Workshop sobre Publicação Científica -
Faculdade de Zootecnia e
Engenharia de Alimentos – USP –
Pirassununga - SP
Eliana M...
CONSIDERAÇÕES GERAIS
 Os editores cobram para publicar a cores;
 Texto consistente;
 Texto conciso;
 Média de 15 palav...
O QUE É NÃO É UM ARTIGO
CIENTÍFICO?
 Não é um fragmento da tese;
 Não é um capítulo de um livro-texto;
 Não é um relató...
O QUE É UM ARTIGO CIENTÍFICO?
É o relato de como se chegou à resposta
a uma pergunta científica relevante.
Formato IMRAD
 INTRODUÇÃO – o que você quer saber?
 MATERIAIS E MÉTODOS – como você fez?
 RESULTADOS – o que você encon...
Preparação do artigo
1. Esboço
2. Escolha da revista
3. Materiais e Métodos
4. Resultados
5. Introdução
6. Discussão
7. Re...
Título
Coloque seu principal assunto e
escreva no presente!
 Chamar a atenção do leitor;
 Identificar a principal mensag...
Título
(como escrever um bom título)
 Sumarize o ponto principal;
 Seja conciso;
 Seja específico;
 Enuncie seu princi...
Título (descritivo ou
informativo)
 Omita palavras e termos não específicos: Study of,
analysis, evaluation, effects, mea...
O QUE É UM ABSTRACT?
Um breve e simples resumo dos principais
pontos do seu artigo
ERROS COMUNS
 Excesso de informação do...
Introdução
Principal objetivo:
 Cenário – apresentação do assunto
 Antecedentes – o que já se sabe sobre o
assunto, o qu...
Materiais e Métodos
 Descreva na ordem cronológica
 Descreva na ordem lógica:
 Coleta de amostras
 Análise estatística...
Materiais e Métodos
FORMATO: TEMPO VERBAL
Escreva o que foi feito sempre no passado
Escreva no presente aquilo que é
mostr...
Materiais e Métodos
Materiais Métodos
Químicos O que você fez
Drogas Como você fez
Animais Como você analisou
Seres Vivos
Materiais e Métodos
FORMATOS: DESCRIÇÃO DE METODOLOGIA
 Metodologia bem conhecida: cite a referência
 Metodologia pouco ...
Materiais e Métodos
FORMATO: AMOSTRAS/CONDIÇÕES
DO ESTUDO
 Descreva como o grupo foi selecionado
(informações de sexo, id...
Materiais e Métodos
 Mencione a aprovação do comitê de ética em
estudos com animais e seres vivos.
 Mencione a forma de ...
Materiais e Métodos
LEMBRETE IMPORTANTE
“Todos os métodos descritos devem
ter gerado algum resultado, e todos
os resultado...
RESULTADOS
DICAS
 Apresente cada resultado em ordem lógica;
 Crie subtítulos para cada observação;
 Não descreva no tex...
RESULTADOS
OPÇÕES DE FIGURAS:
 Gráfico em linhas
 Gráfico de barras – prefira não fazer
gráficos tridimensionais
 Gráfi...
RESULTADO
PARTES DE UMA FIGURA
 Título;
 Legendas;
 Testes estatísticos;
 Abreviaturas e Siglas.
DISCUSSÃO
Escreva sempre no presente
suas interpretações
QUATRO BLOCOS PRINCIPAIS
 RESPOSTA: responda a pergunta de sua
I...
DISCUSSÃO
 CONTRIBUIÇÃO (+): novidade,
utilidade, aplicação, relevância.
 FINALIZAÇÃO: novos modelos,
mensagem final, es...
SUBMISSÃO DO ARTIGO
 Impacto da revista;
 Periodicidade de publicação;
 Paga ou não;
 Objetivos da revista;
 Formato ...
SUBMISSÃO DO ARTIGO
CARTA AO EDITOR
 É ela que vai causar a primeira impressão
 Seja educado, direto, conciso (não mais ...
