ApresentaçAo Resultados 3 T 2009 Ls Final

517 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
517
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
167
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • No 3T09 foram entregues 57 jatos, nove aeronaves a mais que os 48 entregues no 3T08, sendo 29 jatos para o segmento de Aviação Comercial, 27 para o segmento de Aviação Executiva, sendo cinco Legacy 600 e 22 Phenom 100, além de um EMBRAER 190 entregue para a presidência da republica no segmento de Defesa. No ano foram entregues 153 aeronaves até setembro de 2009.
  • No 3T09, a receita líquida da Embraer totalizou R$ 2,3 bilhões aproximadamente, uma queda de 9,7% quando comparada ao 3T08, enquanto que ao olharmos a receita líquida em dólares, segundo a prática contábil norte-americana (US GAAP), vemos uma queda de quase 20%, principalmente por conta do mix de produtos. No acumulado dos primeiros nove meses do ano, a receita líquida apresentou um crescimento de 5,4% em reais e uma redução de quase 15% em dólares, pelos mesmos motivos acima citados. Como referencia o dólar médio de 3T08 foi de 1,6674 e o de 3T09 1,8680, o que explica uma queda menor em BRGAAP.
  • A margem bruta da Embraer sofreu redução na comparação entre os trimestres, caindo de 22.5% no 3T08 para 17,7% no 3T09 na contabilização segundo a legislação societária brasileira, sendo que a mesma tendência se repetiu no US GAAP, principalmente pela queda na receita líquida, prejudicando a diluição dos custos fixos da Empresa, e também devido ao mix de produtos. Na comparação entre os primeiros nove meses do ano, as margens brutas apresentaram uma variação bem menor do que na comparação entre os trimestres.
  • O lucro operacional do 3T09 totalizou R$ 162 milhões, representando uma redução de 42% em comparação ao 3T08 segundo a Legislação Societária, enquanto em US GAAP a queda foi de aproximadamente 33%. Essa diminuição no resultado operacional se deu principalmente por conta da forte redução da margem bruta da Empresa no 3T09, mesmo com as despesas operacionais apresentando queda da ordem de 17% em reais, e 30% em dólares. Quando comparamos os noves meses de 2009 com os nove meses de 2008, não vemos uma grande diferença no lucro operacional em relação à simples comparação entre os trimestres dos anos, principalmente por conta das melhorias obtidas na estrutura de custos da Embraer.
  • Por conta da redução do resultado operacional, as margens operacionais apresentaram redução tanto na legislação societária quanto em US GAAP, caindo de cerca de 11% para 7% e 6,5% para 5,5% na comparação entre o 3T08 com o 3T09 respectivamente. Assim como no resultado operacional, a margem operacional segue a mesma tendência na comparação dos primeiros nove meses do ano, por conta dos mesmo fatores já citados.
  • A geração de caixa medida pelo EBITDA seguiu a mesma tendencia do resultado operacional da Embraer na comparação entre o 3T09 com o 3T08.
  • O resultado líquido apresentou grande volatilidade do 3T09, quando foi registrado um lucro de R$ 222 milhões, comparado ao prejuízo de R$ 39 milhões do 3T08. Essa volatilidade se explica principalmente pelo efeito da variação cambial sobre ativos não monetários,e que incide na base de cálculo do imposto de renda segundo a legislação societária. Se analisarmos o resultado líquido em US GAAP, notaremos uma estabilidade na comparação entre os trimestres. Por conta exclusivamente do cálculo de imposto de renda na legislação societária brasileira. O resultado líquido em Reais dos primeiros nove meses de 2009 apresentou crescimento em comparação aos primeiros nove meses de 2008. Já em US GAAP há uma queda do resultado líquido na comparação entre os nove meses dos dois anos.
  • A margem líquida em Reais apresentou uma melhora significativa na comparação entre os trimestres em reais, por conta do crescimento do lucro líquido. Em US GAAP também houve melhora na margem líquida, uma vez que a Empresa atingiu o mesmo resultado com uma receita quase 20% menor.
  • As rubricas contas a receber e financiamento a clientes apresentaram redução de R$ 62 milhões, ou aproximadamente 6% em relação ao trimestre anterior, seguindo a variação cambial.
  • Os estoques apresentaram redução significativa de aproximadamente R$ 820 milhões, na comparação entre o 3T09 e o 2T09, totalizando R$ 5,2 bilhões em 30 de setembro de 2009. Após reduzir a sua estimativa de entregas de aeronaves no 1T09, a Embraer vem gradualmente equilibrando seus níveis de estoques com suas necessidades de produção. Outro efeito é o da oscilação cambial na precificação do estoque da Embraer, que também influencia essa conta.
  • Durante o 3T09, o endividamento da Embraer cresceu perto de R$ 25 milhões, encerrando o período na casa de R$ 3,6 bilhões. A divisão entre a parcela de curto e longo prazo manteve-se estável na evolução dos trimestres. Seguindo a sua política de redução do seu custo de capital, a Embraer apresentou uma nova queda no custo da sua dívida, vindo de 7,99% para 7,83% para a dívida em reais, e 4,95% para 3,88% na dívida em dólares. O prazo médio do endividamento cresceu de 2,1 para 2,6 anos.
  • Por conta principalmente da geração de caixa operacional, a posição líquida de caixa da Embraer cresceu de R$ 70 milhões no 2T09 para 97 milhões no 3T09. a Empresa segue firme com a sua meta de manutenção de uma posição de caixa líquido, ou seja, manter o caixa total acima do endividamento total.
  • Após alcançar a marca de mais de 600 E-Jets entregues, a carteira de pedidos firmes desse modelo de aeronave ainda conta com 295 jatos a serem entregues.
  • A carteira de pedidos firmes da Embraer atingiu ao final do 3T09 o nível de US$ 18,6 bilhões, para os mercados de aviação comercial, aviação executiva e defesa.
  • ApresentaçAo Resultados 3 T 2009 Ls Final

