes e reescreva toda a história.
  55. 55. 55Crianças, vamos conhecer ashistórias, músicas, adivinhações, crençase lendas da nossa comunidade.Alguém já ouviu a lenda do saci-pererê?Quais as outras históriasimaginárias que você conhece?Olhe as ilustrações!Em que você pensa?Tudo isso faz parte da cultura e da história de um povo.É isso que chamamos de folclore!A
  56. 56. 56E aí, criança?Afinal, o que éfolclore?Folclore é o conjunto de crenças, lendas,festas, superstições, artes e costumes deum povo. Tal conjunto normalmente épassado de geração a geração, por meio dosensinamentos e dos costumes. De origeminglesa, o folclore é uma palavra originadapela junção das palavras folk, que significapovo, e lore, que significa sabedoria popular.Formou-se então a palavra folclore, quequer dizer sabedoria do povo.O folclore do Brasil é riquíssimo.Para sua formação, colaboraram,principalmente, além do elemento nativo(o índio), o português e o africano. Estestrês povos constituíram as raízes denossa cultura.A comemoração do Dia do Folclore éem 22 de agosto, data em que a palavrafolclore foi empregada pela primeira vez.
  57. 57. 57Os personagens abaixo fazem parte do folclorebrasileiro. Você os conhece?1 Desenhe cada personagem em seu caderno e escrevao nome de cada um ao lado do desenho bem bonitoque você vai fazer!BEscrevendo sobre os personagens…2 Pesquise sobre estes personagens e escreva um textocontando sobre as informações e curiosidades que vocêdescobriu de cada um deles.
  58. 58. 581 Converse com sua família sobre algumas fábulas,lendas, quadrinhas, adivinhações que eles conheçam.2 Anote o que você achar interessante.3 Convide alguém da sua família para falar sobre ofolclore na escola.C
  59. 59. 59Oi, crianças!As fábulas fazem partedo folclore brasileiro.Vocês conhecemalguma fábula?A fábula é uma das mais antigas formas denarrativa. São curtas, bem humoradas e suasmensagens e ensinamentos estão relacionados comos fatos do cotidiano. Transmitem mensagens deconteúdo moral e nos ensinam alguma coisa.A
  60. 60. 601 Vamos organizar uma lista das fábulas que você eseus colegas já conhecem.2 Leve para comentar na roda de conversa.3 Vá até o Cantinho de Leitura, descubra outrasfábulas e complete sua lista.4 Leia a fábula com a ajuda do(da) seu(sua)educador(a).A Raposa e o Corvo O corvo conseguiu arranjar um queijo em algum lugar. Veio voando, com o queijo no bico, até que pousounuma árvore. A raposa viu e resolveu apoderar-se dele. Chegou-se ao pé daarvore e começou a bajular o corvo. – Ó, senhor corvo, o senhor é certamente o mais belo dosanimais! Se souber cantar tão bem quanto a sua plumagem élinda, não haverá ave que possa comparar-se ao senhor. O corvo, acreditando nos elogios, pôs-se imediatamente acantar para mostrar que tinha linda voz. Mas, abrindo o bico, deixou cair o queijo. A raposa, mais quedepressa, abocanhou o queijo e foi-se embora.Esta fábula faz parte das obras de Esopo, reproduzida por Ruth Rocha no Livro do Educando, Volume 3.B
  61. 61. 615 Discuta com a sua turma qual foi o plano da Raposa.Faça uma dupla com o colega e reconte a fábula.Não se esqueça dos detalhes.6 Aprendemos que as fábulas terminam sempre nosensinando alguma coisa para nossa vida.O que aprendemos então com a fábula A raposae o Corvo? Responda no seu caderno.7 Procure e liste em seu caderno palavras do texto “ARaposa e o Corvo” que terminem com o mesmo somde ‘comparar’ e de ‘imediatamente’.
  62. 62. 62Oi, turma. A fábula estáescrita fora de ordem.Coloque em ordem emseu caderno. A raposa viu e resolveu apoderar-se dele. Chegou-se ao pé da arvore e começou a bajular o corvo. Veio voando, com o queijo no bico, até que pousounuma árvore. O corvo, acreditando nos elogios, pôs-seimediatamente a cantar para mostrar que tinhalinda voz.A Raposa e o Corvo
  63. 63. 63 A raposa, mais que depressa, abocanhou o queijoe foi-se embora. O corvo conseguiu arranjar um queijo emalgum lugar. – Ó, senhor corvo, o senhor é certamente o maisbelo dos animais! Se souber cantar tão bem quantoa sua plumagem é linda, não haverá ave que possacomparar-se ao senhor. Mas, abrindo o bico, deixou cair o queijo.
  64. 64. 64Agora, você vai ler outrafábula da raposa. Preste muitaatenção para reparar o queacontece com a raposa nestafábula de Esopo.A Cegonha e a RaposaUm dia, a raposa, que era amiga da cegonha,convidou-a para jantar.Mas preparou para a amiga umaporção de comidas moleslíquidas, que ia ser servidasobre uma pedra lisa.Ora, a cegonha, com seulongo bico, por mais quese esforçasse, só conseguiabicar a comida, machucandoseu bico e não comendo nada.
  65. 65. 65Esta fábula faz parte das obras de Esopo, reproduzido no livro Alfabetização – Livro doEducando, Volume 3.A raposa insistia para que a cegonhacomesse, mas ela não conseguia, e acabou indopara casa com fome.Então, a cegonha, em outra ocasião,convidou a raposa para jantar com ela.Preparou comidas cheirosas e colocou emvasos compridos, altos, onde seu bico entravacom facilidade, mas o focinho da raposanão alcançava.Foi a vez da raposa voltar para casadesapontada e faminta.