SUBMISSÃO DO ARTIGO
REVISÃO DE PARES
O processo de revisão de pares é um
instrumento que tem como objetivo garantir
que a ...
SUBMISSÃO DO ARTIGO
CARTA RECEBIDA PELO EDITOR
 Trabalho aceito com pequenas revisões: o melhor é
aceitar as revisões e f...
POR QUE NÃO FOI ACEITO
 Formato errado
 Inglês macarrônico
 Sem direção e sem noção
 Sem novidade
 Interpretação equi...
Créditos dos textos e das figuras:
Publicase Publicação Científica
http://www.publicase.com.br
Artigo científico workshop
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Artigo científico workshop

1,183 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,183
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
10
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Artigo científico workshop

  1. 1. Workshop sobre Publicação Científica - Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos – USP – Pirassununga - SP Eliana Maria Garcia emgarcia@usp.br 2011
  2. 2. CONSIDERAÇÕES GERAIS  Os editores cobram para publicar a cores;  Texto consistente;  Texto conciso;  Média de 15 palavras numa frase em inglês;  Subjetividade (não deve existir num artigo científico); Ex. Estudamos casos de cães de porte médio (errado) Estudamos casos de cães com peso entre X e Y (certo).
  3. 3. O QUE É NÃO É UM ARTIGO CIENTÍFICO?  Não é um fragmento da tese;  Não é um capítulo de um livro-texto;  Não é um relatório.
  4. 4. O QUE É UM ARTIGO CIENTÍFICO? É o relato de como se chegou à resposta a uma pergunta científica relevante.
  5. 5. Formato IMRAD  INTRODUÇÃO – o que você quer saber?  MATERIAIS E MÉTODOS – como você fez?  RESULTADOS – o que você encontrou?  DISCUSSÃO – qual o significado?
  6. 6. Preparação do artigo 1. Esboço 2. Escolha da revista 3. Materiais e Métodos 4. Resultados 5. Introdução 6. Discussão 7. Resumo 8. Título
  7. 7. Título Coloque seu principal assunto e escreva no presente!  Chamar a atenção do leitor;  Identificar a principal mensagem do paper;  Atuar como ferramenta de indexação.
  8. 8. Título (como escrever um bom título)  Sumarize o ponto principal;  Seja conciso;  Seja específico;  Enuncie seu principal resultado.
  9. 9. Título (descritivo ou informativo)  Omita palavras e termos não específicos: Study of, analysis, evaluation, effects, measurements…  Omita palavras como: the, there is, is.  Use um termo que nomeie a categoria ao invés de vários termos ANTES “ABC gene duplication affects morphology of ovary and testis tissues of young males and females” DEPOIS “ABC gene duplication affects morphology of reproductive tissues in youngsters”
  10. 10. O QUE É UM ABSTRACT? Um breve e simples resumo dos principais pontos do seu artigo ERROS COMUNS  Excesso de informação do background ou métodos  Excesso de referências  Excesso de abreviações
  11. 11. Introdução Principal objetivo:  Cenário – apresentação do assunto  Antecedentes – o que já se sabe sobre o assunto, o que vai embasar a pesquisa (Revisão Bibliográfica) Informação mais Geral Informação mais Específica
  12. 12. Materiais e Métodos  Descreva na ordem cronológica  Descreva na ordem lógica:  Coleta de amostras  Análise estatística  Não esqueça de mencionar:  Tipo de estudo  O que ou quem você estudou  O que você mediu  Como você analisou os dados
  13. 13. Materiais e Métodos FORMATO: TEMPO VERBAL Escreva o que foi feito sempre no passado Escreva no presente aquilo que é mostrado
  14. 14. Materiais e Métodos Materiais Métodos Químicos O que você fez Drogas Como você fez Animais Como você analisou Seres Vivos
  15. 15. Materiais e Métodos FORMATOS: DESCRIÇÃO DE METODOLOGIA  Metodologia bem conhecida: cite a referência  Metodologia pouco conhecida: pode incluir breve explicação  Metodologia modificada: deve incluir explicação  Metodologia não publicada: descrita em pôster de congresso, publicado em revista em português ou método utilizado no laboratório. Neste caso descreva o método com todos os detalhes para que a pessoa possa repetir.
