Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

OMS UnB 01_2013 - Aula 12 - Mapeamento e Redesenho de Processos

530 views

Published on

Aula 12 da disciplina Organização, Métodos e Sistemas ministrada pelo Professor Euller Barros na Universidade de Brasília - UnB.

Conteúdo:

+ Processos
- Níveis de Desempenho de Rummler - Nível de Processo
- Mapeamento de Processos
- Identificação de Oportunidades de Melhoria e Pontos Fracos
- Redesenho de Processos

Published in: Business
  • Be the first to comment

OMS UnB 01_2013 - Aula 12 - Mapeamento e Redesenho de Processos

  1. 1. ORGANIZAÇÃO, MÉTODOS ESISTEMAS – 01/2013AULA 12Professor Euller Barros
  2. 2. REVISÃO – AULA 11• Diagrama de Escopo e Interface• Visões Gráficas de Processos –Fluxograma• BPMN – Business Process ModelingNotation
  3. 3. Diagrama de Escopo e Interface deProcessosO Diagrama de Escopo de Interface de Processos –DEIP tem por objetivo mapear e apresentar asequência atual das atividades de cada processo bemcomo a relação destes processos com seus clientes,fornecedores, reguladores e agentes de suporte, alémdos recursos tecnológicos utilizado.ProfessorEullerBarros3
  4. 4. Diagrama de Escopo e Interface deProcessosProfessorEullerBarros4POLÍTICAS, PADRÕES, REGRAS E EVENTOSREGULAÇÃOSAÍDASENTRADASSUPORTERECURSOS HUMANOS, FERRAMENTAS,EQUIPAMENTOS, SISTEMAS,INSTALAÇÕESO QUE INICIAOTRABALHO?O QUERESULTA,O QUE ÉENTREGUE(PRODUTOS)FONTEFONTEFONTEDESTINOProcesso Processo Processo
  5. 5. Fluxograma“Fluxograma é a representação gráfica que apresenta asequência de um trabalho de forma analítica, caracterizandoas operações, os responsáveis e/ou unidades organizacionaisenvolvidos no processo.” (OLIVEIRA, 2007)• Outras nomenclaturas:• Flow-chart• Carta de fluxo de processo• Gráfico de sequência• Gráfico de ProcessamentoFonte: OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Sistemas, Organização e Métodos: uma abordagem gerencial. São Paulo: Atlas, 2007
  6. 6. Fluxograma – Objetivos• Principais objetivos:• padronizar a representação e execução dos métodos e procedimentosadministrativos;• Facilitar a leitura e o entendimento;• Facilitar a localização e identificação dos aspectos mais importantes;• Melhor grau de análise: mostra o modo pelo qual as coisas são feitas enão o modo pelo qual o chefe acha que elas são feitas!Fonte: OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Sistemas, Organização e Métodos: uma abordagem gerencial. São Paulo: Atlas, 2007
  7. 7. Fluxograma - SímbolosSímbolo para Tarefas. Exemplo: “Atender Demandas”Símbolo para decisões. Exemplo: “Relatório Validado?”Símbolo para Início/FimTambém usado como ConectorSímbolo para sequência do fluxo de trabalhoSímbolos para Documentos. Exemplo: “Relatório Anual”
  8. 8. Fluxograma - Símbolos• Pool - Representa a área ou cargo aonde as atividades do processoocorrem:• Swim Lanes – São subdivisões do Pool, podem representar subáreasde uma área ou cargos dentro de uma área
  9. 9. ExemploRelatóriode Custos
  10. 10. AGENDA – AULA 12• Mapeamento de Processos• Padronização• Manuais Administrativos• Formulários• Procedimentos Operacionais Padrão
  11. 11. Ferramentas x Nível de DesempenhoProfessorEullerBarros11FERRAMENTANÍVELORGANIZAÇÃOPROCESSOTRABALHOCadeia de ValorMP1 MP2 MP3P1 P2 P3Diagrama de Escopo e InterfaceSuporteRegulaçãoEntradasSaídasP2B1 B2 B3Fluxograma - PGP‘A B CT1T2T3T4T5T6T7POP......................POP......................MP: MacroprocessoP: ProcessoB: Bloco de TarefasT: TarefasB1B2B3PresidênciaDiretoria deVendasDiretoriaFInanceiraDiretoria deProduçãoGerência deQualidadeOrganograma