  66. 66. 66comidas amiga raposa vasos casa focinho focinhoraposa casa pedra comidas bico comida bico1 Copie em seu caderno a fábula com as palavras que estãofaltando. Veja a lista de palavras abaixo no quadro DICA.A Cegonha e a Raposa Um dia, a raposa, que era dacegonha, convidou-a para jantar. Mas preparou para a amiga uma porção demoles líquidas, que ia ser servida sobre uma lisa. Ora, a cegonha, com seu longo , por mais que seesforçasse, só conseguia bicar a , machucandoseu bico e não comendo nada. A insistia para que a cegonha comesse, masela não conseguia, e acabou indo para com fome. Então a cegonha, em outra ocasião, convidou apara jantar com ela. Preparou cheirosas e colocou em compridos, altos, onde seu entrava comfacilidade, mas o da raposa não alcançava. Foi a vez da raposa voltar para desapontadae faminta.Dica: consulte o texto se for necessário.
  67. 67. 67As duas personagensprepararam comidasdiferentes e serviramem vasilhas diferentes.Por quê? Responda noseu caderno.Copie e complete emseu caderno o quadroabaixo de acordo como texto e explique porque os jantares foramservidos assim.PersonagemTipo decomidaComo ela foiservida?O que fez aconvidada?RaposaCegonha2
  68. 68. 683 Esta fábula nos ensina uma lição:“Um dia é da caça... Outro, do caçador.”Isso é um provérbio popular.Os provérbios são frases curtas,transmitidas de geração em geração, quenos ensinam saberes para a nossa vida.Vamos refletir sobre este provérbio.O provérbio “Um dia é da caça... Outro, do caçador”combina com a fábula “A Cegonha e a raposa”?Responda em seu caderno:a) Isso acontece na nossa vida? b) Isso pode ser diferente? Justifique:
  69. 69. 694 Responda em seu caderno o quadro de acordo com asfábulas estudadas:Onde sepassa a fábula?Descreva aspersonagensda fábula.Que lição vocêaprendeu coma fábula?A Raposae o CorvoA Ctegonhae a Raposa
  70. 70. 705 Vamos conhecer mais sobre as fábulas?a) Copie em seu caderno a característica mais adequadapara cada uma das personagens, ligando a segundacoluna com a primeira:a) Vamos dar características positivas a estes personagensdo quadro abaixo. Escreva em seu caderno outrascaracterísticas.RaposaCorvoCegonhaRaposa VaidosoCorvo VingativaCegonha Esperta
  71. 71. 716 Agora, sem voltar à história, observe as ilustraçõese numere em seu caderno, na ordem em que osfatos aconteceram.
  72. 72. 72I Grande Exposição sobre Fábulas da Turma do CampoReúna-se com um colega eforme uma dupla.Escolham uma fábula queconheçam, escrevam numacartolina, ilustrando com osseus personagens.Traga o seu trabalho para aexposição que será realizadaem sua sala.Convide sua comunidade paravisitar esta exposição.CFale com eles sobre as fábulas.Varal de Fábulas
  73. 73. 73VamosconhecermaisumtextodonossofolcloreAlguns exemplos de provérbios“Quem quer colher rosas tem que suportar os espinhos’’.“Quem espera sempre alcança”.“Em casa de ferreiro, o espeto é de pau”.“Mais vale um pássaro na mão do que dois voando”.“Quem com ferro fere, com ferro será ferido”.“Quem vê cara não vê coração”.Vocês sabem o que é provérbio?São frases curtas, transmitidasde geração em geração, que nosensinam saberes para nossa vida.A
  74. 74. 74Conversando sobre os provérbios1 Você conhece algum provérbio? Escreva-o, em seu caderno, se souber.2 Leia para os seus colegas de turma o provérbio que vocêescreveu e ilustre-o, em seu caderno.BCom as palavras do quadro abaixo, você poderá escrever noseu caderno dois provérbios da nossa lista.colherespinhosferreiroespetopaucasasuportarQuemtemquerétemodeemrosasqueosde
  75. 75. 75Observe com atenção as figuras abaixo e mostre ao(à)seu(sua) educador(a) o provérbio correspondente.Um dia é da caça...O outro, do caçador.Quem fere com fogo,com fogo será ferido.Cavalo dado nãose olha os dentes.Mais vale umpássaro na mão doque dois voando.
  76. 76. 76 Entreviste seus familiares, vizinhos eamigos e pergunte sobre os provérbios queeles conhecem. Anote em seu caderno ou em uma folhaseparada, com a letra bem caprichada. De volta à escola, reúna-se com 3 ou 4colegas, forme um grupo e escreva todos osprovérbios colecionados em folhas de papel. Atenção para não repetir o provérbio queseu colega também trouxe de casa. Tente fazerseu álbum o mais diversificado possível. Faça uma bonita ilustração dos provérbios.C
  77. 77. 77ADIVINHAÇõESHoje vamos pensar muito.Nossa tarefa é adivinhar!Brincando, jogando, forçandonosso raciocínio...Isto mesmo!Com rapidez e velocidade.Ah! Já sei! Precisamosdescobrir a resposta escondidanos detalhes, não é?Adivinhar, como?1 Você já brincou de adivinhação com seus amigos?2 Quais adivinhações você conhece?3 Faça uma adivinhação em seu caderno para seuscolegas, cuja resposta seja OVO.A
  78. 78. 78O que é, o que é?Copie as respostas abaixo e numere-as em seu caderno de acordocom as adivinhações. 1 Caixinha de bom parecer que carpinteiro nenhum pode fazer? 2 Tem bico, mas não bica. Tem asas, mas não voa? 3 Nasce verde, vive preto, morre vermelho e não pode faltarno churrasco? 4 De dia tem quatro pés, à noite tem seis e às vezes 8 pés? 5 Tem coroa, mas não é rei, tem espinho e não é peixe? 6 A gente compra para comer mas não come? 7 Fica mais alto que um homem e mais baixo que uma galinha? 8 Foi feito para andar mas não anda? 9 Sobe e desce e não sai do lugar? 10 Tem linha mas não é carretel, fala mas não tem boca, ouvemas não tem ouvido?camaamendoimruacarvãogarfobulechapéutelefoneescadaabacaxiB
  79. 79. 79Copie a resposta certa, em seu caderno:O passarinho que mais vigia a gente.Quem entra na água e não se molha?Tem cinco dedos, mas não tem carne nem ossos.Sendo apenas seu, é usado mais pelos outros do que por você?Tem barba mas não é homem; tem dente, mas não é gente?Adivinhe se puder…canário bem-te-vi sabiásombra barco jacarémeias blusas luvaspé nomes narizcebola alho batata
  80. 80. 80Com ajuda de seus familiares, escreva adivinhaçõesem tiras de cartolina e espalhe na sua sala para seuscolegas adivinharem.Pesquise em casa, junto aos pais, outras adivinhaçõespara aumentar a lista e expor na sala para ler e brincar.Use a Caixa de Sugestões da sala para colocar asnovas adivinhações.O que é, o que é?C
  81. 81. 81CURIOSIDADES SOBRE O FOLCLORE BRASILEIROOlá, amiguinhos. Já sabemoso quanto é rico o nosso folclore.Vocês agora vão conhecer outrasfestas e danças folclóricas deoutras regiões.No folclore brasileiro, há muitas danças com cortejoou procissão. Geralmente, nessas festas, muita gente dacomunidade se reúne e participa, seja cantando, dançando,preparando as roupas, as comidas ou os enfeites.Eu conheço dois tiposde danças folclóricas. Não sei sevocês já participaram de algumadelas, pois o nosso Brasil é muitogrande e cada região tem suascaracterísticas.A
  82. 82. 82A Congada, por exemplo, varia seu nome de acordocom a região: no Norte, é conhecida como congo, e noSul, como congada. Esta dança mostra a luta do bemcontra o mal. Usa-se a viola, o ganzá (ou reco-reco),caixas e tambores.Frevo representa o carnaval de Pernambuco, noNordeste. O povo sai às ruas e dança ao som da banda,sempre segurando uma sombrinha bastante enfeitada.