  16. 16. Materiais e Métodos FORMATO: AMOSTRAS/CONDIÇÕES DO ESTUDO  Descreva como o grupo foi selecionado (informações de sexo, idade, etnia etc)  Forneça informações sobre o local onde o estudo foi realizado e o período.
  17. 17. Materiais e Métodos  Mencione a aprovação do comitê de ética em estudos com animais e seres vivos.  Mencione a forma de aquisição de consentimento em estudos que envolvam seres vivos.  Se realizar estudos clínicos: siga as regras dos comitês: CONSORT: Transparent Reporting of Trails - http://www.consort-statement.org/
  18. 18. Materiais e Métodos LEMBRETE IMPORTANTE “Todos os métodos descritos devem ter gerado algum resultado, e todos os resultados apresentados devem ter sido obtidos através de algum dos métodos descritos”.
  19. 19. RESULTADOS DICAS  Apresente cada resultado em ordem lógica;  Crie subtítulos para cada observação;  Não descreva no texto a informação já apresentada na tabela ou figura;  Não interprete os resultados;  Tempo verbal: passado .
  20. 20. RESULTADOS OPÇÕES DE FIGURAS:  Gráfico em linhas  Gráfico de barras – prefira não fazer gráficos tridimensionais  Gráfico em pizza – usado para visualizar proporções  Imagens  Fotografias  Diagramas – usados para apresentar conceitos, podem ser usados no M & M  Tabelas – usada para tabulação de dados
  21. 21. RESULTADO PARTES DE UMA FIGURA  Título;  Legendas;  Testes estatísticos;  Abreviaturas e Siglas.
  22. 22. DISCUSSÃO Escreva sempre no presente suas interpretações QUATRO BLOCOS PRINCIPAIS  RESPOSTA: responda a pergunta de sua Introdução  POSICIONAMENTO: sua resposta à luz de outros estudos. Opinião + contextualização. Mencione apenas o dado. Prefira o estilo informativo.
  23. 23. DISCUSSÃO  CONTRIBUIÇÃO (+): novidade, utilidade, aplicação, relevância.  FINALIZAÇÃO: novos modelos, mensagem final, estudos futuros, extrapolação, conclusão.
  24. 24. SUBMISSÃO DO ARTIGO  Impacto da revista;  Periodicidade de publicação;  Paga ou não;  Objetivos da revista;  Formato (seu artigo se enquadra?);  Limitação de tamanho;  Disponibilidade de material suplementar.
  25. 25. SUBMISSÃO DO ARTIGO CARTA AO EDITOR  É ela que vai causar a primeira impressão  Seja educado, direto, conciso (não mais que uma página)  Mencione o principal resultado de seu trabalho e como ele se relaciona com o foco ou público da revista
  26. 26. SUBMISSÃO DO ARTIGO REVISÃO DE PARES O processo de revisão de pares é um instrumento que tem como objetivo garantir que a ciência publicada é de boa qualidade e que segue os padrões e exigências determinados pela comunidade científica.
  27. 27. SUBMISSÃO DO ARTIGO CARTA RECEBIDA PELO EDITOR  Trabalho aceito com pequenas revisões: o melhor é aceitar as revisões e fazer as modificações  Trabalho aceito com maiores revisões: aceitar o que for possível, questionar o que for questionável e justificar as críticas e sugestões não aceitas, com evidências (referências)  Trabalho rejeitado mas com possibilidade de re- submissão: provavelmente necessita ser re-escrito e pode necessitar novos experimentos  Trabalho rejeitado sem ter ido a revisão: escolha equivocada da revista.
  28. 28. POR QUE NÃO FOI ACEITO  Formato errado  Inglês macarrônico  Sem direção e sem noção  Sem novidade  Interpretação equivocada  Resultado irreproduzível  Insegurança  Pergunta mal formulada
  29. 29. Créditos dos textos e das figuras: Publicase Publicação Científica http://www.publicase.com.br

×