Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE 
PROJETO 
REDE SAMPA: 
SAÚDE MENTAL 
PAULISTANA
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE 
PLANO 
DE EDUCAÇÃO 
PERMANENTE PARA O 
FORTALECIMENTO DA 
REDE DE ATENÇÃO 
PSIC...
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE 
UMA CONTRIBUIÇÃO À SAÚDE MENTAL 
DAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES, 
DE SEUS FAMILIAR...
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE 
• conhecimento acerca das crianças, adolescentes e 
é recente, tanto na psicolo...
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE 
Para construir essa história precisamos reunir: 
1.Princípios da luta antimanic...
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE 
Início através de rodas de conversa. 
Por que? 
Privilegiar a escuta das regiõe...
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE 
E mais... 
A instituição deve ser entendida não apenas sob uma 
vertente admini...
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE 
Alguns pactos a serem feitos nessa roda, a 
começar... 
SAÚDE MENTAL não só nos...
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE 
Estudos epidemiológicos entre 1980 a 1999 
revelam: 
. Problemas saúde mental (...
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE 
Cursos serão ooffeerreecciiddooss nneessssaa 
oorrddeemm:: 
((ddaa aatteennççãã...
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE 
Durante os cursos: 
. conhecimento atualizado; 
. discussão de estratégias cria...
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE 
Curso 1 - Atendimento familiar 
Formatação básica dos cursos: 
Modalidade semi-...
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE 
- Estratégias articuladas a questões 
práticas desde o primeiro dia a partir 
d...
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE 
CURSO 1 - ATENDIMENTO FAMILIAR 
OBJETIVOS: 
. Compreender a potencia estratégic...
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE 
CURSO 1 - ATENDIMENTO FAMILIAR 
CONTEÚDOS: 
Construção histórica das concepções...
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE 
CURSO 1 - ATENDIMENTO FAMILIAR 
ESTRATÉGIAS PENSADAS A PARTIR DOS: 
•Grandes pr...
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE 
1.ajustes dos pontos de intersecção e na construção 
das estratégias em relação...
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE 
Produtos: 
. Informação; 
. Fluxos aquecidos (redes); 
. Textos; 
. Ajustes das...
SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA 
E DO ADOLESCENTE 
Profissionais constituem o coletivo 
que consolida e cria 
instrumentos de acol...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Projeto Rede Sampa Roda de Conversa da Infância e Adolescência