  12. 12. Mapeamento - Priorização• Definição do Objetivo do mapeamento• Seleção dos Macroprocessos prioritários• Seleção dos Processo Prioritários• Exemplos de Objetivos/Critérios de Padroniação:• Redução de Custos• Padronização / Melhora no Atendimento• Reduzir erros / defeitos / atrasos
  13. 13. Mapeamento de Processos• Realizada através de reunião de pessoas que participam direta ouindiretamente no processo tratado. , orientado por um condutor, quedeve ter competência para extrair dos participantes o máximo deinformações relevantes ao processo.• Durante a reunião descreve-se gráfica e textualmente o retratodetalhado da situação do processo, bem como devem ser levantadas eregistradas outras informações relativas ao mesmo.• Deve ter um nível de detalhe suficiente para se entender ofuncionamento interno e os relacionamentos com outros processos.• Como produtos temos a representação gráfica, validada do processo, eoutras informações relevantes ao mesmo.Fonte: IADI – Business Process School
  14. 14. Mapeamento de Processos• Em muitas ocasiões não é possível reunir os representantes dosparticipantes de um processo ao mesmo tempo. Nestas condições asaída é realizar os levantamentos de forma individual com cada umdeles.• A melhor prática nestes casos é a de seguir um roteiro que minimizeos eventuais problemas:1. Analise o processo o mais profundamente que puder através dasentrevistas individuais2. Verifique a existência de modelos referenciais que poderiam serutilizados3. Faça um primeiro rascunho do processo a nível macro4. Procure os clientes, fornecedores e executores (nesta ordem) e insirano levantamento a visão deles5. Complemente o macro desenho e valide com o principal responsávelpelo processoFonte: IADI – Business Process School
  15. 15. Análise e Diagnóstico de Processos• Para viabilizar uma análises profunda e assertiva do processomapeado, é necessário durante o mapeamento, que se levantem deforma estruturada os pontos fracos (problemas) relacionados com aexecução do processo.• Ponto Fraco:• Ocorrência ou situação presente que impacta ou influencia negativamenteo processo, de forma direta ou indireta e que atrapalha o seu bomdesenvolvimento, que possui uma ou mais causas, que pode sermensurado ou não.• Exemplos de Pontos Fracos em Processos:• gargalos, retrabalhos, redundância de atividades, atividades que nãoagregam valor, que fogem do objetivo, burocracia, quebra/indefinição deresponsabilidade, riscos, fragilidade, existe outra prática melhor, local deexecução adequado, relação custo/tempo, .Fonte: IADI – Business Process School
  16. 16. Softwares para Mapeamento• Bizagi• Aplicativo gratuito (freeware)• Possibilita o mapeamento de processos de forma completa• Microsoft Office - Power Point• Aplicativo Pago, porém de fácil acesso• Possuí as imagens básicas para mapeamento da estrutura/processos• ARIS• Aplicativo pago• Mapeamento e simulação de processos• Microsoft Visio• Aplicativo pago• Mapeamento de Processos, Estrutura Organizacional, Layout
  17. 17. AGENDA – AULA 12• Mapeamento de Processos• Padronização• Manuais Administrativos• Formulários• Procedimentos Operacionais Padrão
  18. 18. O&M – Funções• Desenho, racionalização e normatização de processos eprocedimentos organizacionais;• Desenho, formalização e mudança da estrutura organizacional;• Desenho, racionalização e normatização de formulários;• Normatização e racionalização do uso do espaço físico e layoutna empresa.Fonte: A EVOLUÇÃO DA FUNÇÃO E DA CARREIRA DE O&M NO BRASIL (1985-1997) Miguel P. Caldas, 1998
