O sentido da existência humana

17,463 views

Published on

Sentido da existência; Holocausto

Published in: Technology, Health & Medicine
  • Be the first to comment

O sentido da existência humana

  1. 1. O sentido da existência humana
  2. 2. Sempre Que nos achamos Superiores A outro ser humano Estamos a alimentar O monstro Devorador de sonhos A loucura Que impede a paz E a vida sem sofrimento Somos herdeiros Da iniquidade E continuadores Dos assassinos Da esperança
  3. 3. O amor Dissipa o sofrimento Anula as distâncias Traz os sonhos para o centro da vida
  4. 4. Se deixarmos O vazio Tomar conta do nosso coração Então o mundo Torna-se árido E cada dia que passa Torna-se Insuportável E ficamos Entregues À angústia De nos sabermos Incompletos
  5. 5. Devemos recusarmo-nos À dor insuportável De sermos Os construtores do inferno dos outros
  6. 6. Mais ninguém tem que viver a vida como nós Ou que ter os nossos hábitos Ou que sonhar com o que nós sonhamos Ninguém tem que falar a nossa língua para ser reconhecido como gente Ninguém tem que ter nascido no “nosso” país para ser reconhecido como ser humano Ninguém tem que viver o nosso desespero Para merecer ser reconhecido
  7. 7. Cada homem Resulta do “Big-bang” Que fez nascer o Universo Cada homem É o senhor supremo da vida homem ou mulher Cada ser humano É a vida a ser Consciência Imaginação Desejo Alegria Ou tudo o que Nasce a cada momento Da existência de cada um
  8. 8. Devemos recusarmo-nos À dor insuportável De sermos Os construtores do inferno dos outros
  9. 9. Devemos recusarmo-nos À dor insuportável De sermos Os criadores de novos campos de concentração
  10. 10. Ao gerarmos dor
  11. 11. Ao alimentarmos o ódio
  12. 12. Ao julgarmos os outros
  13. 13. Ao sermos indiferentes perante o sofrimento
  14. 14. Ao querermos ser mais do que os outros Quando cada homem é o que há de maior O que há de mais vasto O que há de mais belo O que há de mais perfeito Que se possa imaginar No universo inteiro
  15. 15. Desperta e vê Que és os olhos do mundo Desperta e vê Seres a canção que a manhã traz Longchempa
  16. 16. Uma produção www.espanto.info

×