Projeto Rede Sampa Roda de Conversa da Infância e Adolescência

  • Login to see the comments

  • Be the first to like this

Projeto Rede Sampa Roda de Conversa da Infância e Adolescência

  1. 1. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE PROJETO REDE SAMPA: SAÚDE MENTAL PAULISTANA
  2. 2. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE PLANO DE EDUCAÇÃO PERMANENTE PARA O FORTALECIMENTO DA REDE DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL (RAPS)
  3. 3. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE UMA CONTRIBUIÇÃO À SAÚDE MENTAL DAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES, DE SEUS FAMILIARES, ATRAVÉS DO CUIDADO AOS TRABALHADORES DA REDE DE SAÚDE.
  4. 4. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE • conhecimento acerca das crianças, adolescentes e é recente, tanto na psicologia como na medicina; • ainda mais, primeira infância! • o que temos é a tradição da transposição direta das práticas pensadas para o adulto, para o mundo das crianças, determinando equívocos nas avaliações e estratégias de cuidados; • vemos isso na maneira como os diagnósticos psicopatológicos são dados na infância, como constatações definitivas e não contingencias num desenvolvimento a serem cuidadas.... Vamos construir essa história juntos!!!
  5. 5. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Para construir essa história precisamos reunir: 1.Princípios da luta antimanicomial; 2.Conhecimentos específicos sobre a organização subjetiva, desenvolvimento instrumental, intervenções específicas à criança e adolescente; 3.Princípios do SUS e da RAPS. Não podemos mais transpor os conhecimentos sobre o adulto para o trabalho com crianças: Suas peculiaridades precisam ser conhecidas!
  6. 6. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Início através de rodas de conversa. Por que? Privilegiar a escuta das regiões para: . acolher seus trabalhadores da saúde; . dimensionar demandas, urgências, vulnerabilidades, potências e recursos bem sucedidos, redes estabelecidas, num momento em que a saúde mental da infância e adolescência vem sendo tão exigida e transformada. . potencializar a RAPS; . organizar o curso: ATENDIMENTO FAMILIAR.
  7. 7. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E mais... A instituição deve ser entendida não apenas sob uma vertente administrativa ou jurídica... ...mas como organização simbólica onde passam a ter sentido as intervenções dos diversos protagonistas. Precisamos construir juntos esses sentidos! O ambiente institucional têm efeito sobre o que o trabalhador procura escutar, acolher e como cuidar...
  8. 8. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Alguns pactos a serem feitos nessa roda, a começar... SAÚDE MENTAL não só nos CAPSi! Saúde mental também na atenção básica! Profissionais de saúde tem em mãos instrumentos poderosos de intervenção em saúde mental; Saúde Mental não se restringe aos diagnósticos e intervenções terapêuticas, mas inclui a promoção de saúde integral, o acolhimento, a escuta e o reconhecimento do sofrimento daqueles que nos rondam; Inclui também a criação de espaços e estratégias de cuidados humanizados ao
  9. 9. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Estudos epidemiológicos entre 1980 a 1999 revelam: . Problemas saúde mental (infância e adolescência) na América Latina e Caribe 15-21%. (diferentes classificações diagnósticas e diferenças sociais e culturais explicam essa variação.) A serem cuidadas na atenção básica. Graves 5-8% A serem cuidadas por equipe interdisciplinar afinada dos CAPSi.
  10. 10. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Cursos serão ooffeerreecciiddooss nneessssaa oorrddeemm:: ((ddaa aatteennççããoo bbáássiiccaa aaoo ccuuiiddaaddoo mmaaiiss eessppeecciiaalliizzaaddoo)) 1- Atendimento familiar; 2- Vulnerabilidades e situações de risco psicossocial na infância e adolescência: abordagem e linhas de cuidado integral; 3- Detecção precoce de Transtornos graves na infância e adolescência e os
  11. 11. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Durante os cursos: . conhecimento atualizado; . discussão de estratégias criativas de consolidação desse conhecimento na rede de cuidados; . estratégias, pensadas aula a aula, para se atingir esse objetivo.
  12. 12. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Curso 1 - Atendimento familiar Formatação básica dos cursos: Modalidade semi-presencial Presenciais 32 horas ( 8 semanas x 4 horas); Ensino a distância (16 horas); Narrativa: reflexões sobre a prática (12 horas). Serão 28 turmas durante quatro meses: 1 turma por supervisão de saúde; 3 turmas instituições que exigem especificidades; Cada turma constituída por RAPS daquela
  13. 13. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE - Estratégias articuladas a questões práticas desde o primeiro dia a partir da RAPS presente na sala de aula; - Criação de espaço virtual potente para a articulação das RAPS após o curso; - Construção de uma narrativa que será partilhada com os demais colegas da sua supervisão e nos CADERNOS TEMATICOS.
  14. 14. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE CURSO 1 - ATENDIMENTO FAMILIAR OBJETIVOS: . Compreender a potencia estratégica na abordagem dos laços familiares no apoio ao sofrimento psíquico de qualquer ordem; Compreender as peculiaridades do sofrimento familiar para sua identificação e acolhimento, considerando suas contingencias sócio-históricas e transgeracionais; Compreender algumas contingencias da violência familiar e das condições de sua abordagem pela Rede de Atenção; Compreender o ideal familiar como construção histórica e política e a chegada da família contemporânea; Estratégias interventivas de promoção de saúde familiar.
  15. 15. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE CURSO 1 - ATENDIMENTO FAMILIAR CONTEÚDOS: Construção histórica das concepções de criança e família; Transgeracionalidade e sócio-histórica na construção das sagas familiares e na construção dos sintomas; Considerações sobre o enfraquecimento dos laços afetivos no mundo contemporâneo, desamparo familiar nos movimentos migratórios, ausência de traços identificatórios e de valorização cultural;
  16. 16. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE CURSO 1 - ATENDIMENTO FAMILIAR ESTRATÉGIAS PENSADAS A PARTIR DOS: •Grandes problemas familiares em nossa cidade; •Potencia do acolhimento familiar; •Gestante, criança, adolescente, adulto e idoso na família; •Condições familiares peculiares: • espaços de acolhimento de crianças e adolescentes, • junto a usuários de substâncias psicoativas; • filhos de doentes mentais; • intervenções precoces no laço mãe-bebê. •A potencia da atenção básica e das RAPS para essas intervenções.
  17. 17. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE 1.ajustes dos pontos de intersecção e na construção das estratégias em relação aos outros cursos; 2.monitores estagiários multidisciplinares - futuros profissionais da saúde pública; 3.convite para “estrangeiros” à saúde, mas parceiros imprescindíveis nas redes de cuidados, como educação, assistência e conselheiros tutelares.
  18. 18. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE
  19. 19. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Produtos: . Informação; . Fluxos aquecidos (redes); . Textos; . Ajustes das politicas públicas, na direção do pleno acolhimento da população e na construção coletiva do cuidado; . Ajustes à formação do profissional da saúde; . Alinhamento de elementos fundamentais entre os trabalhadores da saúde.
  20. 20. SAÚDE MENTAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Profissionais constituem o coletivo que consolida e cria instrumentos de acolhimento integrados no território. A potencialização de seus saberes e ações deve ser o foco principal dessa educação permanente, construindo e efetivando a Rede de Atenção Psicossocial. Não só profissionais têm saberes, mas também os cidadãos: crianças, pais e mães, cada um a sua forma. E seu sofrimento é portador de poderoso diagnóstico das contradições da nossa sociedade.

×