Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

A natureza dos valores

28,220 views

Published on

Valores; Valoração; Características dos valores; Juízos de facto e juízos de valor.

Published in: Technology, Education

A natureza dos valores

  1. 1. Os valores juízos de facto e juízos de valor a diversidade de critérios valorativos a cultura e os valores
  2. 2. o que são os valores? qual a origem dos valores? quais as principais características dos valores?
  3. 3. os valores são critérios de apreciação da realidade que podem ser padrões de escolha, ou critério de preferência, ou normas de conduta
  4. 4. os valore s têm uma origem sócio-cultural: nascem no seio das sociedades humanas e funcionam como elementos de ligação entre os indivíduos e, ao mesmo tempo, como formas de afirmação da individualidade
  5. 5. os valores têm uma natureza qualitativa e ideal (não são coisas ou objectos) e possuem três características fundamentais: matéria polaridade hierarquia
  6. 6. a matéria dos valores corresponde ao seu significado e ao sentido da sua função normativa ou discriminadora: a justiça é diferente da beleza, por exemplo. têm significados e funções diferentes, embora sejam ambas imprescindíveis. contudo, os indivíduos não as podem confundir...
  7. 7. a polaridade está ligada ao facto de os valores se agruparem em função duma polaridade positiva e duma polaridade negativa (caso contrário, seriam inúteis enquanto critérios de escolha): o bem, por exemplo, opõe-se ao mal e não poderia ser compreendido sem o seu confronto com o seu oposto. há, contudo, que não confundir esta característica dos valores com a estrutura ontológica da realidade: entre cada um dos polos de preferência pode haver uma gama muito variada de possibilidades.
  8. 8. a hierarquia está ligada à forma como os valores se ligam entre si: há valores mais ou menos importantes em função das atitudes fundamentais dos indivíduos perante a vida mesmo partilhando um mesmo conjunto de valores, os indivíduos podem hierarquizar esses valores de formas muito diversas
  9. 9. combinando estas três características, podemos ver como os valores tornam possível as nossas tomadas de decisão:
  10. 10. A bússola dos valores superior inferior positivo negativo
  11. 11. assim, os valores permitem-nos interpretar a realidade atribuindo-lhe qualidades que estão relacionadas com as nossas atracções e as nossas repulsas... com base na atribuição de valores às coisas, às acções, às situações, às pessoas, etc., formulando juízos de valor vamos-nos apropriando da realidade e escolhemos os rumos a seguir ao longo da nossa vida
  12. 12. os juízos de valor são: subjectivos circunstanciais qualitativos inverificáveis não são nem verdadeiros nem falsos
  13. 13. os juízos de valor não descrevem a realidade tal como ela é referem-se á forma como reagimos aos elementos da realidade e estão intimamente ligados às nossas atitudes perante as situações
  14. 14. os juízos de facto são: objectivos factuais quantitativos verificáveis são verdadeiros ou falsos a ciência baseia-se em juízos de facto

×