  83. 83. 83Eu conheço maisduas dançasfolclóricas, pessoal!Uma delas se chamacaboclinhos e outrase chama maracatu.Caboclinhos. É de origem indígena e o número de genteque participa varia conforme a região. Um grupo de homense mulheres com cocares e saias de pavão e avestruz, enfeitesnos braços e tornozelos e colares desfilam em duas filasfingindo estar em guerra. Essa dança é típica de Minas Gerais,no Sudeste, e também da região Nordeste do Brasil.
  84. 84. 84O Maracatu é uma dança muito praticada emPernambuco, Nordeste do Brasil. Tem origem afro-brasileira e representa um desfile em homenagem aum rei africano. Os participantes improvisam as dançase o conjunto é composto por um rei e uma rainha,príncipes, damas, embaixadores e dançarinas vestidasde baianas. Os cantos do maracatu ficam a cargo dotirador e do coro, e as melodias são acompanhadas deatabaques, tambores, chocalhos e agogôs.
  85. 85. 85Que tipo de festas edanças existe em suacomunidade?Vamosconhecer umafesta folclórica.BBumba-meu-boi Uma das festas mais tradicionais do Nordeste que correo Brasil de norte a sul é o bumba-meu-boi. É uma mistura de dança, teatro, música e circo, quecomeçou no Maranhão. O boi é feito com uma armação de cipó ou arame,coberto por um tecido estampado e com uma cabeça deboi, feita de papelão ou a própria caveirade um boi. Um homem entra por dentro destaarmação e dança,pula, requebra, levanta e abaixa acabeça, fazendo várias acrobacias. Durante a dança, o boi finge que
  86. 86. 86Responda na roda de conversa:Em sua região existe a festa do boi? Como échamada?Você e seus familiares já assistiram ouparticiparam da festa?Esta dança é uma mistura de três raças. Vocêssabem quais são?morreu, deita no chão, e é ressuscitado por um puxão norabo, voltando a pular.Essa festa é uma mistura da cultura do negro, do índioe do branco e recebe vários nomes, conforme a região doBrasil: bumba-meu-boi, boi-bumbá, boi pintadinho, boi dereis, boizinho, bumba-boi e outros mais.
  87. 87. 87Caça-palavrasCopie no seu caderno os nomes das danças que vocêencontrou. Forme frases com estas palavras.X C A T E R E T E Ç LG M A R A C A T U E RB O C O N G A D A K EB U M B A M E U B O IW F R E V O S D H S O
  88. 88. 88Agora vamos localizar cada dança no estado do Brasilonde ela é realizada. Responda no seu caderno.Você ou algum de seus familiares já participaram dedanças folclóricas? Quais? Responda em seu caderno.NorteNordesteCentro-OesteSudesteSul
  89. 89. 89Festival de Dança FolclóricaReúnam-se em grupos de 3 ou 4 coleguinhase escolham uma dança folclórica qualquer paraensaiarem e ser apresentada para todos da escolae chame sua família no dia da apresentação.C
  90. 90. 90A Oi, meninada.Vamos conversar sobre aslendas do folclore brasileiro.Você conheceualguma delas?Vamos sim!Adoro lendas!Conheço e acho que elasestão na minha imaginaçãodesde pequena.
  91. 91. 91Uma lenda muito conhecida do nosso folclore,principalmente pelas crianças, é a do saci-pererê. Vamosconhecê-la melhor?O saci-pererê é umafro-brasileiro comuma perna só, um gorrovermelho na cabeça e umcachimbo enorme na boca.É muito moleque e gostade espantar o gado dasfazendas e fazer os viajanteserrarem o caminho.Iara, mãe d’água – É umasereia (corpo de mulher dacintura para cima e de peixeda cintura para baixo) quevive no rio Amazonas e, nasnoites de lua cheia, sentadanas pedras, atrai com seulindo canto os rapazes comquem quer casar.
  92. 92. 92Curupira – É um moleque decabelos ruivos e pés voltadospara trás e os calcanharespara frente.Lobisomem – Diz a lendaque se trata da transformaçãode homem em lobo.Negrinho do pastoreio – Éum personagem de uma lendapopular do Rio Grande do Sul.Agora, pesquise mais sobre os personagens abaixo eescreva sobre eles em seu caderno.B
  93. 93. 93Vamos conhecer a lenda do saci através de um poema.Acompanhe a leitura do texto.Lenda do saci-pererêConta-se que no sertão,Em noite de ventania,Arrebentou-se um bambuE dum seu broto saíaUm negrinho pelado,Sem juízo, endiabrado,Era o Saci que nascia.Pulando numa só pernaCom o cachimbo na boca,Seus olhos reluziamO vermelho de sua touca;Montava em pelo cavalos,Assustava animais no pasto,Numa correria louca.Em redemoinhos se deslocavaTravesso, assustava viajantesEscondia objetosUm moleque como nunca visto antes;Trançava as crinas,Assobiava nos campos,Uma agitacão alucinante.