    1. 1. Apresentação de Resultados 3° Trimestre de 2009 30 de Outubro, 2009
    2. 2. Este documento pode conter projeções, declarações e estimativas a respeito de circunstâncias ou eventos ainda não ocorridos. Estas projeções e estimativas têm embasamento, em grande parte, nas atuais expectativas, projeções sobre eventos futuros e tendências financeiras que afetam os negócios da Embraer. Essas estimativas estão sujeitas a riscos, incertezas e suposições que incluem, entre outras: condições gerais econômicas, políticas e comerciais no Brasil e nos mercados onde a Embraer atua; expectativas de tendências para o setor; os planos de investimento da Empresa; sua capacidade de desenvolver e entregar produtos nas datas previamente acordadas, e regulamentações governamentais existentes e futuras. Palavras como “acredita”, “pode”, “poderá”, “estima”, “continua”, “antecipa”, “pretende”, “espera” e termos similares têm por objetivo identificar expectativas. A Embraer não se sente obrigada a publicar atualizações nem a revisar quaisquer estimativas em decorrência de novas informações, eventos futuros ou quaisquer outros acontecimentos. Em vista dos riscos e incertezas inerentes, tais estimativas, eventos e previsões sobre o futuro podem não ocorrer. Portanto os resultados reais podem diferir substancialmente daqueles publicados anteriormente como expectativas da Embraer. Declaração de Projeções
    3. 3. Destaques <ul><li>A Embraer completou 40 anos de história no dia 19 de agosto. </li></ul><ul><li>Entregamos as primeiras aeronaves da família dos E-Jets para a LAM de Moçambique, British Airways e Lufthansa Cityline. </li></ul><ul><li>Entregamos o 600º E-Jet que foi produzido para a LOT Polish Airlines, cinco anos após a entrega da primeira unidade da família de jatos em 2004. </li></ul><ul><li>Primeiro jato EMBRAER 190 foi entregue ao Governo Brasileiro. </li></ul><ul><li>Embraer foi eleita a Empresa mais transparente em 2009 pela ANEFAC. </li></ul><ul><li>Embraer concluiu oferta de US$ 500 milhões em títulos de dívida. </li></ul>
    4. 4. Resultados & Indicadores de Desempenho
    5. 5. Entrega de Jatos (35 + 22) (34 + 6) (57 + 2) (41 + 15)
    6. 6. Receita Líquida R$ Milhões – BR GAAP US$ Milhões – US GAAP 5.4% 9.7% 14.6% 19.4%
    7. 7. Margem Bruta R$ Milhões – BR GAAP US$ Milhões – US GAAP
    8. 8. Lucro Operacional R$ Milhões – BR GAAP US$ Milhões – US GAAP 0.8% 42.1% 3.0% 32.7%
    9. 9. Margem Operacional R$ Milhões – BR GAAP Operating Margin US$ Milhões – US GAAP
    10. 10. EBITDA R$ Milhões – BR GAAP US$ Milhões – US GAAP EBITDA 5.7% 27.8% 6.4% 24.4%
    11. 11. Margem EBITDA R$ Milhões – BR GAAP US$ Milhões – US GAAP Margem EBITDA
    12. 12. Lucro Líquido R$ Milhões – BR GAAP US$ Milhões – US GAAP 55.0% 63.2%
    13. 13. Margem Líquida R$ Milhões – BR GAAP US$ Milhões – US GAAP
    14. 14. Contas a Receber e Financiamento a Clientes R$ Milhões 1.323 1.244 1.105 1.043
    15. 15. Estoques R$ Milhões
    16. 16. Composição do Endividamento Endividamento Total: R$ 3.604 Milhões Prazo Médio (3T09): 2,6 anos Prazo Médio (2T09): 2,1 anos 2T09 3T09 3,88% a/a 4,95% a/a Custo Captação Moeda Estrangeira 7,83% a/a 7,99% a/a Custo Captação Moeda Local 3T09 2T09
    17. 17. Caixa Líquido R$ Milhões
    18. 18. Backlog
    19. 19. Pedidos da Família EMBRAER 170/190 (3º Trimestre / 2009) Pedidos Firmes Opções Total Entregas Pedidos Firmes em Carteira EMBRAER 170 194 96 290 164 30 EMBRAER 175 135 173 308 123 12 EMBRAER 190 436 447 883 251 185 EMBRAER 195 112 76 188 44 68 Total 877 792 1669 582 295
    20. 20. Total de Pedidos em Carteira US$ Bilhões
    21. 21. Relações com Investidores Fone: (12) 3927 4404 [email_address] www.embraer.com.br

    ×