  19. 19. PadronizaçãoPadronização é busca pela unificação dosmeios (processos, atividades, tarefas) paragarantir o alcance dos resultados.• Tipos de Ferramentas utilizadas:• Manuais Administrativos• Formulários• Procedimento Operacional Padrão
  20. 20. Manuais Administrativos• Manual é todo e qualquer conjunto de normas,procedimentos, funções, atividades, políticas, objetivos,instruções e orientações que devem ser obedecidos ecumpridos pelos funcionários da empresa, bem como a formacomo estes devem ser executados, quer seja individualmente,quer seja em conjunto. (OLIVEIRA,2007)• Manuais são documentos elaborados dentro de uma empresacom a finalidade de uniformizar os procedimentos, sendo umótimo instrumento de racionalização de métodos eaperfeiçoamento do sistema de comunicações, favorecendoassim a integração dos diversos subsistemas organizacionais.(CURY, 2005)Fonte: OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Sistemas, Organização e Métodos: uma abordagem gerencial. São Paulo: Atlas, 2007
  21. 21. Manuais Administrativos• Tipos de Manuais:• Manual de organização/Manual de funções• Manual de normas e procedimentos• Manual de políticas e diretrizes• Manual de Instruções Especializadas• Manual do EmpregadoFonte: OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Sistemas, Organização e Métodos: uma abordagem gerencial. São Paulo: Atlas, 2007
  22. 22. Manuais Administrativos• Manual da Organização: Visa enfatizar e caracterizar osaspectos formais das relações entre os diferentesdepartamentos – ou unidades organizacionais – da empresa,bem como estabelecer e definir os deveres e asresponsabilidades correlacionados a cada uma das unidadesorganizacionais da empresa. Contém: Organograma, Níveishierárquicos, Funcionograma etc.• Manual de normas e procedimentos: Tem como objetivodescrever as atividades que envolvem as diversas unidadesorganizacionais da empresa, bem como detalhar como elasdevem ser desenvolvidas. Contém: Normas, Fluxogramas eFormuláriosFonte: OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Sistemas, Organização e Métodos: uma abordagem gerencial. São Paulo: Atlas, 2007
  23. 23. Formulários• “O formulário é um importante meio de comunicação,transmissão e registro de informações.” (OLIVEIRA, 2007)• “Documento padronizado com uma finalidade específica,possuindo características e campos apropriados parapreenchimento com as informações necessárias para um fluxode trabalho” (CURY, 2005)• São utilizados como apoio para sistemas e processos administrativosdevido a sua clareza e conteúdo.• Padronização das comunicações – Garante que as informaçõescoletadas/transmitidas estejam completas e no formato adequeado.Fonte: OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Sistemas, Organização e Métodos: uma abordagem gerencial. São Paulo: Atlas, 2007
  24. 24. Formulários - Exemplo
  25. 25. Procedimento Operacional Padrão“POP é uma descrição detalhada de todas as operaçõesnecessárias para a realização de uma atividade, ou seja, é umroteiro padronizado para realizar uma atividade.”• Só se padroniza o que é necessário padronizar;• Devem ser listados os passos críticos da atividade/tarefa• Disponha os passos críticos de forma pictórica, para facilitar oentendimento e o treinamento.Fonte: FALCONI, Vicente. Gerenciamento da Rotina do Trabalho do Dia-a-Dia. Nova Lima: INDG Tecs, 2004
  26. 26. Procedimento Operacional PadrãoFonte: FALCONI, Vicente. Gerenciamento da Rotina do Trabalho do Dia-a-Dia. Nova Lima: INDG Tecs, 2004
  27. 27. Procedimento Operacional PadrãoFonte: FALCONI, Vicente. Gerenciamento da Rotina do Trabalho do Dia-a-Dia. Nova Lima: INDG Tecs, 2004
  28. 28. Próxima Aula• Revisão• Prática em Sala de AulaProfessorEullerBarros28

×