  94. 94. 941 Descreva o saci-pererê em seu caderno:2 Comente algumas de suas travessuras:Adentrava as casas,Espalhava as brasas pelo fogão,Esturricava o arroz,Queimava o feijão;A criançada já sabia,Pois os mais velhos contavamSaci odediente só numa prisão.Para capturar um saciAlguém deveria lançar uma peneiraDe taquara trançadaCom uma cruz na esteira,Prenderia o peraltinha,Mas coragem ninguém tinhaPara agir dessa maneira.
  95. 95. 95Escolha um dos personagens que você estudou oupesquisou e faça uma dramatização da lenda com seusfamiliares. Convide a comunidade para assistir.C
  96. 96. 96Parlendas são versinhos de rima fácil e rápida,por isso, tão populares entre as crianças. Elas sãomuito usadas nas brincadeiras, a fim de iniciar umjogo e divertir.Oi, pessoal.Vamos brincar comas parlendas?ABrincando com o(a) seu(a) educador(a)! O(A) seu(sua) educador(a) vai falar bem alto uma frase e,em seguida, vocês vão repetir recitando o resto.Prestem atenção! Quando ele(a) falar lentamente, vocês responderãolentamente; quando ele(a) falar rápido, vocês deverão falarrápido, mas sempre todos ao mesmo tempo.
  97. 97. 97Faça várias vezes seguidas em uma espécie de ladainha.(Educador(a)): O QUE É ISSO?(Todos): CHOURIÇO PRA VOCÊ COMER NA HORA DOSEU SERVIÇO!(Educador(a)): QUE HORAS SÃO?(Todos): HORA DE COMER PÃO E LAMBER SABÃO!(Educador(a)): AONDE VAI?(Todos): VOU ALI E VOLTO JÁ. VOU APANHAR MARACUJÁ!(Educador(a)): O QUE ESTÁ FAZENDO AÍ?(Todos): SEGURANDO AS CALÇAS PRA NÃO CAIR.O que há de novo?Muita galinha epouco ovo!
  98. 98. 98Um, dois, feijão com arrozTrês, quatro, comida no pratoCinco, seis, bolo inglêsSete, oito, comer biscoitoNove, dez, comer pastéis.Beterraba, raba, raba,Quem errar é uma piabaBorboleta, leta, letaQuem errar é um xereta.Agora que vocêsjá conhecem asparlendas, conheçamoutras que eu trouxepara vocês.
  99. 99. 99A galinha do vizinhoBota ovo amarelinhoBota um, bota dois,Bota três, bota quatroBota cinco, bota seisBota sete, bota oitoBota nove, bota dez.O macaco foi à feiraNão sabia o que comprar.Comprou uma cadeiraPra comadre se assentar.A comadre se sentou,A cadeira se esborrachou.Coitada da comadre,Foi parar no corredor.Fui andando no caminhoEncontrei uma coruja.Pisei no rabo delaMe chamou de cara suja.Esta é uma históriaDe um rei e uma rainha.Ela foi fazer um boloMas não tinha farinha.
  100. 100. 100Esta parlenda foi organizada em 12 quadrinhos.Complete cada quadrinho, em seu caderno, com onome da figura que aparece. Depois, leia em voz alta.Atenção! Você vai ler da esquerda para a direita,completando. Eu já comecei a fazer para você.BCadê o gato?Fugiu para o .Cadê o mato?O queimou.Cadê o fogo?A apagou.Cadê a água?O bebeu.Cadê o boi?Foi buscar .Cadê o toucinho que estava aqui?O comeu.gato
  101. 101. 101Cadê o trigo?A ciscou.Cadê a galinha?Está botando.Cadê o ovo?O comeu.Cadê o padre?Foi rezar a .Cadê a missa?Está no .Cadê o altar?Está na .
  102. 102. 102Escolha e recorte uma parlenda. Em seu caderno,escreva e ilustre a parlenda escolhida.Apresente para a sua turma e coloque no Cantinhode Aprendizagem.Leve para casa e mostre também para sua família.C
  103. 103. 103As quadrinhas têm origem nas danças antigas ehoje em dia são consideradas uma das principaisexpressões da poesia popular. Elas brincam com ossons das palavras e com o seu significado. Quandocantadas, são conhecidas como “versos decorados”.Na roda de conversa vamos escutar com atenção esta quadrinha.Eu não vou em sua casaPra você não ir na minhaVocê tem a boca grandeVai comer minha galinha.A Oi, pessoal!Vocês conhecemquadrinha?
  104. 104. 104Fui comer na sua casaAté fiquei admiradaNão havia coisa boaNem mesmo uma limonada.Fui à fonte beber águaNão foi por estar com sedeFoi só para ver os peixinhosPresos em uma rede.A casa da velha bruxaÉ preta e amarelaTem um buraco na frenteQue ela chama de janela.Passei na pinguelinhaChinelinho caiu do péOs peixinhos responderam:Que cheirinho de chulé.Vamos conhecer outras quadrinhas.Vocês já conheciam esses versos?Qual o significado deles? Respondam em seu caderno.
  105. 105. 1051 Copie em seu caderno a quadrinha abaixo com aajuda do(da) seu(sua) educador(a) e circule cadapalavra da quadrinha.Meio-diaMacaca SofiaPanela no fogoBarriga vazia2 Vamos fazer agora a brincadeira domacaco mandou?Você deve falar palavras que começam do mesmo modoque as palavras que o(a) seu(a) educador(a) disser.3 Faça, em seu caderno, uma lista de alimentos quepodem estar dentro da panela da macaca Sofia.4 Escrever um bilhete para a macaca Sofia.B
  106. 106. 1061 Crie com sua família uma quadrinha e escreva emseu caderno.2 Copie a sua quadrinha em uma folha de papel ecoloque-a no Cantinho de Aprendizagem.3 Lembre-se: consulte o Cantinho de Aprendizagem edivirta-se com as quadrinhas de seus colegas.C
  107. 107. 1071ª Mostra de Literatura do Folclore da Turma doCampo para a Comunidade1 Na sua turma, formem grupos de 3 a 4 alunos paraescrever os textos folclóricos, com a ajuda do(a) seu(sua)educador(a).2 Treinem a apresentação oral dos grupos de trabalho eapresentem para a comunidade.3 Façam uma exposição dos textos folclóricos no Cantinhode Aprendizagem de sua sala.
