Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Redes Sociais

2,804 views

Published on

Aula sobre Redes Sociais ministrada durante a disciplina de Inteligência Coletiva da turma 2011 do MBA em Marketing e Negócios do Univem

Published in: Business, Technology, Education
  • Be the first to comment

Redes Sociais

  1. 1. REDES SOCIAIS<br />
  2. 2. Currículo Resumido do Docente<br />Elvis Fusco – fusco@univem.edu.br<br />Centro UniversitárioEurípides de Marília - Univem<br />COMPSI - Computing and Information Systems Research Lab<br />Doutor em Ciência da Informação<br />Mestre em Ciência da Computação<br />Coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação<br />Coordenador do curso de Especialização em Sistemas para Internet<br />Gerente do Departamento de Sistemas – Univem<br />Empresário no ramo de software<br />
  3. 3. Redes Sociais e Sociedade<br />Uma rede social é uma estrutura social composta por pessoas (ou organizações, territórios, etc.) - designadas como nós – que estão conectadas por um ou vários tipos de relações (de amizade, familiares, comerciais, sexuais, etc.), ou que partilham crenças, conhecimento ou prestígio.<br />
  4. 4. As Redes Sociais<br />Uma rede social é um mapa de todos os laços relevantes entre todos os nós analisados. <br />As relações sociais podem ser visualizadas através de um diagrama, onde os nós são representados por pontos e os laços por linhas. A complexidade dos diagramas varia em função da densidade dos nós e laços.<br />
  5. 5. As Redes Sociais<br />O conceito de rede social surgiu na Sociologia e na Antropologia Social. <br />Também é aplicado e desenvolvida em áreas como a Cmunicação, a Economia, a Geografia, a Ciência da Informação e a Psicologia Social.<br />
  6. 6. As Redes Sociais<br />Teoria dos seis graus de separação<br />No mundo são necessários no máximo seis laços de amizade para que duas pessoas quaisquer estejam ligadas (Stanley Milgram, na década de 60).<br />Várias pesquisas vem sendo feitas, como por exemplo, na identificação da estrutura das redes de colaboração de cientistas, redes de cooperação e de transmissão de doenças e redes de sites na web. <br />
  7. 7. As Redes Sociais<br />Teoria dos seis graus de separação<br />No mundo são necessários no máximo seis laços de amizade para que duas pessoas quaisquer estejam ligadas (Stanley Milgram, na década de 60).<br />Várias pesquisas vem sendo feitas, como por exemplo, na identificação da estrutura das redes de colaboração de cientistas, redes de cooperação e de transmissão de doenças e redes de sites na web. <br />
  8. 8. As Redes Sociais<br />Desde a pré-história os homens já se organizavam socialmente em pequenas comunidades do tipo caçadoras-coletoras, nômades, com pouca divisão do trabalho e primando a interação cara-a-cara e a tomada de decisão coletiva. Ou seja, viviam em pequenas redes sociais, em pequenos grupos .<br />De maneira muito resumida, pode-se dizer que mudanças históricas, especialmente as tecnológicas, afetaram o tamanho e hábitos das comunidades e, consequentemente, ampliaram os limites do mundo.<br />
  9. 9. As Redes Sociais<br />Desde a pré-história os homens já se organizavam socialmente em pequenas comunidades do tipo caçadoras-coletoras, nômades, com pouca divisão do trabalho e primando a interação cara-a-cara e a tomada de decisão coletiva. Ou seja, viviam em pequenas redes sociais, em pequenos grupos .<br />De maneira muito resumida, pode-se dizer que mudanças históricas, especialmente as tecnológicas, afetaram o tamanho e hábitos das comunidades e, consequentemente, ampliaram os limites do mundo.<br />
