Enem módulo 05

964 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
964
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
41
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Enem módulo 05

  1. 1. CALORIMETRIA
  2. 2. Energia térmica em trânsito do sistema de maior temperatura para o de menor . Ta > Tb 1.CALOR.
  3. 3. Fluxo de calor Depois de um certo tempo: Equilíbrio térmico Maior temperatura Menor temperatura Mesma temperatura
  4. 4. 2.UNIDADES DE MEDIDAS.2.UNIDADES DE MEDIDAS. • A unidade de calor, no SI, é o Joule (J); • caloria (cal). 1cal = 4,186 J *Uma caloria (1cal) é a quantidade de calor necessária para variar em 1ºC a temperatura de 1g de água.
  5. 5. 3.Calor Sensível  quantidade de calor que um corpo cede ou recebe, quando variar sua temperatura.
  6. 6. 4.Calor Específico Sensível (c): Quantidade de calor que se deve fornecer ou retirar de 1g de massa da substância, para variar de 1°C a sua temperatura. 1 / º 0,22 / º água al c cal g C c cal g C = = Característica da SUBSTÂNCIA.
  7. 7. Depende apenas da substânciaDepende apenas da substância
  8. 8. 5.EQUAÇÃO FUNDAMENTAL DA CALORIMETRIA. . .Q m c θ= ∆ Q  quantidade de calor m  massa c  calor específico ∆θ  variação de temperatura ∆θ > 0  Q > 0 (calor recebido pelo corpo) ∆θ< 0  Q < 0 (calor cedido pelo corpo)
  9. 9. UNIDADES DE MEDIDAS Unidades usuais Unidades do SI Q............cal..........................Joule (J) m.......grama (g)................quilograma (kg) T.......Celsius (o C)………..………….Kelvin (K) c..........cal/g.o C………….…………..J/kg.K
  10. 10. 6.Capacidade térmica de um corpo: Quantidade de calor que o corpo necessita para sofrer uma unidade de variação de temperatura; Quantidade de calor dada ou retirada de um corpo Variação de temperatura Q C θ = ∆
  11. 11. . . . . Q m c T C m c C m c θ θ ∆ = = = ∆ ∆ = Depende da massa e da substância. Característica do CORPO.
  12. 12. Mudança de FaseMudança de Fase
  13. 13. Sólido Líquido Vapor Sublimação Sublimação Fusão Solidificação Vaporização Liquefação
  14. 14. Calor Latente: Trocado por uma substância durante a mudança de fase. Q = m . L Q – Quantidade de calor latente m – Massa L – Calor latente específico 80 / 540 / fusão vaporização ÁGUA L cal g L cal g = =
  15. 15. Resulta da colisão de suas moléculas com as paredes do recipiente 1 atm = 76 cmHg = 760 mmHg=1,0.105 Pa=1,0.105 N/m²
  16. 16. É o espaço ocupado pelo gás ,é o volume do recipiente que o contem. 1 l = 1000 ml = 1000 cm³ 1 cm³=10-3 l=10-6 m³ 1 ml= 1 cm³ 1 m³=103 l
  17. 17. T = ΘC + 273 Kelvin=Celsius+273
  18. 18. 2.Transformações Gasosas.
  19. 19. A) TRANSFORMAÇÃO ISOBÁRICA. Pressão constante; O volume é diretamente proporcional à temperatura do gás. .V k T ou V k T = = 1 2 1 2 V V T T =
  20. 20. B) ISOVOLUMÉTRICA,ISOCÓRICA OU ISOMÉTRICA Volume constante; a pressão é diretamente proporcional à temperatura do gás. .p k T ou p k T = = 1 2 1 2 p p T T =
  21. 21. Temperatura constante; O volume é inversamente proporcional à pressão. C) TRANSFORMAÇÃO ISOTÉRMICA a b cT T T ISOTERMAS > > 1 1 2 2. .p V p V= . k V p ou pV k = =
  22. 22. V T = 1 1 V T 2 2 P1 P2 xx 3)LEI GERAL
  23. 23. 4.Equação de Clapeyron R = 0,082 atm.l/mol.K R = 8,31 J/mol.K P . V = n . R . TP . V = n . R . T P – Pressão V – Volume T – Temperatura R – Constante geral dos gases. n – Número de mols
  24. 24. Termodinâmica.
  25. 25. Termodinâmica é a ciência relaciona Energia Térmica e Trabalho Mecânico .
  26. 26. V2 > V1 → ∆V > 0 → τ > 0 V2 < V1 → ∆V < 0 → τ < 0 V2 = V1 → ∆V = 0 → τ = 0 Gás realizou trabalho Gás recebeu trabalho Não houve trabalho 1.Trabalho.
  27. 27. F h ∆S A . . . . . ( ) F V A h A S V S A F p V Isobáric d d V A a τ τ τ = ∆ = = ∆ ∆ ∆ = = = = ∆ ∆
  28. 28. pressão volume A p A v1 B v2 A = b x h → A = ∆v x p τ = A n
  29. 29. Ciclo. pressão volume A p1 A v1 B v2 p2 CD τAB = p1 (v2 -v1) τBC = nulo τCD = p2 (v1 -v2) τDA = nulo τABCDA = τAB + τBC + τCD +τDA
  30. 30. 2.Energia Interna(Cinética).Interna(Cinética). Depende da temperatura absoluta (K). •U↑ => T↑ =>∆U > 0 •U↓ => T↓ =>∆U < 0 •U = const. => T = const. =>ΔU = 0 nRTU 2 3 =
  31. 31. 3) 1ª Lei da Termodinâmica.
  32. 32. 4) Máquinas térmicas: operando em ciclos, retiram calor de uma fonte quente, convertem parte deste calor em trabalho e rejeitam o restante para uma fonte fria. Ex: máquinas a vapor, motor a combustão
  33. 33. 5) 2ª Lei da Termodinâmica. η=Rendimento= ; 1 1 100% Útil FQ FF Total FQ FF FQ FQ FQ FF FF FF FQ FQ FQ FQ Q Q Q Q Q Q Q Q Q T Q Q Q T e ε τ ε τ η η η η η η = − − = ⇒ = = − ⇒ = − ∴ = − <

×