  108. 108. 108
  109. 109. 1091 LitroUnidade 3MEIO AMBIENTE,HIGIENE E CUIDADOS109
  110. 110. 110Olá,crianças.Vocês estão gostando de nossa viagem em buscado conhecimento da leitura e da escrita? Esperoque tenham aprendido muito sobre o nossofolclore através das atividades que encontramospelo nosso caminho.Temos mais aventuras pela frente. Vamoscontinuar nossa viagem?Nosso próximo destino é o meio ambiente.Vamos juntos descobrir cada um dos elementosque fazem parte do meio ambiente, como serelacionam e contribuem, e quais cuidadosdevemos ter para preservá-lo. Afinal, um dia,nossos filhos também vão querer conhecê-lo.Temos muito para conhecer e espero queestejam tão animados quanto eu!Abraços,110
  111. 111. 111Vamos trabalhar juntos!Você já sabe escrever muitas coisas,não é mesmo?Agora, você vai construir um textoexplicando o que você entendeu sobreo folclore, para que seu(sua) educador(a) acompanheseus progressos.Lembre-se das dicas:• Preste atenção no(a) seu(sua) educador(a).• Após realizar a tarefa pedida, leia o que você escreveu.• Lembre-se que, assim como você, todas as crianças têmseu jeito próprio de escrever.• Arrisque-se. O mundo de palavras é incrível e está logoali, esperando por você.Seu(sua) educador(a) vaiguardar essa escrita e, no inícioda próxima unidade, ele(a)mostrará como você avançounos seus conhecimentos.
  112. 112. 112Atividade Diagnóstica n° 3Realizamos uma unidade estudando sobre o folclore.Você aprendeu muita coisa sobre ele, não é mesmo?Escreva um texto em uma folha, explicando o que vocêentendeu e o que mais gostou sobre o folclore.
  113. 113. 113Faça uma roda de conversa com seuscolegas e discuta as seguintes questões:• Você sabe o que significa meio ambiente?• Qual a importância da preservação ambiental para a vida daspessoas?• O que você faz para preservar o meio ambiente?• Leia com seus colegas o trecho abaixo:Eu digo sim para o meio ambiente!A Você sepreocupa com omeio ambiente?Podemos dizer que nosso planeta é como umaimensa casa que abriga uma grande família. Tudoo que acontece no planeta Terra acaba interferindona vida das pessoas que nele habitam.
  114. 114. 114A turma do campo está muito triste com o que vê emsua comunidade. Por onde eles andam, percebem umaimensa falta de respeito com o nosso planeta.B
  115. 115. 115E você, já percebeu alguma falta derespeito com o meio ambiente?Cite algumas em seu caderno e penseem como fazer para ajudar a mudaresta realidade.O texto que a educadora Joana leu para a sua turma diz:“Tudo o que acontece no planeta Terra acabainterferindo na vida das pessoas que nele habitam”.Vocêconcordacom isso?Por quê?Desenhe em seu caderno ações do ser humano quepodem prejudicar o meio ambiente e escreva o que podeacontecer se continuar assim.
  116. 116. 116Você já discutiu e até compreendeu um pouco sobremeio ambiente.Dê uma volta em suacomunidade comseus familiares eregistre os problemascom o meio ambienteque encontrar.Faça uma lista em seu caderno de soluções paraque esses problemas sejam evitados.Apresente em sua turma para o(a) educador(a) eseus colegas a lista feita e peça que ele registre oseu progresso.C
  117. 117. 117Você cuida bem de seu corpo? Como?Escova os dentes todos os dias?Toma banho e lava a cabeça?Corta as unhas?Lava as mãos quando sai do banheiro?ASSIM COMO O MEIO AMBIENTE, NOSSOCORPO PRECISA DE CUIDADOS.AQuando pensamos em meioambiente, pensamos, muitasvezes, em algo que está longede nós e esquecemos que oser humano faz parte dele.
  118. 118. 118Veja o que diz a turma do campo sobre os cuidadoscom o corpo e o meio ambiente.A turma do campo já sabe que para cuidar da saúde, nãopode se esquecer dos hábitos de higiene.Cuidando do nosso corpoNosso corpoé nossa casaque devemospreservar.Quandotratamos bem onosso corpo, elereage dando-nos saúde.BLembre-se quevocê faz parte domeio ambiente.Criança feliz cuidada sua saúde.Corpo bemtratado faz acriança feliz!
  119. 119. 119Observe os desenhos e escreva em seu caderno oshábitos de higiene que a turma está praticando, deacordo com a numeração.123
  120. 120. 120Que importância esses hábitos de higiene têmpara a nossa vida? Responda em seu caderno.456
  121. 121. 121Vamos lá, turma!Faça, em seu caderno, um texto sobre oshábitos de higiene.Que tal construí-lo em tirinhas, cartaz ouquadrinhas?Converse com a sua turma e escolha umdesses gêneros.Após terminá-lo, leia o seu texto para o(a)seu(sua) educador(a) e seus colegas.Vamos continuar trabalhando sobre oshábitos de higiene.Que tal brincarde cruzadinha?Que tal continuar nosso trabalho através de um passatempo?