  10. 10. As Redes Sociais e a Internet<br />Vídeo<br />
  11. 11. Para alcançar 50 milhões de pessoas:<br />o rádio levou 38 anos<br />a televisão levou 13 anos<br />a internet levou 4 anos<br />
  12. 12. Para alcançar 50 milhões de pessoas:<br />o facebook levou 2 anos.<br />
  13. 13. Uma análise do uso de Redes Sociais<br />
  14. 14.
  15. 15.
  16. 16.
  17. 17.
  18. 18.
  19. 19.
  20. 20.
  21. 21.
  22. 22.
  23. 23.
  24. 24. Twitter no dia-a-dia<br />
  25. 25. Organizações e Redes Sociais <br />Fonte: Expertise<br />
  26. 26.
  27. 27.
  28. 28. Reclamações nas Redes Sociais<br />Vídeo 1<br />Vídeo 2<br />
  29. 29.
  30. 30.
  31. 31.
  32. 32. Planejamento em Mídias Sociais<br />Ações em mídias sociais falham porque as empresas não entendem como podem utilizar o canal para facilitar o comportamento coletivo.<br />As empresas que compreendem a importância de aproveitar o poder de comportamentos coletivos para impulsionar mudanças positivas nos negócios serão bem-sucedidas no uso de mídia social.<br />O foco não deve ser na implementação de tecnologias de mídias sociais.<br />
  33. 33. Planejamento em Mídias Sociais<br />1 – Identifique a necessidade do cliente e o que ele está esperando das mídias sociais.<br />2 – Identifique o público alvo da empresa e escolha as mídias certas para aquele tipo de comunicação e empresa.<br />3 – Devemos personificar a marca, elabore uma estratégia com foco em seus clientes e objetivos, para traçar um comportamento nas mídias, do que você gosta, o que você irá falar, de que forma irá falar, com quem, enfim, nas mídias sociais, pessoas conversam com pessoas, não estão interessadas em respostas automáticas e muito menos em falar sozinho.<br />4 – Após dar inicio as atividades nas mídias, busque conteúdo, relevância e principalmente, seja o objetivo que for, busque relacionamento! Não apague críticas, as pessoas gostam de ser ouvidas e de saber que a empresa não esconde nada de ninguém.<br />5 – Monitore tudo que falam sobre a empresa, monitore seus produtos e serviços, seus consumidores, tente identificar o que falam.<br />
  34. 34. Planejamento em Mídias Sociais<br />1 – Não faça todas as mídias sociais para sua empresa, você pode não dar conta de tudo.<br />2 –  Não use ferramentas para ganhar seguidores automaticamente, pega muito mal e você corre o risco de ter sua conta bloqueada. #fail<br />3 – Faça promoções relevantes a seus seguidores e amigos, não fique fazendo promoções a todo instante, isso pode trazer para perto do seu perfil pessoas que vivem para ganhar promoções.<br />4 – Não deixe de atualizar, dica básica, mas é #fato.<br />5 – Nunca exclua o offline, apesar de não conseguirmos mensurar com tanta exatidão, as mídias tradicionais dão resultado e funcionam em perfeita harmonia com as mídias online.<br />6 –  Não se promova e fique colocando o nome de sua empresa em todos os tweets e conversas.<br />
  35. 35. Aproveitamento da Inteligência Coletiva<br />
  36. 36. Aproveitamento da Inteligência Coletiva<br />
  37. 37. Caso Arezzo<br />
  38. 38. Caso Brastemp<br />Vídeo<br />
  39. 39. Caso Renault<br />http://www.meucarrofalha.com.br<br />
  40. 40. Caso Renner<br />
  41. 41. Caso Renner<br />
  42. 42. Analista de Mídias Sociais<br />Vídeo<br />
  43. 43. Elvis Fusco nas Redes Sociais<br />elvisfusco.com.br<br />facebook.com/profile.php?id=1453344845<br />slideshare.net/elvisfusco<br />twitter.com/elvisfusco<br />linkedin.com/pub/elvis-fusco/8/874/a69<br />delicious.com/elvisfusco<br />univem.academia.edu/ProfessorElvis<br />

×