Olhando a Marca pela sua Enunciação

951 views

Published on

Seminário da disciplina BIB02080 - Identidade e Imagem Institucional, do curso de Comunicação Social - Relações Públicas da UFRGS

  • Be the first to comment

Olhando a Marca pela sua Enunciação

  1. 1. BIB02080 - IMAGEM E IDENTIDADE INSTITUCIONAL BRUNO CÁSSIO LOPES, ÉRICA RIGO, NATÁSSIA PETRY, NICOLE SILVA ABRIL DE 2011OLHANDO A MARCAPELA SUA ENUNCIAÇÃOAPROXIMAÇÕES PARA UMA TEORIA DA MARCA CONTEMPORÂNEA
  2. 2. O CONCEITO DE MARCA AINDA ÉPOLISSÊMICO
  3. 3. DUASDIFICULDADESPARA ACONCEITUAÇÃODA MARCA
  4. 4. A MARCA NÃO ÉFENÔMENO DEORDEM ECONÔMICA.
  5. 5. OS DIVERSOS ESTUDOSNÃO DÃO CONTA DAAMPLITUDE DOFENÔMENO DA MARCA.
  6. 6. CARACTERÍSTICAS ESSENCIAIS DAMARCA CONTEMPORÂNEA
  7. 7. A MARCA É UMAINSTITUIÇÃOSOCIAL.
  8. 8. A MARCA É UMFENÔMENODISCURSIVO.
  9. 9. TODA MARCAPRODUZ SENTIDOE É SIGNIFICANTE.
  10. 10. A MARCACONSTRÓIUMA IDENTIDADE.
  11. 11. UM DISCURSO É COMPOSTOPOR SEUENUNCIADO EPOR SUAENUNCIAÇÃO
  12. 12. O ENUNCIADO É OOBJETO TEXTUALQUE RESULTA DEPROCESSOS DEPRODUÇÃO
  13. 13. A ENUNCIAÇÃO É COMPOSTA PELOSVETORES QUEINTERVÉM NAPRODUÇÃO DOSDISCURSOS.
  14. 14. “O SENTIDO DA MARCA NÃOESTÁ IMANENTE NATEXTUALIDADE DOS SEUSDISCURSOS MAS NASMEDIAÇÕES E NA FORÇA DEMOBILIZAÇÃO SEMIÓTICAEXTRATEXTUAL EINTRATEXTUALQUE ESTABELECE POR SUAENUNCIAÇÃO”
  15. 15. MODO DE PRODUÇÃO DO DISCURSO:PROCESSO DE PRODUÇÃO (REGRAS E COERÇÕES DISCURSIVAS)CONDIÇÕES DE PRODUÇÃO (POSIÇÃO SOCIAL DO SUJEITO ENUNCIADOR)
  16. 16. INVESTIMENTOS DE SENTIDO SÃO A COLOCAÇÃO DO SENTIDO NO ESPAÇO-TEMPO
  17. 17. INTERTEXTUALIDADE
  18. 18. DIMENSÕES DAINTERTEXTUALIDADE
  19. 19. A MARCA ESTABELECEDIÁLOGOS COM ASDEMAIS MARCAS DOSEU GÊNERO.
  20. 20. A MARCA DIALOGACOM OUTROSUNIVERSOSDISCURSIVOS.
  21. 21. A MARCA DIALOGACOM OUTROSDISCURSOS.
  22. 22. HISTORICIDADE
  23. 23. O CONTEXTO IMPÕEMUDANÇAS DISCURSIVAS
  24. 24. ALGUNS SLOGANS1886 Drink Coca-Cola Beba Coca-Cola1904 Delicious And Refreshing Deliciosa e Refrescante1925 Six Million A Day Seis Milhões Por Dia1929 The Pause That Refreshes A Pausa Que Refresca1952 What You Want Is A Coke O Que Você Quer É Uma Coca1963 Things Go Better With Coke Coisas Vão Melhor Com Coca1970 Its The Real Thing É a Coisa Real1976 Coke Adds Life Coca dá Vida1982 Coke Is It! Coca-Cola é Isso Aí1993 Always Coca-Cola Sempre Coca-Cola2000 ------------------------ Curta Coca-Cola2001 ------------------------ Gostoso é viver2006 The Coke Side of Life O Lado Coca-Cola da Vida2008 Live on The Coke Side of Life Viva o Lado Coca-Cola da Vida2009 Open Happiness Abra a felicidade
  25. 25. “A MARCA, POR MEDIAÇÃODISCURSIVA DE SI MESMA,CONSTITUI E CONSOLIDA, COMOSENTIDOS, UMA IDENTIDADE, UMALOCALIZAÇÃO NO IMAGINÁRIO EUMA IMAGEM DE MARCA, EDESTAS, O SEU SIGNIFICADOSOCIAL.”
  26. 26. CARACTERÍSTICAS DAESTRUTURAÇÃO DOS DISCURSOS DAS MARCAS CONTEMPORÂNEAS
  27. 27. DISCURSOCENTRALIZANTE
  28. 28. “Em todos os mercados em que está presente, Coca-Cola se posiciona como o refrigerante que "traz o que há de melhor no espírito humano para tornar o meu mundo um pouco melhor”.”Fonte: http://www.cocacolabrasil.com.br/conteudos.asp?primeiro=1&item=3&secao=36&conteudo=120&qtd_conteudos=17
  29. 29. DISCURSOTOTALIZANTE-CONVERGENTE
  30. 30. DISCURSOMULTIDIMENSIONAL
  31. 31. AS CONDIÇÕES DEPRODUÇÃO DA MARCA
  32. 32. ATUALIDADE IDENTITÁRIAMAPA SIMBÓLICO DO UNIVERSO DAS MARCAS
  33. 33. IDENTIFICAÇÃO-DIFERENCIAÇÃO DA MARCA O SER E O NÃO SER
  34. 34. A ANÁLISE SEMIÓTICA DASMARCAS DEVE SER SEMPRE RELACIONAL
  35. 35. RECAPITULANDO...
  36. 36. NATUREZA DISCURSIVA DAS MARCAS PRESSUPOSTOS TEÓRICO-METODOLÓGICOS DA PRODUÇÃO DE SENTIDO TEORIZAÇÃO DA MARCA ATRAVÉS DE SUA ENUNCIAÇÃO
  37. 37. A MARCA CONTEMPORÂNEA É UM ENUNCIADOR-INDEXADOR,UM METADISCURSO CUJAS ESTRATÉGIAS ENUNCIATIVASCENTRALIZAM AS GRAMÁTICAS DE PRODUÇÃO E DERECONHECIMENTO DE SENTIDO PARA CONSTRUIR NOESPAÇO SIMBÓLICO DA ATUALIDADE IDENTITÁRIA UM LUGARDE SER, UMA IDENTIDADE E UMA IMAGEM.A NATUREZA DISCURSIVA DA MARCA É REFERENCIAL E OSEU CARÁTER TOTALIZANTE-CONVERGENTE A TORNA,SIMULTANEAMENTE, DEPOSITÁRIA DE IDEOLOGIA ETRIBUTÁRIA DE SENTIDO, SENDO CAUSA E RESULTADO DESEU PRÓPRIO DISCURSO.
  38. 38. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICAPEROTTO, E. R. OLHANDO A MARCA PELA SUAENUNCIAÇÃO: APROXIMAÇÕES PARA UMA TEORIA DE MARCACONTEMPORÂNEA. IN: ORGANICOM, N. 7, JUL/DEZ 2007, P.126-139.

×