  122. 122. 122Copie e complete a cruzadinha em seu caderno, deacordo com a numeração das ilustrações:123454 5 321
  123. 123. 123Copie e complete, em seu caderno, conformea cruzadinha:O serve para lavar a cabeça.A serve para enxugar o corpo.Com o eu penteio os cabelos.Com o eu tomo banho.Com a eu escovo os dentes.Copie em seu caderno e escreva conforme o exemplo:Dente dentesPenteEscovaPenteSaboneteChuveiroToalha
  124. 124. 124Um dente brancoUm sabonete cheirosoUma pasta de denteUm xampu cheirosoUma toalha sequinha• Leia as frases abaixo e passe-as para o plural, emseu caderno:As palavras que expressam uma só coisaestão no singular.Por exemplo: livro, dente, corpo, flor.As palavras que expressam mais de uma coisaestão no plural.Por exemplo: livros, dentes, corpos, flores.Singular Plural
  125. 125. 125Você se lembra do Uirá? Veja o que aconteceu com ele.Vamos ajudá-lo?Copie o início das frases em seu caderno, ampliando-as e dando sentido a elas.• Para tomar banho, usamos• Penteamos o cabelo para• O cabelo deve estar sempre limpo para• Cortamos as unhas para• Devemos lavar as mãos antes e depoisUirá começou a escreveralgumas frases sobre oshábitos de higiene e precisade ajuda para completá-las.
  126. 126. 126Vamos continuar trabalhando!Com seus colegas, façam um cartaz de combinados:• Peguem uma folha bem grande de papel.• Escrevam os hábitos de higiene que não podemosesquecer para manter nossa vida saudável.• Façam uma ilustração bem bonita e colorida.• Levem a sua produção para ser exposta em sala de aula.• Leia para seus colegas e combine com eles como cumpriresses combinados.Consulte-o quando precisar!CCantinho de leituraHábitos de higiene
  127. 127. 127Descobrimos que os hábitos de higienesão importantes para nossa vida.Fizemos alguns combinados que vão nos ajudar a preservara nossa saúde.– E o banho? Ele é importante para a nossa saúde?– Você toma banho todos os dias?Converse com seus colegas sobre a importância de tomar banho.Francisco acredita que tomarbanho é um hábito saudável.A
  128. 128. 128E sobre os dentes?O que sabemos?Vamos fazer uma roda de conversa para falar sobre eles?Quantos dentes nós temos?O que devemos fazer para termosdentes saudáveis?Eles são importantes para a nossa alimentação?E para a nossa saúde e digestão dos alimentos?O que devemos fazer quando sentirmos dorde dente?Quantas vezes ao dia você escova os dentes?Vamos saber mais um pouco sobre eles.BVocê já tevedor de dente?
  129. 129. 129Veja o que aconteceu com Ana.Ana ficou feliz com seu dente que caiu.Ela sabe que as crianças, à medida que vão crescendo,trocam os seus dentes.Vejam com que bela janelinha a Ana ficou!1 Desenhe em seu caderno quantos dentes você tem: Complete em seu caderno:• Eu tenho dentes.
  130. 130. 130Todos nós temos duas dentições.Os dentes de leite começam a nascer quandoainda somos bebê, geralmente aos 6 meses deidade. Aos 2 anos, todos os dentes de leite jánasceram. Geralmente, são 20 dentes (10 dentesna arcada de cima e 10 dentes na arcada de baixo).2 Seus dentes de leite já começaram a cair?3 Para que servem os dentes?Por volta dos 6 anos, os dentes de leite começam acair. No lugar deles nascem os dentes permanentes,que são ao todo 32 dentes (16 dentes na arcada decima e 16 dentes na arcada de baixo).Leia:
  131. 131. 1314 Copie em seu caderno os nomes dos alimentos quepodem ser engolidos sem mastigar:5 Copie em seu caderno, complete e responda:• Eu tenho dentes.• Você sabe como fazer para preservar seus dentes?• E como é a maneira correta de escová-los?1 LitroÁGUASUCOLEITE
  132. 132. 132Crianças, vejam como devemosescovar os dentes!Leiam o texto abaixo e aprendam como preservarseus dentes:1 Comece pelos dentes dofundo, ao lado da bochecha.Faça movimentos circulares,pequenos e suaves. Repitaesse movimento dez vezespara cada par de dentes,tentando retirar os restosde comida que ficam entre agengiva e os dentes.2 Para limpar a parte de trásdos seus dentes, segure aescova na posição vertical eescove em cima e embaixo,da gengiva para o dente.3 O último passo para ficarbem escovado é fazermovimentos de vaivémsobre os dentes e dar umaescovada na língua. Vocêestá pronto para sorrir!
  133. 133. 133CuriosidadesMuitos produtos são usados para escovar osdentes: creme dental, bicarbonato e, em algumasregiões, usam até o carvão e certas folhas deplantas, como a folha de goiaba.Se você quiser ter dentes saudáveis, não deixe defazê-lo, pois escová-los é muito importante paraa saúde.
  134. 134. 134C Em uma roda, converse com os seus colegas:• Por que é importante escovar os dentes?• Você escova os dentes corretamente?• Quantas vezes por dia é preciso escová-los?• Você sabe como fazer para preservar seus dentes?Agora ensine em casa o que você aprendeu sobre aescovação dos dentes.
  135. 135. 135Peça uma visita de um agente de saúde na sua escolapara fazer uma palestra sobre a importância de tomarbanho diariamente.Faça um texto em seu caderno, explicando o que entendeuda palestra e leve-o para ler com os seus familiares.
  136. 136. 136PRESERVAR PARA CONSERVARVocê já discutiu sobre a importância de preservar o meioambiente e cuidar do corpo para ter uma vida saudável.Em uma roda de conversa, vamos discutir juntos:1 A relação entre a saúde do corpo e do meio ambiente.2 A forma de preservação do meio ambiente.3 Os aspectos que contribuem para devastar o nosso planeta.E o lixo?É um problema na sua comunidade?Você sabe o que podemos fazer para reduzi-lo?Você acha que o lixo também devasta o meio ambiente?Como?Converse com seus colegas sobre este grave problema.A
  137. 137. 137Lixo é tudo aquilo que sobra e é considerado inútil parao consumo humano.Existe o lixo que tem origem natural- vegetal ouanimal, chamado de lixo orgânico: restos de alimentos,folhas, sementes, frutas, restos de carnes, ossos etc.Esse lixo é muito útil à agricultura, pois se transforma emexcelente adubo.O lixo inorgânico é o que foi produzido ou modificadopelos humanos, como: plásticos, vidros, metais, pneus etc.O grande problema é que esse lixo não é reaproveitadopela natureza, e leva muitos anos para decompor, sendonecessário reciclar este material.Você sabia que no Brasil já existem regiões rurais com acoleta seletiva do lixo inorgânico para reciclagem?São muitos bons exemplos, com ideias simples, quetodos nós devemos conhecer.Faça a sua parte. Organize um movimento junto à suacomunidade sobre a questão do LIXO. Busque com suacomunidade soluções para diminuir ou aproveitar o LIXOem sua região.A natureza agradece!Lixo no campo também é problema.B
  138. 138. 138Após ler o texto, responda em seu caderno:1 O que é lixo orgânico?2 De que é formado o lixo orgânico?3 Cite os materiais que não são reaproveitados pela natureza.4 De acordo com o texto, qual a solução para os materiaisinorgânicos não poluírem o meio ambiente?
