Successfully reported this slideshow.

Psicopedagogia institucional slides 04-para o blog

12,221 views

Published on

(SLIDE) Escola: Abordagem sócio-cultural
IESF - Imperatriz - MA (BRASIL)

Published in: Education
  • Be the first to comment

Psicopedagogia institucional slides 04-para o blog

  1. 1. Curso de Psicopedagogia
  2. 2. Níveis de consciência: Consciência intransitiva: a realidade a partir de explicações mágicas; Consciência transitiva ingênua: o indivíduo está insatisfeito com a realidade, mas resiste em alterá- la, ainda usa explicações mágicas. É a típica opinião de massa. Consciência transitiva: forma crítica de pensar. O indivíduo vê a si próprio em função do mundo e em termos de sua dependência histórica e social.  pág.: 30 3
  3. 3.  É local de conhecimento mútuo para o aluno e o professor; A escola não é, ela está sendo historicamente; A escola só pode ser compreendida no contexto em que está inserida (sociedade); A educação formal vivida na escola é um subsistema de um sistema maior; uma instituição que existe num contexto histórico de uma sociedade; 4
  4. 4.  A relação professor-aluno é horizontal. A educação deve guiar o processo de superação da relação opressor-oprimido através de uma educação problematizadora. O professor deve estar engajado numa prática transformadora. “Ensinar é transformar”. Visa levar o aluno a superação da consciência ingênua, até que seja capaz de criticar seu meio. O processo educativo é um processo de conscientização. É importante que o professor valorize a cultura do aluno. 5
  5. 5.  Professor e aluno aprendem conjuntamente; Transforma-se o contexto real em contexto teórico; A busca de um tema gerador, que é codificado, visa explicitar o pensamento do homem sobre a realidade; Utilizam-se situações vivenciais do grupo em forma de debate; Intervenção do professor: A consciência transitiva é desenvolvida quando o professor consegue que seu aluno faça uma transposição didática 6do conteúdo
  6. 6. Diante do desafio de educar: A culpa pelo fracasso escolar, um jogo onde ora se culpa a criança, a família, seguimento social, o sistema econômico, político e social. Se a aprendizagem ocorre num vínculo de subjetividades, nunca uma única pessoa pode ser culpada. “a culpa, o considerar-se culpado, em geral está no nível imaginário” (FERNÀNDEZ, 1994) ela ainda afirma que o contrário da culpa é a responsabilidade. Pág.: 40 8
  7. 7. O trabalho na instituição escolar apresenta duas naturezas: O Primeira - voltada para alunos que com dificuldades. Objetivo: reintegrar e readaptar o aluno à situação de sala de aula, respeitando às suas necessidades e aos ritmos. Meta: desenvolver as funções cognitivas integradas ao afetivo, desbloqueando e canalizando o aluno gradualmente para a aprendizagem dos conceitos, conforme os objetivos da aprendizagem formal. 9
  8. 8.  O segunda - assessoria aos pedagogos, orientadores e professores. Objetivo: trabalhar as questões pertinentes às relações vinculares, entre professor e aluno. Meta: redefinir os procedimentos pedagógicos, integrando o afetivo e o cognitivo, por meio da aprendizagem dos conceitos, às diferentes áreas do conhecimento. 10
  9. 9.  1º nível, diminuir a frequência dos problemas de aprendizagem. Questões didático-metodológicas, formação e na orientação de professores, e aconselhamento aos pais. 2º nível, diminuir e tratar dos problemas de aprendizagem já instalados, procura-se avaliar os currículos com os professores para que não se repita tais transtornos. 3º nível, eliminar os transtornos já instalados, em um procedimento clínico com todas as suas implicações. O caráter preventivo permanece aí, uma vez que, ao eliminarmos um transtorno, estamos prevenindo o aparecimento de outros. 11
  10. 10. Segundo João Beauclair, Vivenciar Psicopedagogia é um estado de ser e estar sempre em formação e em processo de criação. Criação de sentidos para nossa própria trajetória enquanto aprendentes e ensinantes, enquanto seres viventes na complexa gama de relações que estabelecemos com o nosso tempo e espaço humano. (processos de transmissão e apropriação dos conhecimentos) o papel essencial do psicopedagogo é o de ser mediador em todo esse movimento. 12
  11. 11.  Segundo Beatriz Scoz,“(...) a psicopedagogia deve ser direcionada não só para os descompassos da aprendizagem, mas também para uma melhoria da qualidade de ensino nas escolas” (1996,p.8). Olívia Porto diz que a psicopedagogia tem como objetivo resgatar uma visão mais globalizante do processo de aprendizagem e dos problemas decorrentes desse processo (2006, p.111) 13
  12. 12.  A psicopedagogia Institucional propõe analisar a instituição e suas relações com uma abordagem reflexiva e crítica, buscando construir um espaço que contribua para a redução do fracasso escolar em nosso país. 14
  13. 13.  define a aprendizagem como um processo de troca mútua entre o meio e o indivíduo, tendo o outro como mediador. Cabe ao professor instigar o sujeito, desafiando, mobilizando, questionando e utilizando os “erros” de forma construtiva, garantindo assim uma reelaboração das hipóteses levantadas, favorecendo a construção do conhecimento. 15
  14. 14.  A Psicopedagogia defende que “para que haja aprendizagem, intervêm o nível cognitivo e o desejante, além do organismo e do corpo” Fernández, 1991, p. 74) o construtivismo foca a subjetivação, enfatizando o interacionismo; acredita no ato de aprender como uma interação, fundamentada nas ideias de Pichon Riviére e de Vygotsky; defende a importância da simbolização no processo de aprendizagem baseada nos estudos psicanalíticos, além da contribuição de Jung. 16
  15. 15.  É necessário que o psicopedagogo tenha um olhar abrangente sobre as causas das dificuldades de aprendizagem, indo além dos problemas biológicos, rompendo assim com a visão simplista dos problemas de aprendizagem 17
  16. 16.  Educação: tem caráter amplo; Ciência: explicitada como um produto histórico; Educação como ato político; Conhecimento como transformação contínua; Aspecto técnico não é excluído, mas não é priorizado. 18
  17. 17. FAGALI, Eloisa Quadros. PsicopedagogiaInstitucional Aplicada: A aprendizagem escolardinâmica e construção em sala de aula.,Petrópoles, RJ:Vozes, 2011.Scoz, Beatriz. Psicopedagogia e RealidadeEscolar: O problema escolar e de aprendizagem.16ª edição. Petrópoles, RJ: Vozes, 2009.

×