OpenStreetMap (OSM): O conceito da Web 2.0 aplicado a Geomática

1,386 views

Published on

O OpenStreetMap (OMS) é um dos maiores projetos em nível mundial de mapeamento colaborativo. Diversas regiões do globo, assim como algumas cidades do Brasil, já foram mapeadas através desse projeto. Esta palestra irá abordar os fundamentos e conceitos deste fabuloso projeto.

Published in: Technology, Business
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

OpenStreetMap (OSM): O conceito da Web 2.0 aplicado a Geomática

  1. 1. OpenStreetMap (OSM): O conceito da Web 2.0 aplicado a Geomática Engenheiro HeltonEngenheiro Helton UchoaUchoa 26/nov/201026/nov/2010
  2. 2. OpenStreetMapOpenStreetMap ● OpenStreetMap cria e disponibiliza dados geográficos livres para uso universal. O projeto iniciou com objetivo de criar uma opção realmente livre, tendo em vista que as opções gratuitas do mercado sempre estão associadas a algum tipo de limitação legal ou técnica.
  3. 3. OpenStreetMap em númerosOpenStreetMap em números ● 5 anos ● 534.650.399 pontos ● 39.701.133 vias ● 208.076 usuários ● 400+ profissionais (Estatística fechada em 23/01/2010)
  4. 4. Colaboração MundialColaboração Mundial
  5. 5. Exemplos de sucessoExemplos de sucesso ● http://vimeo.com/9182869
  6. 6. Simplicidade e EficiênciaSimplicidade e Eficiência
  7. 7. Resultado FinalResultado Final
  8. 8. Resultado FinalResultado Final
  9. 9. Comparando com o Google MapsComparando com o Google Maps Google Maps OSM
  10. 10. Comparando com o Google MapsComparando com o Google Maps Google Maps OSM
  11. 11. Comparando com o Google MapsComparando com o Google Maps Google Maps OSM
  12. 12. Como funciona na prática...Como funciona na prática... http://url.opengeo.com.br/osm_video1
  13. 13. Onde procurar maisOnde procurar mais informaçõesinformações ● http://www.openstreetmap.org/ ● http://wiki.openstreetmap.org/wiki/Main_Page ● http://wiki.openstreetmap.org/wiki/WikiProject_Brazil
  14. 14. ContatoContato Helton Nogueira Uchôa uchoa@opengeo.com.br - (21) 9147-5298 “O estado da arte das tecnologias geoespaciais está muito  além do que é ensinado atualmente no meio acadêmico.  Por isso, é importante que os profissionais da área utilizem  a internet para acompanhar a evolução desta área.” Twitter: @geozine @geolivre @opengeoday Grupo MapServer Brasil (Yahoo) blog.geozine.com.br

×