  139. 139. 139Uirá, Francisco e Raimundo viram detetives!A turminha do campo resolveu investigar os lixos da comunidade.Veja o que eles mais encontraram:1 LitroQuantolixo!Olhe quantasembalagensque não foramaproveitadas!Quanto lixoorgânico einorgânico!E na suacomunidade,muita comidavira lixo?Vejo muitodesperdíciode comida.Precisamos darum jeito nisso!
  140. 140. 140Leia a receita que Francisco ensinou para a educadora Joana:Lixo é um problema grave!Temos que tentar diminuí-lo.Muita comida é desperdiçadasem precisar...É verdade, educadora Joana!Na minha casa, minha mãeaproveita casca de alimentos,que iriam para o lixo, para fazercoisas gostosas!
  141. 141. 141Receita de suco de cascade abacaxiIngredientes:• Casca de um abacaxi picada• 1 prato de sobremesa defolhas de hortelã• Suco de 1 limão• 2 litros de água filtrada• 3 colheres de sopa de açúcarModo de fazer:Lave bem as cascas do abacaxi.Coloque para cozinhar em umapanela com a água filtrada e oaçúcar, por 15 a 20 minutos.Retire as cascas da água, coloquea água numa jarra, acrescente asfolhas de hortelã e o suco de limão.Sirva o suco gelado.
  142. 142. 142Observe os desenhos e converse com o(a)educador(a) as etapas do modo de fazer a receita.
  143. 143. 143Caçando os ingredientes da receitaProcure no caça-palavras ingredientes usados nareceita e escreva em seu caderno.á G U A B C E L S J K X V LH O R T E L ã T S V ã V X ES A R T L I M ã O L O T I SL N V S O I E A Ç U C A R VC A S C A D E A B A C A X IM G E R L K N I A T U S E MResponda em seu caderno:Em sua comunidade há plantação de abacaxi?Escreva também os nomes de outras frutas que têm nasua comunidade.
  144. 144. 144d o c e a s b nMinha mãe fazum delicioso doceusando cascade fruta!Troque o símbolo pelas letras e descubra o nome dodoce que Antônia vai ensinar.Escreva no seu caderno.
  145. 145. 145Antes de ler, tente descobrir com seus amigos como é areceita que Antônia vai ensinar.Doce de casca de bananaIngredientes• 5 copos de cascas de banana nanica, bem lavadas e picadas• 2 e 12 (meio) copos de açúcar• ÁguaModo de preparo• Cozinhe as cascas, em pouca água, até amolecerem.• Retire do fogo, escorra, reserve o caldo do cozimento edeixe esfriar.• Bata as cascas e o caldo no liquidificador e passe porpeneira grossa.• Junte o açúcar e leve novamente ao fogo lento, mexendosempre, até o doce desprender do fundo da panela.
  146. 146. 146Batata BoloBolacha BeterrabaAzeite AmendoimAçúcar AmoraBala BananaAmeixa águaDescubra e escreva em seu caderno quantas vezesapareceu abaixo a palavra banana:Beterraba Batata BrigadeiroBanana Bala BolsaBola Batata BuleBatata Batalhão BananaCopie e complete em seu caderno.A palavra banana apareceu vezes.Copie em seu caderno apenas os ingredientes do doce decasca de banana:
  147. 147. 147Observe os desenhos e descubra como é feitaesta receita.Receita de chá de casca de maçãEu também queroensinar umareceita para vocês!Mas terão quedescobrir comose faz...Ingredientes:• 3 copos de...• 12 xícara de...• Cascas de 3...• Gotas de...
  148. 148. 148Observe as ilustrações! Anote o modo de fazer em seucaderno. Veja a numeração.1234
  149. 149. 1491 Copie em seu caderno a receita de cascas de frutasque mais gostou: Suco de cascas de abacaxi Doce de cascas de banana Chá de cascas de maçã2 Copie e separe em seu caderno os nomes das frutasem sílabas.3 Junte as sílabas das mesmas cores e forme osnomes de algumas frutas. Escreva em seu caderno.MO LA MÃOJA U RANPE RAN VAMA GO RAAbacaxiMaçãBanana
  150. 150. 150• Você aprendeu várias receitas que reaproveitamalimentos que seriam jogados fora na escola.• Faça uma pesquisa de outras receitas com seusfamiliares, ou com sua comunidade, e conheça como elesreaproveitam alimentos.• Anote todas as receitas que encontrar.• Faça um livro de receitas ecologicamente corretas.• Apresente-o aos amigos e coloque no Cantinho deLeitura, para pesquisar quando precisar.Convide seu(sua) educador(a) paraacompanhar seus progressos.Lembre-se:não desperdicealimentos!Mãos àobra,turma!C
  151. 151. 151Após a discussão, responda:1 Essa frase tem alguma importância para você? Por quê?2 De que forma você pode contribuir em relação à água,para a preservação da natureza?3 Você acredita que usando a água de forma correta estáconservando o meio ambiente?4 De que forma você pode relacionar a preservação domeio ambiente com os cuidados com o corpo?Faça uma lista de suas respostas em seu caderno.Continue refletindo e apresente suas ideias para o(a)educador(a) e para a sua turma.“Usar a água corretamente é também uma formade preservação do meio ambiente”.A Com seu professor e colegas, discutasobre a afirmação:
  152. 152. 152A existência de tudo que é vivo no nosso planetadepende da água.BUtilizar não é estragar!
