6 uv - a radiação que vem do sol

2,362 views

Published on

Texto extraído do livro química e sociedade - "pequis".

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,362
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
417
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

6 uv - a radiação que vem do sol

  1. 1. do: acontece depois da exposrçao ao sol, com a UV: A RADIAÇÃO finalidade de tornar a epiderme (camada mais exter- QUE VEM DO SOL na da pele) mais espessa. Num momento posterior, ocorre a descamação. Ao longo dos anos, exposi- o Sol emite vários tipos de radiação sob a ções prolongadas à radiação UV podem danificar aforma de ondas eletromagnéticas. Cuidado com pele. Vários estudos indicaram que uma única quei-elas! Das que chegam ao nosso planeta, muitas madura por raios solares é suficiente para acarretarsão prejudiciais aos seres vivos. Felizmente, muitas mudanças no sistema imunológico do tecido dadessas radiações nocivas são absorvidas pelas pele. Assim, doenças como o câncer de pele e ocamadas superiores da atmosfera, como a camada envelhecimento precoce têm maiores chances dede ozônio. acontecer. Porém, podemos evitar esses efeitos As radiações mais energéticas que chegam à nocivos protegendo-nos das radiações solares.superfície da Terra são as ultravioleta, responsáveis Nesse caso, é importante levar em conta as se-pelo bronzeamento da nossa pele. Elas podem ser guintes informações:divididas em três tipos, de acordo com suas proprie- • Ficar debaixo do guarda-sol quando estamos nadades físicas e seus efeitos biológicos: UVC, UVB, praia também nos expõe aos raios solares, poisUVA. Os raios UVC são extremamente nocivos aos a areia da praia reflete 50% dos raios UV que ne-tecidos vivos, podendo matar organismos unicelula- la incidem, fazendo com que nos atinjam.res e danificar a cõmea, mas são quase totalmentefiltrados pela camada de ozônio. Os raios UVB, que • Os raios UV atravessam a água até uma profundi-só atingem a superfície terrestre em quantidades dade de quase um metro. Por isso, uma camise- ta molhada permite que 20% a 30% dos raios UVmuito peque as, são os responsáveis pela verme- atinjam a pele.lhidão da pele depois de uma exposição ao sol e po-dem causar diferen es tipos de câncer de pele. Os • A neve (só como curiosidade para nós, brasilei-raios UVA são os e s energéticos e também me- ros) reflete 83% da luz incidente e é capaz de pro-nos problemáticos à saúde, tanto que são utili- mover um bronzeado equivalente aozados em iluminações de pistas de dança que obtemos na praia.na forma de "luz negra". Estudos comprovam que o UVB é oprincipal responsável pelos efei-tos de queimaduras dapele, mas o UVA tambémcontribui. A vermelhidão,verificada após a exposiçãosolar prolongada, está associa-da a uma reação inflamatória,resultado da ação direta defótons ultravioleta sobre ospequenos vasos sanguíneos ouda liberação de substânciastóxicas de células epidérmicasdanificadas. As toxinas espa-lham-se pela derme, danifican-do os capilares e causando ca-lor, inchaço e dor. A pele possui diversos me-canismos de defesa. O bron-zeamento é um deles, mas nãodá uma proteção absoluta. É,na realidade, um efeito retarda-
  2. 2. ideal mesmo é diminuir o empo de exposcêo tomar sol apenas antes das 10 h e após as 16 de considerar os protetores solares como item oonaaro- rio no kit de praia. O protetor ou filtro solar é um produto químico q e ajuda a bloquear a radiação UV proveniente do Sol. Ele é uma mistura de diversos tipos de substâncias. As mais importantes, obviamente, são os chamados agentes de proteção solar. Os mais antigos são o p-aminobenzóico, conhecido como PABA, e as benzofenonas. Hoje, os mais conhecidos são componentes orgânicos e sintéticos que apresentam a propriedade de selecionar e bloquear os tipos de radiações UV prejudiciais à pele. Existe, ainda, uma variada gama de opções conforme o tempo de expo- sição ao sol, a região do corpo em que o produto será uti- lizado ou o tipo de pele. Na composição do protetor, os químicos também adicionam substâncias capazes de fixá- 10 até na pele molhada. Na hora de comprar o produto, verifique sempre o seu fator de proteção solar (FPS). É um número relaciona- do ao tempo mínimo que uma pessoa pode ficar exposta ao sol sem apresentar vermelhidão após um período de 24 horas. Tecnicamente, esse tempo é chamado de dose eritemal (eritema é a vermelhidão da pele). O FPS é defi- nido comparando-se o tempo necessário para a pele des- protegida ficar vermelha com o tempo necessário para produzir o mesmo efeito na pele protegida. Por exemplo, um protetor solar com FPS 8 permite que a pele leve oito vezes mais tempo para se queimar quando tratada por ele. É claro que se deve levar em consideração o tipo de pele. Dependendo da quantidade de melanina, substân- cia que dá cor e proteção natural à pele, cada um supor- ta um tempo diferente de exposição solar. Na dúvida, a pessoa mais indicada para orientar o produto que melhor se adapta ao seu tipo de pele é o dermatologista. __ ~ ~. __ ~ r.~~ __ ""~~~.~ PENSE, DEBATA E ENTENDA •. ;.~~:t-> ~. .. o Comente se a afirmação a seguir está certa ou errada e justifique: "O bronzeamento de nossa pele ocorre somente devido a produtos específi- cos encontrados no mercado, denominados bron- zeadores". fJ O que é a vermelhidão causada pela exposição prolongada ao sol? B Você sabe qual é o FPS mais indicado para seu Ouso tipo de pele? de protetor li Tem gente que acha obrigatório voltar da praiasolar é obrigatório com a pele bem bronzeada e tem orgulho até datoda vez que esta- descamação. O que você acha disso? Como po- mos expostos de estar a pele dessa pessoa daqui a vinte anos? ao sol.

×