  153. 153. 153Responda em seu caderno:1 ”Utilizar não é estragar” faz parte de uma campanhaeducativa?2 Essa campanha foi pensada com que objetivo?3 Comente a frase: “Utilizar não é estragar”.Que a água é mal aproveitada por milhares depessoas, em diversas localidades?Por exemplo:Nas descargas feitas por vasos sanitários, quecorrespondem a 40% do custo da água;Nos chuveiros e pias, em que a água não passa peloprocesso de reaproveitamento;No momento em que a louça é lavada, e a água é jogadanos quintais.
  154. 154. 154Consumo diário de água:Atividade Litros Como economizar?100 L Não demorar no banho25 LEscovar os dentes com atorneira fechada20 LNão jogue lixo no vasosanitário e use a descargasomente quando necessário46 LMantenha as torneirasfechadas e evitevazamentosLeia o quadro abaixo.• Observe onde o consumo é maior.• É possível reduzir esse consumo? Como?Dê exemplos.
  155. 155. 155Observe as cenas do dia a dia. Em qualquer dessascenas você pode economizar água?Anote em seu caderno.Explique como você pode economizar água nascenas que você anotou.
  156. 156. 156Curiosidades...Cerca de 75% do nosso planeta é coberto porágua. A imensa maioria está nos oceanos, ésalgada e não pode ser utilizada. A água docerestante, que pode ser usada pelos seres vivos,é uma parte pequena e está ameaçada pelapoluição e pelo desperdício.Responda em seu caderno:Qual água é apropriada para o consumo do ser humano, aágua doce ou a água salgada?Na sua casa, a sua família se preocupa em economizarágua? Como?Escreva em seu caderno uma frase respondendoessas perguntas.Para se divertir...O que é, o que é, que cai em pé e corre deitado?
  157. 157. 157Vamos trabalhar!Visite a sua comunidade e observe:• Como as pessoas tratam e conservam as fontes deágua (poços, rios, cisternas e açudes).• Se a água é bem utilizada na sua casa e nasua comunidade.• Se as pessoas sabem da importância de utilizarbem a água.Agora que você descobriu de que forma a água éutilizada na sua casa e na sua comunidade, faça folhetosinformativos, orientando as pessoas sobre a necessidade depreservar e fazer bom uso da água.Apresente seu trabalho em sua classe e, junto como(a) educador(a) e seus colegas, distribua os folhetosinformativos criados na comunidade.C
  158. 158. 158Seminário:O Dia das Conquistas:Meio Ambiente e Saúde do Corpo FísicoPara finalizar a unidade, organize com seus colegas umseminário.Este seminário será apresentado para seus colegas,familiares e para sua comunidade. Desta forma, vocêpoderá construir novos conhecimentos sobre o assunto edivulgar as importantes informações que aprendeu.• Convide as pessoas da comunidade que entendamsobre ações ambientais e de saúde do corpo para darpalestras e cursos no dia combinado. Temas sugeridos:preservação ambiental, vacinação, higiene e saúde etc.• Chame todos os colegas da sua turma para participar edivida as tarefas de organização do seminário com eles.
  159. 159. 159Sugestão de divisão de tarefas:• Pense em um dia e em uma hora que favoreça apresença de todos.• Siga todas as orientações do(a) educador(a), para quetudo esteja preparado no dia combinado.BOM TRABALHO, PESSOAL!O 1º ano confeccionará um convite a ser enviado atodos da sua comunidade para participar do evento.O 2º ano construirá faixas e cartazes. Depois,espalhará pela escola e pela vizinhança, fazendopropaganda do seminário.O 3º ano ficará responsável em organizar, juntocom o(a) seu educador, a coleta de todo o materialproduzido pelas crianças da escola e organizar umaexposição com ele(a). Lembre-se: a exposição serávisitada por todos da comunidade.O 4º ano realizará, através dos materiais produzidosna exposição, uma apresentação de todo o conteúdode educação ambiental estudado.O 5º ano ficará encarregado de fazer palestras sobreo assunto para todos da comunidade (educandos,educadores e pais).
  160. 160. 160Vamos trabalhar juntos!Nos capítulos anteriores, vocêescreveu para que seu(sua)educador(a) acompanhasseseus progressos.Escreva, agora, um textoexplicando o que você entendeu sobre a preservação domeio ambiente.Atenção para as dicas:• Leia o texto à medida que estiver escrevendo, everifique se ele está bom.• Assim como você, todas as crianças têm seu jeitopróprio de escrever.• Após terminar a escrita, leia o texto inteiro e observecomo ele ficou. Mude algo, se necessitar.• Leia seu texto para o(a) seu(sua) educador(a).Observe as escritas querealizou durante as trêsunidades e, junto com seu(sua)educador(a), analise comoavançou em seus conhecimentos.
  161. 161. 161Você achou que foi importante estudar sobre a preservação domeio ambiente? Por quê?As suas atitudes mudaram após conhecer mais sobre apreservação? Como?Faça o diagnóstico escrevendo o seu texto em uma folha.Não se esqueça...Sua atitude faz diferença!Atividade Diagnóstica n° 4
  162. 162. 162Espero que tenha gostado de viajar comigonesta aventura ao encontro do conhecimento.Espero que este livro tenha ajudado você aavançar nos conhecimentos da leitura e da escrita.Vou terminando por aqui. Saiba que sentireisaudade de preparar atividades para uma turmatão legal como esta.Até a próxima!AbraçosHora dadespedidaReferências bibliográficasPág. 18 – (Poesia de José Paulo Paes). MEC/FNDE/DIPRO-PRALER - 2004Pág. 60 – Fábulas de Esopo (Ruth Rocha – Alfabetização – Livro do educando, volume 3). MEC - Brasília - 2007.Pág. 65 – Fábulas de Esopo (Alfabetização – Livro do Educando, volume 3). MEC Brasília, 2007.Orientações Pedagógicas: Língua Portuguesa, Sala de Apoio à Aprendizagem / Paraná.Secretaria de Estado da Educação. Superintendência da Educação. Departamento de EnsinoFundamental – Curitiba: SEED – 2005.162
  163. 163. 163
  164. 164. 164

×